Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Coisa rara numa final de Campeonato em Minas: bom senso prevalecendo e arbitragem mineira para Atlético x América

Recebi esta foto de um atleticano e um americano. O americano querendo pênalti do Everson. O atleticano dizendo que o atacante do América teria “mordido” a perna do goleiro do Galo e que deveria ter sido marcada a falta. Pelo que vi, nem uma coisa, nem outra. Lance normal. Entendo que o Wanderson Alves de Souza fez uma boa arbitragem.

Hoje a FMF divulgou os nomes dos árbitros da partida decisiva de sábado.

Mineiros na parada, como deveria ser sempre.


Deixe uma resposta para Silvio T Cancelar resposta

Comentários:
11
  • Huener disse:

    Caríssimos, boa tarde.

    Saúde, paz e luz! Espero que todos estejam bem.

    Como vocês sabem, sou americano. Para mim, essa final serve para avaliar o time e pensar em contratação. Não concordo com as falas do Alencar. Ele prejudica o clube e o time. Vejam o caso do Ademir, essa proposta de levar gente para o estádio, e agora tem essa fala de que vai levar esse título… Vamos cair na real Presidente: nossa missão é ficar na série A. Portanto, vamos parar de polemizar, trabalhar como mineiro, em silêncio, e aproveitar para treinar com o Atlético, um dos favoritos ao título brasileiro e da Libertadores. Título Mineiro não assegura o time na série A! Espero que tenham aprendido a lição com 2016…Saudações Americanas. Cuidem-se e fiquem com Deus!

  • Renato César disse:

    Para quem joga futebol, este lance foi normal. Subir com as mãos e se proteger com as pernas, é premissa para o goleiro dentro da área. Mas abrir os braços como o Zé Ricardo fez no lance com o Tardelli, aí já é pênalti segundo a regra, que não foi aplicada pelo péssimo soprador de apito que escalaram.

    Agora, a FMF mostra o tanto que ela é atleticana. Ricardo Marques Ribeiro, torcedor celeste e funcionário de dirigente do clube, vai ficar no VAR? Já este Felipe Fernandes de Lima, em 2019 foi contestado por alguns clubes que tentavam fugir do rebaixamento no Brasileirão. E qual time mineiro estava tentando fugir do rebaixamento (e graças a Deus não conseguiu)?

    Mais uma vez, a Federação Atleticana de Futebol, com aval da imprensa atleticana…

  • Juliano Salvador disse:

    Mesmo numa função qualquer, difícil é ver o funcionário de Gilvan e do cru cru, Ricardo Marques Ribeiro trabalhar em jogos do Galo. Fora azulino!

  • Jeremias disse:

    O bom da semana é o BOTA FORA que acontece lá no Cru cru. A imprensa mineira, no início do ano passado, anunciou um choque de gestão no Cru cru, teto salarial somente de 150 mil. Achataram salários de atletas, dispensaram sem pagar ninguém, empurrou os direitos dos atletas para 2021 (até hoje nada). Ai o presidente gel contratou Arthur Cayke e Pottker, dois foguetes molhados, que só agora ficamos sabendo, faturavam 1 mi.Será que vão receber? Ô torcidinha exigente!

  • Luís Cláudio disse:

    E se essa vacina causar efeitos colaterais nos atletas??

  • Clóvis Mineiro disse:

    Primeiro clássico! Árbitro inexperiente… Previsão de nuvens escuras e o tempo pode fechar sobre o Mineirão!

  • Silvio T disse:

    Uma coisa me chamou muito a atenção neste domingo. O pau quebrou entre a torcida do Corinthians e a polícia depois do clássico paulista. Eu estava zapeando as resenhas na tv e, ao parar na ESPN, eles estavam mostrando. Assustei com as imagens que vi. Fui aos outros canais, Sport Tv, Globonews, CNN, Bandnews e nada. A própria ESPN, de modo meio abrupto, interrompeu a transmissão num dos momentos mais violentos, com várias bombas explodindo e gente atirando uma chuva de pedras e outros detritos. Pelo que vi, tudo foi muito pior do que o que aconteceu em Barranquilla. E na hora me lembrei do auê que esses mesmos canais fazem com qualquer desavença ou briga que acontece aqui em Minas. Repercussão hoje da selvageria de ontem? Neca de pitipiriba. É aquilo que todo mundo tá cansado de saber. Se for contra mengo ou curingão, principalmente, “a gente varre prá debaixo do tapete”. Se for contra o Clube Atlético Mineiro, manchetes, trombetas, imagens repetidas à exaustão e discursos indignados dos Rizeks e Kfouris da vida. E la nave vá…

    • LÉO BRAZ disse:

      Prezado Sílvio!!!
      Normal né? Afinal de contas estamos no Brasil!!!
      Sem querer defender A ou B: morre um MC, velório aberto ao público, aglomeração na porta e ninguém fala nada. Pelo contrário ficam exaltando a comoção da população.
      Agora vai um certo presidente reunir 30 pessoas!!!!
      Quero ver se essa ideia do Coelho, que na minha modesta opinião ainda é precipitada, de reunir 300 convidados no sábado vai para frente ou não.
      Mas vamos que vamos…
      E no próximo sábado que vença o melhor.
      Abraço a todos!!!!!

      • Fred disse:

        Com o perdão da expressão, Léo Braz: comentário idiota.
        Eu não contribuo em impostos que pagam o gordo salário, nem espero como sendo gestor público, que um MC dê o exemplo e combata a aglomeração que espalha o virus. Mas espero isso do presidente do país. Se o Bolsonaro entregar o cargo e voltar a ser um cidadão comum (quem sabe vire MC?) pode aglomerar â vontade, problema é dele e de quem aglomea junto; mas enquanto ele for titular do cargo mais importante do país deve ser criticado, cobrado e punido por isso.

        • LÉO A BRAZ disse:

          Caro Fred.
          Talvez você não tenha entendido direito o que quis dizer portanto tentarei explicar.
          Começo o meu comentário “idiota” com a seguinte frase: Sem quere defender A ou B. Citei o presidente Bolsonaro como exemplo do antagonismo das coisas hoje em dia no Brasil. Acho que ele faz muito coisa errada nesse ponto e tem que ser criticado por isso. O que eu quis mostrar é que as mesmas pessoas que o criticam não o fazem com relação ao velório do MC Não Sei Das Quantas.
          Pau que dá em Chico dá em Francisco.
          Mas respeito a sua opinião e todas as outras aqui do blog.
          Abraço a todos.

          • Fred disse:

            Você quer que as críticas tenham a “mesma medida” em cima de um MC não sei das quantas e em cima do presidente da república? Sério?