Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Calote, dribles na Justiça e Fred: Atlético e Cruzeiro deveriam se olhar no espelho, além de ver o que está acontecendo com o Fluminense

Dívidas, Atlético, Cruzeiro e todos os grandes clubes brasileiros têm. Mas é preciso negociar os pagamentos e respeitar as decisões judiciais. O Fluminense, até outro dia citado como exemplo de esperteza jurídica dentro e fora dos gramados, está numa situação financeira complicadíssima. A esperteza está engolindo o esperto.

Atlético e Cruzeiro ao invés de ficar trocando porradas via imprensa e notas oficiais em seus sites, deveriam partir para um entendimento. Assim teriam mais tempo e cabeça para cuidar do que realmente importa que é a montagem de times competitivos para o que vem pela frente.

Reportagem do O Globo mostra aonde a “esperteza” do ex-presidente do Fluminense, Peter Siemsen, colocou o clube:

* “Flu teve receitas bloqueadas por manobra feita em 2013; clube foi multado em R$ 12 milhões”

O bloqueio de 30% das receitas do Fluminense, que ameaça inviabilizar o pagamento da dívida com o elenco, descortinou uma manobra do ex-presidente Peter Siemsen. Em 2013, quando a Justiça autorizou a penhora do dinheiro pela venda de Wellington Nem ao Shakhtar Donetsk, o dirigente encontrou uma forma de driblar a decisão e garantir a entrada nos cofres. Mas as consequências, agora, são cobradas.

A manobra foi revelada pela própria Procuradoria da Fazenda. O órgão explicou que o novo bloqueio não é execução da dívida antiga. Mas, sim, uma consequência do não cumprimento da decisão judicial. Após a ação ser descoberta, o Tricolor foi multado.

O drible na Justiça virou uma bola de neve. O valor atual da multa é de R$ 12 milhões. Já é quase o mesmo ao qual o clube tinha direito pela transferência de Nem (cerca de R$ 15 milhões). Ele se soma ao total da dívida gerada pela ação, que, em 2013, era de R$ 31 milhões.

“Ressalta-se que quando, em 2013, foi deferida a penhora dos direitos econômicos do jogador conhecido como Wellington Nem, o crédito tributário não estava parcelado. Sendo que o clube, apesar de ter recebido valores referentes a esta venda, não os depositou no processo judicial”, explica a nota da Procuradoria (confira na íntegra abaixo).

A ação de 2013 cobrava uma dívida de R$ 31 milhões, decorrente de impostos não pagos entre 2007 e 2010. Ao tomar conhecimento da venda de Nem, a Procuradoria da Fazenda conseguiu penhorar o que o Fluminense tinha a receber pela transação. Na época, Siemsen chegou a pedir ao Shakhtar que adiasse o depósito, já que o Banco Central fiscalizava a transação.

Um ano depois, o Fluminense aderiu ao Refis e, posteriormente, ao Profute, ambos programas de parcelamento da dívida pública. Com isso, os débitos fiscais foram equalizados. Mas, por conta da manobra de 2013, a Procuradoria conseguiu, em dezembro de 2017, que a Justiça autorizasse novo bloqueio das receitas do clube.

Com isso, parte do dinheiro da venda de Wendel está ameaçado. O Fluminense tem direito a 90% dos 7,5 milhões de euros (cerca de R$ 29 milhões) que serão pagos pelo Sporting. Este valor é considerado fundamental para que o clube consiga quitar sua dívida com o elenco. A promessa feita aos jogadores é de que os atrasados serão pagos até quarta-feira.

Procurado, o Fluminense manteve a postura de não comentar este caso. A reportagem não conseguiu localizar o ex-presidente Peter Siemsen. Confira, abaixo, o que diz a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional:

“Deve ser esclarecido que não se trata de execução de dívida antiga, mas sim de cumprimento de decisão judicial que não foi concretizada por culpa exclusiva do clube, através de atos de fraude à execução amplamente reconhecidos pelo TRF2.

Ressalta-se que quando, em 2013, foi deferida a penhora dos direitos econômicos do jogador conhecido como Wellington Nem, o crédito tributário não estava parcelado, sendo que o Clube, apesar de ter recebido valores referentes a esta venda, não os depositou no processo judicial.

Assim, o pedido de bloqueio recentemente feito não se confunde com prosseguimento da execução, tratando-se de atos tendentes à satisfação da situação processual que não foi concretizada em razão da ausência de pagamento espontâneo pelo Clube executado após o recebimento dos valores da venda do jogador.

Com efeito, a adesão do executado ao PROFUT (vigente atualmente) de forma alguma altera a situação da garantia existente nos autos da Execução Fiscal, que corre na 10ª Vara Federal de Execução Fiscal do Rio de Janeiro.

Importante ressaltar, ainda, que as multas por descumprimento da decisão judicial e por ato atentatório à dignidade da justiça já alcançam o montante de 12 milhões”.

https://extra.globo.com/esporte/fluminense/flu-teve-receitas-bloqueadas-por-manobra-feita-em-2013-clube-foi-multado-em-12-milhoes-22336319.html


Deixe uma resposta para Julio Cesar Cancelar resposta

Comentários:
50
  • jorgemoreira disse:

    Estou pensando quem é das antigas pode até se lembrar, será oque estariam pensando(onde eles estiverem) o Dr,Fabio FonsecakkkkFelicio Brandi, Carmini Furlete, Titi(não este treinador de péssima lembrança)Walmir Pereira, Elias Kalil, sobre o baixo nivél dos atuais dirigentes do clube do outro lado ,meu Deus o futebol mineiro não merece estes dirigentes, claro que o Clube Atlético Mineiro já teve os fantasmas da vida do Clube, como o ziza, nélio branti, paulo cury,o inesquecivél nepomuceno, olha com certeza o futebol mineiro já viveu dias melhores a nivél de dirigentes

  • Julio Cesar disse:

    Carlos e Renato Cesar , grato pela explicação. Quem sabe , sabe !

  • Luiz ibirite disse:

    Chico Maia, vc consegue me explicar o quão vem sendo importante o trabalho do Marco Antônio Lage a frente do Cruzeiro, poderia tb ser considerado como um reforço da diretoria, uma x q a torcida vem abraçando o time neste início de campeonato, os ingressos estão com valor acessível, o q é muito bom pro mineiro e está sendo noticiado q ainda teremos muitas novidades! Carga de ingressos esgotados pro clássico contra o América, o q será um bom teste para as duas equipes.

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      Nobre Luiz Ibirité,

      Parabéns mais uma vez pra nossa Torcida !
      Esses grandes públicos no Mineirão, em pleno Campeonato Mineiro, mostra que está havendo a princípio uma boa sinergia Time / Torcida, que pode vir a gerar bons frutos.

      Abraços

      • Luiz ibirite disse:

        Claytinho nunca duvidei do nosso potencial, aliás já ouvi muito mimimi por aí q se este time cair ( só de pensar, me lembro do meu irmão atleticano chato) a torcida some, balela pura, não se mede a paixão de ninguém, isto é imensurável, ainda bem q não sabemos onde vamos chegar este ano ( em termos de títulos) porém sabemos das possibilidades, uma x q iremos disputar muitas competições, e tá bonito de ver, isto tá mesmo, parabéns ao nosso torcedor!

        • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

          Caro Luiz Ibirité,

          Vc disse tudo !!!
          Até porque quem acha que é mais apaixonado pelo seu time ou o ama mais do que qualquer outro Torcedor, nós sabemos quem são… rs
          Depois são os Cruzeirenses que são prepotentes e arrogantes… rs

          Abraços

  • Silvio T disse:

    Achei engraçado ontem o comentário do Marcelo Barreto no seleção sport TV. Disse que não entendia nada de direito mas que nunca tinha visto uma cláusula como essa do Fred com o Atletico. Ué, funcionário da Globo falando isso?! Será que ele nunca ouviu falar do Boni? E de tantos outros a quem nunca foi permitido ir para a concorrência. Eu, heim?

    • Renato César disse:

      Ele deve ter começado ontem no futebol. Em 2004 o São Paulo colocou uma multa de R$ 2.000.000,00 na rescisão do Ricardo hoje caso ele fechasse com algum clube brasileiro naquele ano.

      O Santos o contratou e achou que não ia pagar. São Paulo acionou o atleta na justiça que, anos depois, condenou o atleta a pagar. O Santos parece que foi solidário na execução e pagou a multa imposta pela justiça.

      Ano passado o próprio Santos recebeu multa pela transferência do Geuvânio para o Flamengo.

      Este jornalista é mineiro. Talvez ele tenha dado uma opinião baseada em alguma preferência clubística.

      • Silvio T disse:

        Só pode ser, Renato. Quando se trata de algo que pode favorecer o Atlético todos ficam desmemoriados.

        • Renato César disse:

          Tem hora que a gente começa a escrever, para, volta, para… o texto fica muito estranho. Segue novamente (apesar de ter entendido o que disse):

          “Ele deve ter começado ontem no futebol. Em 2004 o São Paulo colocou uma multa de R$ 2.000.000,00 na rescisão de contrato do Ricardinho (aquele meia mesmo que passou pelo Galo mais tarde) caso ele fechasse com algum clube brasileiro naquele ano. Este valor, corrigido para os dias atuais, é compatível com os R$ 10.000.000,00 da multa do Fred.

          O Santos o contratou em 2004 mesmo e achou que não ia pagar nada. Mas o São Paulo acionou o atleta na justiça que, anos depois, o condenou a pagar. O Santos parece que foi solidário na execução e pagou a multa imposta pela justiça. Ano passado o próprio Santos recebeu multa pela transferência do Geuvânio para o Flamengo.

          Jurídico do Galo, com toda a sua competência, fez tudo certo de acordo com as decisões da justiça. Então, não há a menor dúvida de que o dinheiro vai ser pago.

          Este jornalista é mineiro. Talvez ele tenha dado uma opinião baseada em alguma preferência clubística.”

          • José Eduardo Barata disse:

            RENATO CÉSAR ,
            apesar de não ser afeito a discutir bastidores quero
            registrar que a competência jurídica e o notório saber
            do Sette Câmara tranquiliza o clube nestas questões .
            Aí nós estamos bem na “fita” .

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Diamond deve estar todo fatiado nas mãos de empresários! um dia saberemos ou não!

  • Carlos Henrique disse:

    N ao vou comentar sobre o imbloglio, entre Cruzeiro e Atletico.
    Por que nao entendo de parte juridica, tem pessoas, competentes
    aqui no blog, que conhecem a area, sou um simples agricultor.
    que gosta de futebol
    Deixo isso , para o Chico que é da area, para a Lucy, Renato Cesar
    e outros
    Entao vou falar de futebol.
    É o que me interessa.
    O Atletico esta desmontando o time da florida cup
    Agora saiu Thalis, emprestado.
    Estou vendo , que Valdivia pode sair, encurtar
    o emprestimo e em vez de sair em maio
    sai agora.
    Roger Bernardo esta declarando, que se nao for aproveitado.
    pode ficar na Alemanha.
    Serio mesmo , achei que clube nehum da primeira divisao
    contrataria Erazo, e nao é que o Vasco levou
    Mansur foi para o Parana.
    O Galo vai enxugando a folha
    Mas via parceiros, precisa contratar, um Lateral de nivel
    e um volante
    tem jogador que nem estreiou ainda
    Caso de Maidana, e o argentino.
    so daqui umas rodadas é que nos veremos
    a verdade sobre esse time
    no momento a avaliaçao , do time é precoce
    pois o time titular fez apenas dois jogos

    • Lucy disse:

      Prezado, Carlos Henrique,

      Sem delongas sobre o tema exposto, fato é que o presidente Sette Câmara já está a resolver essa pendência e da melhor maneira possível. *aplausos*

      O CAM foi mal administrado durante anos, vez ou outra os erros do passado irão bater a nossa porta. Mas hoje contamos com uma Diretoria séria e comprometida em ajustar as contas do Clube. Quando conseguiu essa rescisão e a famigerada “cláusula da multa” nosso Departamento Jurídico consertou em partes, aquele que, em minha opinião foi o segundo maior erro da gestão Nepomuceno, o primeiro foi a demissão do Levir. Discutir outros erros do Nepomuceno agora, não muda nada. O importante é a maneira impar com que Sette tem iniciado sua gestão, muitos pequenos erros estão sendo corrigidos… vamos evitar críticas e apoiar. Não adianta pedir reforços ou falar em empréstimos junto a Bancos agora, dando atenção ao binômio possibilidade/necessidade Sette tem adequado o quadro fático do Galo…
      O senhor que é agricultor sabe que “quem planta, colhe”. No extra campo as coisas caminham muito bem, obrigada.

      Abraço.

      • Carlos Henrique disse:

        sou tecnico em agropecuária e cafeicultor, no sul de minas.
        Amas sei,gerir meus negocios, plantar, colher,vender.
        sei tambem, que uma empresa bem gerida, e com os pés no chao nao quebra.
        A sorte é que me parecem ser pessoas idoneas, cultas
        e com muito conhecimento de causa
        na area juridica, que estao a frente do Clube Atletico Mineiro
        ai fico mais tranquilo.
        Como na politica, na época Sarney e outros, a inflaçao era
        uma coisa alarmante.
        o dinheiro, mudava de nome, a todo momento
        so teve um presidente que acabou com a inflaçao
        e o nome do nosso dinheiro
        “real” permanece ate hoje
        obrigado , pela atençao
        abços e adoro ler seus comentarios

      • Renato César disse:

        Prezada, como sempre, excelentes colocações. Seriedade e competência são as marcas desta gestão. Já disse em outras oportunidades que estas pessoas foram as responsáveis por recolocar o Galo nos trilhos, dado o inquestionável conhecimento jurídico que têm.

        E estas atitudes reforçam outra coisa que comento também: o caráter. Para ser institucionalizado, deve partir dos diretores. Todos os credores são orientados a procurarem a justiça para que as coisas sejam feitas da maneira correta. Isto desde o tempo em que Presidente, Vice-Presidente e Presidente do Conselho eram do departamento jurídico. Hoje, com mais autonomia para tomarem as decisões, estamos vendo mais claramente a atuação deles.

        Sobre a multa, de fato foi uma demonstração de competência. Venderam um atleta de 34 anos e rejeitado pela torcida por R$ 10.000.000,00 e ainda livraram o clube de um custo de aproximadamente R$ 25.000.000,00. Ou seja, fizeram um negócio que representou para a contabilidade do clube no exercício de 2018, cerca de R$ 35.000.000,00. Bom ou não?!

        Reforço o coro do apoio. E incremento com o veto à “cornetagem” alheia.

        • Lucy disse:

          Exato, Renato. Alguns podem pensar que somos “cegos”, parciais ou otimistas demais. Quando um presidente assume, o que o torcedor espera é que logo monte um Time competitivo, no caso do Sette a prioridade, infelizmente, foi consertar os erros do Nepomuceno, o que tem feito com maestria.
          Evidente que Sette Câmara cometeu e cometerá erros, cito aqui 3 que, em minha opinião poderiam ter sido evitados:
          – Alexandre Gallo como diretor de futebol; não me transmite confiança, sabemos que teve problemas com os critérios de escolha de jogadores em sua passagem pela Seleção. Estranha a vinda do até então “encostado” Arouca que é empresariado pelo mesmo agente do Gallo. Quantos mais seriam?
          – Saída da “avenida” Marcos Rocha sem um substituto igual, ou melhor.
          – Inclusão do clássico no pacote promocional do Mineiro; assunto aqui levantado pelo colega Pablo Oliveira que fez uma análise minuciosa onde demonstra o prejuízo que o CAM teve nessa questão. De quem é a culpa?
          E ainda poderia citar outros vários; já demitiu a sogra do Nepomuceno? Etcetera.

          Todavia, até o momento há mais acertos que erros, e é importante ressaltar que dessa equipe montada e liderada pelo Kalil e hoje pelo Sette Câmara apenas a Adriana Branco era (merecidamente) remunerada, todos os demais trabalham movidos pela paixão. Vamos parar de dar atenção a corneteiros que só querem tumultuar, destaco aqui o senhor Heverton Guimarães que tem se tornado o novo Jaeci Carvalho.

          • Geraldo Magalhães disse:

            Lucy, concordo com o que você disse, mas entendo que o time pode sanear dívidas e fazer contratações. Já pensou o Galo com dívidas saneadas e indo parar na segundona outra vez. Ai a torcida não vai perdoar o atual presidente. Todos os times do Brasil deve muito!

    • Gabriel Júnior disse:

      Caro Carlos Henrique, o Erazo jogou muito bem ontem. Fico sem entender, parecia um menino correndo e pensar que ficou um ano sem jogar no Galo. Isso tudo, embora o Concepcion seja um time fraco, é claro.
      Mas concordo com você, temos que desfazer das burradas da outra diretoria, só que temos que fazer contratações pontuais, não podemos ficar experimentando atletas o tempo inteiro.
      Entendo que atleta bom, já demonstra nos primeiros jogos, vejam os meninos do Flamengo, veja o vascaino que substituiu o Nenê, fez dois gols ontem, o centroavante das categorias de base do Flu já faz seus gols, enquanto aqui, não lançamos quase ninguém.

      • Carlos Henrique disse:

        Olha amigo, erro tambem, mas vendo um jogador novo jogando.
        Erro muito pouco, vi a estreia do Bernard de lateral direito, e cravei com amigos atleticanos
        esse vai virar, virou foi um grande jogador.
        Pena ele estar na Russia.
        Meu saudoso pai chegou a treinar no America , mas fazia faculdade em b.h.
        uma vez , com ele , vi o Eder jogar no profissional do America
        Ele disse, esse cara é craque , nao fica no America
        Nao ficou foi para o Gremio, depois trocado por Paulo Isidoro.
        com 13 anos mudei , para o sul de Minas
        e nos anos 80 vivia indo a B.h. e ia muito ao Mineirao.
        TE FALO OUTRA COISA, esse Gustavo Blanco
        é um volante moderno e tem bola.
        joguei contra, isso no futebol amador
        com craques de bola, alguns até viraram outros nao.
        so de correr matar a bola a gente vê o diferencial de um jogador.
        E te falo, esse cara de 17 anos,
        filho de um ex lateral do Galo
        será um grande jogador
        tem estilo, tem personalidade, drible, chute
        esse tenho certeza.
        Marco Tulio nao sei, o centro avante que subiu nao sei.
        mas esse menino é bom.
        nao podemos embarcar na onda da imprensa, muitos conhecem futebol
        outros nem tanto.
        Lembra do Cairo,Renan Oliveira, quando surgiram
        nunca me enganei com nenhum dos dois.

        • Renato César disse:

          Este Bruno Roberto eu só vi menos de 10 minutos em campo. Mesmo assim, vi muito potencial nele. Precisa ser orientado mais de perto para que se desenvolva e confirme a expectativa de se tornar um grande jogador.

          Eu daria mais oportunidade a ele no time titular do Campeonato Mineiro. Bem orientado, acho que vai longe!

    • Renato César disse:

      Na verdade, quando eu comento alguma questão jurídica, é só por ser um palpiteiro nato mesmo. Não sou da área, apenas tento entender a situação e emitir a minha leiga opinião.

      Quanto à redução do elenco, tem que acontecer. Estes jogos de Flórida Cup e Campeonato Mineiro estão servindo também para expor alguns atletas e conseguir outros clubes para eles. Elenco tem que ficar entre 30 e 33 jogadores para o técnico conseguir trabalhar.

  • José Eduardo Barata disse:

    A situação dos clubes de futebol precisa , urgentemente ,
    ser passada a limpo , por gestores competentes e pelas
    instituições que administram o esporte .
    É inconcebível , inadmissível , intolerável , inaceitável e
    quantos mais “in” couberem , a transação de jogadores
    da forma irresponsável com que é feita .
    Apenas um exemplo : como aceitar que um clube como
    o Atlético tenha ido “ao mercado” para adquirir direitos
    sobre Felipe Santana ,Roger Bernardo , Adilson e mais
    tantos outros para ficarem “encostados” por força de
    más condições técnicas ou por “birra” de treinador ?
    Tem que se dar um basta nisto !
    O Atlético , hoje , tem que gerir um plantel com 497
    jogadores …. e haja arroz e feijão pra tanta gente .

    • Regi.Galo/BH disse:

      Imagine você um saneamento no Poder Público? Nas mazelas sociais? E no nosso Atlético/MG?
      Caro Barata, como podemos desejar isto? O que é bom para nós será muito ruim para eles.

      Não há nenhuma vantagem à ser ‘adquirida’ em tempos de calmaria; em organização. Não há ganhos vantajosos onde esteja instalada a paz. Além do que, os controladores da fogueira da inquisição podem não gostar destas suas considerações. Podem promovê-lo, assim como eu, a ‘persona non grata’, em nome ‘daquele que não deve ser pronunciado’.

      Ps: 497 jogadores, uma sogra e um administrador de Estádio.

      • José Eduardo Barata disse:

        REGI.GALO ,
        sabe a decisão que tomei há um certo tempo ?
        Não me calar diante de circunstâncias que eu
        entenda como agressoras do direito que temos
        de exercer a cobrança sobre fatos e feitos que
        agridem aquilo que entendemos como correto ,
        no pensar e no agir , que nos foi transmitido ao
        longo da vida por nossos progenitores , nossos
        professores e no que adquirimos como fonte de
        ensinamento nos grandes mestres que nos
        legaram obras fundamentais para a formação e
        consolidação de nosso caráter .
        E essa turma que ai está a levar o país a cada
        dia para um buraco cada vez mais fundo terá ,
        em algum momento , que se confrontar com a
        verdade . E saberá como arde a ” fogueira das
        vaidades ” .
        “Tamu junto” .

    • jorgemoreira disse:

      O que se pode esperar de um presidente e diretor de futebol que recontrataram o leleu, este é mais um tinha um tal de Carlos Eduardo que ficou (acho que 2 anos) fazendo o que? gastando dinheiro atoa eu fiquei pensando que coisas iguais ao ziza e nélio brant nunca mais, pois bem apareceu o amiguinho do Kalil o nepomuceno absurdo, presidentes e diretores de clube de futebol tem que serem responsabilizados por pessimas gestões, e gastos além de individamento dos clubes o que voçê acha?

      • José Eduardo Barata disse:

        Olha , JORGE MOREIRA , a coisa em si é tão escabrosa
        que a gente pensa que possa ser um pesadelo , quando
        acordar tudo passa .
        Inacreditável !!!
        Desde o momento que as situações dos clubes deixaram
        os limites das sedes , e que os torcedores passaram a ter
        conhecimento , periférico que seja , do que acontece nos
        bastidores , a situação só tem piorado .
        Pelas informações que muitos de vocês trazem à luz por
        aqui , vê-se que o endividamento é um buraco negro , a
        engolir todo e qualquer planejamento .
        Times não só falidos mas sem nenhuma chance, mínima
        que seja , de recuperação a médio prazo .
        E somos obrigados a ler , ouvir e aceitar que essa turma
        AINDA FALA EM EMPRÉSTIMOS BANCÁRIOS para se
        bancar essa farra homérica .
        Meu caro , ou se toma vergonha na cara , com coragem
        suficiente para entender que o sistema está apodrecido ,
        que é preciso começar tudo de novo, com gente honesta
        e firme nos seus propósitos , ou não se levanta mais da
        lama fétida que esses caras colocaram o futebol .

  • Julio Cesar disse:

    Tenho impressão que uma das maiores caixa preta do futebol brasileiro é o Flamengo. Mesmo com a Globo pagando mais por seus jogos.
    Curiosidade: um russo comprou o Chelsea ! Um arabe comprou o PSG ! Se alguem quiser comprar um clube no Brasil, pra onde iria esse dinheiro ? Como funciona isso ? Uma pessoa resolver ser proprietario do Atletico por exemplo. Será dono alem da marca, do Diamond, Vila Olimpica, Cidade do Galo, etc. Alguem explica por favor como funcionaria isso !

    • Bruno disse:

      Também estou esperando alguém explicar. Suas dúvidas são muito pertinentes.

    • Carlos disse:

      Clubes Brasileiros são basicamente entidades sem fins lucrativos e sem donos, os estatutos não permitem venda! Para um time brasileiro ser vendido igual os times europeus, primeiro deve virar uma S/A e por ações na bolsa de valores!

    • Renato César disse:

      Na Europa os clubes são empresas, com acionistas e tudo mais. Quando um bilionário resolver comprar um clube (para lavar dinheiro), ele faz uma operação comum de mercado.

      Aqui no Brasil, quase todos os clubes são sociais, sem acionistas. A venda de um clube teria que passar por uma alteração de estatuto, indenização de todos os conselheiros e sócios, aprovação de vários órgãos e mais um monte de coisas.

      O dinheiro seria pulverizado, caindo nas contas de milhares de pessoas, além do governo. Só o torcedor comum mesmo que não teria participação alguma.

      Obs: quando disse “sócios”, estava me referindo aos sócios dos clubes de lazer. Os “sócios-torcedores” dos programas que a gente conhece não entrariam nesta conta.

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    Sempre falei aqui, torcedor defender esperteza de time ta errado, se deve tem que pagar, so que e comun escutar que no futebol e assim mesmo, todos dao calote em todos. Lembra da divida com Gremio, todo mund falava, mas o Gremio deve o Galo, entao paga o Gremio e procura os meios legais para receber do Gremio. Deve paga !! qualquer coisa alem disto e desculpa para nao pagar.

  • Victor Maia disse:

    O Cru cru tem um monte de aliados na esfera esportiva, judicial e política. Dribla tudo!

  • Stefano disse:

    Eu vejo o cruzeiro seguindo esse caminho com essa nova diretoria. Cheia de espertalhões que nao perceberam que o país está mudando.

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    O mal do espertalhão, é achar que consegue enganar a todos, a todo o tempo…
    Uma hora a conta chega e a casa cai…
    Espero que o Cruzeiro pelo amor de Deus não vá por esse mesmo caminho, porque as consequências todos sabemos que são trágicas…
    Diz o Itair Machado que o Clube iria criar um “portal da transparência”, onde qualquer um poderia acessar e saber de todas as negociações do Clube, percentuais sobre jogadores, etc… Será que até o final desse primeiro mandato deles, esse tal portal sai ??

    • Raws disse:

      Claytinho, essa proposta do Itair, além de minha incredulidade por não achá-lo exemplo de honestidade e integridade, é totalmente inviável, pois certas negociações envolvem fatores que devem ficar só no âmbito administrativo. Explicar os “porquês” para a torcida viraria um bíblia. Abraço.

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Nobre amigo Raws,

        Minha opinião sobre o Itair Machado, é basicamente a mesma que a sua.
        E vc tem razão. Devem ser tantas minúcias, que se fizessem mesmo o tal portal, seria tipo uma Bíblia mesmo.
        Isso é bem a cara do Itair, de jogar pra galera, achando que o povo esquece. Eu não esqueço… rs

        Abraços

        • Renato César disse:

          Primeiro que praticamente todos os contratos têm cláusulas de confidencialidade. Como torná-los públicos então?

          Segundo que, se publica todos os detalhes, os menos favorecidos vão querer se igualar em condições aos mais favorecidos, já que os “favorecimentos” estão comprovados e não caberia mais o argumento de que “isto é coisa de imprensa atleticana, não tem nada disso para fulano”.

          Terceiro que todos os detalhes, são detalhes demais. Se for reconhecer cada centavo envolvido, tenho certeza que vai ficar faltando lugar na cadeia para tanta gente!

    • Edson Dias disse:

      Meu caro Claytinho, duvideodó, como diziam os mais antigos. Vindo de Itair Machado? Com todo respeito (pois sou atleticano), mas vindo de um grupo ligado a Zezé Perrela?

      Vão expor comissões para agentes de jogadores? Direitos de imagem? Salários? Valores reais de transações? Sem chance.

      Galo e Cruzeiro, aliás, estão precisando crescer e deixar de ser crianças.

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Grande Edson Dias,

        É mais ou menos por aí mesmo… Conforme falei acima com o Raws, vindo desse tal Itair aí, não dá pra acreditar mesmo…

        Também concordo contigo no que tange à evolução do Cruzeiro e do Atlético Mineiro. Seus dirigentes ao invés de se portarem como Torcedores passionais, provincianos, poderiam entender que dentro de campo seus jogadores devem dar a vida para um vencer o outro. Mas que fora de campo, seria importante para ambos uma união de forças, em prol dos interesses dos dois.

        A questão do Mineirão mesmo… Se Cruzeiro e Atlético Mineiro tivessem peitado o Governo desde lá de trás, talvez hoje ambos estariam administrando o Estádio. Mas isso deve ser apenas um sonho de um Torcedor inocente mesmo. Porque o que deve rolar de intere$$es nesse meio, a gente não faz nem ideia…

        Abraços

        • José Eduardo Barata disse:

          CLAYTINHO ,
          o que essa gente sem escrúpulos aprontou com a
          Copa do Mundo no país não tem régua que meça .
          Bandidos ! Salafrários ! Vagabundos !

          • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

            Caro José Eduardo Barata,

            Concordo com todos esses “adjetivos” e até acrescentaria mais alguns, que com certeza nem seriam publicados.
            Fosse esse nosso País só um bocadinho mais sério, essa corja toda já estaria na cadeia !!

            Abraços

    • José Eduardo Barata disse:

      CLAYTINHO ,
      esse “portal” é para outra dimensão , na dobra
      do espaço/tempo , se me faço entender.