Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Dois pontos deixados em Fortaleza: esta onda de Covid que baixou na Cidade do Galo precisa ser melhor esclarecida e alguém responsabilizado

Foto: twitter.com/Atletico

O Delegado da Polícia Civil de Minas, Andre Pelli, @delegadoandre, twittou com toda razão: “Que lixo de arbitragem! Usam o VAR para oficializar a roubalheira. Expulsão absurda do Dylan Borrero. ##CBF-RJ”.

É importante ficar de olho na arbitragem, mas pouco ou nada se pode fazer, já que o domínio sobre os bastidores é misterioso, é impossível saber o que é erro e o que é má fé da arbitragem. Dito isso, vamos aos erros do Atlético, dentro e fora de campo, responsáveis diretos por péssimos resultados, como a derrota para o Athlético-PR e estes dois pontos perdidos em Fortaleza: esta onda de Covid que baixou na Cidade do Galo precisa ser melhor esclarecida e alguém responsabilizado. Como chefe da comissão técnica, Jorge Sampaoli tem que dar explicações claras sobre o que aconteceu. Afinal, que festa foi essa? O surto começou realmente a partir dela? Que profissionalismo é este, que o clube investe uma fortuna no treinador, em jogadores que ele mandou contratar e a maioria não pode atuar nos jogos do campeonato? E todos fazem muita falta, inclusive o Sampaoli que já desfalcou o banco do time em duas oportunidades anteriores por causa de cartões amarelos.

Sobre este jogo horroroso de hoje, o problema crônico da zaga continua. Igor Rabello parece um robô, desengonçado e lento, fazendo lembrar os zagueiros europeus “cintura dura”, dos anos 1970. Até o Arana foi mal como defensor, e o Zago, treinador improvisado no banco visivelmente perdido, não sabia como resolver.

Para quem briga por “menção honrosa”, vaga na Libertadores ou prêmio “consolação”, um bom resultado na capital cearense, para quem briga para ser campeão, péssimo! E o próximo adversário é o Botafogo, que luta desesperadamente contra o rebaixamento. Que o Galo não o ajude em mais uma ressurreição.


Deixe uma resposta para Paulo F Cancelar resposta

Comentários:
28
  • Paulo F disse:

    Vão fazer de tudo pra tirar esse título do Galo (via arbitragem). Mais um lance escandaloso essa expulsão do Dylan. Todo jogo vai acontecer alguma coisa, aí sem metade do time fica difícil mesmo…

    Eu ainda acredito, mas tá difícil. O bom é que os times estão nivelados esse ano, então temos uma boa chance ainda. Se olhar a diferença do oitavo até o primeiro, são apenas 5 pontos! os próximos 2 jogos serão cruciais para vislumbrar o destino da nossa campanha, diante da quantidade de desfalques. Dois jogos em casa, contra times em má fase, não ganham há 5 jogos ou mais.. se ganharmos os dois será lindo demais…

  • Horacio disse:

    Mais uma vez o Galo foi prejudicado. Expulsão ridícula, nem falta foi, o contato foi de disputa de bola normal do Dylan. Falta para expulsão foi sobre o Savarino, desleal pra quebrar mesmo, por trás e tirou o jogador de campo. Espero que não seja mais um desfalque. E os cornetas ficam aí soprando as vuvuzelas pelo c. pra chilique dos spikes, só pra bobagem.

    Pelas ausências e desentrosamento até que o Galo jogou bem. Fiquei surpreso com o Dylan ali na frente da zaga, melhorou e acelerou muito as saidas de bola, que diferença um pouco de qualidade no passe e visão de jogo fazem!! O Calebe também fez um bom jogo. O Galo controlou bem o primeiro tempo. No segundo tempo eles vieram para resolver, subiram o time e a falta conhecimento na posição e o desentrosamento acabou comprometendo. Os jogadores mais jovens sentiram muito o primeiro gol e aí veio o segundo. O time quase desmontou.

    O Zago, entendeu bem as dificuldades, colocou dois caras rápidos abertos para segurar os laterais deles e o Nathan restabeleceu a segurança no meio. Não entendi o posicionamento do Zaracho. O lado esquerdo do Galo tomou o maior baile do Samuel Xavier e falhou em todos os gols, validos e o anulado. Com as substituições bem feitas e na hora certa, com um pouco mais de pontaria e de sorte poderia ter ganho. É pra lamentar sim.

    Excelente treinador este Zago.

  • João Paulo Horta Cavalieri disse:

    A defesa está mais exposta do que nunca, sem volante para contenção, arrebenta a maioria dos zagueiros.

  • Fred disse:

    Não acho que foram dois pontos deixados em Fortaleza. Considerando os desfalques, a baba que estava a defesa atleticana e as chances que o Ceará perdeu, na verdade o Galo saiu no lucro trazendo um ponto e se mantendo na liderança.
    O caso é que estão todos impacientes com o time, após derrotas e pontos perdidos irritantes (Botafogo, Bahia, Sport) e aí não analisamos o jogo em si, mas a expectativa de ter que ganhar um jogo adverso desse, pra compensar as bobagens passadas.

  • Pedro Vitor disse:

    Arbitragem me parece que está com uma ordem de avacalhar de alguma forma o Atlético no campeonato brasileiro, teve um lance no Keno no primeiro tempo ele põe a bola na frente, e o Tiago cintura dura, zagueiro, inclusive já passou Atlético, lance parecido com o Dylan Borrero, em que o braço acaba atingindo o adversário, porém neste lance o Keno ia em direção ao gol, em que resultaria em chance clara de gol, o tendencioso Raphael Klaus marca falta não expulsa o jogador do Ceará. É brincadeira uma coisa dessa!

    Esse jogo, mostrou que o Rafael, não pode ser reserva de um goleiro fraco igual ao Everson!

  • Raws disse:

    Ontem pela indignação (que continua) e pelo “chá” antes e durante o jogo, me excedi no comentário. Peço desculpas por isso.
    O eterno sentimento de impotência contra essas mutretas no futebol acaba tirando agente da linha.

    • Pedro Vitor disse:

      Todo mundo tem seus momento de bipolaridade

      • Raws disse:

        Pedro, o caso não é de bipolaridade. Não sou afeito a reclamarmos a vida toda de roubos do passado. Temos de protestar agora para não sermos cordeiros. Com relação ao time também não fui bipolar. Continuo apoiando e acreditando. Só que ter raiva no geral em uma partida é mais do que comum.
        Bipolaridade quando você me viu citando, é quando muitos acham nosso time maravilhoso em um momento e logo em seguida um lixo.
        O presidente é o pior de todos os tempos, porém com apoio montou um bom time, aí tudo muda.
        Everson( que não é minha opção), não teve ainda uma grande falha, mas quando o time perde, do nada o cara vira culpado.
        Então, percebi de minha parte a tal bipolaridade.
        Indignação e excesso de chá sim.

  • Guilherme Leôncio disse:

    Não adianta, o Galo não vai distanciar na frente de ninguém, o campeonato precisa de emoções. Poderia ter sido pior se a cúpula ordenasse a não marcação do penal, o empate mantém as emoções. Time muito desfalcado, Sampaoli errou em emprestar Léo Sena, Blanco e Mailton.

  • Julio Cesar disse:

    Raws, oportunissima postagem desse vídeo !

  • KLEBER DOS SANTOS TEIXEIRA disse:

    e o pior é que desfalcou o galinho líder na sub-20!

  • Silvio T disse:

    Tenho uma teoria sobre esses históricos vexames do Atlético fora de casa. Longe dos olhos da torcida, amigos e familiares, esses vagabundos devem cair numa gandaia firme. Só isso explica as perdas de pontos preciosos para Botafogo, Fortaleza, Bahia, Ceará. Notaram que são lugares de praias e agitada vida noturna? A casa da mãe Joana não me engana.

    • Fernando Chaves disse:

      Uai amigo, que estranho este seu comentário.. Com tanto desfalque, empate fora de casa é vexame? São Paulo empatou com o Vaxco dentro de casa, Palmeira perdeu para o lanterna. Viva o Cru cru que empata com o grande Figueirense dentro de casa.

  • Julio Cesar disse:

    Romano (não ouvi o primeiro nome) numa rádio disse que o Mequinha é o melhor é mais importante time de Minas Gerais !!! Hein !?!? Novamente, não é novidade, avisar pra esse Romano que caso mequinha suba pra série A, resta saber quem serão os outros 3 rebaixados ano que vem !
    Cada um !!!

  • Raws disse:

    Em tempo, o lateral direito e o Savarino parece que estavam com Covid.
    O Marquinhos é o Covid.

  • luiz disse:

    Boa noite amigos
    Pontos perdidos que , aparentemente, determinam o destino do campeonato .Só que não penso assim. Os times de cima da tabela também estão perdendo pontos. Tudo muito disputado.
    Se o galo forçasse mais o jogo, poderia ter feito os três pontos pois aquela defesa do Ceará espanava a bola o tempo inteiro. Vina e Vizeu acabaram com o jogo, com a bola nos pés, claro. De resto partida mediana de ambos os times.
    Não existe jogo ganho antecipadamente caro Chico e você sabe muito bem disso. Nós, os atleticanos, contávamos com vitórias sobre Fortaleza, Bahia, Botafogo, Atl.Paranaense, Ceará e “deu no que deu”.
    O futebol hoje está muito equilibrado.
    Quanto ao covid-19 no galo, por favor não coloque álcool na fogueira, Chico Maia. Isso só faz gerar uma crise que não existe. Menos, por gentileza. Esse maldito vírus não escolhe cor, nacionalidade, idade…apareceu com alguém que contaminou De onde veio, só Deus sabe.. Não procure por culpados Vários times tem tido esse problema, aconteceu conosco. Aconteceu, agora, com o Palmeiras.
    Bola pra frente, jogar com determinação contra o Botafogo e continuar na busca por melhores dias.

  • Márcio Luiz disse:

    Chico, acho q até o “boi capado” Marquinhos, se escalado na zaga, conseguiria fazer coisa melhor do que esse Igor Rabelo. Que bosta de zagueiro, pqp!

    Pelo menos mantivermos a liderança.
    Melhor ficar puto no topo da SÉRIE A que ficar sonhando com acesso na SEGUNDONA.

  • Raws disse:

    Antes de tomar o segundo gol esbravejei, empatar com Ceará merece é perder. Aí vêm o segundo gol e meu fiote ficou uma fera comigo. Falei, filho, time que almeja ser campeão e num jogo controlado desse não pode empatar. Aí me vêm a expulsão. PQP… Que M… é essa?
    Revendo o lance que realmente foi falta, percebi que pelo cotovelo acertar sem intenção, mais acertar, poderia caber o amarelo. Só que não, no meio do caminho, tinha o VAR, tinha junto com o VAR um FDP no meio do caminho. É notório o que estão fazendo. Como em 2012 que beneficiavam recorrentemente o fluminense, esse ano a tática é não deixar o Galo tomar a frente.
    O time tem deixado a desejar? Tem dado sopa para o azar? LÓGICO! Até um abestado vê. Só que passou do tolerável o “extra campo”.
    Falei aqui semanas atrás, se o time é ruim, eu entro em recesso para não sofrer atoa. Não é o caso. Esse time vale a pena acreditar, mesmo que não seja campeão. Só que a desesperança pelo que está sendo visto é de dar ódio. Ninguém muda esse país?
    Um ser humano é assinado em um supermercado, potencializam por coincidência da data como racismo, sem certeza disso e resolvem saquear e depredar o estabelecimento em nome da “justiça”.
    Dois imbecis sendo bem votados em SP e RS e com chances de serem eleitos.
    O que que é isso? “Pare esse país que eu quero descer”

  • Fred disse:

    Mais um resultado péssimo, mas volto a dizer: o Galo é franco favorito ao título.
    Esse ano atípico será de um dos líderes instáveis, basta ver o Fla empatando jogo fraco, ou o SPFC empatando com o Vasco. Se o Galo fizer uma forcinha, leva.

  • João Adler disse:

    Chico,os meninos da equipe de transição testaram positivo antes do janta da comissão.

  • Alexis disse:

    Com Covid ou sem Covid, a história dos jogos do Galo contra times dos quais tinha a obrigação de vencer segue à risca o roteiro: perde um caminhão de gols – principalmente o Keno – e depois vem o sufoco. Um repórter da Globo falou sobre “superação” no jogo de hoje. Superação? Se tivesse feito parte dia gols desperdiçados nos dois últimos jogos o Atlético estaria 5 pontos à frente do Flamengo, mesmo tendo jogado com um “catadão”. E como desgraça pouca é bobagem, contra o Botafogo não teremos Guilherme Arana – suspenso pelo terceiro cartão amarelo – e Borrero, que sempre consegue ser expulso nas poucas oportunidades que tem.

    • Fred disse:

      Exatamente. O Galo ainda é líder, mas diante da inconstância dos outros times, poderia já ter abrido umas 3 vitórias de vantagem. Não fez isso por incompetência do time: ataque que não define e defesa que deixa um Samuel Xavier fazer fila e cruzar pro gol.
      Mas tem uns atleticanos aí que preferem desenterrar jogos de “mil novecentos e vovó gostosa” pra começar a ladainha de CBF tomando a caneca do Galo porque o juíz expulsou a ameba do Dylan.

    • Marcão de Varginha disse:

      Sejamos mais coerentes e imparciais: na expulsão de Borrero, esse não usou de força desnecessária, não visou atingir o adversário e o atingiu de forma involuntária numa disputa de bola que vinha pelo alto, estando ambos olhando para a bola..
      – Teve um lance de um zagueiro cearense que usou de força desnecessária no Keno, “matando” a jogada interrompendo a contra-ataque que poderia resultar num gol, e o árbitro que estava muito perto nesse lance aplicou-lhe um cartão amarelo, e o VAR sequer chamou-lhe para rever tal jogada que poderia causar a expulsão do atleta cearense.
      – Alguns falam que Atleticano vive reclamando de arbitragens, mas gostaria de saber: por qual motivo o VAR não interferiu nesse lance?
      – Qualquer torcida tem e deve reclamar de arbitragens tendenciosas, o que ocorre com o Galo desde décadas passadas.. e quem era líder antes do Galo entrar em campo? Sim, era preciso segurar o Galo, que sempre atua contra tudo e contra todos. Mas antes assim do que ter “rabo preso” e ficar devendo favores, né?
      – #benecyeternomito