Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Retorno de Bebeto de Freitas seria excelente para o Galo; mudança de treinador, uma nova aposta bem arriscada

BEBETO

Bebeto de Freitas foi um dos melhores dirigentes que já passaram pelo Atlético. Nas duas oportunidades em que esteve no clube foi bem demais. O tempo passou e ele adquiriu mais conhecimentos e experiência. Fala-se que ele está de malas prontas pra voltar, a convite do Sette Câmara, futuro presidente.

Ontem os jornais também falaram que o nome de treinador do momento nos bastidores alvinegros seria do Jair Ventura, do Botafogo. Apesar do sucesso que vem fazendo, não sei se seria uma boa para o Atlético no momento. Em função das limitações de elenco que tem, o estilo de jogo dele é na base de esperar o adversário e partir para o contra ataque. O tal “aguardar” um erro e “golear” por 1 a 0, jogando fora ou em casa. A torcida atleticana não tem paciência pra aguentar o time atuando em casa neste estilo. Nos primeiros empates ou vitórias apertadas, tome vaias. Aí ninguém aguenta!

Além do mais, interromper o trabalho recentemente iniciado pelo Oswaldo Oliveira, seria outro risco de passar 2018 trocando de treinadores.

Sobre o elenco, falei que sou favorável à manutenção de dois veteranos: Lenardo Silva, para compor grupo, e Robinho. Pra goleiro, Victor anão é veterano e é claro que deve ficar. Me esqueci foi do Fábio Santos, ótimo ainda, técnica e fisicamente. Com estes três “velhos”, mais Victor, algumas aquisições e muitos do atual elenco, dá pra montar um time competitivo.


» Comentar

Comentários:
12
  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    Espero que essa história do Jair Ventura seja uma estória. Pelamordedeus, não!!!!! Jair Ventura, não. Galo tem que parar com esse troca troca de treinadores. Se Oswaldo tivesse vindo quando o Roger caiu, talvez o ano do Galo pudesse ter sido diferente. Jair Ventura, não, gente! Me ajuda aí, pô!!!

  • Márcio Luiz disse:

    Jair Ventura???

    Isso é “projeto Roger II”, o fracasso.
    DEUS não há de não deixar a nova diretoria do Galo cometer essa bobagem.

  • William TOG disse:

    Ta certinho, não pode e ficar inventando com treinadores novatos ainda mais com filosofia de esperar adversário errar pra partir pra cima e golear por 1 a 0. Me ajuda ai. E sobre o rocha so uma dica, quem joga ou jogou bola ( não precisa ser profissional) sabe jogue com gente ruim vc fica ruim. Me fale um lateral melhor que o Rocha no Brasil. Que seje melhor. Tem no mesmo nível, vou citar alguns Zeca, Fagner e não vejo mais nenhum.

  • Flávio Pimenta disse:

    Leonardo Silva ? pera aí né Chico ! E a Avenida do Marcos Rocha ? Fred, já deu o que tinha…adeus.

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    Concordo !! tambem penso assim acrescentaria um camisa 10 , ja falei de Milos Ninkovic Serbio 22 anos video de gols e asssistencias sairia quase que de graca e vai fazer sucesso tem a cara do Galo https://www.youtube.com/watch?v=QQCZAgtkWCU vejo este cara jogando e fico imaginando ele com a camisa do Galo ao lado de Robinho.

    • Regi.Galo/BH disse:

      O ‘DVD’ do cara é até bom, hein Tonho!?
      Ele tem um jeitão assim, meio estilo Dátolo. Nesse pouco que vi achei-o com boa visão de jogo e velocidade. Mas, no caso, o nosso futebol é bem mais pegado, né!? Será que ele sobreviveria aos nossos marcadores brucutus??

      Ainda não o conheço o suficiente, mas me parece ter certo potencial. Vale a indicação.
      Abraço!

  • Carlos Santana disse:

    Leo silva , muito obrigado por tudo , mas não dá mais

  • Horacio V Duarte disse:

    Caro Chico Maia,
    O time do Galo foi bem modificado este ano, não resultou em nada, apesar do ‘elenco de cracks’. Acho melhor ter uma estratégia para estas grandes mudanças no time, a primeira coisa é definir um técnico que tenha algum tipo de vínculo com a forma de jogar do Galo. Depois tornar o ataque mais efetivo, marcar gol. O brasileirão poderia muito bem ser chamado de retranção. A bola parada tá uma nulidade marcamos poucos gols de bola parada, e olha que temos excelentes batedores. A segunda, segunda e não a primeira, é não sofrer os gols que vem sofrendo, alguns parecem gol de pelada com todo mundo bêbado.
    Esta idéia de mandar todo mundo embora e contratar de baciada já levou o America de volta a segundona, não funciona. Tem que manter o que funciona e melhorar, não há fórmula mágica. Vamos começar do começo então, um bom diretor de futebol, um técnico que vá definir quem sai e quem continua e reforços, diretor de futebol do galo só tem feito ‘m’, digo ‘M’, nas contratações.
    Estas mudanças têm que ser feitas com o tempo, treino e jogo, fazer o conjunto é mais importante que sair contratando. Exemplo o Sport, Sport club Corinthians, deste time levaria dois ou três para o Galo, já da lavanderia eu pegaria uns 11, só que estão em 4o. e vão acabar em 5o. ou 6o. A bola pune, durante todo o ano, de técnico em técnico, tomamos uma surra da bola,

  • Francisco Sa disse:

    Belo comentário!
    Concordo plenamente com os VETERANOS que devem ficar!

  • Regi.Galo/BH disse:

    Nessa aí eu não voto com o relator, Chico!

    Quanto ao Fábio Santos e o Adílson, eu digo sim. Aos outros ‘velhos’, muito obrigado, mas gentileza procurarem o RH e acertarem a aposentadoria. Ou, até mesmo se candidatarem à vagas administrativas ou atividades acessórias que, tenho plena certeza, terão muito a contribuir com o time. Já em campo, vamos nos permitir rejuvenescer a idade e o espírito!

    Quanto ao treinador, em se tratando da hipótese de começar um novo trabalho, eu apoio a continuidade do Oswaldo, mesmo não sendo seu fã. Apelo para a sua experiência e carisma, e querendo acreditar que ele já até conseguiu alguns méritos em buscar padronizar o jogo da forma como nos identificamos, na postura ofensiva e na proposição do jogo. No entanto, uma coisa que não pode faltar ao perfil do treinador, seja o Oswaldo ou qualquer outro postulante ao cargo, é a CONTUMAZ EXIGÊNCIA na composição do elenco, com peças que reflitam o espírito aguerrido que o time precisa ter. Chega de come/dorme e chega de gente para passear em BH. Se o cara for menos aguerrido que o Luan, ou que o próprio Fábio Santos em muitas oportunidades, eu digo: fora!!!!, some!!!!!, desaparece!!!!, ou nem venha!!!!!

    É preciso ter força, ter raça, ter gana, do início ao fim, sempre!!!!