Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

O futebol com craques de verdade, numa foto que fala por si

O itabirano José Sana escreveu um belo texto, bem saudosista, dos tempos do nosso futebol marcado pela simplicidade até meados dos anos 1980. O dinheiro ainda não imperava com tanta força, nossos grandes times eram formados por jogadores de Belo Horizonte, região metropolitana, interior de Minas e alguns buscados a dedo em outros estados e no exterior.

Vejam este timaço, a seleção do Troféu Guará de 1976, quando eu comecei a me despertar pelo futebol. Da esquerda para direita: Nelinho, Zezinho Figueroa, Vantuir, Raul, Vanderlei e Cerezo; Eduardo Rabo de Vaca, Marcelo, Reinaldo, Flamarion e Joãozinho.

Obrigado ao Alex, da Cruzeiro Metal, pela colaboração com o blog no envio desta foto.


América e Fluminense jogaram para o gasto no Horto

No pior horário possível para o torcedor, América e Fluminense ficaram também no resultado mais chato, sem gols. Jogo morno, com o Coelho melhor no primeiro tempo e o tricolor carioca melhor no segundo. E os dois bem perto na classificação, 9º lugar para o Flu e 10º para o América.

CLASSIFICAÇÃO PG J V E D GP GC SG %
São Paulo 41 19 12 5 2 32 16 16 72
Internacional 38 19 11 5 3 27 12 15 67
Flamengo 37 19 11 4 4 29 15 14 65
Grêmio 36 19 10 6 3 23 8 15 63
Atlético-MG 33 19 10 3 6 36 26 10 58
Palmeiras 33 19 9 6 4 29 15 14 58
Corinthians 26 19 7 5 7 22 16 6 46
Cruzeiro 26 19 7 5 7 15 16 -1 46
Fluminense 23 19 6 5 8 19 24 -5 40
10° América-MG 22 19 6 4 9 18 24 -6 39
11° Bahia 22 18 5 7 6 20 23 -3 41
12° Botafogo 22 19 5 7 7 18 25 -7 39
13° Santos 21 19 5 6 8 21 23 -2 37
14° Chapecoense 21 19 4 9 6 19 26 -7 37
15° Sport 20 19 5 5 9 19 30 -11 35
16° Vasco 19 16 5 4 7 21 26 -5 40
17° Vitória 19 19 5 4 10 20 39 -19 33
18° Atlético-PR 18 18 4 6 8 20 19 1 33
19° Ceará 16 18 3 7 8 11 20 -9 30
20° Paraná Clube 14 19 3 5 11 9 25 -16 25

 


Cruzeiro completa cinco jogos sem vencer no Brasileiro

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Dessa vez parou no Bahia e até o Mano Menezes reconheceu que o time foi mal. Os detalhes do jogo no site da Itatiaia:

* “Com força máxima, Cruzeiro só empata com Bahia em casa e amplia jejum no Brasileirão”

Mesmo utilizando o que tinha de melhor à disposição – apenas o meia Arrascaeta, suspenso, e o lateral-direito Edilson, lesionado, não puderam entrar em campo –, o Cruzeiro não conseguiu sair de campo com os três pontos e decepcionou a torcida que compareceu ao Mineirão, neste domingo. Com força máxima, a equipe celeste empatou por 1 a 1 com o Bahia, no fechamento do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, e está há cinco jogos sem vencer na competição por pontos corridos. (mais…)


Um dia diferente na vida do Atlético, que fez gols e não tomou

Mandou na partida do princípio ao fim. Em todo jogo é esperado que faça gols e por isso tem o melhor ataque do campeonato. Mas também é certo que tomará gol, já que tem uma das piores defesas. Mas hoje foi diferente e as coisas funcionaram como os atleticanos gostariam que funcionasse sempre.

O time teve quatro oportunidades claras de marcar no primeiro tempo contra duas do Botafogo. Ricardo Oliveira não estava com a pontaria calibrada, por isso não houve alteração no placar.

Parecia que o time estava jogando em casa e no segundo tempo a supremacia continuou, mas sem efetividade no ataque. Até a entrada do Luan no lugar do Nathan, numa mexida acertada do técnico Thiago Larghi. Depois de ótima tabela com Emerson e Galdezani, Luan acertou no canto, abrindo o Marcador. O Botafogo tentou reagir, mas esbarrou na raça, categoria e velocidade do colombiano Chará que puxou contra ataque pela esquerda e cruzou para Cazares marcar.

Ricardo Oliveira desperdiçou oportunidades, mas deu o passe na medida para o Tomáz Andrade fazer 3 a 0 e liquidar a fatura.


A CBF desvaloriza a própria CBF ao desfalcar três dos quatro semifinalistas da Copa do Brasil

Dedé merece a seleção brasileira, mas justamente agora?

Faço minhas as palavras do Jorge Luiz Rodrigues (centro), do Sportv, Globoesporte.com e grande companheiro, com quem tive o prazer de reencontrar na Copa da Rússia, aqui no Estádio Spartak/Moscou, junto com o belorizontino Betinho Ribeiro, à direita.

“A CBF desvaloriza a própria CBF. Desfalcar 3 dos 4 semifinalistas da Copa do Brasil e times em 2 rodadas de Brasileiro por causa de AMISTOSOS com EUA e El Salvador, além de ausência de bom senso, mostra que a entidade liga o mínimo para as suas próprias competições.”


Outra dica para este fim de semana: motociclismo e boa música em Sete Lagoas, com a Banda do Orlando Augusto

Da esquerda para a direita Renato Amado (voz e baixo), Sandro Oliveira (voz e guitarra), Adilson Caldas (teclados) e o Orlando, baterista.

Anos 1960/70/80, MPB, Jovem Guarda, Beatles, Elvis, Creedence e mais. A partir das 22 horas deste sábado, na Praça do Carmo, a oportunidade de assistirmos a apresentação de uma das melhores bandas do estado: Ritmos da Noite, que tem como baterista o jornalista Orlando Augusto (direita), apresentador do “Meio de Campo”, da Rede Minas.

Uma das atrações do 1º Weekend of Bikers, o Encontro Nacional de Motociclistas, de hoje até domingo.


Festival Clara Nunes em Caetanópolis. Dica imperdível pra este fim de semana

Já fiz minha reserva no Maquiné Park Hotel (http://www.maquineparkhotel.com.br/) para curtir o fim de semana do encerramento do 13º Festival Clara Nunes, em Caetanópolis, uma das mais acolhedoras cidades de Minas, a apenas 94 Km  de Belo Horizonte.

Hoje, vou ver a Roberta Campos, que inclusive é filha da vizinha Paraopeba, no sábado tem Renato Teixeira. Infelizmente, um problema de saúde impedirá a apresentação do Sérgio Reis.

Veja a programação completa e mais detalhes: https://claranunesvozdeouro.blogspot.com/ ou http://www.caetanopolis.mg.gov.br/detalhe-da-materia/info/13o-festival-cultural-clara-nunes/6683


Na conta da arbitragem e do calendário: violeiro quando é ruim bota culpa na viola

Culpar arbitragens é tradição, mas de uns tempos para cá virou moda, também, treinadores e dirigentes colocarem culpa no calendário pelas derrotas no Campeonato Brasileiro, como se isso não fosse tradicional no Brasil e se atingisse apenas um ou outro clube. Este discurso mentiroso contamina os jogadores e eles adotam a mesma conversa mole nas entrevistas após cada resultado ruim.

Infelizmente este comportamento espelha bastante grande parte da sociedade brasileira que não abre mão de direitos e finge não ter deveres a cumprir. Com o beneplácito (gostou da palavra chique?) de uma parte enorme da mídia.

O Fernando Rocha aborda este e outros temas muito interessantes na coluna dele que estará neste fim de semana no Diário do Aço, de Ipatinga:

* “Tornou-se no mínimo curiosa a forma como temos abordado derrotas recentes dos clubes brasileiros, que estão às voltas com maratonas insanas de jogos. Quando um deles lança mão de onze reservas e perde, o debate é se aquela partida era a ideal para o “time alternativo”. Se a derrota vem com a formação principal, inverte-se a discussão: não teria sido equivocado repetir a formação com atletas desgastados? É um hábito nacional varrer a sujeira para debaixo do tapete, no caso do futebol é driblar a raiz dos problemas. Todos reclamam do calendário maluco, mas nada fazem para resolvê-lo.  (mais…)


Mal acabou a Copa da Rússia e o Catar está quase pronto para 2022: todos os preparativos para o próximo mundial

Após o sucesso da Copa do Mundo na Rússia, todos os olhares agora se voltam ao Catar para o torneio de 2022, que apresentará ao mundo belíssimos estádios, como este. O país já está bem encaminhado com os preparativos para sediar o evento esportivo mais amado do mundo.

A 22.ª edição da Copa do Mundo da Fifa acontecerá no Catar, sendo a primeira vez que o maior torneio do futebol será realizado no Oriente Médio, e em um país árabe de maioria muçulmana. O futebol é um grande esporte no Catar, com milhões de fãs apoiando as 12 equipes locais que o Qatar Stars League (a maior liga profissional) tem. Sua liga foi fundada em 1963, e conta com jogadores brasileiros desde 1989. Nesse aspecto, jogadores como Afonso Alves, têm sido fundamentais para o sucesso do esporte e da Qatar Stars League, marcando gols e inspirando o amor pelo esporte no população local. Os torcedores do futebol do Catar e de todo o mundo, ainda terão que esperar alguns anos para conseguir ingressos para assistir a próxima Copa, já que eles ainda não estão disponíveis e não estarão à venda até 2021, no mínimo. Como exemplo, para a Copa de 2018, os ingressos estiveram disponíveis a partir de setembro de 2017, e ficaram acessíveis só através do site oficial da FIFA. Apesar de acontecer só daqui a 4 anos, o torneio já conta com um time favorito para conquistar o troféu, estando o Brasil com 15,4% de chances na Betway no final de julho passado. Como o calor será um fator chave na Copa do Mundo do Catar, o Brasil tem uma vantagem natural em relação a campeões anteriores como a França, Alemanha ou Espanha, cujos jogadores geralmente disputam seus torneios em condições mais frescas. Além do calor, este torneio será o último a envolver 32 equipes, uma vez que um aumento de 48 equipes foi programado pela FIFA para o torneio de 2026, que será co-organizado pelo México, Canadá e Os Estados Unidos. Uma vantagem que o Catar terá sobre as Copas do Mundo de 2018 e 2026 será a facilidade de transporte entre os estádios, já que aQatar Rail está construindo um sistema de metrô, ferroviárias e de trens ligeiros para interligar as cidades-sede com uma rede ferroviária que vai oferecer 600.000 viagens por dia em 2021. Dez dos doze estádios ficarão em um raio de 25 a 30 quilômetros, de acordo com a ESPN.

  | جولةقطرالشتوية

Catar e sua preparação para a Copa do Mundo

A Copa do Mundo de 2022 vai romper com a tradição e não será jogada durante os meses de verão do hemisfério norte, dadas as temperaturas escaldantes no Catar, que podem chegar a até perto dos 50 °C. Por causa disso, o torneio começará em 21 de novembro de 2022, enquanto a final será realizada em 18 de dezembro, que coincide com o Dia Nacional do Catar. Mesmo assim, a península ainda estará quente, com temperaturas em torno da marca de 30 °C, e por causa disso a FIFA recomenda que a temperatura ideal dentro dos estádios seja de 20 a 25 graus. Este microclima é uma combinação da temperatura do ar, velocidade do vento, umidade e radiação solar, facilitando sistemas de resfriamento ativo e passivo. Isso ajudaria a reduzir a temperatura dentro do estádio para 23 °C, em comparação com a média de 44 °C de calor que o Catar poderia experimentar no exterior durante os meses mais quentes do verão. Os locais de treinamento estão sendo concluídos até o final de 2019, e para garantir a capacidade que a FIFA exige para o torneio, o Catar pretende construir e/ou renovar sete estádios, com o renovado Estádio Internacional Khalifa já aberto. De acordo com o Supremo Comitê do Catar, os estádios serão construídos com as seguintes prioridades em mente: acesso e conforto, sustentabilidade e legado pós-torneio. Para conseguir isso, partes dos estádios serão reutilizadas na construção de novas instalações esportivas no Catar, com alguns dos estádios se tornando parques para uso das comunidades locais.

O Catar está investindo quase US$500 milhões por semana em grandes projetos de infra-estrutura para o maior torneio de futebol, levando a um gasto total estimado de mais de US$200 bilhões, para atingir as metas de um dos países mais ricos do mundo, a fim de estar completamente pronto para surpreender todos os seguidores do futebol com todo o luxo que esta nação árabe está acostumada ter.


Noite de consagração de Fábio, numa partida memorável

Cruzeiro e Santos fizeram um jogo com todos os ingredientes de grandes partidas históricas do futebol: gols, polêmica de arbitragem e nervos à flor da pele. Dessas que não saem da memória de quem gosta do esporte. Atuação surpreendente do time paulista, que está na zona de rebaixamento do Brasileiro. Entrou com garra e conseguiu virar o placar no Mineirão, igualando o saldo de gols, levando a decisão para os pênaltis. Aí, deu Fábio, especialista no assunto, mas que dessa vez se superou, com três defesas sensacionais.

E com casa cheia: 43.464 pagantes, para uma renda de R$ 1.432.225,00


Página 1 de 1.05912345...102030...Última »