A “renovação” da seleção com Robinho

02 de setembro de 2014 às 07:41

Robinho de volta à seleção brasileira. O que este jogador tem a acrescentar ao futebol em termos da pretendida “renovação” do discurso do Dunga?

ROB

Decadente na Europa, descartado por último pelo Milan, deve ter empresários e “amigos” muito fortes para conseguir se manter no topo, pelo menos no Brasil.

Com tantos jovens jogadores que poderiam ser testados, ele ganha sobrevida no “escrete”.

Estatísticas são mais confiáveis que pesquisas, principalmente no futebol

01 de setembro de 2014 às 19:34

Já que vários comentaristas e leitores do blog reclamaram que não escrevi nada sobre aquela pesquisa do Lance/Ibope (http://www.lancenet.com.br/futebol/Pesquisa-LANCE-Ibope-Flamengo-Brasil_0_1200480135.html

), que apresentou a torcida do Galo à frente da do Cruzeiro, entro no assunto lembrando o pensamento que sempre tive sobre estas pesquisas: não vejo credibilidade em nenhuma delas. Para mim são lançadas periodicamente para atender a interesses comerciais de algum setor, seja do futebol ou da mídia. Só se justificam por esses motivos. Vendem mais jornais, revistas; mais audiência para rádios, TVs e polêmicas entre torcedores que rendem semanas seguidas, gerando bons negócios. Tradicionalmente pelo que qualquer um de nós constata pessoalmente, a torcida do Flamengo é realmente a maior em todo o país, fruto da força da imprensa da cidade do Rio de Janeiro, desde os tempos de era a capital do país, e depois com o surgimento da Rede Globo, com suas novelas que sempre exaltavam e exaltam o rubro-negro.

Prefiro as estatísticas ao invés de pesquisas, já que elas aferem o público pagante presente nos estádios. Não há como contestar aqueles números, e na maioria dos casos vale o momento do time: se vai bem, casa cheia sempre; se vai mal, a torcida some.

NUMEROS

Pesquisa do Lance/Ibope do momento:

Veja o ranking com os 18 clubes com as maiores torcidas do país:

Clubes                           Participação    Em milhões de torcedores   
1º – Flamengo                    16,2%                         32,5                                            
2º – Corinthians                  13,6%                         27,3                      
3º – São Paulo                    6,8%                           13,6                      
4º – Palmeiras                    5,3%                           10,6                       
5º – Vasco                          3,6%                            7,2                      
6º – Atlético-MG                  3,5%                            7,0                      
7º – Cruzeiro                       3,1%                            6,2                       
8º – Grêmio                            3%                            6,0                       
9º – Internacional                 2,8%                            5,6                      
10º – Santos                         2,4%                           4,8                      
11º – Fluminense                 1,8%                           3,6                       
12º – Bahia                           1,7%                           3,4                      
12º – Botafogo                      1,7%                           3,4                     
14º – Vitória                          1,3%                          2,6                      
15º – Atlético-PR                  1,2%                          2,4                       
16º – Sport Recife                  1,2%                          2,4                       
17º – Santa Cruz                    1%                            2,0                      
18º – Ceará                           0,8%                          1,6      

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/minuto/Pesquisa-LANCE-Ibope-Flamengo-Brasil_0_1200480135.html#ixzz3qEXTAUU4

Fracasso de técnico argentino no Palmeiras foi ruim para o futebol brasileiro

01 de setembro de 2014 às 19:01

O técnico argentino Ricardo Gareca caiu depois de oito derrotas, quatro vitórias e um empate no comando do Palmeiras. Uma pena, pois o futebol brasileiro precisava que um treinador estrangeiro tivesse sucesso por aqui para acabar com o rodízio viciado dos mesmos anacrônicos que pararam no tempo e ficam pulando de clube em clube.

Os integrantes desse grupo, muito forte, diga-se, estão felizes. Secaram bastante o argentino e contaram com representantes diretos deles na mídia, ex-treinadores, que podem voltar a dirigir um clube brasileiro a qualquer hora. 

untitled

Gareca se despede na saída do Palmeiras

Racista gaúcha enfrenta as consequências dos ataques ao Aranha

01 de setembro de 2014 às 18:29

A imprensa gaúcha conta que a mulher flagrada chamando o goleiro Aranha de macaco está passando horrores em Porto Alegre, junto com a família dela. Perdeu o emprego, teve a casa dos pais apedrejada e tem sido xingada por onde passa. 

RACISTA

Só lamento que os três ou quatro racistas que estavam ao lado dela gesticulando feito macacos não estejam enfrentando a mesma situação!

Essa notícia precisa chegar com intensidade a todo o país, especialmente àqueles que pensam em cometer atos de racismo. Infelizmente a única punição que este tipo de gente sofre no Brasil é a execração pública, já que a justiça é sempre branda e ineficaz nestes casos.

Punir o clube não resolve o problema e nem intimida futuros racistas, já que não estão nem aí se a agremiação for punida ou não. Punição que tem efeito é a que atinge diretamente o indivíduo, com restrição de liberdade, para que o exemplo intimide a outros.

O perigo é o Aranha ficar com pena da moça e dar uma entrevista coletiva dizendo que a perdoa. Coisa bem típica nestes casos em nosso país, principalmente se a moça der uma entrevista com lágrimas nos olhos, dizendo que está arrependida.

Mais uma crise política: a grave situação do Villa Nova

01 de setembro de 2014 às 08:41

Recebi do jornalista Wagner Augusto Álvares de Freitas, grande villanovense, reflexões sobre o momento político do Villa, que em cinco anos teve o afastamento e renúncia de quatro presidentes:

Villa Nova

* “Prezado Chico,

com 106 anos de história, completados no dia 28 de junho, o Villa Nova Atlético Clube passa por um dos seus mais instáveis momentos administrativos. Nos últimos cinco anos, a agremiação assistiu à renúncia ou ao afastamento de quatro presidentes.

O primeiro a jogar a toalha foi o ex-zagueiro Luiz Carlos Ferreira, o Luizinho, titular absoluto da Seleção Brasileira que disputou a Copa do Mundo de 1982, sob o comando de Telê Santana. Eleito com votação esmagadora, Luizinho ficou apenas cinco meses no cargo, renunciando em maio de 2009.

Aproveitando-se do vácuo político instalado no clube, um aventureiro chamado Adão Gomes Filho elegeu-se presidente. Pouco menos de um ano depois, Adão foi afastado do cargo pelo Conselho Deliberativo leonino. Ocorreu então o primeiro caso de impeachment na centenária trajetória do Villa Nova.

Após esse tumultuado biênio 2009/2010, Jairo Gomes voltou à Presidência do Leão do Bonfim. Registrou-se nessa época um hiato de tranquilidade e boa administração no Castor Cifuentes.

Reeleito para mais dois anos de mandato, Jairo Gomes, lamentavelmente, teve que se afastar do cargo em decorrência de orientação médica. Em outubro de 2013 sucedeu-lhe no cargo Anísio Clemente Filho, o Anisinho.

Este renunciou ao cargo nesta semana, menos de 10 meses depois de tomar posse. Assume o cargo agora o primeiro vice-presidente, Aécio Prates de Araújo. Homem de bem, empresário vitorioso, diretor-presidente da Superblocos, Aécio tem credenciais para assumir o leme e levar a nau villa-novense a um porto seguro.

A continuidade administrativa, e não o continuísmo, é fator essencial para o sucesso de qualquer empreendimento. O mandato de Aécio Prates terminará daqui a dois meses. No dia 30 de outubro os conselheiros do Villa Nova voltarão às urnas para escolher a Diretoria Executiva que comandará o clube até 2016. O momento, pois, é de reflexão e juízo para que o Leão tenha paz para voltar a rugir alto no cenário do nosso futebol.”

* Jornalista Wagner Augusto Álvares de Freitas

Regularidade mantém favoritismo do Cruzeiro enquanto perseguidores patinam

31 de agosto de 2014 às 18:17

Recuso-me a acreditar que os departamentos técnico e jurídico do América cometeriam erro primário de deixar que o lateral Eduardo fosse escalado ilegalmente, ao ponto de o Coelho correr risco de perder 21 pontos. Até que o STJD julgue, só tenho a comentar as dificuldades dentro das quatro linhas para o acesso à Série A, já que a disputa entre dez postulantes por quatro vagas é palmo a palmo, ponto a ponto.

Enquanto isso o Cruzeiro surfa tranqüilo nas ondas até o título e a melhor previsão que ouvi da sequência do campeonato foi do Carlos Eduardo Éboli e do iniciante e competente técnico Doriva, ontem, no excelente programa do Éboli, na rádio CBN (todos os domingos de 9 às 12 horas): o Cruzeiro pode até passar por momentos ruins em duas, três ou quatro rodadas, porém, os seus principais perseguidores também passarão, e até o último jogo, a taça já estará garantida para a galeria da sede azul no Barro Preto. É só pegar a tabela de classificação e ver como Inter, Fluminense e Corinthians penam na briga pelo segundo lugar.

O Atlético é aspirante a uma vaga na Libertadores, com mais dificuldades ainda.

-

Peguemos a arquirivalidade mineira para exemplificar a sensata análise de Doriva e Carlos Eduardo Éboli: o Cruzeiro passou aperto com a Chapecoense no primeiro tempo no Mineirão, quando perdeu por 1 a 0 e não conseguia se acertar. Na segunda etapa os comandados do Marcelo Oliveira liquidaram com o adversário nos primeiros 10 minutos. O Galo enfrentou o Coritiba, semelhante à Chapecoense em ruindade, e foi um empate, sem gols, com enorme dificuldade.

América campeão

Sobre o Junior do América campeão da 30ª Taça BH, fico com o comentário do americano Márcio Amorim, em recado ao técnico Moacir Junior e diretoria: “ Gostaria de ver o ‘professor’ ter competência, coragem e inteligência para escalar o América com Fernando Leal, Elsinho, Renato Santos, Vitor Hugo e Gílson: Leandro Guerreiro, Girotto, Sávio e Patrick; Rubens e Obina.

Não custa nada sonhar. Os meninos jogam mesmo e muito.”

-

Em gentil telefonema, o presidente da Federação Mineira de Futebol, Castellar Guimarães Neto, antecipou-se a uma cobrança que a coluna faria a ele quanto aos horários impraticáveis dos jogos decisivos da Taça BH de juniores, às 10 e 15 horas da quinta-feira e 21h30 do sábado: a Globosat pagou R$ 300 mil pelos direitos e garantiu a realização de todo o torneio.

-

Levir Culpi enfrenta a má vontade de alguns companheiros da imprensa, mas a situação dele e do Atlético é óbvia: um elenco limitado, cujos “reforços” recentes para as laterais se mostram um fracasso. Outros “reforços” para meio e ataque, também fracassaram: Guilherme vive no departamento médico e André é, em campo, aquilo que a foto dele dormindo, espalhada pelas redes sociais, mostram.

JO

Em foto do SuperFC, Jô, 16 jogos sem marcar

América é bi da Taça BH com público acima de 16 mil e transmissão da final pelo Sportv

30 de agosto de 2014 às 23:39

Com público de 16.455 pessoas no Independência o América conquistou pela segunda vez a Taça BH de juniores esta noite ao vencer o Atlético por 3 a 2, em grande partida.

Deu gosto ver o empenho dos dois times em campo e tomara que a maioria destes jogadores tenham oportunidades nos times profissionais, principalmente no caso do América, que revela muito, mas não sabe aproveitar corretamente os jogadores que descobre.

O presidente da Federação Mineira de Futebol, Castellar Neto informou-me que este horário da final, 21h30 e jogos em horários estranhos, como as semifinais na quinta-feira às 10 e 15 horas, foram em função de acordo com a Globosat, que pagou R$ 300 mil para ter direito a sete jogos nos horários que lhe interessassem, para serem transmitidos pelo Sportv.

INDEPENDENCIA

Ótimo público no Independência

Cruzeiro com oito pontos de diferença e os dois artilheiros do Brasileiro

30 de agosto de 2014 às 23:21

A apreensão com a derrota de 1 a 0 no primeiro tempo se transformou em uma exibição irretocável do Cruzeiro no segundo, com a virada do jogo e goleada de 4 a 2, que garantiu mais um passo importante na corrida pelo título. A entrada do Alison no lugar do William, na volta para o segundo tempo mudou a cara da partida, já que as finalizações do ataque melhoraram e os gols foram saindo logo a partir dos quatro minutos, deixando a Chapecoense atordoada com a velocidade e troca de posições dos atacantes celestes.

MORENO

Foto: SuperFC

Grande atuação de Marcelo Moreno, que, com os dois gols desta noite se igualou ao Ricardo Goulart e divide com o companheiro a artilharia do campeonato, com 9 gols.

O Internacional venceu o Palmeiras em São Paulo e assumiu a segunda colocação, com oito pontos a menos que a Raposa.

O time utilizado esta noite pelo Marcelo Oliveira:

Fábio, Mayke, Dedé, Leo e Samudio; Henrique, Lucas Silva (Nilton), Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian (Alisson) e Marcelo Moreno (Dagoberto)

A classificação:

Times

P

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

1 Cruzeiro >> 42 18 13 3 2 38 15 23 77
2 Internacional >> Subiu1 34 18 10 4 4 23 13 10 62
3 São Paulo >> Desceu1 32 17 9 5 3 28 19 9 62
4 Corinthians >> 31 17 8 7 2 23 11 12 60
5 Fluminense >> 29 17 9 2 6 27 15 12 56
6 Atlético-MG >> 26 17 7 5 5 23 19 4 50
7 Grêmio >> 25 17 7 4 6 15 14 1 49
8 Sport >> 25 17 7 4 6 14 21 -7 49
9 Atlético-PR >> 24 17 6 6 5 23 22 1 47
10 Santos >> 23 17 6 5 6 18 13 5 45
11 Flamengo >> 22 17 6 4 7 14 21 -7 43
12 Figueirense >> 20 17 6 2 9 13 22 -9 39
13 Goiás >> 20 17 5 5 7 11 18 -7 39
14 Botafogo >> 19 17 5 4 8 18 18 0 37
15 Chapecoense >> 19 18 5 4 9 13 20 -7 35
16 Palmeiras >> 17 18 5 2 11 14 24 -10 31
17 Criciúma >> 17 17 4 5 8 9 23 -14 33
18 Bahia >> 16 17 3 7 7 11 16 -5 31
19 Coritiba >> 15 17 3 6 8 14 18 -4 29
20 Vitória >> 15 17 3 6 8 15 22 -7 29

http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro-serie-a/tabela/

A estranha goleada tomada pelo Vasco; a queda do Adilson e a situação do América na Série B

30 de agosto de 2014 às 22:33

Muito estranha a goleada de 5 a 0 que o Vasco tomou do Avaí em pleno São Januário, o que resultou na queda do técnico Adilson Batista.

Os jogadores que não gostavam do comandante e queriam vê-lo fora do clube estão satisfeitos, mas é impossível provar se foi mesmo um boicote a ele e quem teria participado dessa trama.

AB

O América, que buscou um ponto em São Luiz no empate sem gols com o Sampaio Correia, foi para a segunda colocação, mas vive momentos de tensão pela ação do Joinville que quer que o Coelho perca 21 pontos por ter escalado o lateral Eduardo, que segundo o clube catarinense estaria inscrito ilegalmente por ter defendido São Bernardo e Portuguesa nesta mesma temporada. O América alega que a situação do jogador é normal e que há casos semelhantes a este, mas o STJD é quem vai decidir.

Mais detalhes dessa pendenga no portal Terra:

http://esportes.terra.com.br/america-mg/america-mg-pode-perder-21-pontos-por-causa-de-escalacao-irregular,003de33dc6428410VgnCLD200000b2bf46d0RCRD.html

A classificação:

Times

P

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

1 Avaí >> Subiu3 34 19 10 4 5 25 15 10 59
2 América-MG >> Desceu1 33 19 10 3 6 27 17 10 57
3 Joinville >> Subiu2 33 19 10 3 6 25 20 5 57
4 Ceará >> Desceu2 32 18 9 5 4 30 25 5 59
5 Vasco >> Desceu2 32 19 8 8 3 25 17 8 56
6 Ponte Preta >> Subiu1 31 19 8 7 4 25 20 5 54
7 Luverdense >> Desceu1 28 18 8 4 6 24 21 3 51
8 Sampaio Corrêa >> Subiu1 28 19 7 7 5 29 21 8 49
9 Boa E.C. >> Subiu3 27 19 8 3 8 26 26 0 47
10 Náutico >> Desceu2 27 19 8 3 8 22 25 -3 47
11 Santa Cruz >> Subiu2 27 18 6 9 3 23 17 6 50
12 Paraná >> Subiu3 25 19 7 4 8 23 22 1 43
13 Atlético-GO >> Desceu3 25 19 7 4 8 27 27 0 43
14 ABC >> Desceu3 24 19 7 3 9 17 19 -2 42
15 América-RN >> Desceu1 23 19 7 2 10 27 29 -2 40
16 Bragantino >> Subiu2 19 18 5 4 9 19 26 -7 35
17 Icasa >> Desceu1 19 19 5 4 10 14 22 -8 33
18 Oeste >> Desceu1 19 19 4 7 8 19 30 -11 33
19 Portuguesa >> Subiu1 17 19 3 8 8 18 29 -11 29
20 Vila Nova-GO >> Desceu1 14 19 4 2 13 14 31 -17 24

Programação da melhor qualidade no 25º Projeto Matriz em Conceição do Mato Dentro

29 de agosto de 2014 às 16:22

Eu diria que é “imperdível ” o Projeto Matriz deste ano em Conceição do Mato Dentro, no feriado da Independência, com Milton Nascimento, João Bosco e tantas outras feras da música e da arte!

Porém, acabei de conversar com o Geraldo Afonso, dono da Pousada Alto do Baú, e ele informou que lá não há mais vagas e que as demais da cidade também estão com quase 100% de reservas feitas.

Eu irei de qualquer jeito.

Veja a programação:

PROJETO

Parabéns ao João Bosco Costa Lima e Betânia Guimarães pelo sucesso deste projeto cultural, do mais alto nível, e realizado em praça pública, de graça, realizado muito antes da criação da Lei de Incentivo à Cultura.

Coisa de conceicionenses arrojados!

- – -

Mais informações com o Pedro através do e-mail:

Pedro13.glima@gmail.com/ mlproducoes@terra.com.br