Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Galo passeia em Fortaleza; Athletico no Maracanã, e decidem a Copa do Brasil em dezembro

Dois jogos da semifinal no mesmo dia e horário. Até agora ninguém explicou ou entendeu a estratégia da Globo para determinar esta situação à CBF e aos clubes.No Maracanã, noite de glória do Nikão, dois gols, sendo  o primeiro de pênalti e o segundo com a colaboração de um frangaço do Diego Alves.

Aos 44 do segundo tempo, aparece o Zé Ivaldo para marcar o terceiro e despachar o Urubu.

E o Flamengo, coisa rara, reclamando da arbitragem, do VAR e do Renato Gaúcho.

Em Fortaleza, Cuca optou por um time quase todo reserva no início e se deu muito bem. Alguns titulares estratégicos, que fazem diferença, como Arana, Jr. Alonso e Jair, com oportunidade para Diego Costa ganhar cancha. Defesa bem postada, suportou a pressão inicial dos donos da casa, num jogo de pouquíssimas emoções no primeiro tempo.

No segundo, Diego Costa fez 1 a 0 numa jogada que fez lembrar os anos 1970, quando o Galo tinha no Dario a sua principal opção de gols. O Fortaleza estava quase todo no ataque, Jair roubou a bola, entregou a Vargas que lançou longe, para Diego Costa, entre dois beques do Fortaleza. Ele foi com tudo, em velocidade, aos trancos e barrancos se desviando dos defensores, driblou com categoria o goleiro e estufou as redes. Aos 13 minutos. Valeu o ingresso.

Aos 26, Hulk entrou no lugar do Vargas, e fez 2 a 0, aos 39, cobrando pênalti, cometido pelo Titi, assumindo a artilharia isolada da Copa do Brasil. No finzinho, Romarinho deu um chutaço, de longe, a bola bateu no Igor Rabello e enganou ao Everson.

E o Thiago Nogueira, do jornal O Tempo, informou as datas da final contra o Athletico-PR:

@thiagonoggueira

“Datas das finais da Copa do Brasil: 12/12 (domingo) e 15/12 (quarta-feira). Após fim do Campeonato Brasileiro. Mandos de campo serão definidos por sorteio.”


O futebol é imprevisível. Fortaleza precisa ser respeitado

O Atlético fez 4 a 0 no Mineirão e pode perder por até três gols de diferença que se classifica. Porém, o Fortaleza tem um ótimo técnico, um time altamente competitivo, aguerrido, e o jogo será no Castelão.

Já vi de quase tudo no futebol, inclusive viradas que entraram para a história em circunstâncias semelhantes. Faço minhas as palavras do Pedro Vitor Canella, atleticano, comentarista aqui do blog, que escreveu:

Vejo, muita gente, pelo resultado do jogo no Mineirão, em que o Atlético, goleou, o Fortaleza, menosprezando o mesmo time, na decisão, desta noite. Pois bem, eu não penso dessa forma. Acho que ainda é importante, matar o jogo, principalmente no primeiro tempo.

O Cuca, pode até poupar um ou outro, que esteja desgastado, tipo, o Zaratcho, está pendurado, ou Jair, que pode se lesionar com a sequência de jogos. Até mesmo preservar o Nacho, por um tempo, inclusive já foi testado em outras oportunidades e deu certo.

Agora o Hulk, é super importante tê-lo, pois o Diego Costa, ainda não encaixou no esquema do time do Atlético. Trata-se de um excelente oportunista, inclusive já marcou 3 gols, e a média agrada, mas ainda necessita de uma sequência maior de jogos.

Pra evitar sustos, o Atlético tem que ir com o que há de melhor, e deixar para administrar somente na segunda etapa, quando ou se o adversário estiver abatido.

Lembrem se, que o Atlético foi, surpreendido pelo Bahia, e só obteve tranquilidade após um gol do Vargas, então que todos respeitem o Fortaleza!

Os times prováveis:

Atlético: Everson, Guga, Réver (Igor Rabello), Junior Alonso e Arana; Jair, Tchê Tchê e Nacho Fernández; Hulk, Keno e Vargas (Diego Costa).

Técnico Cuca em foto do twitter.com/Atletico

Fortaleza: Marcelo, Éderson, Titi e Jussa; Daniel Guedes (Edinho), Felipe, Ronald, Matheus Vargas e Bruno Melo; Romarinho (Wellington Paulista) e David.

Técnico argentino Juan Pablo Vojvoda em foto do twitter.com/FortalezaEC

Arbitragem: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP).

VAR : Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (Fifa/SP)

Transmissão pela TV Globo, SporTV e Premiere.


“Temos 15 investidores que estão interessados no Cruzeiro”, informa investidor ao Jaeci Carvalho

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

No fim da tarde de ontem o Jaeci Carvalho informou nas redes sociais dele que mais tarde daria detalhes sobre um possível socorro ao Cruzeiro, vindo de investidores estrangeiros. Às 19h54, ele publicou no Superesportes:

Pedro Mesquita contou detalhes das negociações em entrevista ao jornalista Jaeci Carvalho, colunista do Superesportes e do Estado de Minas ”

Existem 15 investidores no páreo para administrar o Cruzeiro . É o que garantiu Pedro Mesquita, head do banco de investimentos da XP, em entrevista ao jornalista Jaeci Carvalho , colunista do Estado de Minas e do Superesportes . A tendência é que o clube crie a Sociedade Anônima do Futebol (SAF) em dezembro de 2021 e negocie 49% de suas ações no primeiro trimestre de 2022. Os interessados na compra são dos Estados Unidos, da Europa e do Oriente Médio.

“Temos 15 investidores que estão em processo de análise, interessados no Cruzeiro. Vamos escolher um deles no primeiro trimestre do ano que vem. Ainda não há proposta financeira, porque não chegamos nessa etapa. Será entre novembro e dezembro. Aí, vamos analisar e escolher a melhor delas. Vamos escolher não só em termos quantitativos, melhor proposta em dinheiro, como também, qualitativo. O Cruzeiro estará em grandes mãos”, afirmou Mesquita.

Segundo o diretor da XP, dificilmente um grupo do país participaria da SAF do Cruzeiro, principalmente em razão da desvalorização do real em comparação às moedas estrangeiras. “O dólar está muito alto, ruim para o brasileiro investir. Portanto, todos os 15 investidores com quem já conversamos e assinamos o contrato de confidencialidade, são de fora, da Europa, Oriente Médio e Estados Unidos, como eu disse acima. Eles têm moeda forte e muita capacidade de investimento”.

Vale lembrar que nas últimas semanas a diretoria buscou socorro financeiro junto a empresários cruzeirenses, casos de Pedro Lourenço, do Supermercados BH; Régis Campos, da construtora Emccamp; e Paulo Henrique Pentagna Guimarães, do banco BS2 e do grupo Carbel. Depois de várias reuniões, eles concordaram em emprestar R$9 milhões para que o clube acerte pendências salariais com atletas e funcionários.

A quantia é apenas um paliativo, pois não chega perto da dívida de R$962 milhões divulgada no último dia 19. Como não subirá à Primeira Divisão – 0,013% de chance, segundo o Departamento de Matemática da UFMG -, o Cruzeiro continuará vivendo o cenário de despesa superior à arrecadação. A esperança é que a SAF garanta um respiro financeiro à instituição e possibilite a montagem de uma equipe que brigue pelo acesso em 2022.

https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2021/10/26/noticia_cruzeiro,3944993/temos-15-investidores-que-estao-interessados-no-cruzeiro-diz-head-da-xp.shtml?fbclid=IwAR3dijs7bv3Qa5JMe5kvP8GzLqRFcrVTfT7xp3SD-gkJxys8PZdocjvCdOI


Com toda a razão, é grande a preocupação do técnico Cuca e da diretoria do Atlético em evitar a todo custo, euforia exacerbada antes da hora

Foto: twitter.com/Atletico

Euforia da torcida e principalmente dos jogadores. Qualquer título só é conquistado depois do apito final do jogo decisivo. Com a chegada do discutível VAR, agora, só depois da última conferida. Percebo que a torcida, em sua maioria, está engajada neste espírito do Cuca, já que todo atleticano com quem converso, rechaça a ideia do “já ganhou”.

O Galo tem histórico extenso de frustrações por conquistas perdidas na última hora, por erros próprios ou por armações fora das quatro linhas.

Cada atleticano tem um trauma especial na memória. Depende da geração e do tamanho da dor sentida. O meu, é dos tempos de criança, que valeu uma lição que coloquei em prática na vida, até hoje: você não perde nada por ser respeitador, por meio de gestos e palavras. Foi o Campeonato Mineiro de 1977. O Galo com uma máquina de jogar bola, com jovens prata da casa que já se destacavam entre os melhores jogadores do país. Aquele título seria “barbada”. Tanto que ninguém se espantou com a entrevista do líder do time, Toninho Cerezo, que depois do primeiro jogo da final, em que o Atlético venceu por 1 a 0, soltou essa: “. . .enquanto eu, Reinaldo, Paulo Isidoro e Marcelo (Oliveira, atual treinador) jogarmos juntos no Galo, o Cruzeiro jamais será campeão. . .”.

E ele ainda teve a audácia maior de pegar a Taça no hall do Mineirão e levá-la para o vestiário do Atlético.

No segundo jogo, o Galo fez 1 a 0, logo aos cinco minutos. Festa total nas arquibancadas, a sacramentação do título! Ledo e trágico engano. O uruguaio Revétria fez três gols, Reinaldo fez mais um para o Galo e uma terceira partida foi marcada. Aí, com 122.534 pagantes no Mineirão, o Cruzeiro ganhou de 3 a 1, com mais um gol de Revétria, e foi campeão. Na época, o goleiro argentino Ortiz, até então ídolo da torcida atleticana, foi escolhido como o vilão, acusado de tudo. Teve que ir embora de Belo Horizonte.

Por isso, dou razão a todo atleticano que morre de medo do clima de “já ganhou”. Mas, recomendo esta crônica do paulista Júlio Gomes Filho, do Uol, um dos melhores jornalistas do país, insuspeito, que fez uma avaliação fria dessa corrida pelo título.

* “Atlético ‘cancela’ final com o Flamengo e vira virtual campeão”

No Brasileiro dos pontos corridos, nunca um time havia tido sete pontos ou mais para o segundo colocado e perdido o campeonato. Só aconteceu uma vez. E foi neste ano. Era o Brasileirão de 2020, que a pandemia empurrou para frente. O raio, que nunca havia caído, cairá duas vezes no mesmo lugar? Ou no mesmo ano? Duvido muito. A poucos dias do esperado confronto direto entre Flamengo e Atlético Mineiro, separados agora por sete pontos (perdidos), nada faz parecer que o título nacional não irá parar, afinal, na Cidade do Galo. O São Paulo, de Leco, Raí, Pássaro e Diniz, passou o Reveillón pandêmico cumprindo distanciamento social e com distanciamento na tabela, eram sete pontos de vantagem para quem vinha logo atrás. Mas acordou da ressaca da virada sem dois destes elementos. Começou a derreter e jogou fora um campeonato “ganho” – é a estatística histórica que confere o termo. Se o Atlético não repetir o São Paulo, será campeão brasileiro pela primeira vez em 50 anos. Basta não derreter. E não há razões para achar que isso irá ocorrer. O Galo não vai trocar de diretoria nesta semana, não tem um técnico em constante corda bamba e muito menos um elenco cheio de buracos e limitações, como era o do São Paulo-2020/2021. Para melhorar o cenário todo, o Atlético conseguiu recuperar o bom jogo e aumentar a gordura justo antes do tal confronto direto.

Um duelo que muitos adorariam chamar de “final antecipada”, mas que não será final nenhuma. Mesmo que perca, a vantagem do Galo ainda será estratosférica. Já faz tempo que o Atlético tem mais de sete pontos de frente para o segundo colocado, mas era (e é) sempre necessário olhar para os jogos a menos do Flamengo na tabela. E só agora, depois desta rodada do fim de semana, que o time de Cuca chegou a sete pontos de vantagem nos pontos perdidos. Se o Flamengo vencesse seus dois jogos a menos, que disputará sabe-se lá quando, a diferença ficaria nos tais sete pontos. A vantagem que o São Paulo – e ninguém mais – desperdiçou.

Houve viradas maiores nos pontos corridos, mas olhando da perspectiva de quem produziu a virada (exemplo, Flamengo de 2009) e não olhando para a diferença entre o primeiro colocado e seu perseguidor mais próximo. Quando um campeonato fica entre dois times e entramos no terço final, é natural olhar para cada rodada desta disputa particular.

Nas rodadas da Data Fifa de outubro, o Flamengo, com desfalques mais sensíveis que os do Galo e jogos mais difíceis, se deu bem por manter a desvantagem que tinha – ou seja, sobreviver na disputa. Mas um período de uma semana, simplesmente sete dias, foi suficiente para deixar o Atlético como virtual campeão brasileiro.

A série de eventos começou no domingo passado, quando o Galo, finalmente, perdeu – para o Atlético-GO. Naquele momento, às 20h de domingo, o Flamengo estava em campo e dependia somente de suas próprias forças para ser campeão brasileiro novamente. Mas aí o time de Renato empacou no Cuiabá, 0 a 0. No meio de semana, o Atlético, que vinha derrapando em termos de desempenho, fez brilhantes 4 a 0 sobre o Fortaleza pela Copa do Brasil – enquanto o Flamengo empatou com o Athletico-PR. Ou seja, na quarta-feira à noite, o Galo recuperava a confiança de forma dupla, pois voltava a jogar bem e tinha a garantia de estar na final da Copa do Brasil, podendo olhar para o Brasileiro com 100% das atenções.

O terceiro ato veio com a rodada deste fim de semana. O Fla teve mais uma atuação pífia no Fla-Flu, sábado à noite, e perdeu o jogo. O Atlético tinha a chance de aproveitar contra o mesmo Cuiabá que empatou com o Flamengo sete dias antes. E aproveitou, fez 2 a 1 e abriu vantagem na tabela.

No próximo sábado, haverá o esperado confronto direto entre eles, no Maracanã. Antes, no meio de semana, ambos voltam a campo pela Copa do Brasil, e Cuca, se for esperto, pode gerenciar o elenco e nem mandar alguns jogadores mais desgastados para a partida de volta contra o Fortaleza. Já Renato, que já convive com desfalques, não tem como gerenciar nada. Precisa dar uma resposta para a torcida e classificar o time para a decisão. No Brasileiro, restará ao Flamengo vencer o Galo para voltar a diferença a dez pontos – que seriam quatro nos pontos perdidos. Vejam o tamanho do buraco. Se o time mineiro sair do Maracanã com uma vitória ou mesmo com um empate, já pode dar a faixa. Já estamos em contagem regressiva, o Atlético é o virtual campeão brasileiro.

https://www.uol.com.br/esporte/colunas/julio-gomes/2021/10/25/gomes-atletico-cancela-final-com-o-flamengo-e-vira-virtual-campeao.htm?cmpid=copiaecola

Revétria comemora um dos gols da final contra o Atlético em 1977, com Vantuir, Márcio Gugu, Ortiz e Alves sem entender o que estava acontecendo.


Atlético tem superado erros de arbitragens e seus próprios erros, como hoje. Desse jeito vai!

Modéstias às favas, os comentaristas aqui do blog são tão bons e melhores do que muitos “profetas do acontecido”, famosos e manjados da grande mídia nacional. Vejam o resumo do que escreveu o Horácio Duarte, às 12h47:

“… jogar contra o Cuiabá é osso, joga fechado e tem um ataque bem organizado e eficiente. Está em uma fase muito boa e crescendo na temporada. Não vai ser um jogo “bonito” um jogo aberto como jogou o Fortaleza. . .”

Tecnicamente foi exatamente isso o que aconteceu nessa vitória do Galo.

Agora, vamos aos “detalhes”, que decidem e fazem a história. Desde a rodada passada, todos os jogos do Brasileirão serão de nervos à flor da pele, para os principais concorrentes ao título e quem corre contra o rebaixamento.

O Flamengo perdeu o clássico para o Fluminense e ligou o secador para o Atlético, contra o Cuiabá esta tarde. Como sempre faço em momentos como este, liguei o “piloto automático” e deixei no modo “o que tiver que ser, será”. Sou calejado; meu coração mais ainda!

A bola rolou e de cara, quando o zagueiro Nathan voltou aquela bola para o Everson e saiu o gol do Cuiabá, pensei logo nas reclamações contra as arbitragens e VAR. Sim, eles erram muito, sem intenção e possivelmente mal intencionados, em defesa de interesses inconfessáveis. Porém, partidas e títulos são perdidos, na maioria dos casos, por erros próprios, como este.

Não pode. Infantis demais. São jogadores profissionais, que vivem disso, trabalham diariamente nisso. Errar faz parte, porém, erros escandalosos como este comprometem todo um trabalho. Depois, colocar culpa na arbitragem de um jogo ou outro, fica mais fácil para treinadores, dirigentes e jogadores, colegas de trabalho de trapalhões, como foram hoje o Nathan e o Everson.

Erros são da vida, no caso, do jogo. O que é preciso  é reação, imediata, coletiva, para superar arbitragens, VAR e os próprios erros.

Quem presta atenção a tudo de uma partida de futebol, notou que o Hulk correu em direção ao Nathan, deu força a ele e depois ao Everson, fazendo gestos do tipo “bora, estamos juntos…”.

É isso. Uma liderança, que dá exemplos com e sem a bola, é fundamental. Hulk foi um achado na vida do Galo, com a bola, sem a bola, dentro e fora de campo. Que sujeito!

O time não pode é baixar a guarda, em nenhum jogo.

Foto: Fernando Michel, do Hoje em Dia

Agora vem o Flamengo, sábado, 19 horas no Maracanã.


Dentro de campo, América contraria todos os “especialistas”, profetas do acontecido, e vira destaque na imprensa argentina

Enio Lima @eniolimamarcou E o Coelhão segue avacoelhando no

@Brasileirao contrariando as previsões e surpreendendo à todos. Literalmente como um bom mineirinho avançando pelas beiradas. Parabéns @AmericaMG Joga bola que vibraremos com vc, faz história que contaremos para a nação americana.

A atividade mais cômoda na imprensa é a de comentarista esportivo. Se o time ganha é porque fez o que “eu falei”; se perde é porque “não fez o que falei”. Profetas do acontecido, ou “engenheiros de obra pronta”.

Espetacular essa vitória sobre o Santos na Vila Belmiro, no dia dos 81 anos do Pelé. O Ênio Lima postou no twitter estas previsões de comentaristas famosos para o que seria o resultado da partida.

Além do time, o goleiro Cavichioli também está calando a boca de muita gente (a minha inclusive) que achava que ele não era “goleiro de Série A”. Fazendo um ótimo campeonato e nestes 2 a 0, mostrou isso novamente.

Algumas twitadas e retwitadas muito representativas desse feito do Coelhão fora de casa: AVACOELHADA retweetou

Brasileirão Play English @BrasileiraoP_EN End of the match!

Simplesmente, Matheus CavichiNeur!! Um monstro com os pés e as mãos! JOGA MUITO!!!! #CoelhãoSérieA #PraCimaDelesCoelho #SomosVolt

Lucas Vandal – faltam 10 pontos @lucasbacelete

Já critiquei, já pedi outro e não vou negar. Tem horas que me dá uns sustos, mas já não é de hoje que estou queimando minha língua e FELIZ. Pra mim já tá no nível do João Ricardo e será ídolo de uma geração!

SportsCenter @SC_ESPN #Video ¡Triunfazo de América Mineiro! Con Mauro Zárate en acción, fue 2-0 ante Santos por la fecha 28 del #Brasileirao. ¡Mirá el resumen!  Fútbol

¡Gran victoria de América Mineiro ante Santos!

El conjunto visitante se llevó el encuentro por 2 a 0 con goles de Ademir, de penal, y Alê. Zárate ingresó en el segundo tiempo y Mota vio la roja.

SportsCenter @SC_ESPN VOLVIÓ MAURO, AMÉRICA GANÓ Y PASÓ DE LA ZONA DE DESCENSO A LA DE SUDAMERICANA Triunfazo de América Mineiro 2-0 ante Santos por la fecha 28 del Brasileirao Tras inactividad por lesión, Zárate sumó minutos en el ST


América em tarde de estreia do técnico Marquinhos Santos, contra concorrente direto para as suas pretensões

Em foto do Mourão Panda (América), Marquinhos Santos, que tem  contrato até o término do Campeonato Mineiro 2022. Oportunidade para se inserir entre os principais treinadores do país, caso mantenha a ótima performance do Coelho no returno.

Na Vila Belmiro, 17 horas, o Coelho, 13º colocado com 32 pontos, luta para se manter na parte de cima da classificação, contra o Santos que está três pontos atrás, na 15ª posição e que faz campanha instável no Brasileirão 2021.

O árbitro será o veteraníssimo Marcelo de Lima Henrique (RJ), com os assistentes Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO). No misterioso e imprevisível VAR, Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ).

Times prováveis:

América: Matheus Cavichioli, Patric, Ricardo Silva, Eduardo Bauermann e Marlon; Alê, Lucas Kal e Juninho; Felipe Azevedo, Ademir e Fabrício Daniel Técnico: Marquinhos Santos.

Santos: João Paulo, Madson, Danilo Boza, Velázquez e Felipe Jonatan; Camacho, Sánchez e Vinicius Zanocelo; Marinho, Raniel (Diego Tardelli) e Lucas Braga.  Técnico: Fábio Carille

Transmissão pelo Premiere

Como disse a torcida @DecadentesAMG: “Técnico novo. Hora de voltar com pontos na bagagem”

Com derrota para o Avaí, Cruzeiro carimba permanência na segunda divisão

Sexta-feira à noite não é fácil se ligar em futebol, mesmo para quem gosta muito. Numa troca de mensagens com o amigo cruzeirense Alex Elian (primo do grande atleticano e grande jornalista Sérgio Moreira), perguntei quanto estava o jogo e, secamente, ele respondeu:

__ CruZeiro perdeu de 1 a 0

Tive que emendar a pergunta que não se calava:

__ Não sobe mais, matematicamente?

E ele:

__ Não tem como mais.

É, fazer o quê, né?

Se ainda estivesse no ar o Minas Esporte, na Band, eu diria ao querido âncora e chefe Flávio Carvalho, no programa de segunda-feira próxima:

__ Quer dizer então que toda a arrogância está sendo castigada, né?

O Flávio enfartaria, certamente. Ainda bem que o Minas Esporte não existe mais. Sofri demais com as sacanagens do Flávio, pisando no Galo, que na época vivia numa draga danada.

É o futebol. Futebol, como a vida, é cíclico! Uma gangorra: uns dias lá em cima, outros embaixo.

Vida que segue!

Amigos da imprensa e veículos, falaram sobre o jogo:

LANCE!

@lancenet”Avaí derrota o Cruzeiro na Ressacada e ‘enterra’ de vez as chances de acesso à elite da Raposa #lancenet http://lance.com.br/cruzeiro/avai-derrota-ressacada-enterra-vez-chances-acesso-elite-raposa.html

Vinicius Grissi @ViniciusGrissi, da 98FM: “Wellington Nem em noite muito dificultada pela bola.”

Samuel Venâncio™, da Itatiaia @samuelvenancio “: Thiago saiu e o ataque não arrumou mais nada”

Paulo Galvão, do Estado de Minas @paulogalvaobh: “A saída do Thiago matou a força ofensiva celeste. Impressionante. Marcelo Moreno é outro esquema, com muito menos mobilidade

Rodrigo Fuscaldi @rodrigofuscaldi “Saudade de ser freguês do São Paulo.”

Paulo Galvão novamente: @paulogalvaobh “Cruzeiro melhor que Avaí no primeiro tempo. Meteu bola no travessão e perdeu gols incríveis. Desse jeito fica difícil”

Thiago Reis, “seu nome, seu bairro” @thiagoreisbh “Tem um mês que falo na Tv e no rádio: é hora do Cruzeiro pensar em 2022. Planejar o próximo ano!!! E ainda ficavam fazendo contas, acreditando no impossível e eu respeito isso. Mas agora acabou né! Vamos voltar pra Terra e ver o tamanho do buraco que vem pela frente #Snsb

Enquanto a bola rolava em Floripa, Thiago Neves, em mais uma desfaçatez, brincava no twitter:

“Thiago Neves @thneves10 “Saudades dos momentos decisivos e dos clássicos!!”

Com repercussão imediata, obviamentte:

“Cruzeiro: Thiago Neves publica vídeo com gols antigos e é xingado: “vai dormir””

Meio-campista de 36 anos publicou imagem com gols antigos e recebeu reações negativas de torcedores do Cruzeiro em seu perfil: “você escolheu assim”

https://www.otempo.com.br/superfc/cruzeiro/cruzeiro-thiago-neves-publica-video-com-gols-antigos-e-e-xingado-vai-dormir-1.2559702


Uma foto, quatro gols e a lembrança de milhares de palavras

Criatividade e felicidade do fotógrafo Pedro Souza – @PedroSouza09: 1 foto 4 gols

Que espetáculo do Galo contra o Fortaleza, numa noite só de gols antológicos

Fotos: @Mineirao

Um jogo inesquecível no Mineirão nesta quarta-feira. Do princípio ao fim o Atlético fez uma partida impecável, num desses dias em que tudo dá certo. Quando o Fortaleza tentativa sair para o ataque era desarmado e sofria contra ataques que originaram gols ou lances de grande perigo.

O primeiro gol ter saído aos 19 minutos de partida foi fundamental para que isso ocorresse. E que golaço: entrou em ação o “Sobrenatural de Almeida”, tão falado por Nélson Rodrigues, no chute impressionante do Arana, de muito longe. Aos 26, Keno cobrou o corner e Réver, de cabeça, fez o segundo. Aos 41 o gol mais bonito da noite, pelo conjunto da obra. Começou na defesa, em alta velocidade, depois um drible do Keno, como há tempos eu não via no futebol brasileiro, o passe para o Zaracho, que cruzou na cabeça do Hulk.

E imaginar que o Fortaleza estava invicto nesta Copa do Brasil.

No primeiro minuto do segundo tempo, outro golaço: Arana cobrou falta pela esquerda, o goleiro “reboteou” no pé do Zaracho, que acertou o chute de longe também, fazendo 4 a 0, por cobertura. A partir daí o time diminuiu o ritmo, administrou o placar e tocou muito a bola, fazendo festa com a torcida.

Agora é manter a tranquilidade, sem achar que já está classificado para a final e voltar com a vaga da capital cearense na próxima semana. Athletico-PR e Flamengo ficaram no 2 x 2 em Curitiba. Quem vencer irá para a final.


Página 1 de 1.22512345...102030...Última »