Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
Cruzeiro solta nota oficial esclarecendo a saída do Fábio. Pecou só na comunicação ao seu principal cliente, que é o torcedor | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Cruzeiro solta nota oficial esclarecendo a saída do Fábio. Pecou só na comunicação ao seu principal cliente, que é o torcedor

O detalhe mais importante deste Comunicado Oficial do Cruzeiro sobre Fábio é a palavra “sustentável”, no que a SAF Cruzeiro  tem razão:  “As decisões no Departamento de Futebol visam a construção de uma equipe competitiva, sustentável e que esteja a altura da grandeza do clube…”

Ou seja, não existe comprador para jogador de 41 anos de idade.

A falha na história toda foi do departamento de marketing, que trabalhou mal esta situação com a torcida. Afinal, ela é que põe dinheiro, pagando ingressos, se associando, comprando pacotes de TV, material  esportivo e tanto souvenir com a marca do clube.

O Comunicado completo, publicado agora há pouco no site:

* “O Cruzeiro esclarece à sua torcida pontos importantes sobre a não renovação do goleiro Fábio. É fundamental lembrarmos que o Cruzeiro tem um desafio imenso de reorganização que precisa ser planejada e executada considerando a sobrevivência da entidade. Nesse sentido, a reestruturação precisa ocorrer em diversos campos: financeiro, organizacional, administrativo e, claro, esportivo. Muitas decisões não são populares mas precisam ser adotadas.

O projeto esportivo que vem sendo implantado considera critérios técnicos e a constituição de um plano de longo prazo para a instituição. As decisões no Departamento de Futebol visam a construção de uma equipe competitiva, sustentável e que esteja a altura da grandeza do clube. Foi exatamente um projeto nessas condições que foi apresentado ao goleiro de 41 anos, que o negou.

A proposta respeitava também a imprescindível responsabilidade econômica da entidade. Necessário ressaltar que, ainda assim, sendo Fábio o ídolo que é, um importante sacrifício econômico foi feito. Foi oferecido ao jogador um contrato que certamente extrapolava o razoável para um clube publicamente deficitário. Os termos desta proposta não foram aceitos pelo atleta e seu agente.

O Cruzeiro, desde o início e com enorme respeito, deixou claro que a proposta  respeitava sua relevância e admirável história de 18 anos no clube. Fundamental esclarecer que o desejo do Cruzeiro era de ampliação de vínculo, embora não pelo mesmo prazo desejado pelo atleta. A proposta era de que Fábio pudesse, em campo, ao longo do Campeonato Mineiro, se despedir da torcida como ele e a própria torcida merecem. Inclusive, o Cruzeiro segue aberto para que inúmeras homenagens extracampo aconteçam.

Não é mais possível aceitar um perfil de administração que fez tantos clubes chegarem a um cenário de inviabilidade. O Cruzeiro tem clareza de que não há outra forma de manter a história de um dos maiores clubes de futebol do mundo que não seja com uma gestão responsável, com colaboradores e atletas que estejam plenamente alinhados a esse pensamento.”

https://www.cruzeiro.com.br/noticia/show/19282/comunicado-oficial


» Comentar

Comentários:
32
  • Germano Brás disse:

    O empresário toma suas decisões e não tem que dar satisfações a ninguém, a não ser por coisas ilícitas. Acabou, a torcida que já não apitava nada, agora tem ficar caladinha e aceitar as opções do investidor. O time tem dono que visa lucro e nada de popularidade. Quando precisar da torcida, é só dar pão e circo e o povo esquece tudo.

  • Silvio Torres disse:

    “Ronaldo gordão, vem dá satisfação “. Coitada da mariada, ainda não entendeu nada do que tá acontecendo..rs. O gordo é o dono do Massa Falida, vocês e o Fabão soltaram foguetes pra ele..he he. Vocês têm duas opções: pagar a conta direitinho com ingressos, socio torcedorer, camisas etc. Ou ir cantar em outra freguesia..kkk.

  • Pedro Vitor disse:

    Agora só falta o Fábio ir pra o Grêmio ou Vasco, subir e deixar o Cru Cru na mierda de sempre

  • Renato César disse:

    Curiosa a comoção geral, muito trabalhada nas mídias tradicionais. Não duvido que seja um jogador diferenciado para jogar a segunda divisão: tecnicamente é disparado o melhor dos que vão disputar, além de ser experiente, pois seria a terceira passagem consecutiva dele.

    Mas não se pode perder de vista que é um jogador de 41 anos com salário muito acima do praticado nesta divisão e o clube está em reconstrução, sem nenhuma grande receita pela frente. Além do clube dever na casa dos R$ 20 milhões ao jogador. Então, não é razoável que ele permaneça mesmo.

    Aí, por acaso, estava lembrando aqui que este é um ano de eleição. Vai que a aposentadoria do goleiro, com toda esta comoção, o coloque como forte candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas…

  • jose disse:

    se ele ama- ocruzeiro teria aceito a p/

  • carlos henrique disse:

    Numa entrevista com Vampeta e jornalistas, onde trabalha
    o ex jogador disse, que Ronaldo nao paga nem agua
    Ronaldo sempre foi bem orientado, quando jogava
    nao joga dinheiro fora, o Cruzeiro
    e outra, o Cruzeiro será uma ponte, para negociaçoes
    nao vai ganhar titulos, equacionando a situaçao financeira, o clube
    será formador de jogadores, jovens jogadores, serao adquiridos
    e serao, vendidos na Europa ou emprestados ao Valodolid
    é oque penso

  • Eduardo Silva disse:

    FRASE DO DIA:

    “O pior da triste história da dispensa do Fábio é que dois sujeitos que chegaram ao Cruzeiro há dois dias dispensaram o seu maior ídolo, com 18 anos (Quase a idade dos juvenis). Estes patetas não sabem nem onde ficam os banheiros da toca. Se soubessem teriam evitado a obra, no lugar errado.”

  • Luiz disse:

    Estava aqui vendo a manifestação dos torcedores da Máfia Azul na porta do CT do Cruzeiro, Hoje é quinta feira, a torcida estava lá a manhã toda e parte da tarde. Cada cavalão de homem, bando de preguiçosos sem ter o que fazer. Nessa hora lembro do meu avô que dizia ” falta que faz um cabo de enxada na mão desses caboclos desdobrados para capinar um roçado”

    • LÉO BRAZ disse:

      Bom dia pessoal!!!
      Penso a mesma coisa Luiz!!!
      E me veio algumas perguntas vendo essa manifestação:
      – Será que essa manifestação foi de apoio ao Fábio mesmo ou foi, pelo que tudo indica, à falta de “apoio” que o Ronaldo deixará de dar a essas organizadas?
      – Como ficará essa relação entre os novos DONOS DAS SAF´s e as organizadas? Como sabemos existem várias benesses que esse povo recebe (inclusive no meu Galão da Massa) e que, com certeza, serão diminuídas ou extinguidas.
      Na minha modesta opinião acredito que com essa quebra será o fim dessas torcidas organizadas que sim, dentro dos estádios, durante os jogos, fazem um lindo papel incentivando o time.
      Mas quando acaba o jogo, e o resultado não é o esperado, e fora do estádio também, se transformam em verdadeiros marginais.
      E PGA FOGO O CABARÉ!!!!
      Abraço a todos!

      • Luiz disse:

        ô Léo, beleza?
        Essa praga de torcida organizada não acaba nunca. Temos que conviver com elas o tempo todo, inclusive as do Galo. Gente que só pensa no próprio ego. Uma bandidagem que se esconde atrás desse escudo e pratica os mais diversos crimes, inclusive atentados terroristas em nome do clube de coração. Esses torcedores ,nos estádios, só cantam hinos deles mesmos. Se eles tivessem essa mesma energia para ajudar alguém, recolher alimentos, lutar por dignidade das pessoas juro que eu bateria palmas de pé. Tomara que a SAF consiga dar um jeito nessa corja. Abraços

    • Stefan de Souza disse:

      Luiz,eu me refiro a essas pessoas como “torcedores profissionais”,que monetizar muito um estilo de vida a certos favores que clubes oferecem a poder de manobra que alguns líderes sindicais de torcidas tem para alavancar certos líderes políticos da política e dos clubes .

      • Luiz disse:

        Pois é caro Srefan, esse bando de “torcedores” sobrevivem às custas de clubes e, consequentemente, carregam um monte de inocentes atrás que consumirão produtos esportivos, drogas, ec.t etc.. Alguém está ganhando muito dinheiro. Esse povo tem que entender que não adianta espernear mais. Futebol virou empresa como outra qualquer e o romantismo do futebol já acabou há muito tempo. Agora é torcer para empresas, como no vôlei. Lembra da Pirelli, Atlântica Boa Vista? Onde elas estão? Assim serão os clubes de futebol. Espero que o Galo consiga fazer uma boa transição. Abração.

  • Alisson Sol disse:

    Quer dizer que tem gente que sai de casa, em plena pandemia, para ir protestar contra a rescisão contratual de alguém que tinha salário de R$350mil/mês (pós-redução!). Será que pagaram a passagem do próprio bolso? Quero ver na próxima negociação de aumento das enfermeiras do pronto-socorro, quantos lá estarão…

    Como dizia minha avó: “Tem gente que paga para ir ao teatro. Eu vejo o noticiário e os “atores” fazendo teatro…

  • Marcelo Satch disse:

    O que a torcida imaginava e queria era que o investidor assumisse o clube e colocasse, de imediato, dinheiro pra quitar as dividas e contratar grandes nomes, fazer bonito no mineiro e liderar de ponta a ponta a série B até o acesso – “só isso”…. Sanear o clube, organizar finanças, orçamentos, funções, quadro de pessoal etc…. era pouco ou nada relevante. Infelizmente não é “assim tão fácil”….. Ainda vamos viver dias de reabilitação por um bom tempo

  • Marcio Borges disse:

    Meu senhor, quanto comentário sem nem saber do que se trata. A verdade, caros colegas, e que a SAF e novidade pra todo mundo. Ou não? E vai ser o destino de muitos clubes. O que está acontecendo são coisas de uma nova ordem e que o torcedor, apaixonado que é, não entendeu.
    Foi sacanagem, falta de respeito pela história, etc e etc e tal??!!! Não sei e ninguém sabe. Eu achei. Mas é o.meu achismo. Vai saber o que aconteceu realmente. No futebol só sabemos daquilo que nos deixam saber. Bastidores? Muito difícil saber. Ficou o aprendizado. Talvez numa próxima demissão não vão expor tanto o atleta. Mas isto é talvez. Ninguém sabe e não adianta chutar.
    #tiburcioeternomito
    #naodeformataooficial

  • Wallison disse:

    Chico, boa tarde!
    Feliz 2022 para nós e para o Blog!
    Que seja uma ano coberto de bençãos.

    Não se faz omelete sem quebrar os ovos!
    O Cruzeiro está montando uma equipe dentro do orçamento previsto. Sem paixão!
    A montagem está sendo racional.
    Será que vai ter o acesso? Só tempo vai dizer.
    Porém é bom lembrar aos amigos do blog que o Goiás tinha uma folha de 1,2 milhão e o Avaí 880 mil e ambos tiveram o acesso para este ano.

  • Flávio Lopes disse:

    Só observo a ingenuidade da Máfia. Gomide levantou um fato interessante. Ronaldo, Paulo André e Pedro Martins não são cruzeirenses. Moral da história: entregaram o Cru Cru para estranhos. Com a aquiescência de todos nas hostes azuis. Agora não adianta reclamar!

  • Félix Batista disse:

    O Crucru não tem salvação… O Conselho Gestor entregou 6 pontos na Fifa. O presidente Gel piorou as coisas, dois transferbans e aumento das dívidas que já eram astronômicas; agora a SAF dá uma “punhalada” dessa na torcida.

  • Fernando Chaves disse:

    O que acontece com a torcida crucru é o mesmo da população brasileira. Festa após os resultados das eleições, dias depois vem as decepções e os arrependimentos.

  • Tarcísio Lopes disse:

    A pressão está grande, nos últimos 3 anos a Máfia procura um motivo pra fazer um fusuê. Estou vendo a hora de Ronaldo impor: ou Fábio ou eu.

  • Victor Maia disse:

    A torcida azulina apoiou seu calvário coagindo o conselho na votação pelos 90 por cento. . Espelhado na besteira do Cru cru, o América está desistindo de sua SAF.

  • Renan Rodrigues disse:

    Do jeito que o Cru Cru procura jogador barato, que tem mais de 40 anos e que não joga a muito tempo, Thiago Neves vem ai. Ronaldo vai matar os crucrus do coração nesta sua sede de vingança por ter passado fome na Toca.

  • Armando Rodrigues disse:

    Ronaldo foi curto e gordo com a Chipre Azul: o time é meu e eu faço o que eu quiser. Tá explicado a Covid de Ronalducho. Esperando a poeira baixar.

  • Luís Cláudio disse:

    E eis que de repente, a imprensa mineira parou de mostrar os dribles do Fenômeno no Kanapkis. Agora são obrigados a mostrar a rasteira do Fenômeno na torcida azulina e no Dom Fabom.

  • Cláudio Brito disse:

    Alegria de arrogante dura pouco, outro dia os caras estavam vibrando com a SAF. Agora aguenta coração!

  • Geraldo Lacerda disse:

    Uai Chico, a SAFadeza foi até razoável com Fábio, que pelo menos foi à sala ao lado do manda chuva; Alexandre Mattos foi demitido pelas redes sociais e imprensa.

  • Juliano Salvador disse:

    Até parece que isso é novidade. O crucru é useiro e vezeiro na arte de desrespeitar seus ídolos. Certa feita escorraçaram o filho do Dirceu Lopes das categorias de base. Dida saiu brigado, Raul entrou na justiça contra o crucru e por ai vai. Pega fogo cabaré!

  • Alisson Sol disse:

    O Brasil não é um país para amadores…

    As pessoas contratam uma empregada doméstica por aproximadamente mil reais. Um prato quebrado e a pessoa é chamada de descuidada. Às vezes pensam em “descontar do salário”. Às vezes até demitem. Chegam a um posto médico e querem furar fila, e se alguém reclama, ofendem funcionários públicos ganhando um ou dois salários mínimos. Alguns até contam a estória depois com orgulho: “Resolvi o problema! Quem este sujeito estava pensando que é!“.

    Uma administração de clube de futebol faz um estranho contrato com um goleiro por um valor de mais de 500 salários mínimos. O goleiro tem um desempenho medíocre. Chamado de “líder” dentro e fora de campo, deixa panelinhas de jogadores literalmente entregarem jogos. Pensavam que depois iriam facilmente recuperar os pontos quando os inflados salários e premiações atrasadas fossem pagos. O clube é rebaixado. O jogador faz um “sacrifício” junto com seu agente: ao invés de 500 vezes o salário-mínimo, aceita receber apenas 250 vezes! Provavelmente, há outros “acordos” por fora. No Brasil, vários jogadores e técnicos recebem parte do passe de promessas do clube nestes acordos. Até preferem assim, pois fica mais fácil levar o dinheiro para um paraíso fiscal em uma venda internacional. Tem técnico aí com participação em metade do time. E a torcida sem “entender” (ou querer ver) porque tem jogador que é escalado não importa a forma física ou técnica.

    Voltando à vaca fria: para a empregada doméstica, para o porteiro do prédio, para o lixeiro, para o policial, para o atendente do posto médico, e para o funcionário do estádio, nenhuma homenagem. Para um goleiro que já recebeu mensalmente mais que o salário de todos somados, além de vários outros benefícios, querem homenagens, que o agente decida valor e tempo de contrato, etc. Não é o futebol brasileiro que está falido. É a decência!