Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

América bate Luverdense e continua na cola do líder Inter

AFC

O time do Enderson Moreira mostrou hoje que as duas derrotas consecutivas foram realmente acidentes de percurso e que o caminho para o retorno à Série A foi retormado, com duas vitórias seguidas, em Recife, sobre o Santa Cruz e em casa sobre o Luverdense.

A classificação e os detalhes dos 2 a 1 de hoje:

CLASSIFICAÇÃO PG J V E D GP GC SG %
Internacional 57 29 17 6 6 44 20 24 66
América-MG 54 29 15 9 5 36 21 15 62
Paraná Clube 52 29 15 7 7 42 21 21 60
Ceará 51 29 15 6 8 36 26 10 59
Vila Nova-GO 47 29 13 8 8 31 23 8 54
Oeste 47 29 12 11 6 36 24 12 54
Juventude 45 29 12 9 8 32 27 5 52
Criciúma 42 29 11 9 9 32 33 -1 48
Londrina-PR 40 29 11 7 11 46 42 4 46
10° Brasil de Pelotas 37 29 11 4 14 30 40 -10 43
11° Paysandu 37 29 10 7 12 29 28 1 43
12° Boa Esporte Clube 37 29 9 10 10 29 32 -3 43
13° CRB 36 29 10 6 13 26 39 -13 41
14° Goiás 35 29 10 5 14 28 36 -8 40
15° Figueirense 35 29 9 8 12 33 41 -8 40
16° Guarani 34 29 9 7 13 28 37 -9 39
17° Luverdense 34 29 8 10 11 30 32 -2 39
18° Santa Cruz-PE 29 29 7 8 14 28 37 -9 33
19° Náutico 26 29 7 5 17 20 35 -15 30
20° ABC 21 29 5 6 18 17 39 -22 24

 

* “América bate o Luverdense e segue caminhada de retorno à Série A”

Por Thiago Nogueira

Luan e Ernanes fizeram os gols da vitória de 2 a 1 sobre a equipe de Mato Grosso neste sábado, no Horto; com o resultado, Coelho reassume a vice-liderança da competição

O América mantém firme sua caminhada de retorno à Série A do Campeonato Brasileiro. E, mais uma vez, valeu a força do Horto. Com gols de Luan e Ernandes na primeira etapa, o Coelho bateu o Luverdense por 2 a 1, retomando a vice-liderança da competição, com 54 pontos.

Mais que a busca pelo título – a diferença para o líder Internacional é de três pontos –, a equipe americana está de olho mesmo é na margem para o quinto colocado. Com o resultado de ontem, o América abre sete pontos do Villa Nova, restando nove partidas para o fim da Série B.

Depois de um certo mau momento no torneio, quando perdeu duas partidas seguidas, o América emplaca o segundo triunfo seguido na competição e mostra que não está afim de titubear nesta reta final.

“Pelo o que almejamos, o resultado positivo era muito importante. Sabíamos que eles iriam jogar no contra-ataque”, destacou o meia Renan Oliveira.

O jogo

O primeiro tempo foi bem movimentado. Logo aos 7 min, Luan, de cabeça, abria o placar para a equipe americana. Foi o oitavo gol do atacante, artilheiro do Coelho na competição. Aos 29 min, Ernandes ganha a bola na raça e, de bico, amplia o placar. Um pouco depois, aos 31 min, equipe matogrossense descontou com o zagueiro William, recolocando o time no jogo.

Para o segundo tempo, o alviverde cadenciou mais o jogo, teve chances, não conseguiu ampliar o marcador, mas também não sofreu grandes sustos. O resultado negativo jogou o Luverdense para a zona de rebaixamento da competição.

Depois do jogo, os jogadores do Coelho destacaram a importância de um resultado positivo neste momento da Segunda Divisão. “O resultado é mérito de toda a equipe. Graças a Deus, fui feliz com o gol. É mais uma vitória, importante para nós. Tive uma infecção intestinal ontem (sexta-feira), mas estive para jogar”, contou Ernanes, autor do segundo gol.

Autor do primeiro, Luan fez sua leitura da partida. “Estou muito feliz pela vitória. Não fomos tão bem, soubemos sofrer, mas saímos com o resultado positivo. A gente procura conversar e sabe que não tem time fácil”, ponderou o atacante.

O América volta a campo na próxima terça-feira, no Rio Grande do Sul, contra o Brasil de Pelotas, e, na sexta-feira, recebe o Paraná, no Independência.

http://www.otempo.com.br/superfc/america/am%C3%A9rica-bate-o-luverdense-e-segue-caminhada-de-retorno-%C3%A0-s%C3%A9rie-a-1.1531262


» Comentar

Comentários:
1
  • Amaury Alkimim - Montes Claros disse:

    Bom Dia!, a todos. Torci muito para o América ontem, pois ele na série A representará mais fortalecimento e prestígio para Minas. Por outro lado, o receio do “bate-volta” é enorme. É muito difícil a vida do América na série A, pois a falta de uma torcida grande para dar sustentação, apoio e lastro financeiro tem um peso enorme. Olha só o Palmeira que queimou em torno de 110 milhões de reais e não conseguiu grandes feitos em 2017. Sem falar que o jogador que destaca inexoravelmente não fica no time e “tem que sair”. Mas fazer o que? Deixar de sonhar e buscar sempre o acesso ou acomodar-se resignadamente com a série B? Claro que ascender e seguir nessa vida de sobe e desce até que um dia se firme lá. Parabéns, coelho! Mas o não tem nada garantido ainda. De agora em diante é só empatar fora e ganhar em casa até o fim.