Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Bobeou, dançou!

A charge do Duke, hoje no Super Notícia, expressa bem o que o Atlético fez ontem contra o Palmeiras.


Corrida no Águas do Treme

* Muito aguardada a 2ª Corrida Nado Livre-Águas do Treme, que ano passado fez o maior sucesso. Será neste domingo a partir das nove horas com, aproximadamente, 400 participantes. A prova consiste em dois percursos: uma volta de 5.250 metros (corrida e caminhada) e duas voltas de 10.500 metros (corrida). Os participantes ganharão um kit com camisa e brindes, medalha de participação, além de contar com o apoio médico, tendas de massagens e de beleza, atividades de relaxamento e flexibilidade e muita diversão no Águas do Treme. As inscrições custam R$ 70,00 para os participantes e R$ 40,00 para os acompanhantes com direito ao café da manhã. Podem ser realizadas na Academia Nado Livre em Sete Lagoas (31) 3772 1500 ou na Sport Hall – loja Diamond Mall (31) 3292-9473. O evento conta com o patrocínio da Mazan Hyundai, Aliance Citroen, Unimed Sete Lagoas e Trevinho. Além do apoio dos parceiros tradicionais: Interpool Agência de Viagens, Supermercado Santa Helena, Inove, Símon e Sport Hall. Mais informações: (31) 3716-4800.”

 * Grande pedida neste fim de semana: começa hoje e termina domingo, o 47º Jubileu de Nossa Senhora da Piedade, em Felixlândia. O prefeito Marconi Antônio da Silva e o Pároco Raimundo Carlos estão convidando a todos para participar da intensa programação, que foi aberta pela famosa Vesperata, de Diamantina, e prossegue hoje, sexta feira, com show de Thiago e Daniel, amanhã com Iracema Sabino e banda, missas, show pirotécnico e o grande encerramento no domingo, com missas às 8, 10 e 16 horas, procissão às 17 horas, com a imagem de Nossa Senhora (bem tombado e obra de aleijadinho), mais missa e show pirotécnico. Todos os dias com almoço, jantar e barraquinhas. Tudo no novo e moderno espaço formatado com palco, som, tendas e iluminação. 

Essas e outras notas em minha coluna de amanhã no jornal Sete Dias, nas bancas em Sete Lagoas e região ou no www.setedias.com.br


No twitter do Alexandre Kalil

O Renato Alexandre, do jornal Sete Dias, mandou essa: “

Ô Chico, a frase que o Kalil colocou na página pessoal dele, no twitter, ontem, quando o Tardelli tava sendo badalado no jogo da seleção. Ele tira onda demais…hahaha…

“Ah… Venderam o Tardelli para a Alemanha? Só esqueceram de avisar para quem manda.”


Procurador diz: “O Kléber não recebeu nenhuma proposta”

O jornalista Marcelo Machado informa: 

“A entrevista com Giuseppe Dioguardi aconteceu minutos antes do jogo entre Atlético e Palmeiras no Mineirão. Pepe foi categórico: “O Kléber não recebeu nenhuma proposta para sair do Cruzeiro”.

O empresário do jogador mais especulado do último mês reafirmou o desejo do atacante em ser ídolo no Brasil e que não só dinheiro motivará Kléber a deixar o país. A proposta deve vir também de um clube grande de um centro importante da Europa.

Giuseppe ainda desmentiu que tenha dito ao jornal português Record que existam “negociações adiantadíssimas” com um clube europeu. O empresário garantiu que houve um erro de interpretação do jornalista de Portugal. “Tudo o que existiu até agora foram sondagens. O clube vem e me pergunta até quando vai o contrato, quanto ele ganha, mas não passou disso”, afirma.

As declarações de ontem podem ser para não atrapalhar uma possível negociação em andamento, mas enquanto Pepe, Zezé Perrella e Kléber estão negando qualquer oferta e o jogador continua treinando e jogando pelo Cruzeiro, é possível acreditar que Kleber não sai do Brasil até o final do ano, pelo menos.”

 Veja a entrevista de Giuseppe no Jogada de Classe dessa quinta-feira.

 Leia mais em www.blogdemarcelomachado.blogspot.com


Simplicidade não faz mal a ninguém

Está no excelente blog do Cosme Rímoli, jornalista brilhante de São Paulo, (http://blogdocosmerimoli.blog.uol.com.br). Escreveu hoje, e agora, às 9h37, já tinha 52 pessoas comentando.

Serve para todo jogador e qualquer pessoa:

 “Renan envergonhado: o preço de tentar humilhar Marcos…

 

Tentar humilhar Marcos.

Esse foi o pecado mortal de Renan Oliveira.

A partida estava empatada em 1 a 1.

Bastasse o atacante se concentrar, bater forte em um canto.

Suas chances seriam imensamente maiores de marcar o gol.

E colar o Atlético Mineiro no Palmeiras.

Mas, não.

Renan quis mais.

Os holofotes do País estavam em Belo Horizonte.

Que tal dar uma paradinha?

Jogar o pentacampeão do mundo para um canto e colocar a bola em outro?

A tentação foi forte demais para o jogador do Atlético.

Pior para ele.

Para a torcida.

Para o clube.

Para Celso Roth.

Marcos sempre foi um excelente goleiro.

Especializado em defesas de pênaltis.

Ele sabe que está perto do fim da carreira.

Mas, ainda tem fôlego para estar na Copa da África.

Como segundo, como terceiro ou até brigando com Júlio César para ser titular.

O goleiro já havia falhado feio no gol de Éder Luís.

Perdeu o tempo da bola.

E, quando tentou espalmá-la, já tinha entrado.

A chance da redeção no pênalti infantil de Wendel em Thiago Feltri.

E lá foi Renan Oliveira pensando que iria ganhar as manchetes do Brasil inteiro.

Ganhou.

Como o jogador que desperdiçou a maior chance de o Atlético vencer.

Porque na malandragem, Marcos o colocou no bolso.

O engoliu.

Enquanto o atacante correu para a bola e parou, Marcos ficou no meio de gol.

Não pulou para lado nenhum.

E, malandro, deu seus discretos passinhos para a frente.

Diminuiu o ângulo para Renan e fez a defesa.

Já tinha visto Renan fazer a paradinha no Youtube.

E revelou, sorrindo, o uso da tecnologia para acabar com a festa mineira.

Foi triste ver a torcida do Atlético lamentar o desperdício.

As cruéis câmeras de tevê flagraram crianças atônitas, sem entender o que havia acontecido.

Cadê o grito de gol?

A expressão das crianças das arquibancadas foi a mesma de Renan Oliveira.

Sem entender nada, viu Marcos agradecer aos céus mais uma defesa de pênalti na carreira.

Não fique sem dormir, Renan.

Você não está sozinho.

Tem a companhia de muita gente boa que já perdeu o duelo do pênalti para Marcos.

Mas, você foi o mais imprudente.

Tentar humilhá-lo depois de uma falha?

Você pediu para passar por esse vexame.

Ou você não conhece São Marcos e suas 450 partidas pelo líder Palmeiras?

Aquele que sonha com o título brasileiro?

A disputa da última Copa do Mundo?

E que o conhecia muito bem pelo Youtube.

Você deveria saber com quem estava lidando…”


Alguns realmente fazem diferença

Alguém discorda que o Diego Tardelli fez uma falta danada ao Atlético contra o Palmeiras? Se estivesse em campo, no mínimo, as chances daquele pênalti ter sido convertido seriam quase de 100%.

Em clubes menores, um jogador diferenciado faz mais falta ainda. Tem um que foi motivo de demissão do Emerson Leão no Sport Recife, já fez sucesso no Cruzeiro e hoje é a alma do Ipatinga. Marcelo Ramos.

No relato do Fernando Rocha, saiba mais do valor desse camisa nove, de 36 anos de idade: 

“Não importa a camisa, o certo é que alguns jogadores fazem a diferença prá valer e por isso têm de ser respeitados e valorizados. Adriano Imperador, mesmo com apenas 60% da forma ideal, tem decidido jogos para o Flamengo. O Corínthians amarga uma sequência de maus resultados desde que Ronaldo Fenômeno quebrou o braço e parou de fazer gols, mesmo com aquela vistosa barriga de cerveja de um ex-jogador em atividade, que resiste em permanecer mesmo passando por lipoaspiração e outros regimes de emagrecimento.

No Ipatinga, o exemplo do Marcelo Ramos, 36 anos, com passagens pelos principais clubes brasileiros, entre eles o Cruzeiro, onde foi campeão da Libertadores/97 e pelo futebol japonês, holandês, chegando até a Seleção Brasileira.

Marcelo Ramos se machucou e o Ipatinga mergulhou num inferno astral, culminando com a queda de Marcelo Oliveira e a chegada de Emerson Ávila. É indiscutível o proveito que o Tigre teve com a sua contratação, além de mais indiscutível ainda sua importância para o time, mesmo que não esteja em condições ideais, por conta da idade e do tempo que ficou parado.

No empate de 2 a 2 contra o líder Atlético/GO neste meio de semana no Serra Dourada, seu incrível aproveitamento e faro de gol foram decisivos. Marcou duas vezes em lances onde ficaram evidentes uma máxima do futebol, em que “a bola sempre procura o artilheiro”. Vida longa para Marcelo Ramos no Tigre! A torcida quadricolor agradece.”


Uma grande sacanagem!

Dia desses falei da perda de espaços do noticiário e transmissões esportivas na imprensa de Belo Horizonte, com o fechamento de jornais, fim de programas tradicionais em rádios e TVs. Mas ocorrem coisas em nosso meio que “se contar, ninguém acredita”. Em Ipatinga, uma das mais importantes cidades de Minas Gerais, ocorreu um desrespeito ao público, uma covardia com profissionais da comunicação, uma molecagem, de dar medo.

Tudo por mero capricho de um cabeça cozida, uma figura menor, porém, com poder de decisão.

Leia com atenção o que o Fernando Rocha conta em sua coluna de hoje no www.jvaonline.com..br :

 “O rádio-esportivo do Vale do Aço  sempre foi considerado o melhor e o mais atuante do interior de Minas, transmitindo o futebol regional e da dupla Atlético/Cruzeiro em todas as competições. Na década de 80, quando só existia a Rádio Educadora de Fabriciano, surgiu em Ipatinga a Rádio Vanguarda(1982) e nos anos 90 recebeu em Timóteo a Rádio Itatiaia,   com a proposta de retransmitir a programação da matriz de BH   e agregar valores com a cobertura local.

Esta semana fomos surpreendidos com a decisão da nova direção da Rádio Educadora de acabar com os programas esportivos diários e desativar o seu Deptº de Esportes, paralisando as transmissões dos jogos do Brasileiro, com a demissão de vários colegas, além de remanejar outros para a sua programação normal, trazendo prejuízos incalculáveis principalmente aos desportistas de Cel. Fabriciano. 

 A Educadora é administrada por uma Fundação católica e há mais de meio-século alterna padres na sua direção-geral, nem sempre interessados pelo futebol.  O chefe anterior, Padre Ferreira, gostava muito e até chegou a comentar jogos do Social, mas o atual não é chegado e prefere priorizar a programação religiosa, que ganhou força incomum desde sua chegada na grade da emissora.

Na última pesquisa IBOPE, da qual a Educadora não participou da divisão de custos e por isso não teve acesso aos dados coletados, ficou em 3º lugar com a boa marca de 21,2% da preferência dos ouvintes na região, principalmente por conta de sua atuação no esporte fabricianense . A liderança regional permanece com a Vanguarda com 44,8%, cerca de 12 pontos na frente da segunda colocada, a Itatiaia. Em Ipatinga, a Vanguarda reina absoluta possuindo cinco vezes mais a audiência da 2ª colocada e ganha até das FMs em número de rádios ligados. 

 A saída da Educadora do segmento esportivo vai acirrar a disputa entre Vanguarda/Itatiaia para atrair seus ouvintes, que certamente vão debandar para o lado que fizer a melhor cobertura no futebol amador e profissional de Fabriciano.  Por enquanto, os fabricianenses de coração, que gostam das transmissões do futebol pelo rádio e são a maioria, terão de se contentar com a lembrança dos bons tempos da “pioneira”, a “ mais forte no esporte”, cujo microfone era visto cruzando o Brasil de norte a sul na cobertura do futebol e por onde já passaram alguns gigantes do rádio-esportivo mineiro.

Vale lembrar alguns destes profissionais que fizeram história empunhando o microfone da “pioneira”: José Marcelo, Jonas Conti, Silva Neto,  Pedro Márcio Milanez, Sinésio Miranda, Wander Santos, Emiliano Magno, Cacau Borges, Lima Muniz, Dudu da Loteca, Nelcy Romão, Dinei Monteiro, Flávio Anselmo, Cardoso Neto, Giovani Soares, Tião Carvalho, José Rodrigues Carioca do Amaral, Ananias Junior e outros da nova geração como Arthur Cunha, Jeferson Rocha, Moacir Arantes, Ademir Cunha, Roberto Nogueira, Orlando Moreira, Dário de Freitas, PC Santos,  Sérgio Santos e por aí afora. Ah! Ia me esquecendo do Geraldo Magela, o Junior da Galáxia, diretor comercial.”

 E digo eu: se realmente existir inferno, o capeta não aguarda só políticos vagabundos e ladrões!


Que grana boa!

Sabe quanto custa aquele telão do Mineirão a cada jogo? R$ 30 mil !!!

É isso mesmo! Trinta mil reais, por jogo!

A Ademg informa que houve licitação para a contratação do serviço, para aquele jogo do ano passado entre Brasil e Argentina pelas eliminatórias da Copa de 2010.

E que a empresa que venceu ficou com o contrato até o fim do campeonato deste ano.


Arrebentado

O Atlético que já não teria Márcio Araújo, machucado, contra o Corinthians, perdeu mais três jogadores importantes, que levaram o terceiro cartão amarelo contra o Palmeiras: Welton Felipe, Joilson e Serginho.

Também não contará com Carlos Alberto e Wellington Saci, que pertencem ao Corinthians e não podem jogar, por força contratual. Mas Diego Tardelli estará de volta, neste jogo que será em São Paulo.


Convocação justa

Mais um do Cruzeiro na seleção brasileira Sub-20

Foto:Vipcomm
Foto:Vipcomm

Merecida a convocação do Diego Renan para a seleção. Está no Cruzeiro há cinco anos, apesar de ter apenas 19 de idade.

É fruto da garimpagem que a Raposa faz pelo país, pois ele é pernambucano, nascido na cidade de Surubim, no dia 26 de janeiro de 1990. Mede 1,71 de altura, começou como volante, foi transformado em lateral, com atuação tanto na direita quanto na esquerda.


Página 971 de 1.012« Primeira...102030...969970971972973...9809901.000...Última »