Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Vai fazer falta demais!

A pior notícia para os cruzeirenses este ano, depois da perda da Libertadores, foi essa da contusão do Kléber, que o tira do jogo contra o Grêmio domingo. Esse faz diferença!

É um terror para qualquer defesa adversária, ainda mais agora, que está conseguindo controlar os nervos. E decide jogos “perdidos”, como quarta feira, contra o Sport, quando ninguém acreditava mais que o placar seria 0 x 0.

Com Kléber em campo, o adversário respeita mais o Cruzeiro.


Entre luzes e apagões

O que mantém as esperanças dos atleticanos é que o campeonato não tem ninguém praticando bom futebol com regularidade. São altos e baixos gerais, como o próprio Atlético, que faz partidas empolgantes, e vergonhosas como a de ontem. Além do mais é um time em formação, onde o Celso Roth ainda não conseguiu descobrir quais são os 11 que devem começar jogando. Tiago Feltri teve uma recaída brava nessa derrota para o Flamengo, fazendo lembrar aquele jogador que matava a torcida de raiva, antes de ser emprestado ao Goiás. Mas, está com crédito, porque tem sido um bom jogador na temporada.

Júnior foi outra decepção. Ele que é o grande articulador do time, ontem, teve um apagão.

Lédio Carmona, um dos melhores comentaristas do Sportv, disse, quando o jogo estava terminando: “Seguramente, foi o pior jogo do Atlético no campeonato”. Sem dúvida!


Maracanã tonteou os jogadores do Galo

Jogo danado esse da derrota do Galo para o Flamengo. Começou de cara escapando de levar um gol, fez 1 x 0 com menos de três minutos, dominou uns 10 minutos e depois morreu. Parecia um time de roça, cujos jogadores atuavam pela primeira vez no templo sagrado do futebol mundial, o Maracanã.

Impossível salvar a barra de algum dos jogadores, muito pelo contrário. De Aranha, que tomou três gols defensáveis, a Tardelli, que fez uma ou duas jogadas de efeito, um time horroroso na noite de ontem.

Serginho tinha uns lampejos do bom jogador que é, porém, o Flamengo pôs o Willians em cima dele, e fim de conversa.

O segundo tempo foi melhor realmente, como disse o Celso Roth, mas insuficiente para esboçar uma reação no placar.

Outro que esteve péssimo no jogo foi o gaúcho Leonardo Gaciba, para mim, o melhor árbitro do país, mas deixou de apitar um pênalti no Tardelli, quando o marcador já era 3 x 1, e quando estava 2 x 1, não apitou falta do Éverton, que segurou o Marcos Rocha pela camisa. Falta clara, não apitada, que terminou em gol, o terceiro, feito pelo próprio flamenguista que fez a falta.

Mas nada disso justifica o péssimo futebol do Galo, que mereceu perder.


Caçapa está indo embora de novo

Pena que nenhum clube brasileiro se dispôs a pagar o que o Cláudio Caçapa quer ganhar, pois seria muito bom te-lo novamente em nosso futebol, especialmente em Minas. Está quase indo embora de novo, conforme notícia que acabei de receber do assessor de imprensa dele, e de vários outros jogadores, o gente boa Paulo Vilhena: 

“O zagueiro Cláudio Caçapa recebeu uma proposta para atuar no futebol grego. No meio deste ano, o contrato de Caçapa com o Newcastle da Inglaterra se encerrou e o atleta pode acertar com qualquer clube do Brasil ou exterior. O clube que aficializou proposta de dois anos ao zagueiro é o Atromitos que voltou à primeira divisão do futebol grego na última temporada e é de Atenas. 

“Recebi sim essa proposta do Atromitos da Grécia. Ela chegou a  mim pelo Denis, que foi atleta e hoje trabalha como consultor de atletas da empresa Basesoccer de Londres, que tem também uma filial no Brasil. Voltei das férias com a família e tem duas semanas que estou trabalhando a parte física na acadêmia Companhia Atlética em Belo Horizonte com o meu fisioterapeuta particular Elliot e já estou em forma para atuar. Recebi sondagens e propostas também do Brasil e ainda estou definindo o meu futuro”, revelou Caçapa, zagueiro de 32 anos. 

Apesar da proposta oficializada do exterior, Caçapa ainda não definiu o seu futuro clube e não descarta um retorno ao Brasil, após oito anos na Europa, seis na França, onde ganhou vários títulos no Lyon e dois na Inglatera, atuando pelo Newcastle.”


Os números e projeções do Baião

Um dos melhores e mais confiáveis analistas de números do futebol brasileiro é nosso, das Minas Gerais. Uma consulta imperdível, permanente, que sugiro a todos que gostam do mundo da bola. É o Domingos Sávio Baião.

Confira esta avaliação dele no portal do jornal O Tempo – www.otempo.com.br 

 Comparando os pontos corridos

 Ao final da 14ª rodada do Brasileirão, veja como eram as posições das equipes desde 2003.

2003 – O Cruzeiro liderava com 28 pontos e foi o Campeão ao final da competição.

2004 – Palmeiras e Figueirense lideravam com 26 pontos cada, o Santos vinha em seguida com 25 pontos. Santos Campeão, Palmeiras foi o 4º e o Figueirense o 11º.

2005 – A Ponte Preta liderava com 29 pontos, seguida por Internacional e Corínthians, 28 pontos cada. O Corínthians foi Campeão, o Internacional o 2º e a Ponte Preta a 18ª.

2006 – O São Paulo liderava ao final da 14ª rodada com 29 pontos e foi Campeção Brasileiro no ano.

2007 – O Botafogo liderava com 28 pontos contra 25 do São Paulo. O São Paulo foi o Campeão e o Botafogo o 9º.

2008 – A liderança era do Grêmio com 28 pontos, Flamengo 27, Vitória 26, Palmeiras e Cruzeiro 24 pontos cada, São Paulo 23 pontos. São Paulo foi Campeão, Grêmio 2º, Cruzeiro 3º, Palmeiras 4º e o Vitória o 10º.

2009 – O Atlético lidera com 28 pontos, mesma pontuação do segundo colocado Palmeiras. As duas equipes estão na média dos campeonatos anteriores.

Leia também:

http://www.otempo.com.br/blogs/?IdBlog=30&IdPost=3798


Para refletir

Algumas notícias recentes estão surpreendendo àqueles que se acostumaram a imaginar o Cruzeiro como tendo uma boa administração. Já no ano passado, foi muito estranha a desavença entre o jogador Leandro Domingues e o técnico Adílson Batista, às vésperas do jogo com o Boca no Mineirão, quando o Cruzeiro foi eliminado da Libertadores 2008. À época, achei que, em nome da disciplina, foi tomada uma ação benéfica para o clube a longo prazo. O clube perdeu claramente um bom jogador, que depois teve também problemas no Fluminense, antes de voltar para o Vitória (onde, diga-se de passagem, está tendo uma boa performance). Mas, a longo prazo, esperava que o exemplo tivesse tido um efeito positivo. 

Agora, dentre muitas outras, destaco duas notícias recentes que me surpreenderam. Primeiro, por vários veículos, inclusive o seu blog, surgem notícias de que Thiago Heleno, aquele mesmo que corre com a velocidade de uma tartaruga atrás de um cruzamento na final da Libertadores 2009, parece precisar de “cuidados extra-campo” (leia-se problemas com boates e bebedeiras). O jogador Anderson, que jogou na primeira partida da final, já havia dado uma entrevista em um tom ressentido, pois não estendia a preferência do técnico por Thiago Heleno. Tudo bem que o clube às vezes tem de “aproveitar uma vitrine” para exibir um jogador a ser negociado. Contudo, perder uma final de Libertadores justificaria isto? 

E quando notícias do dia 25/Julho diziam que Sorín estava incluído no grupo de jogadores para a próxima partida do Cruzeiro, o mesmo se aposenta e diz: . “Cheguei bem para a final da Copa Libertadores, estava à disposição. Estava esperando a minha chance,  não chegou, não tive espaço. Mas não vou ficar criticando ninguém”.  Creio que mesmo que estivesse com apenas uma perna, Sorín deveria ter ficado no banco na final da Libertadores. Agora, de acordo com vários orgãos da imprensa, fica a impressão de que Sorín estava em forma e querendo jogar. Será que Adílson e a diretoria do Cruzeiro vão conseguir explicar estes eventos? 

Alisson Sol

Cambridge – Inglaterra


Misturando as marchas

O goleiro Fábio, do Cruzeiro, ministra palestra nesta sexta-feira em Sete Lagoas. Evangélico, atendeu o convite da Comunidade Cristã Atos 29 para o evento. O mais estranho é o convite, que também é feito em um carro de som: com músicas do clube, convoca toda a torcida cruzeirense para a palestra. Boa estratégia para atrair novas ovelhas para o rebanho. 

Esta e outras notas estarão na coluna Sem Reserva, do jornal Sete Dias, de amanhã: www.setedias.com.br


Capital dos Butecos

Li na coluna do Marden da Mota Couto, no jornal Turismo de Minas –www.turismodeminas.com.br

“Até que enfim, Belo Horizonte, foi declarada, oficialmente, “Capital Mundial dos Botecos”, através da Lei 9714, publicada no Diário Oficial do Município – DOM. Trecho do texto diz que “entende-se como botecos todos os bares, restaurantes e similares”. A lei, originária do projeto 67/09, de autoria do vereador Alberto Rodrigues, estabelece ainda o Dia Municipal dos Botecos, a ser comemorado, anualmente, sempre no 3º sábado do mês de maio.  

BH tem cerca de 12 mil estabelecimentos do ramo, e é a cidade com maior número de bares e restaurantes per capita do Brasil. Além disso, ganhou fama pelos seus vários festivais gastronômicos que atraem turistas de todos os cantos do Brasil e do mundo.”

Alberto Rodrigues, excelente locutor e vereador, junto o professor Jota Jota, do Uni-BH
Alberto Rodrigues, excelente locutor e vereador, junto o professor Jota Jota, do Uni-BH

Foto: Rodney Costa 


Duas rodas

Os amantes das duas rodas têm ótima opção neste fim de semana no Motódromo Gardelon, na estrada para Cachoeira da Prata, a cinco quilômetros do trevo de Sete Lagoas, onde pilotos de todo o estado estarão em ação, domingo, a partir das 9 horas.

O antigo problema de poeira no local já não existe mais. Isso poderá ser constatado pelo público, neste domingo, quando será inaugurado o sistema de irrigação, dos mais modernos do estado. Promoção do Motódromo Gardelon, em parceria com a Frog Off Road.

Mais informações: 31 9941 9899


Bom demais da conta

Para quem gosta de quadrinhos e cartuns, e é quase todo mundo, vem ai o 1º BH HUMOR! Salão Internacional de Humor Gráfico de Belo Horizonte. Prêmios de até 10 mil reais para o primeiro colocado!

Entre no site e se inscreva até 1º de setembro.

http://www.bhhumor.com


Página 972 de 1.001« Primeira...102030...970971972973974...9809901.000...Última »