Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Cruzeiro 100% em casa, recebe o Sport Recife, que tenta fugir da crise e que tem Lisca como novo treinador

Os times prováveis

Cruzeiro: Rafael Cabral, Zé Ivaldo, Oliveira e Eduardo Brock; Geovane, Willian Oliveira, Neto Moura, Fernando Canesin e Matheus Bidú; Edu e Rodolfo (Daniel Jr.).

Sport:

Mailson, Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Fabinho, Bruno Matias e Thiago Lopes; Bill (Alanzinho), Luciano Juba e Kayke (Búfalo). Técnico: César Lucena (Interino).

No Mineirão, 21h30.

Arbitragem do gaúcho Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza.

No VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia.

O DP Esportes traz mais detalhes do clube pernambucano:

“Com Lisca observando, Sport enfrenta líder Cruzeiro buscando retornar ao G4 da Série B”

Leão não vence há quatro jogos e a Raposa está com 100% de aproveitamento como mandante

O Sport não vive um bom momento na Série B do Campeonato Brasileiro. Há quatro jogos sem saber o que é vencer, o Leão quer dar a volta por cima na competição. Porém, pela frente, terá nada mais, nada menos do que o líder Cruzeiro, em partida que acontece nesta terça-feira (28), às 21h30, no Mineirão, pela 15ª rodada. Para refletir bem a boa campanha do Cruzeiro na Série B, o Cruzeiro vem de uma sequência de nove vitórias nas últimas partidas e tem um aproveitamento de 100% jogando como mandante na competição, sendo que sequer sofreu gols nos seis jogos realizados em Minas Gerais.

Porém, os jogadores do Sport terão uma motivação extra para essa partida contra o Cruzeiro. Lisca Lorenzi vai acompanhar a partida pela primeira vez como técnico do Sport. Apesar de já estar regularizado, o novo comandante não deve aparecer na beira do gramado do Mineirão.  (mais…)


Vitória gigante do Democrata sobre o Boa em Varginha acirra mais ainda a disputa pelo acesso ao Mineiro 2023

O Democrata comemorou via twitter:  @democratajacare
“Claro que não vai faltar a selfie da vitória. Parabéns, meu grupo! Que orgulho desses guerreiros. Deixaram a gente mal acostumado depois de hoje.”
Incrível, como todos os visitantes venceram:
Resultados da terceira rodada, que foi concluída ontem, com os 3 x 0 do Jacaré em Varginha
A classificação no Globoesporte.com
Disputa palmo a palmo pelas duas vagas que darão acesso à primeira divisão estadual do ano que vem

E o mundo das apostas, hein!? Até que ponto está influenciando nos resultados e placares dos jogos do futebol brasileiro?

Ilustração: www.ludopedio.org.br

No post anterior falei sobre a campanha de parte da mídia contra a marcação de pênaltis a favor do Atlético em 2021, que funcionou. Daí surgiu uma ótima sugestão de pauta do conterrâneo Ronaldo Rajão, de BH/Conceição do Mato Dentro, advogado, que morou e estudou muitos anos em Bilbao/Espanha.

Nos anos 1970/80/90, muitos clubes grandes e estrelas do futebol (entre jogadores, árbitros e dirigentes) europeu foram flagrados, julgados e condenados por participarem de esquemas de manipulação de resultados. Nos Estados Unidos, a máfia das apostas atacou principalmente o basquete, em que se apostava até nos placares e quantos pontos determinados jogadores fariam ou não na partida. Não é fácil investigar, apurar e levar o resultado das apurações à mídia e à justiça. Mas lá isso ocorreu e ocorre constantemente. Há dezenas de ótimos documentários na Netflix e Amazon Prime, falando do tema.

No Brasil a legislação se abriu às apostas. Será que somos um país de “santos” e aqui não há mutretas neste meio?

Veja o que nos escreveu o Ronaldo Rajão, que a propósito, é sobrinho de um dos promotores de justiça mais famosos e brilhantes do país, que é o Dr. Francisco Santiago:

Ronaldo Rajao

“Chico, acho que vale um post sobre a expansão das apostas esportivas. Estou analisando os jogos de outra forma após escândalos recentes: o zagueiro que chutou diversas vezes a bola pra escanteio num jogo da segunda divisão do carioca e a goleada absurda na série D do brasileirão sofrida por um time lá do Norte que gerou a denúncia do próprio dirigente. Depois que as casas de apostas eletrônicas se expandiram e o apostador pode apostar em tudo (número de cartões, escanteios, chutes pra fora, etc) muita coisa estranha tem acontecido. Acho que isto vai acabar com o futebol que corre o risco de virar um telecatch. Um teatro, uma encenação. É muito dinheiro envolvido (principalmente “lavado” nestas apostas), que tem levado muitos jovens ao vício. O incentivo ao jogo é brutal e em uma emissora com grande apelo junto aos jovens, ao vivo durante a transmissão de jogo, se apresentam, inclusive, cotações, com incentivo à aposta, pra crianças e jovens ouvirem. Aliás, pra mim, há um nítido conflito de interesses quando uma banca de apostas patrocina um time ou um campeonato inteiro.”

Ronaldo Rajao

***

Vale demais a discussão. Obrigado ao Ronaldo pela sugestão de pauta e por prestigiar o blog.


Hoje, o 8º pênalti a favor do Avaí. Nenhum para o Atlético até agora. Campanha que grande parte da mídia fez contra o Galo em 2021 funcionou até melhor que a encomenda

O Goleada Info foi quem lembrou: @goleada_info “O pênalti a favor de Gustavo Gómez em Raniele. O 8º a favor do Avaí no Brasileirão. Bissoli abriu o placar contra o Palmeiras!”
A campanha contra o Atlético neste aspecto em 2021 foi forte demais e funcionou com excelência!
A Globo Minas chegou a fazer um quadro especial em um Globo Esporte, que gerou revolta entre os jogadores e protesto formal da diretoria. Jornalismo tem passado longe, o que vale é a piada, que gera audiência.
Nenhum pênalti marcado a favor do Galo até agora. Interesses altamente inconfessáveis (Ave saudoso Brizola!) movem este jogo!.
Outros jornalistas comentaram a respeito também, como o Fernando Martins: @martinsymiguel “Só lembrando, que o Atlético segue sem pênaltis marcados ao seu favor no Brasileiro 2022. Mas acho que esse assunto saiu de moda, né?!”
Jornal O Tempo fez uma boa reportagem a respeito:
@otempo “‘Pênalti pro Galo?’ Arbitragem não marca um pênalti para o Atlético há 86 dias

Uma virada sensacional, mas o Atlético abriu mão do Brasileiro cedo demais. Estamos apenas na 14ª rodada

Em foto do twitter.com/Atletico, a comemoração do Rubens, que marcou o primeiro gol do Galo e iniciou a reação

O público de 30.003 estava incrédulo ao ver futebol tão pobre do Atlético contra um adversário tão fraco e pessimamente colocado na tabela de classificação. A renda foi de R$866.541,79.

Normalmente as vitórias apagam os erros e transformam vilões em heróis. Este 3 x 2 do Galo sobre no Fortaleza no Mineirão nesta noite de sábado, por exemplo. O técnico Mohamed abusou ao poupar tantos jogadores, além dos cinco desfalques obrigatórios que tinha: Mariano e Nacho (suspensos); Keno, Zaracho e Jair, machucados. Do time verdadeiro, mandou a campo apenas o Everson, Alan e o Arana. Para quê? Para queimar os camaradas?

Essa é a grande diferença do atual treinador para o Cuca, que mandava sempre aa campo o tinha de melhor. Poupar pensando em primeiro jogo com o Emelec, fora de casa? PQP pra este “Turcco”!

Com toda a razão, no intervalo do jogo, o Luiz Souza, comentou aqui no blog: “fim do primeiro tempo de Galo x Fortaleza. Time ridículo, sem inspiração e mal escalado.
Pode até virar o jogo, mas esse técnico do Galo não dá. Como é que entra com
tres zagueiros numa partida contra um time lanterna do Brasileirão! Hoje, o jogo está de “jogar a tolha. Esse Castilho tá muito mal, Calebe e Savinho, idem. Acho pouco provável virar esse jogo. PQP para esse técnico”.

Tenho que concordar com ele. Este treinador é muito cabeça cozida pro meu gosto. No segundo tempo, apesar de demorar tanto pra mexer no time, mexeu e deu certo, virando a partida. Possivelmente salvou o emprego mais uma vez.

Comentários também de gente brilhante da mídia, como o Fernando Martins: @martinsymiguel “E já que escolhe jogos decisivos, que tire Arana e Allan, então. Poupa todos os titulares e segue o jogo pra não tomar de mais.

Vai utilizar um time cheio de reservas? Ok. Treine, oriente e mobilize para manter, no mínimo, a organização. O que se viu desse Atlético em campo neste 1ºT foi um horror. Fraquíssimo poder ofensivo. E Castilho perdido, não marca e nem ataca. Time não fez nada e derrota é justa!”

Alegria do Rubens, registrada pelo @Mineirao


América foi um filet para a necessidade de ressurreição do Flamengo

Gabigol, Arrascaeta e Marinho reapareceram, fazendo gols. Com direito a vaias para Gabigol, que na sequência perdeu pênalti. Marinho até chorou de “emoção”, nesta partida contra um América que parecia um moribundo.

Lamentavelmente o Coelho continua namorando com a zona do rebaixamento a cada rodada. O time resistia até aos 40 minutos do primeiro tempo, mas depois de um chutão do goleiro Santos, Pedro ganhou do zagueiro Éder e cruzou para Gabigol abrir o placar, abrindo a porteira para mais dois do Flamengo no segundo tempo.

Vacilo de um zagueiro que não pode acontecer numa situação dessas.


Pelo que o Fluminense jogou e pressionou, Cruzeiro foi muito bem no Rio e retorna com ótimo resultado para o jogo no Mineirão

Uma pressão impressionante. Técnico Fernando Diniz queria golear para passar menos aperto no jogo da volta, dia 12, mas o Cruzeiro foi guerreiro e perdeu pelo placar mínimo, que poderá ser revertido em Belo Horizonte. Apesar do adversário ser bem superior em termos de qualidade individual dos  jogadores. O próprio Paulo Pezzolano reconhece isso, nas entrelinhas, e diz que o foco desta temporada é uma das quatro vagas do acesso à Série A. No que está corretíssimo.
Depois da partida ele destacou as qualidades do time carioca:
__ “Vamos ser simples: fomos superados no jogo, sem dúvida. O Fluminense tem muita qualidade, joga muito bem. Tem qualidade individual, coletiva, trabalha muito bem. Tentamos começar fazendo o que fazemos sempre, mas hoje não deu. É uma equipe mais forte. Vamos ficar com as coisas boas? É um resultado que fica aberto. Fico amargurado porque gostamos de outra coisa. Gostamos de jogar de outra maneira. Mas quando tem um rival assim… Nós tentamos fazer outra coisa, mas não deu. Quase empatamos o jogo, mas poderíamos ter perdido de mais também. Estamos tranquilos”.
Pezzolano tem a virtude de ser simples, objetivo e honesto até nas entrevistas. Totalmente diferente da maioria absoluta dos demais treinadores que trabalham nos principais clubes brasileiros, inclusive os demais estrangeiros.

E lá se foi a Danusa Leão, “tietada” por todo jornalista que cobriu a Copa dos Estados Unidos em 1994

No estádio Rose Bowl, Danusa tentando se proteger do sol bravo da Califórnia no dia em que o Brasil foi tetra

No dia 17 de julho de 1994 vão se completar 28 anos que fiz essa foto da Danusa Leão, sentada na tribuna de imprensa antes da final da Copa dos Estados Unidos, quando o Brasil foi tetra sobre a Itália, nos pênaltis, depois de 0 a 0 no tempo normal e prorrogação. Os principais jornais e revistas do país apostaram na popularidade e credibilidade de celebridades de várias áreas para alavancar leitura e vendas de anúncios. Jornalista, escritora, promoter e gente boa, ela estava lá, como colunista do Jornal do Brasil. Sempre bem humorada e gentil, sob os quase 40 graus de Pasadena/Califórnia. Morreu ontem, 23, aos 88 anos de idade.

Nessa foto, nós lá também, bem perto dela. Eu de boné, com a camisa do Sete Dias, entre o saudoso, Ney Bianchi (da também saudosa revista Manchete, esq., de camisa branca), e o Cosme Rimoli, na época do Jornal da Tarde/SP (atualmente um dos blogueiros mais lidos do país, no R7/Record, e o Luiz Prósperi, do Estadão naqueles tempos, quando ainda tinha cabelos. Na fileira de baixo, à esquerda, Carlos Cruz, ex-presidente da AMCE, (Diário da Tarde em 1994), o saudoso Wagner Seixas (Estado de Minas) e o Jaeci Carvalho, que continua firme e forte no Estado de Minas, e em seu blog e YouTube, também dos mais acessados da mídia brasileira.

Que descanse em paz a Danusa Leão!


Outra grande e suada vitória do Galo. De novo, Hulk impressionante

Público: 53.953 pessoas, para uma renda de R$ 2.113.078,00

Foto: @Mineirao

Como disse o Murilo Rocha, da Band: @EuMuriloRocha

– Que espetáculo (mais um) da torcida do Galo Mineirão;

– É um privilégio ver o Hulk jogar. Imagina se no seu time então;

– Entendi nada desse mosaico de led, mas que é bonito é. #atletico #Flamengo”

***

Outro grande jogo, e como todo clássico desse nível, amarrado em certos momentos e oportunidades de ouro desperdiçadas de lado a lado. A vaga nas quartas de final está aberta e a partida de volta será para quem tem nervos de aço.

O que mais impressiona no Hulk é que ele tem agilidade e velocidade de jogadores franzinos. Com 1,80 de altura, 95 quilos não é normal tanta velocidade e ginga para ganhar na corrida, dar passes e fazer gols como ele faz. Nesta vitória de hoje, por exemplo, recebeu um lançamento aparentemente despretensioso do Mariano, ganhou na corrida dos zagueiros Pablo e Rodrigo Caio, teve frieza para esperar o goleiro Diego Alves chegar bem perto dele e marcou de cobertura, um belíssimo gol. Eram sete minutos do primeiro tempo. O Flamengo partiu para cima, mas encontrou um Atlético bem posicionado para suportar a pressão.

Presente no Mineirão, o auxiliar do Tite na seleção brasileira, Cleber Xavier, disse em entrevista antes do jogo que Hulk, “É um grande atleta, já serviu a Seleção, tem feito grandes jogos, vive mais uma vez um grande ano, e a gente tá observando todos e atentos a todos.”

Depois da partida ele deve ter se conscientizado que o Tite cometerá um grande erro se não levar o atacante do Galo para a Copa do Qatar.

No segundo tempo o Atlético voltou melhor e aos nove minutos outra proeza do Hulk: pegou a bola antes da linha do meio de campo, saiu driblando em alta velocidade até perto da área flamenguista, pelo lado esquerdo. Sempre de cabeça erguida, viu qual companheiro estava entrando pela direita e colocou a bola na cabeça do Ademir, que teve categoria para fazer 2 a 0. Outo belíssimo gol.

A partir dos 15 minutos Dorival Junior começou colocar atacantes, partindo para o tudo ou nada. Precisava pelo menos diminuir a diferença de gols para entrar em situação menos complicada no jogo da volta, no Maracanã. E conseguiu, aos 34 minutos, depois de cruzamento do Rodinei pela direita, que encontrou Lázaro, que mandou para as redes.

O jogo da volta, só dia 13 de julho e promete muito. O Flamengo vai entrar com tudo e o Galo precisará saber tirar proveito dessa ansiedade rubro-negra em casa.


Hulk ajudando El Turco antes dos 2 a 0 contra o Flamengo, faz lembrar Messi com o Jorge Sampaoli contra a Nigéria na Copa da Rússia 2018 

Está circulando um vídeo gravado no vestiário do Atlético antes do jogo contra o Flamengo, domingo, em que Hulk mostra a sua força com o grupo e o quanto ele está empenhado ao ajudar o técnico Antônio Mohamed a permanecer no cargo.

Apresentação tática n0 quadro e palestra motivadora, dessas de fazer qualquer jogador encher os olhos de sangue e dar tudo o que tem em campo.

E o Turco atento

Está lá no meu facebook e instragam:

https://www.facebook.com/blogdochicomaia/

https://www.instagram.com/chicomaiablog/

Fez lembrar cena da Copa da Rússia, exatamente dia 26 de junho de 2018. Eu estava lá, no Estádio de São Petesburgo, quando Messi ajudou o técnico Jorge Sampaoli a comandar a seleção argentina, que venceu a Nigéria, 2 x 1, e passou às oitavas de final, para ser eliminada pela França no jogo seguinte. Sampaoli perdera do comando grupo e passou a contar com a liderança da maior estrela do time, nos treinos e jogos.

O jornal Extra, do Rio, registrou cena constrangedora para o técnico naquela partida:

* “Vídeo mostra que Sampaoli pediu aval de Messi para colocar Aguero em jogo”

Foi no sufoco, mas a Argentina conseguiu a vaga para a próxima fase da Copa da Rússia. Com apenas 1 ponto até a última rodada do Grupo D, os hermanos precisaram superar uma crise interna e vencer os nigerianos. Um vídeo divulgado pela rede “TyC Sports” mostra que o treinador argentino consultou o astro Lionel Messi sobre colocar Sergio Aguero, a minutos do fim da partida.

O empate com a Islândia e a derrota para a Croácia implodiram o comando do grupo, passou a questionar o próprio treinador, Jorge Sampaoli. A mídia argentina reportou que o técnico perdeu o poder de decisão na equipe logo após o triunfo croata. Os jogadores é que pensariam na estratégia do time. A história acabou abafada sob os apelos de união, mas a equipe entrou em campo com mudanças: a volta de Angel Di María, antes barrado, e a troca de Aguero por Higuaín, que havia começo no banco nos outros jogos.

No vídeo, Messi se aproxima da lateral de campo e ouve Sampaoli gritar sobre o tempo de jogo que restava. “Vamos, vamos”, incentivava o treinador, que, em seguida, questiona o camisa 10 sobre a substituição de mais um atacante.

“Coloco o Kun?”, pergunta Sampaoli. Messi assente, e o treinador segue para o banco.

Antes do apito final, Marcos Rojo arrematou para o gol e selou a vitória por 2 a 1 e a vaga da Argentina. Os hermanos enfrentam os franceses no sábado, às 11h.

https://extra.globo.com/esporte/copa-2018/video-mostra-que-sampaoli-pediu-aval-de-messi-para-colocar-aguero-em-jogo-22825369.html


Página 10 de 1.276« Primeira...89101112...203040...Última »