Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Torcedor River Plate se solidariza com o Atlético, na polêmica com o Boca: “ El problema es Boca. No la Argentina”

Direto de Buenos Aires, para os comentários aqui do blog, Sebastián Gatica, a quem agradeço, escreveu?:

River Plate asegurará que la estadía y permanencia del Galo en Buenos Aires sea confortable y segura. River Plate es una institución honorable y ejemplar en Sud América.
El problema es Boca. No la Argentina. Saludos a nuestros hermanos brasileros.”

Que bom sinal!


Presidente do Boca ameaça abertamente ao Atlético: “terá que voltar a Buenos Aires””

E pelas palavras dele, quer dar troco ainda este ano, quando o Galo retornar à capital argentina para jogar pelas quartas de final.

Essa e outras pesadas declarações de Jorge Ameal estão no jornal Marca, da Espanha, em sua seção dedicada ao futebol argentino:

* “Ameal: “Mineiro tiene que volver al país…””

Jorge Amor Ameal quedó caliente por la eliminación de la Copa Libertadores y en diálogo con ESPN, dejó una curiosa amenaza para el equipo brasileño porque al estar en cuartos de final, el equipo brasileño tendrá rival argentino.

Y en ese contexto, Ameal remarcó: “Mineiro tiene que volver al país (por los cuartos de final). Esperemos que le presten todos los servicios de seguridad…“.

Además, en esa misma línea, Ameal avisó: “Quiero advertirle al resto que tenga cuidado cuando enfrente a Mineiro. Nos anularon goles en los dos. O el problema es Boca y había que sacarlo de la competición o hay que tener cuidado con ellos“.

Para cerrar, el presidente de Boca disparó: “Se le faltó el respeto a nuestra institución. Y todos somos calientes, desde un escritorio todos dicen que es una barbaridad, pero en el momento todos tratan de defenderse”.

https://ar.marca.com/claro/futbol/boca-juniors/2021/07/21/60f888f0268e3eb43c8b467f.html


Mal dentro de campo, pior fora dele; Cruzeiro perde Mateus Barbosa; sede é penhorada para pagar Mano Menezes

Matheus Barbosa, em foto do Bruno Haddad/Cruzeiro

Está muito difícil encontrar notícia positiva do Cruzeiro para postar e abrir conversas aqui no blog. Mas de todas as notícias ruins dessa crise, que parece interminável, a pior se refere à perda de “ativos”. Jogadores jovens, promissores, que poderiam ajudar o time a sair da situação na qual se encontra na tabela e na sequência gerar bons negócios, fazendo entrar grana nos combalidos cofres do clube. Salários atrasados, a necessidade de diminuir despesas, de fugir de ações judiciais e necessidade da entrada de dinheiro, urgente, qualquer quantia, obrigada a diretoria a fazer péssimos acordos, para desapertar um pouco a corda do pescoço. Semana passada foi embora o goleiro Vitor Eudes, 22 anos, de grande valor de mercado. Foi para o Marítimo, de Portugal; saiu em troca de abrir mão dos salários que a Raposa lhe deve. Hoje, outra bomba: Matheus Barbosa, melhor jogador do time, artilheiro da temporada, foi para o Atlético de Goiás.

As manchetes de hoje e ontem relacionadas ao clube:

* Derrota para o Remo faz Cruzeiro ter 47% de chances de queda e só 1% para acesso.
https://t.co/dflaS20q65

* Justiça determina penhora da Campestre II do Cruzeiro em ação de Mano Menezes; auxiliar de Conceiçao processa o clube.

https://ge.globo.com/google/amp/futebol/times/cruzeiro/noticia/justica-determina-penhora-da-campestre-ii-do-cruzeiro-em-acao-de-mano-menezes-auxiliar-de-conceicao-processa-o-clube.ghtml?__twitter_impression=true

* Matheus Barbosa aciona cláusula, acerta com o Atlético-GO e deixa o Cruzeiro de graca.*
https://ge.globo.com/mg/futebol/noticia/matheus-barbosa-aciona-clausula-acerta-com-o-atletico-go-e-deixa-o-cruzeiro-de-graca.ghtml

 

* Em crise, Cruzeiro não paga conta e tem serviço de TV a cabo cortado na Toca I

Na última segunda-feira (19), a Raposa ainda teve o seu site oficial hackeado

https://esporte.ig.com.br/futebol/internacional/2021-07-20/em-crise–cruzeiro-nao-paga-conta-e-tem-servico-de-tv-a-cabo-cortado-na-toca-i.html

 

* Cruzeiro: casa do presidente do Conselho é alvo de ataques

Ação violenta ocorreu na madrugada desta quarta-feira

https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2021/07/21/noticia_cruzeiro,3926334/cruzeiro-casa-do-presidente-do-conselho-e-alvo-de-ataques.shtml


Depois da queda, o coice; Boca Juniors terá que ficar sete dias em quarentena no retorno a Buenos Aires; guardado em hotel

Direto de Londres, o jornalista Sérgio Utsch, correspondente do SBT na Europa, leu essa no jornal espanhol Marca, e mandou via twitter:

@utsch “7 dias de quarentena. Ministério da Saúde da Argentina entende que o time do Boca não respeitou a bolha sanitária e terá que ficar em isolamento”.

* Otro bombazo a Boca: deberá quedar aislado siete días

La pesadilla para Boca Juniors continúa y tras la eliminación y los incidentes en Belo Horizonte, el Ministerio de Salud determinó que el equipo de Miguel Ángel Russo deberá aislarse siete días porque entienden que la burbuja fue reventada desde todos los aspectos.

El Ministerio también determinó que al séptimo día de aislamiento, el cuerpo médico de Boca deberá testear a todo la delegación para determinar si hubo algún contagio o no.

Además, Boca podrá seguir entrenando y concentrando pero siempre respetando la burbuja. No obstante, los futbolistas que estuvieron en Brasil no podrán jugar la doble fecha contra Banfield San Lorenzo, por lo que Boca tendrá que presentar un equipo prácticamente lleno de juveniles.

Por parte de la organización del torneo, no se cedió al pedido de Boca de postergar los partidos y tendrá que armar un once con lo que queda en las inferiores.

https://ar.marca.com/claro/futbol/boca-juniors/2021/07/21/60f88088268e3e0d458b45f2.html


De quase vilão a responsável pela classificação do Atlético. Noite foi de Everson contra o Boca

@Atletico

O goleiro não fazia uma boa partida e aos 17 minutos quase comprometeu o Galo ao soltar bola nos pés de Weigandt, que fez o gol. Mas, o VAR anulou, sob o pretexto de que o atacante estava alguns centímetros à frente. Dessa vez, “santo VAR” para o Everson, que seria execrado e para o time todo.

O gramado molhado foi um problemão, desde o início do jogo, quando Nacho e Zaracho andaram escorregando. Na cobrança dos pênaltis, Hyoran sentiu na pele o drama, escorregou e caiu na hora de bater. Mas Everson tem os macetes para incomodar os batedores adversários e os usou bem. Defendeu dois, viu um sendo batido por cima do gol e ainda marcou o seu, escalado que foi para as cobranças pelo Cuca. Se tornou o herói do jogo ao salvar o time e em especial ao Hulk, que raramente erra pênaltis, mas dessa vez errou, chutando no poste esquerdo. Era o primeiro da série pelo Atlético, que poderia ter tudo a perder. Que bom que o Everson estava em noite inspirada. Hulk não merecia ficar marcado como alguém que erra cobrança de pênalti em momento decisivo.

O time não criou tantas oportunidades  e na primeira bem clara, na cara do goleiro, Zaracho desperdiçou. Na cara do goleiro. O time só atacava pelo lado direito, já que Dodô foi muito mal na esquerda, principalmente ao tentar apoiar.

Depois do jogo o pau cantou nos corredores e vestiários do Mineirão. O Boca Juniors queria descontar de alguma forma. A PM agiu bem e tudo resolvido.

Agora é aguardar River Plate ou Argentino Jrs., que definem a vaga entre eles. No Monumental foi 0 x 0.


Com derrota para o Remo e resultado positivo do Vitória, Cruzeiro é o primeiro da zona da degola

Com oS mesmos 11 pontos do Brasil de Pelotas, porém menos gols marcados, o Cruzeiro é o 17º colocado da Série B e terá outra parada dura na próxima rodada, sábado, às 16 horas, em Goiânia, contra o Vila Nova. O Confiança, com 10, Ponte Preta e Londrina, nove, são os outros integrantes da zona do rebaixamento.

O Remo melhorou depois que o ex-técnico cruzeirense, Felipe Conceição, assumiu o time, tirando-o do grupo dos que estariam rebaixados, caso o campeonato terminasse hoje.

Guilherme Piu, do Uol, comentou: @guilhermepiu “Vitória vence a Ponte Preta e empurra o Cruzeiro para a zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Sete partidas consecutivas sem vitória do time comandado por Mozart, quatro empates e três derrotas.”

Edu Panzi. Da Itatiaia, comentou @edupanzi “Quando eu bato na tecla de que no Cruzeiro o campo é o reflexo do extra-campo, assim como a atual gestão já trocou de treinador 5 vezes e de diretor outras 4, Mozart utilizou 22 atletas nos últimos dois jogos. A convicção que não existe fora de campo, também passa longe dentro…

Mozart faz no Cruzeiro tudo o q fazia em outros clubes. Quem contratou certamente conhecia o trabalho. Hj começou o jogo com outras 5 mudanças. Foram 20 jogadores utilizados nos últimos 2 jogos… 2 times! Sabe quando vai ter padrão, conjunto assim? Nunca. Clube e time bagunçados.”


Chegou o momento de mostrar quem tem mais time e controle emocional

twitter.com/Atletico

A partir das oitavas de final a Libertadores apresenta uma final a cada confronto, em jogos de ida e volta. Não há nenhuma outra oportunidade para o perdedor depois do segundo jogo, como o desta noite, no Mineirão. É quando a margem de erro de treinadores e jogadores é a mínima possível, em todos os aspectos. A escalação e substituições certas, nos momentos certos, o acerto de passes, o sangue frio para suportar provocações, a sapiência para provocar e obter efeito, sem abusar, o chute certeiro, a atenção à arbitragem e até os gandulas, na reposição da bola, com a devida urgência ou morosidade, dependendo da situação.

Normalmente são jogos de nervos à flor da pele, em que a bola “queima no pé” e os melhores jogadores, no “conjunto da obra”, se sobressaem. Individualmente vejo o Atlético com melhores jogadores, em condições de decidir na base da genialidade de um Nacho, velocidade e astúcia de um Zaracho ou na força do Hulk.

Prefiro confiar nas opções técnicas e táticas do Cuca, acreditar que o time fará uma grande partida, que os jogadores estejam inspirados. Que o Galo marque pelo menos um gol e não sofra nenhum, para seguir adiante na competição. O resto é perfumaria e muita cabeça cozida nessa história de foguete em hotel do adversário.

Os prováveis times:

Atlético: Everson, Mariano, Réver (Nathan Silva), Junior Alonso e Dodô; Allan, Tchê Tchê, Zaracho e Nacho Fernández; Savarino e Hulk.

twitter.com/Atletico

Boca: Rossi, Weigandt, Izquierdoz, Rojo e Sández; Rolón, Medina e González; Villa, Pavón e Briasco

twitter.com/BocaJrsOficial

Técnico: Miguel Ángel Russo

O árbitro é o mesmo da final da Copa América, o uruguaio Esteban Daniel Ostojich. O VAR será comandado pelo chilenoJulio Bascuñán.


Foguetório em hotel, normalmente motiva os visitantes, principalmente argentinos. Que o Atlético não seja vítima do próprio veneno

Nesta noite, a polícia prendeu mais de 20 que insistiram em soltar foguetes nas imediações e no próprio hotel Ouro Minas, onde está a delegação do Boca Juniors 

Na madrugada do dia 15 de julho de 2009 um foguetório infernal atormentou durante mais de uma hora o hotel e a vizinhança de onde estava hospedada a delegação do Estudiantes de La Plata. Com proteção acústica, os jogadores argentinos pouco ou nada foram incomodados em seu sono, porém, tomaram conhecimento da provocação brasileira. É o clima de Libertadores da América, a que eles tanto estão acostumados, até muito mais do que nós ao longo da história. É o ambiente que eles mais gostam, que mais os motiva.

À tarde, Zezé Perrela dava entrevistas falando dos planos de viagem para Abu Dhabi, onde o Cruzeiro “decidiria” o Mundial de Clubes, contra o Barcelona, que no dia 27 de maio vencera o Manchester United por 2 a 0 e conquistara a Champions League.

À noite, Henrique abriu o placar para o Cruzeiro, aos seis do segundo tempo. O jogo de ida em La Plata foi 0 x 0 e a conquista do título ia se confirmando.

Mas, comandados pelo veterano Verón, os jogadores do Estudiantes não se abalaram, continuaram tocando a bola e aos 12 minutos, Fernandez, empatou. Aos 27, Verón (que tinha dado uma cotovelada no Ramirez e intimidado o cérebro do time do Cruzeiro), cruzou na cabeça de Bosselli, que fez 2 a 1, garantindo o quarto título continental ao Estudiantes, em pleno “Gigante da Pampulha”.

Concordo com o atleticano Raws Miranda, tradicional comentarista aqui do blog, que escreveu, hoje:

“. . . Nunca concordei e não concordarei com esse tipo de atitude. Eu que moro numa distância de 2 km, acordei de hora em hora, imagina quem mora próximo?
Esse tipo de atitude pode mexer com os brios do adversário e sem falar que passando por ele nosso time poderá voltar na Argentina.
Outro fato é antipatia que pessoas neutras acabam pegando pela marca Atlético. Fico imaginando pessoas com recém nascidos ou doentes em casa, é muita falta de respeito”.

Falou e disse!


Radialistas perdem emprego por uso de expressões racistas durante transmissão de Goiás x Londrina

Celsinho (esquerda),  Vinícius Silva e Romes Xavier em foto/montagem do diariodocentrodomundo.com.br

Foi sábado, em Goiânia, jogo ruim, zero a zero no placar. Mas o locutor Romes Xavier e o comentarista Vinícius Silva, da Radio Band local, quiseram fazer piada com assunto sério e se deram mal. Apesar da falta de graça, a “gracinha” ia normal até o momento em que um deles chamou o cabelo do Celsinho, do Londrina, de “imundo”. Opa! O que os levaram a achar que o cabelo do jogador era “imundo”? Dormiram ou acordaram com ele? Claro que foi pela aparência e aí, danou. Racismo, preconceito, discriminação.

Em princípio cheguei a pensar que uma advertência dura ou até uma suspensão, além do pedido de desculpas, seriam punições satisfatórias, porém, os tempos mudaram. Conversando com o amigo Renato Alves, jornalista de prestígio em Brasília, que me enviou a notícia, ele lembrou bem: “O problema é que em tempos de redes sociais a pressão é muito forte. Se a rádio espera, perde todos os patrocinadores. Por isso, todos os comunicadores devem redobrar a atenção, o cuidado com o que falam. Já houve muitos exemplos para aprenderem.”

Concordei plenamente com o Renato. Poucos minutos depois da nossa conversa dei uma olhada na internet para ver a repercussão do assunto. De cara, essa manchete: “Comentaristas racistas chamam cabelo black de jogador negro de ‘imundo’; veja vídeo”

Vi o vídeo e aí dei mais razão ainda ao Renato. Os senhores da rádio pegaram pesado demais, foram muito infelizes. Não dá para contemporizar com agressões racistas.

https://www.hypeness.com.br/2021/07/comentaristas-racistas-chamam-cabelo-black-de-jogador-negro-de-imundo-veja-video/

A notícia completa no site da CNN Brasil:

* “Radialistas são demitidos após comentários racistas sobre cabelo de jogador”

‘Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desses bonito’, disse o comentarista na transmissão

Radialistas que teceram comentários racistas contra jogador Celsinho Foto: Reprodução

Dois radialistas foram demitidos da Rádio Bandeirantes de Goiânia por tecerem comentários racistas a respeito do meia Celsinho, do Londrina, em transmissão da partida contra o Goiás no sábado (17).

Após o jogador cair em campo, o narrador Romes Xavier comenta: “Tomou uma pancada no tornozelo, tá levantando, mas o cabelo dele deve pesar demais, né, Vinícius?”.

Em resposta, o comentarista Vinícius Silva afirma que o cabelo de Celsinho “parece mais uma bandeira de feijão” do que um cabelo. “Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desses bonito”, complementa. A transmissão reproduz então o som de risadas. O Londrina posicionou-se sobre o caso ainda no sábado com uma nota de repúdio entitulada “racismo não!“:

“É inadmissível e lamentável, veemente, que tais comunicadores, formadores de opinião, propaguem atos de racismo! Em verdade, o racismo é inadmissível em qualquer situação, lugar, fala e deve ser lutado diariamente, por todos!”, diz trecho da nota emitida pelo clube, que também afirmou que tomará medidas legais sobre o caso.

No domingo (18), a Rádio Bandeirantes anunciou que o narrador e o comentarista tiveram o contrato rescindido. “A transmissão do jogo Goiás x Londrina foi realizada pela Equipe Feras do Esporte, que trabalha em regime de parceria com a Rádio Bandeirantes Goiânia”, diz o texto após afirmar que as expressões não refletem “sob nenhuma hipótese” a opinião da empresa.

“É nosso dever, enquanto veículo propagador da informação, trabalhar para que atos preconceituosos sejam cada vez mais banidos da sociedade, e possamos contribuir para a construção de uma sociedade justa para todos”, complementou a Bandeirantes.

Após a repercussão do caso, o narrador Romes Xavier publicou um pedido de desculpas nas redes e afirmou que foram “colocações erradas que jamais deveriam ter sido ditas”, escreveu pouco antes do anúncio que estava demitido.

Já Vinícius Silva afirmou que demonstrou “todo arrependimento pelo comentário infeliz referente ao atleta Celsinho”, escreveu também nas redes. Ele afirma que ligou para o jogador para desculpar-se.

Outros clubes de futebol também emitiram notas sobre o caso. O Vasco da Gama afirmou que “racismo é crime e não deve ser tolerado”, enquanto o Corinthians solidarizou-se com Celsinho.

https://www.cnnbrasil.com.br/esporte/2021/07/19/radialistas-sao-demitidos-apos-comentarios-racistas-sobre-cabelo-de-jogador


Empate já seria ruim, a derrota, era tudo o que não poderia acontecer ao América esta noite

Fotos: twitter.com/sportrecife

E não deu outra: o Sport venceu por 1 a 0, gol do Paulinho Moccelin, aos 40 minutos do segundo tempo. O time pernambucano saiu da zona de rebaixamento e jogou o Coelho lá, com nove pontos, 17ª posição, à frente do Cuiabá, também nove; Grêmio seis e Chapecoense, quatro.

E as próximas paradas serão muito duras: Grêmio, sábado, em Porto Alegre; Atlético Goianiense, em Goiânia e o Fluminense no Independência.

Gesto marcante no gramado do Independência nesta segunda-feira: como forma de mostrar união do grupo que sobrou, jogadores, Comissão Técnica e dirigentes do Sport se abraçaram no gramado após a vitória sobre o América.

Com salários atrasados, jogadores como Thiago Neves e Patric, abandonaram o barco, levando  clube à justiça,  enquanto os jogadores que ficaram prometem tirar o Leão dessa crise.


Página 2 de 1.20912345...102030...Última »