Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

É mais fácil um boi voar

Sobre a nota divulgada pela Raquel Faria no jornal O Tempo, e ratificada por mim no blog e também em minha coluna, um atleticano muito ligado ao Palácio da Liberdade, enviou mensagem dizendo o seguinte: “é mais fácil um boi voar do que o Zezé Perrela tornar-se Secretário de Estado de Esportes e Juventude, na vaga que será deixada pelo Gustavo Corrêa, em abril de 2010”.

Aguardemos!


Santos fica com Edu Dracena

Vanderlei Luxemburgo dá sequência à montagem do time do Santos para 2010 e indicou a contratação do zagueiro Edu Dracena, que foi campeão brasileiro, com ele, no Cruzeiro em 2003. O clube paulista anunciou a aquisição do jogador, que por causa de uma cirurgia no joelho direito, não joga desde o mês de abril.

Aos 28 anos, Dracena se apresenta na próxima segunda feira na Vila Belmiro, para um contrato de três anos. Ele estava no Fernebache, da Turquia, desde 2006.


E o Galo, hein!?

Quando muitos imaginavam que o Atlético fosse levar até uma goleada do Goiás, a rapaziada se encheu de brios, e futebol, e só foi eliminada nos pênaltis.

O que é difícil entender é: porque essa turma que jogou ontem e no primeiro jogo pela Copa Sul-americana, não rende tanto quando é escalada para substituir os titulares!?

Coisas do futebol!


Esgotados os ingressos para América x ASA

Pelo twitter o jornal O Tempo informou agora há pouco:

“Os 10 mil ingressos colocados a venda para a final da Série C entre América e ASA, que será realizada neste sábado, já esgotaram. A informação foi confirmada pelo clube na tarde desta quarta-feira. Na terça, já havia sido anunciado que os ingressos de meia-entrada haviam acabado.

Além da venda normal, o América também realizou uma promoção em quem comprasse a camisa oficial do clube ganharia uma entrada. O embate decisivo da Série C acontece às 16h deste sábado e, como o Coelho venceu o ASA por 3 a 1 em Arapiraca no jogo de ida, pode perder por até 2 a 0 que se sagra campeão da Série C.”


Clubes mineiros buscam recursos da Lei de Incentivo ao Esporte

Agilidade

Em visita a Belo Horizonte, o Secretário Executivo do Ministério dos Esportes, Wadson Ribeiro, elogiou a eficiência e rapidez dos mineiros na busca de recursos da Lei de Incentivo ao Esporte, com destaque para os projetos do América. Atlético e Minas Tênis Clube também já estão usufruindo desses benefícios, e o Cruzeiro entrou recentemente no processo.

 Esta e outras notas estarão em minha coluna de amanhã, no jornal O Tempo, nas bancas!


Zezé Perrela na dúvida se aceita convite

Indefinido

Conforme informado pela colunista Raquel Faria, em O TEMPO, esta semana, Zezé Perrela recebeu convite para suceder Gustavo Corrêa, quando este deixar a Secretaria de Estado de Esportes e Juventude para disputar a reeleição a deputado estadual. Mas o presidente do Cruzeiro ainda não decidiu se aceitará o convite.

Esta e outras notas estarão em minha coluna de amanhã no jornal O Tempo, nas bancas!


Mineiro Mauro Fernandes segue levando Atlético-Go para a Série A

Com a vitória em casa sobre o Bragantino, ontem, por 2 x 0, o Ipatinga subiu para a 10a posição na classificação da Série B, depois da realização da 24a rodada.

O Vasco se manteve na liderança ao vencer fora de casa o São Caetano, por 1 x 0, o Guarani, também se manteve, em segundo, ao vencer em Campinas o Figueirense, 3 x 2, o Atlético-GO, dirigido pelo mineiro Mauro Fernandes, se manteve em terceiro, ao derrotar o Campinense no Serra Dourada, e o Ceará, foi outro que se garantiu no mesmo lugar, em quarto, ao derrotar o Villa Nova-Go, por 2 x 0. 

A classificação é a seguinte: 

  PG J V E D GP GC SG %
Vasco 49 24 14 7 3 39 16 23 68%
Guarani 46 24 14 4 6 37 30 7 64%
Atlético-GO 44 24 13 5 6 48 32 16 61%
Ceará 43 24 12 7 5 37 22 15 60%
Portuguesa 38 24 11 5 8 36 32 4 53%
São Caetano 37 24 11 4 9 35 22 13 51%
Figueirense 36 24 11 3 10 37 34 3 50%
  Ponte Preta 36 24 9 9 6 39 28 11 50%
Bragantino 33 24 9 6 9 32 32 0 46%
10º Ipatinga 32 24 8 8 8 34 37 -3 44%
11º Brasiliense 31 24 9 4 11 27 27 0 43%
12º Bahia 30 24 8 6 10 31 36 -5 42%
13º Paraná 29 24 8 5 11 32 40 -8 40%
  Vila Nova 29 24 8 5 11 23 37 -14 40%
15º América-RN 28 24 8 4 12 29 41 -12 39%
  Juventude 28 24 7 7 10 31 32 -1 39%
17º Duque de Caxias 27 24 7 6 11 31 42 -11 38%
18º ABC 25 24 7 4 13 23 41 -18 35%
19º Campinense 23 24 7 2 15 35 50 -15 32%
  Fortaleza 23 24 6 5 13 39 44 -5 32%

Jornalistas apanharam da polícia durante jogo do América

Jornalistas alagoanos enfrentaram retaliações da Federação do Estado e a covardia da PM deles. Está no site www.comunique-se.com.br:

 

“O jornalista Roberto Baía e o repórter fotográfico Carlos Alberto de Oliveira acusam a Polícia Militar de Alagoas de promover um “espancamento” na partida entre ASA e América Mineiro, pelo Campeonato Brasileiro da 3ª Divisão, na cidade de Arapiraca, no último domingo (13/09). Os profissionais afirmam que foram agredidos por policiais enquanto faziam a cobertura do jogo.

Baía trabalha para os jornais Tribuna Independente e Extra Alagoas e Oliveira é fotógrafo freelancer. Segundo eles, a PM agiu a pedido do delegado de campo e representante da Federação Alagoana de Futebol, Davi Holanda.

Baía conta que o tumulto começou após outro representante da Federação, Júnior Beltrão, a pedido de Holanda, ter dado ordem para que o jornalista se retirasse do local. O jornalista não saiu e pediu explicações. De acordo com Baía, nesse momento Beltrão lhe puxou pela camisa e lhe deu um empurrão.

Agressões da PM
“Logo em seguida apareceram mais de 30 homens da polícia, rasgaram minha camisa e um soldado me derrubou escada abaixo no túnel”. O jornalista afirmou que depois foi informado que o motivo alegado para sua saída do estádio era porque estava de bermuda. “Não vejo isso como um motivo, muitos jornalistas usam bermuda nos jogos daqui”.

Oliveira sofreu uma fratura no braço, causada por uma “chave de braço” da polícia. “Enquanto eu falava, apanhava. Só pararam quando eu fiquei calado. A polícia não veio para apartar, mas para bater. Além da fratura, estou com o ombro ferido, porque me empurraram contra a parede. Estou com dores que nem consigo dormir direito”, contou o fotógrafo.

Após as agressões, a PM encaminhou os profissionais à delegacia, que passaram por um exame de corpo de delito. “Após o ocorrido, fiquei pensando qual era o motivo daquilo. Lembrei que no mesmo dia o jornal Extra de Alagoas tinha publicado três páginas de denúncias contra a Federação Alagoana de Futebol. Deve ser algum tipo de retaliação”, declarou Baía.

Polícia se defende
O Comando do 3º Batalhão da Polícia Militar de Alagoas divulgou uma nota e informou que os jornalistas e os membros da Federação Alagoana de Futebol “entraram em vias de fato” e que a polícia só fez seu trabalho para enquadrar os agressores. “Nenhum policial agiu com excesso e as únicas lesões sofridas foram causadas entre eles”, diz o texto, contrariando a versão dos jornalistas.

FAF nega retaliação
O presidente da Federação Alagoana de Futebol, Gustavo Feijó, negou que o caso tenha sido uma retaliação contra as denúncias à Federação. O presidente disse que se reuniu com Baía no final dessa tarde e que discutiram o assunto. “A questão já foi esclarecida. Não passou de um mal entendido. Vamos emitir uma nota juntamente com o Sindicato dos jornalistas sobre o assunto”.

Sindicato programa audiência
“Nada justifica a violência. A forma de se abordar é outra. Quem conhece a polícia sabe o que é ‘ força moderada’ para eles”, declarou Valdice Gomes da Silva, presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado de Alagoas.

Valdice informou que, além de uma nota oficial, o sindicato marcou para o fim da tarde desta terça-feira, uma audiência com o Secretário de Segurança Pública do Estado e os profissionais agredidos, para discutirem a questão.”


Empolgação e equilíbrio

* O Cruzeiro está levando o campeonato a sério agora, como não levou no início, quando priorizava a Libertadores da América. Não é à toa que faz a melhor campanha entre os 20 neste começo de returno. Vitória igual àquela, em Porto Alegre, enche a todos de moral. Não será surpresa se começar a brigar entre os quatro, breve.

* O Atlético voltou a vencer e sacudiu de novo a torcida. Com a chegada do Ricardinho, o tão aguardado camisa oito ou dez, para organizar o meio campo, a motivação aumentou mais ainda. A torcida tem o direito, mas o time não pode cair nesse oba oba de jeito nenhum, sob pena que acreditar que é só entrar em campo que os três pontos virão.

* O brasileiro é muito equilibrado e cada rodada tem mostrado isso. Os 20 estão tentando se reforçar de alguma forma. Quem almeja as primeiras posições faz o que Atlético, Cruzeiro, Palmeiras, Inter, São Paulo, Corinthians e Goiás estão fazendo: buscando grandes jogadores. Os da parte de baixo da tabela, prometem prêmios milionários para evitar o rebaixamento, como fazem desesperadamente, Fluminense, Sport e Botafogo. 

* Ricardinho é um jogador fantástico e vamos ver como se vai se encaixar no time do Celso Roth. Se jogar o que sabe, vai dar um novo alento ao time. Só com a bola rolando para ver. Mesma situação do Gilberto, que era excelente lateral e foi transformado em um meia espetacular pelo Cruzeiro. Deu certo, mas só depois de alguns jogos é que estamos podendo falar isso.

Essas e outras notas estarão em minha coluna de amanhã, no Super Notícia, nas bancas!


A renovação do Celso Roth

Sem novela e sem mistérios o presidente Alexandre Kalil renovou, hoje, o contrato do Celso Roth. Bom negócio. Já começa pensar na estruturação do trabalho para o ano que vem, com o devido tempo. Interessante é que não foi nem o Kalil nem a assessoria de imprensa do clube que informou a novidade. Foi o próprio treinador.