Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
Políticos oportunistas de olho em obra alheia | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Políticos oportunistas de olho em obra alheia

Muitos pais para a criança 

Ano que vem teremos eleições e os políticos já começaram a buscar votos. Neste período todo cuidado é pouco. Daqui alguns dias vão começar as obras de conclusão da Arena do Jacaré, palco de grandes jogos do futebol mineiro em 2010, em Sete Lagoas. É importante que todos saibam bem a história e não deixem políticos oportunistas se aproveitarem do mérito alheio. Ano passado, o Secretário de Esportes e da Juventude, Gustavo Corrêa foi lá, na vitória do Democrata sobre o Atlético pelo campeonato mineiro. Recebeu homenagem da Associação Amigos do Democrata, porque estava viabilizando a iluminação do estádio. Ficou muito bem impressionado com a boa estrutura, dessa obra inacabada, mas não prometeu nada mais que a iluminação. Porém, quando o governo do Estado viu que o Independência não ficaria pronto a tempo de receber os jogos do ano que vem, começou discutir opções no interior. Ipatinga é longe da Capital, Triângulo e Sul de Minas, mais ainda. Gustavo Corrêa lembrou da Arena, que, concluída, poderia ser a melhor opção. Demais secretários e técnicos do governo também se convenceram disso e o plano foi apresentado ao vice-governador Antônio Anastasia. Ele também gostou do que viu e teve o aval do governador Aécio Neves.

Segunda feira próxima, Anastasia vai a Sete Lagoas comunicar o início das obras, e certamente haverá um punhado de políticos tentando pegar carona nessa história. Importante ressaltar que o prefeito da cidade, Maroca, um democratense histórico, agiu rápido com a sua equipe, na resolução de entraves que poderiam retardar ou até inviabilizar o projeto. Que ninguém se deixe enganar, pois essa obra só está saindo por causa dessas pessoas. O resto é conversa fiada.

Esta e outras notas estarão em minha coluna de amanhã, no jornal Super Notícia, nas bancas!


» Comentar

Comentários:
4
  • Paulo Henrique disse:

    Estevão, você está correto nas suas colocações, mas é importante saber que todos esses problemas tem solução prevista na obra que começa na semana que vem.
    Naquele jogo, além dos ingressos supostamente vendidos “por fora”, houve um grande atraso na abertura dos (dois únicos) portões. Sou setelagoano, Democratense e Atleticano, também sofri naquele jogo, vi o drama do Ronaldo da Eficigalo, mas posso te garantir que todos (ou quase todos) problemas serão sanados.
    Sei que jogar em 7L não é a situação ideal para os clubes da capital, mas, no momento, é a mais viável.

  • Renato Paiva disse:

    Realmente, naquele jogo houve muita confusão! Confusão essa provocada pela irresponsabilidade da diretoria do Democrata, à época, que, aparentemente, vendeu mais ingressos do que a capacidade do estádio. No borderô do jogo, foi declarada a venda de apenas 18.000 ingressos!! Como pode a capacidade do estádio ser de 23.000 pessoas, como declarava a antiga diretoria, se houve pessoas com ingressos na mão que não entraram. Quem esteve naquele jogo, viu pessoas “penduradas” pra todo lado. Os entendedores estimaram em 25.000 o público. Na época, a Associação Amigos do Democrata, em seu jornal (www.amigosdodemocrata.com.br) alertou para o problema. Inclusive, após esses incidentes, a PM reduziu a capacidade da Arena para 5.000 pessoas, o que só pode ser aumentado com uma série de intervenções que agora serão feitas.
    Outro problema foi o péssimo estado das vias de acesso e a existência de muitos lotes vagos ao redor do estádio que, juntamente com as intensas chuvas, fizeram aquele lamaçal.
    Porém, com as obras, maior impenho da PM e demais autoridades envolvidas e com responsabilidade na venda de ingressos, tudo isso pode (e vai) ser superado. Assim, Sete Lagoas estará apta a receber de braços abertos todos os torcedores. E que venham todos com o coração desarmado para realizarmos belas festas!
    Sds. Renato Paiva (Associação Amigos do Democrata)

  • Estevão disse:

    Também estive na Arena do Jacaré, no mesmo jogo (Democrata e Atlético). Se o Secretário de Esportes viu e gostou, e ainda foi homenageado, certamente é porque entrou em porta diversa daquela destinada aos torcedores atleticanos.
    Cheguei com uma hora de antecedência e só consegui entrar no final do intervalo. O que vi foi uma absoluta desorganização e uma polícia militar mal preparada, que estava tentando controlar a entrada através de porrada nos torcedores. Vi também algumas mulheres passando mal.
    A homenagem ao Secretário, eu não vi, porque no momento estava apanhando pra polícia, junto cm os demais torcedores…
    Quer confirmar? Basta perguntar a qualquer torcedor atleticano que lá esteve e entrou na porta destinada aos torcedores (e não na porta das autoridades).

    • Chico Maia disse:

      Ih,
      pior é que você está certo carto Estevão! O Gustavo entrou pelo portão das autoridades, realmente, comigo. A homenagem foi no hall do estádio e, felizmente, o Secretário de Obras do Estado, Fuad Noman, estava lá, no meio da confusão, pisando no barro até quase o joelho. Só não levou porrada da polícia, e estava incógnito, porque não avisou antes que iria lá. Graças ao sufoco que passou, viu que o estádio é viável, porém, com as obras e melhorias de acessos, que serão feitos a partir do dia 14. Obrigado pelo seu depoimento e lamento que você e tanta gente tenha passado por tantos problemas. Acredito que quando você voltar lá, terá outra impressão.
      Obrigado e vou registrar numa das minhas colunas este seu relato.
      Abraço,
      CM