Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Auditoria mostra absurdos cometidos contra o Cruzeiro, mas o risco de ninguém ser preso ou ter que devolver dinheiro é grande

Reportagem do Alexandre Simões para o Hoje em Dia mostra como funciona o mundo paralelo do futebol no Brasil, em que muita gente ganha dinheiro de forma imoral, porém coberto por uma tintura legal. 

* “Kroll mostra que 52 pessoas com alguma ligação com o Cruzeiro receberam do clube em 2018/19”

É impressionante o envolvimento de dirigentes e conselheiros do Cruzeiro com a gestão Wagner Pires de Sá, que é alvo de investigação na Polícia Civil e na 11ª Promotoria Justiça de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público de Minas Gerais (MP). Segundo relatório da Kroll, empresa multinacional e referência em investigação, due diligence, compliance, segurança cibernética e gestão de riscos de segurança, que foi entregue na tarde desta segunda-feira (18) pelo Conselho Gestor ao MP, “foram feitos pagamentos a empresas, sócios, familiares e empresas de familiares de 52 pessoas que são ou foram dirigentes/conselheiros do clube”. Isso a partir da investigação de 619 nomes.

Ainda neste ponto, em relação ao pagamento do Cruzeiro para pessoas ligadas ao clube, isso na gestão Wagner Pires de Sá, outro número impressiona. O clube pagou, isso num período de dois anos, mais de R$ 6 milhões a empresas vinculadas a esses 52 conselheiros, o que é proibido pelo Estatuto desde outubro de 2015.

Trinta conselheiros foram excluídos do quadro do Conselho Deliberativo, mas 28 deles já conseguiram na Justiça o retorno e inclusive o direito de votar na próxima quinta-feira.

Há ainda mais de R$ 2 milhões pagos a empresas de consultoria jurídica, tributária e de engenharia, “com descritivo genérico de de atividades e sem comprovação de serviços prestados”.

Outros R$ 600 mil foram pagos como comissão pela negociação de contratos com patrocinadores do Cruzeiro, o que, na prática, é a pessoa recebendo duas vezes pelo mesmo serviço.

Legal

Todas essas questões, que foram repassadas ao Ministério Público, só poderão ser consideradas crimes se a movimentação do dinheiro tiver alguma irregularidade.
O fato de conselheiros receberem do Cruzeiro ou de terem sido feitos pagamentos sem a prestação do serviço, é uma irregularidade que precisa ser punida pelo Conselho Deliberativo.

E a eleição da próxima quinta-feira tem um papel importante neste aspecto, pois os dois presidentes eleitos terão de comandar a “limpeza da casa”.

https://www.hojeemdia.com.br/esportes/kroll-mostra-que-52-pessoas-com-alguma-liga%C3%A7%C3%A3o-com-o-cruzeiro-receberam-do-clube-em-2018-19-1.787205


» Comentar

Comentários:
5
  • Eduardo Silva disse:

    Chico, bom dia, pega fogo no parquinho! o treim tá feio!

    O que impressiona nisso tudo é os caras usarem o dinheiro da instituição para despesas pessoais e como colocaram no relatório, pagaram até “casas noturnas de entretenimento adulto”, no popular pagaram até a zona com dinheiro do clube e ACHAM que não vão ser descobertos.
    É a cultura da impunidade que impera no país!

    Conselheiros foram expulsos e ainda recorreram a justiça e conseguiram ser reintegrados, um absurdo total! O tal do Serginho Batoré e o filho do Perrela também recorreram a justiça.

    Eu se fosse parente, amigo ou chegado desse Sérgio Nonato, falava pra ele: Rapaz, esquece o Cruzeiro! Vocês rebaixaram o clube, roubaram, é só uma questão de tempo que vc vai ser EXPURGADO! ESQUECE O CRUZEIRO! Some da cidade de Belo Horizonte! vai roubar em outra freguesia… some daqui…
    Mas tem gente que é assim mesmo, INSISTENTE!

    Outra coisa é que tem muio dinheiro pago com a mentira de “consultoria” ao clube… Fico imaginando um dirigente precisa de um dinheiro e liga pro Leoncio e fala que tá precisando de 100 mil reais… Ai o outro fala com ele: Emiti duas notas fiscais ai de consultoria e passa a conta pro financeiro que vou mandar pagar lá, sem problemas… fácil, fácil.

    Vamos ver o que a Polícia e a justiça vai conseguir enquadrá-los e puni-los! Seria muito educativo pra outros clubes, dirigentes e torcedores que “devem achar” que essas maracutaias só aconteceram no Cruzerão Criminoso!

    Vamos aguardaaar…

  • Marcio Borges disse:

    É Chico Maia….conseguiram quebrar um gigante. E o pior, como voce bem disse é que talvez ninguem seja preso ou pelo menos condenado por este roubo feito nos cofres do cruzeiro. E digo que isto não e previlegio so do cruzeiro. Tem muito time que se fechar pra balanço nao sobrevive. Este modelo de gestao onde os administradores não sao responsabilizados pelos absurdos que fazem não pode mais existir. O que fizeram com o clube foi um crime e todos deveriam pagar, perder bens pessoais para que fossem exemplo….mas….aqui é brasil…

  • joao disse:

    Sem muito blablabla! No Brasil, o crime infelizmente COMPENSA!!!!!!!!

  • Raws disse:

    O Brasil para dar certo “um dia”, teremos que renascer das cinzas.
    Teremos de parar de focar somente nos políticos e englobar à todos.
    Punição para quem ultrapassa no acostamento, punição para o policial que recebe o “por fora”, punição para quem joga lixo em local proibido e lógico que também para a “ponta da pirâmide”, que com os desvios extratosfericos causam um dano maior ao país.
    Estamos longe de ver resultados promissores, pois damos um passo a frente e o sistema nos puxam dois para trás, mas se cada um começar as mudanças e consequentes bons exemplos, alguma geração futura poderá se orgulhar de ser brasileiro.

  • Silvio T disse:

    O número mágico da auditoria é Um Bilhão e Cem Milhões de reais. O Cadu Doné foi o único que destacou e falou com todas as letras essa dívida impagável. Pelo menos pela lógica monetária e legal. O resto da “imprensa atleticana” tergiversa com miudezas como se o cabuloso não tivesse acabado de receber de seu médico o diagnóstico de metástase generalizada. No mundo real seria: sim, você vai morrer em menos de seis meses. Se houvesse vida inteligente no América, ele começaria a se preparar para herdar boa parte da torcida que ficará órfão. Porque empresários espertos e pés no chão já começaram a se movimentar para investir no Vila. Sentiram o bafo da morte inevitável.