Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
A todos que amam a Serra do Cipó, oportunidade de conhecer a história dessa região fantástica, neste livro que será lançado sábado, em Belo Horizonte | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

A todos que amam a Serra do Cipó, oportunidade de conhecer a história dessa região fantástica, neste livro que será lançado sábado, em Belo Horizonte

Antes que alguma mineradora e o governo do estado acabem com mais este paraíso

E no dia 4 de junho, sábado que vem, na tradicionalíssima Venda do Zeca, lá na Serra. Autoria do grande jornalista e escritor Sérgio Lacerda, cujo contato é: jornalistasergiolacerda@gmail.com

Foto: Nina Campos

* “Nova leitura historiográfica do  surgimento da Serra do Cipó”

Serra do Cipó – Origens. Este é o título do novo livro do jornalista e escritor Sérgio Lacerda que será apresentado aos leitores no próximo sábado (28/05/22), na Livraria Da Rua. A publicação reúne ampla bibliografia de estudos clássicos e atuais de pesquisadores sobre a serra, que integra a cadeia montanhosa conhecida como Cordilheira do Espinhaço com mais de mil quilômetros de extensão, ligando Minas Gerais ao estado da Bahia.

Foto: CM/Jornal Sete Dias

O autor traz informações desconhecidas por grande parte do público, fruto de um esforço de pesquisa profundo em acervos diversos sobre a Serra do Cipó com sua geografia que atrai inúmeros turistas pela beleza natural, a riqueza que pela fauna, flora e mananciais que a Serra resguarda. Sérgio Lacerda aprofundou na leitura de estudos de pesquisadores estrangeiros que por aqui passaram durante o período colonial no Brasil Império. Mergulhou em narrativas e dados coletados, bem como em memoriais e documentos identificados em embaixadas, arquivos públicos, além de conversas com poetas, escritores e moradores antigos da Serra, para a construção desse livro.

Sérgio Lacerda, de acordo com o jornalista e autor do prefácio do livro, Mauro Werkema, “enriquece a historiografia mineira com um abrangente e preciso estudo sobre a Serra do Cipó, em livro destinado a tornar-se fonte segura, atraente e atualizada de conhecimentos sobre a Serra e a Cordilheira do Espinhaço”. O livro Serra do Cipó-Origens traz, em suas 220 páginas, informações surpreendentes em narrativa leve, atrativa e polifônica, para resgatar a história de uma localidade que teria sido abrigo de grupamentos humanos no início da civilização.

Foto: portalserradocipo.com.br

O escritor mineiro Sérgio Lacerda, natural de Belo Horizonte, atuou como jornalista nas últimas décadas nos principais veículos de imprensa mineiros. É autor e editor de Conceição do Mato Dentro História Viva, em parceria com outros autores, Uma História Feita por Você relativa ao Hospital Mário Penna de Belo Horizonte, Conexão Colômbia, o primeiro romance. Serra do Cipó Origens foi publicado pela Sled Editora.

Lançamento: 28 de Maio/2022 (Sábado)

Horário – De 11 às 14 horas.

Local – Livraria Da Rua –

Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 913 – Savassi – BH

E dia 4 de junho, o lançamento lá na Serra;

Contato do autor: jornalistasergiolacerda@gmail.com.


» Comentar

Comentários:
1
  • Raws disse:

    A serra do cipó está empoeirada na minha existência a 58 anos, 11 meses e 27 dias, + 9 de gestação. Chapéu de sol, que era parada obrigatória do meu velho e onde nadavamos na piscina natural, Juquinha, personagem marcante, que era eternamente grato ao “compadre Zé Miranda”, por espantar a onça que alega ter visto(meu pai disparou uns tiros pelo medo que Juquinha estava em certa passagem). Lembro dele como se fosse hoje com sua boca murcha, pela falta de dentes, oferecendo as sempre vivas.
    Ô saudade de tudo…
    Ô tempo bão que num vorta mais…
    Aí veio o “progresso”, trouxeram quantidade pra serra, sem cultura e educação. Fizeram o asfalto e os quebra molas de Lagoa Santa, despejaram os restos de consumo em lugar “sagrado” e contaminaram a pureza com a “humanidade”.
    Êh serra do cipó…
    Idosa sem estatuto. Criança sem pais. Serra pelada sem leis. Teu erro foi se firmar tão próxima a uma capital e ser refém de muitos que só pensam no capital.