Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

No calor do Independência prevaleceu a melhor pontaria do Cruzeiro

Washington Alves/FMF

Apesar do calorão danado os jogadores dos dois times correram muito. Mas o jogo foi morno. O primeiro tempo, muito amarrado. Os treinadores entraram com o mesmo objetivo:  explorar os contra ataques, arriscando pouco. As defesas prevaleceram, ambas sem falhas. Lances reais de perigo foram nas faltas batidas pelo Otero, defendida com o pé pelo Fábio, e Robinho, que pegou no travessão. A tendência é que o segundo tempo fosse no mesmo ritmo, mas o gol do Raniel aos três minutos obrigou o Atlético a buscar mais o ataque. Um minuto antes Ricardo Oliveira perdeu uma boa oportunidade, dentro da área, chutando pra fora. Logo em seguida ao gol do Raniel, Victor achou Erik em ótima posição, cara a cara com o Fábio, mas o goleiro fez muito boa defesa.  Aos seis minutos o lateral Edilson foi expulso. Mano Menezes tirou Raniel para recompor a defesa com Lucas Romero. Thiago Larghi apostou nas entradas de Cazares, Tomás Andrade e Luan, nos lugares de Roger Guedes, Erik e Patric.

Cansado, Thiago Neves deu lugar a Arrascaeta, e aos 46 Mancuello entrou no lugar do Robinho, para garantir o 1 a 0. Um minutos depois de Leonardo Silva acertar uma cabeçada no travessão do Fábio.


Deixe uma resposta para Thales rosa Cancelar resposta

Comentários:
146
  • tedhampton disse:

    Muito obrigado !!!

  • Antonio da Silva disse:

    Todo torcedor reclama. Semana passada teve cruzeirengo aqui reclamando de Corinthians x crucru ano passado, da não marcação de um penal no Ábila. Reclamam muito do penal marcado sobre o Ronaldinho Fenômeno, aquele que disse que passou fome na toca.
    Agora nós temos que ficar aturando, título por fax, título inexistente(tríplice), recorde forjado, era Mineirão, era cru cru, era ipiranga, era palestra, as últimas 100 partidas, etc. Pelo amor de Deus gente, aqui ou na China todo torcedor é igual, só os atleticanos são “isso e aquilo”. O que tem que ser dito: não assistimos jogos azulinos, não frequentamos blogs de azulados e tudo que zoamos, são da internet mesmo.

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      Caro Antônio da Silva,

      Vc pode até tá falando por vc. E sua opinião deve ser respeitada.
      Mas o que a gente vê muito por aqui e em Blog de Cruzeirense, como era o extinto do Melane e o atual do Pedro Henrique lá no site do Super Esportes, não condiz muito com o que vc falou não.
      De qualquer forma eu reitero, se é a sua opinião, tem que ser respeitada.

      Abraços

      • Victor Maia disse:

        Clayton, no Blog do Melane era praticamente um, o Alex. Mas concordo com o Antonio, são raros. Já seus colegas, principalmente nas derrotas do Galo, infestam. Veja aqui, 132 posts, a maioria do seu time. Abraços!

        • jorgemoreira disse:

          Concordo com voçê Parabens pela observação mas fazer o que né

        • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

          Caro Victor Maia,

          Mas vc há de concordar comigo, que num post como este, pós clássico, com algumas polêmicas, e com vitória do Cruzeiro que não vencia seu time já tinha 04 jogos, seria natural que os Cruzeirenses se manifestassem um pouco mais. Fosse pra comemorar ou zoar.
          Mas também respeito a sua opinião, porque tudo depende do ângulo que a gente vê. E nós Torcedores temos sempre uma tendência a enxergar as coisas da forma que melhor nos favorece. Me incluo nisso aí.

          Abraços

    • Pedro Vitor disse:

      Onde assina

    • DUDU GALOMAIO BH disse:

      Muito bem posto, Antônio. Matou a pau nessa!

  • Horacio V Duarte disse:

    O que nos temos que entender é que o time tem que superar os adversários e as arbitragens. Tem que jogar para isto, sempre foi assim. Já vi de tudo em termos de arbitragem robalheira, ao vivo e a cores sem máscara, descarada mesmo, as dissimuladas com farta distribuição de cartão amarelo para a defesa no início dos jogos, o habitual 3º cartão antes dos jogos com os queridinhos das torcidas ibope(preparem-se flamengo e corintias não estão jogando nada). Isto acontece já tem tempo, nunca entendi porque os clubes nunca tomaram nenhuma medida e continuam aceitando. Deixam nas mãos da cbf e federações sempre com estes resultados, tem que profissionalizar e ter direito de vetar arbitro se for muito mal. Pelo menos as agressões covardes pelas costas deveriam ser punidas mesmo sem súmula. Não dou moral para isto.
    Voltando ao futebol, não existe esta história de 40 minutos jogando com 10 e não ganhar, não é argumento. Depende de como se joga, o cruzeiro ganhando de 1 a 0, depois chamuscada do jogo com o Racing, que jogou de igual para ‘igual’, se fechou em duas linhas de 4 com farta distribuição de pancadas, só saiu da defesa quando o jogo terminou. Por exemplo, porque não falaram que o time do cruzeiro estava desfalcado? Na hora do gol eu lamentei a falha do meio e senti, lamentei mesmo, a ausência de conão, o bárbaro, fez falta, naquele calorão então!

  • Helio Antonio Corrêa disse:

    CLAYTINHO
    Falei sobre isto ontem, dando pitaco na postagem do PAULO F.
    E realmente esta sindrome é velha, esta ladainha é antiga,
    Vc. ja observou que o adversário nunca ganha porque reuniu méritos?
    Foi sempre o juiz que roubou. e assim segue o jogo, e todos ainda compram esta ideia e por isso são sempre coitadinhos. oh dó.!!!
    Os títulos dos adversarios são sempre visto como menores, mas os deles são enaltecidos até no hino, mesmo que ninguem tenha vista a taça.
    Mas isto não irá mudar, e é até bom que não mude mesmo, pois é assim que gostamos de vê-los, sempre na ilusão que são maiores do que realmente são.
    Claytinho, parabens pela aposta ganha, tomara que tenha bbom gosto na escolha do premio (ha uma nova camisa sem patrocinio, realmente muito bonita)

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      Caro Helio Antônio Corrêa,

      Como salientei lá no meu comentário, esta é sim uma impressão que eu tenho e minha opinião.
      Mas realmente não podemos generalizar.
      Quanto a camisa oficial do nosso Cruzeirão, que o Clauber vai me presentear, eu vou sim tentar essa sem o patrocínio. Mas como ela começa a ser vendida nesta quarta-feira e eu só vou encontrar com o Clauber lá na Loja do Cruzeiro no sábado, tô com receio de não encontrar dela mais.

      Abraços

    • Renato César disse:

      Quem é que fica desmerecendo feitos de adversário mesmo? Conmebol não vale nada, 9×2 ninguém viu, “Campeão do Gelo” não existe o que existe é “Tríplice Coroa”, etc, etc, etc…

      E, lamento informar, mas tem mudado sim. A minoria hoje atribui derrotas a erros de arbitragem. Torcedor em geral tem cobrado mais do próprio time. Às vezes, de maneira até exagerada, pegando no pé de determinados jogadores.

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Renato César,

        Da minha parte você não verá aqui zoação sobre o Bi de vcs, até porque se eu considero o Bi da Super Copa da Libertadores do Cruzeiro, eu tenho que considerar e reconhecer o Bi da Conmebol do Atlético Mineiro. Por mais que como Cruzeirense, a gente zoe que a Conmebol daquela época era considerada tipo uma segunda divisão da América Latina.
        Sobre os 9 x 2 eu realmente não vi, meu saudoso pai também não e talvez meu avô tenha visto. Mas se realmente existiu, tenho que reconhecer. Só brinco que, até a sapecada dos 6 x 1 em 2011, quando vcs tiveram a chance de nos jogar pra segundona, nenhum, absolutamente nenhum Atleticano salientava tal feito.
        Quanto ao Campeonato do Gelo, bom esse aí tenho que confessar que até eu rio mesmo… rs

        Abraços

        • DUDU GALOMAIO BH disse:

          Caro Clayton, permita-me salientar que esse papinho de “Copa Conmebol era a segunda divisão da América Latina” não passa de gozação de cruzeirense que não entende bolhufas de futebol. Não combina com seu apreço pelo futebol rsrs.
          Basta aos menos preguiçosos pesquisarem e verem que 80% dos times que disputavam a Copa Conmebol eram os mesmos que disputavam a Libertadores, logo, jamais poderia ser considerada “segunda divisão da Libertadores”. Não há a mínima lógica nisso.
          Inclusive estou lembrado de você dizer que a Copa Conmebol, onde só entrava até o quarto colocado era inferior a atual Sulamericana, onde até O DÉCIMO QUARTO tem vaga as vezes. Creio nem ser necessário comentar isso rsrs.
          Para os mal informados, a Copa Conmebol era considerada a segunda competição em importância no calendário da CONMEBOL, haja visto que a SuperCopa dos Campeões era considerada um torneio festivo, não havendo índice técnico de classificação. A competição (Copa Conmebol) foi boicotada por patrocinadores que que queriam favorecer equipes tradicionais que estavam em decadência técnica e por vezes não conseguiam classificação (Boca Jrs entre outros) onde então foi criada a Copa Mercosul, também sem índice técnico de classificação, prevalecendo a presença de “times convidados”, cujos patrocinadores indicavam os convites. Diante disso a última edição em 1999 se viu totalmente desvalorizada (por politicagem) e enfraquecida tecnicamente, sendo extinta nesse mesmo período.

          • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

            Caro Dudu Galomaio,

            Estranho… Te respondi sobre essa sua colocação acima, mas infelizmente não sei por qual motivo, não foi publicado.
            Eu falava basicamente sobre cada um de nós puxarmos a sardinha sempre pra nossa brasa. Explicava o porquê de considerarmos na época a Conmebol como uma espécie de segunda divisão da América Latina, que a mesma só passou a ter mais importância de fato após mudar para Copa Sul Americana, mas isso tudo, claro, falando com a sardinha na minha brasa… rs E falava sobre o critério pra participação na Super Copa da Libertadores, que era do time já ter sido pelo menos uma vez Campeão da Libertadores.

            Abraços

      • Helio Antonio Corrêa disse:

        RENATO CÉSAR.
        Vc. nobre amigo, pensa assim.
        Mas a grande maioria, ainda tem o ranço ou sindrome da perseguição.
        Eu na verdade, ainda não vi isto que você está falando ser maioria nao. tenho visto sim, os mais lúcidos , mas no todo, no geral, ainda permanece com aquele modo de pensar dos anos 70/80.
        Sempre que o seu time perde um grande jogo, ou uma classificação, nunca, eu disse nunca, é porque o adversário foi melhor.
        Quer um exemplo clássico disso que estou dizendo.?
        Conte neste espaço que estamos hoje e veja quantos estão dizendo que o time azul foi melhor?
        Observe se ha muitos de vocês dizendo que o seu time jogou com um a mais quase todo segundo tempo e quase nada produziu? e verá que o que vc. está dizendo, é para muito poucos.

        É muito bom, trocar figurinha com vc. nao ha agressão ,muito pelo contrário ha educação, portanto, vamos continuar este debate ok.?

        • Antonio da Silva disse:

          Vocês perderam de 4 e disseram que o placar foi mentiroso. Todos nós somos iguais. O Galo é sim um dos clubes mais perseguidos. Só nós atleticanos sentimos na pele. Como já foi dito aqui, houve erros, o que não influiu no placar, seu time ganhou no detalhe e o jogo foi igual, inclusive o Galo teve chances mais claras.

          • Helio Antonio Corrêa disse:

            ANTONIO SILVA
            Acabou de confirmar o que todos nós estamos dizendo.
            ”o galo sim é um dos clubes mais perseguidos”
            Isto caro Antonio eu ouço desde dos anos 70. essa lenga lenga nao acaba nunca.
            Eu acho até , que os pais passam essa cantilena para os filhos , pois o torcedor até se renova, mas a ladainha é a mesma.
            Vcs. são de um clube único, perdem um título onde é infinitamente superior ao advservário, invicto, 10 pontos a mais que o oponente, aí como não pode falar do juiz,porque deve ter ido muito bem,culpam o tribunal, Ja notou? vcs, são assim, sempre culpando algum por algo não alcançado
            Ja observou que os seus adversários nunca reúne mérito?
            Todo torcedor reclama., é verdade, mas o único que faz disso profissão de fé, é vocês.
            Observe, todos os titulos não ganho , vocês tem sempre uma desculpa e isto não vai mudar, faz parte do DNA chorao de vcs. simples assim.
            Vcs. perderam um jogo de 6, isto quer dizer que o adversário foi muito melhor, o que foi dito pelo seu presidente? OS JOGADORES BORRARAM.
            Mas não foi capaz de dizer que o adversario foi melhor, assim é vocês.

  • Bernardo Montalvão disse:

    Pelo time das galáxias que os CruCrus vem traçando, eu pensei que ganhariam de goleada, já que o Galo é um time em formação. Ganharam com a ajudinha do árbitro e num detalhe, falha da defesa do Galo. O Galo teve bem mais oportunidades de gol, o CruCru apenas teve mais posse de bola. Esses CruCrus são comédias mesmo, Vide Libertadores!

  • Carlos Almeida disse:

    O Cruzeiro foi um time mais consciente e claro, mais bem treinado para ganhar a partida.
    Valorizou mais a partida pq sabia que se perdesse dps do mal resultado na Argentina, surgiria a pressão.

    Infelizmente o Atlético não soube usar os ingredientes que o adversário forneceu antes do jogo, as declarações e provocações.
    Em outros tempos tornaria a vitória do rival quase impossível.

    O Larghi não soube trabalhar isso, usar a favor.
    Falta-lhe além da experiência, a maldade necessária no futebol.

    Tbm não soube armar e tampouco modificar durante a partida.
    Mas é o menos culpado.

    Se o clube não contratar o ano será difícil, mais do que imaginamos.

    Pq o Patric é o Patric de sempre e o Leo Silva não é mais o aquele Leo Silva.
    Urge tbm a necessidade de um meia de contenção, marcador nato, pra jogar ao lado do Adílson.

    Infelizmente a mística do Horto morreu com os brilhantes times de 2012 – 2014.
    Em 2015 no vice Brasileiro ainda vingava.

    Mas dps da gestão do presidente da sogra…

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Na minha opinião, de quem tá de fora e pode até estar com uma visão contaminada pela rivalidade, o problema histórico da maioria dos Atleticanos, é a síndrome de coitadinhos sempre. Não há quase nunca um reconhecimento ao adversário do outro lado. E não estou me referindo somente ao Cruzeiro não. Estou falando de um modo geral. Todo adversário que supera o Atlético Mineiro, de alguma forma foi beneficiado. A arbitragem é contra o Atlético Mineiro. A CBF é contra o Atlético Mineiro. A humanidade é contra o Atlético Mineiro. Mas esses mesmos Torcedores que geralmente pensam assim e externam esses pensamentos, geralmente são os mesmos que se referem aos adversários sempre de forma depreciativa ou pejorativa. Cruzeiro é “cru cru”… Corinthians é “curintia”… Botafogo é “bostafogo”… Flamengo é “flamerda”… Fluminense é “florminenC”… E por aí vai… Não respeitam seus adversários, mas adoram pregar o discurso de respeito e humildade. Me engana que eu gosto… rs
    Brincadeiras, zoações e provocações aos adversários, fazem parte. Mas um reconhecimento à supremacia de algum adversário, também deveria fazer parte. E historicamente a gente não observa essa postura pela maioria da Torcida Atleticana.
    O Cruzeiro perdeu o Tri da Libertadores para o Estudiantes em pleno Mineirão, perdeu a Copa do Brasil para o próprio Atlético Mineiro, a Torcida do Cruzeiro sofreu, chorou, passou raiva, mas teve que reconhecer que o adversário foi melhor e merecedor. E a vida seguiu. Não ficamos e nem vamos ficar o resto da vida remoendo, falando coisas do tipo: “Ah se o juiz desse aquele pênalti”… “Ah se aquele gol não tivesse sido anulado”… “Ah se jogador tal não tivesse sido expulso”… Blá…Blá…Blá…
    Nem o absurdo Nacional que foi o Título do Brasileiro que a arbitragem nos tirou em 1974, a gente não vê corriqueiramente os Torcedores Cruzeirenses falando nisso. Os mais novos então talvez nem saibam disso. Já do lado Atleticano parece que os novos Torcedores já crescem com aquela visão: “Nosso time é maravilhoso, nós é que somos injustiçados e sempre roubados”…
    E isso inconscientemente faz com que esse tipo de Torcedor cobre menos do seu próprio time e se acomode em ser sempre o coitadinho da história.
    Se até na nossa área profissional, se quisermos alcançar êxito não podemos subestimar ou muito menos desrespeitar nosso concorrente, numa competição de alta performance como o futebol, não pode ser diferente.
    Deixando claro que não estou generalizando. Aqui mesmo no Blog temos alguns Atleticanos que não se enquadram nesse perfil e que essa é apenas e tão somente a minha impressão e opinião. Longe de querer impor como verdade absoluta.

    • Alisson Sol disse:

      Clayton,

      O que você escreveu sobre atleticano ser “reclamão” e jamais reconhecer o mérito do adversário é uma “percepção universal”. Não precisa se “desculpar” com as exceções à regra. É o mesmo que todo mundo que já disse que “Político é ladrão” ter de ficar se desculpando na única vez em que vai ao enterro de um político honesto (porque, antes do enterro, é difícil saber se ainda não está apenas esperando a oportunidade!).

      Isto é um ciclo vicioso facilmente explicável: a falta de títulos regulares. Não há nenhum defeito ou diferença em relação à torcida do Atlético-MG. Todo time que fica mais vários anos seguidos sem títulos marcantes cria a “explicação mística”. É o juiz. É a falta de sorte. É o fato de que isto prova que a torcida é mais “Fiel”. Ironicamente, quando começei a acompanhar futebol, o Corinthians era assim. Há até um ranking dos times grandes que ficaram mais tempo sem títulos no Brasil (link). E olha que isto inclui jejum nos “campeonatos rurais”. É praticamente um “ranking de reclamões. E olha que o Atlético-MG está lá no final…

      Fique feliz por conhecer apenas atleticanos aí de Minas. Se você conhecesse um torcedor do Atlético de Madrid, aí veria o que é realmente um atleticano que não pára de falar sobre “teorias da conspiração“. Mas, para quem acompanha o futebol, isto “faz parte”. Só temos é que manter isto como uma “parte pequena” do esporte, evitando os absurdos como vi notícias neste final-de-semana, em que gente longe do estádio se envolveu em brigas. Deixemos a rivalidade dentro do esporte, sem levar para a vida real.

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Alisson Sol,

        Entendi sua colocação. Mas eu realmente peço desculpas por externar esta minha opinião aqui, em respeito aos Atleticanos que respeito aqui do Blog, pra não acharem que comentei isso simplesmente por uma provocação banal.
        Até porque, vc que é um dos mais antigos frequentadores aqui do Blog, sabe muito bem como alguns ficam melindrados fácil… rs

        Abraços

    • Julio Avila (Mariana) disse:

      Sensacional,Claytinho!!! disse tudo!!! a verdade dói mais precisa ser dita né?!!!
      Exercício de memória: Qual clássico o Atlético perdeu que a culpa não foi do juiz? O único foi o 6×1 e a surra foi tamanha que não dava pra terceirizar a culpa para a arbitragem aí inventaram que o Kalil vendeu o jogo.

      • Helio Antonio Corrêa disse:

        JULIO
        Quando perderam de 6 para o Corinthians, o presidente disse que os jogadores borraram, mas foi incapaz de dizer que o adversário foi melhor.
        Quer dizer; nao foi o Corinthians que ganhou foi o CAM que perdeu , entendeu como funciona a cabeça da maioria dos torcedores alvi negro? é sempre com a mesma choradeira

        • jorgemoreira disse:

          Calma Helio, calma um chazinho de camomila as vezes vai bem, fiquei assustado dom um cometário seu logo acima, diferenças existem e voçê bem sabe , quanto as pilhas que alguns colocam desnescessariamente, elas por vezes incitam os cabeças cozidas(com a permissão do Chico Maia) muitas pessoas aproveitam algumas brincadeiras e transformam em violencia, Calma Hélio, calma

          • Helio Antonio Corrêa disse:

            AMIGAO JORGE.
            Caro amigo, onde foi que eu exagerei.?
            Me diga depressa para eu rever. (quero ler demoradamente e se realmente estive acima do tom, quero ser o primeiro a lhe pedir desculpas) por favor, me diga onde foi o exagero ok?
            Tô no aguardo caro amigo.

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Júlio Avila,

        Bem lembrado… rs
        Como no 6 x 1 faltou repertório pra desculpa, aí alguns preferiram criar algumas teorias que os consolassem, pelo menos da boca pra fora… rs

        Abraços

        • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

          hahahahaaha….

          Engraçado como o bom senso de alguns e ponderação, batem assim do nada né ?? rs

          Só observo… E claro, rio… rsrs

        • DUDU GALOMAIO BH disse:

          Clayton, não foi você mesmo quem me contou, bem antes quando o cruzeiro estava com a corda no pescoço, que ficou sabendo na sede campestre do cruzeiro que os últimos jogos estavam comprados?
          Refresque minha memória por favor… rs

          • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

            Caro Dudu fedazunha Galomaio,

            Vc sabe que minha palavra é uma só e que sustento o que eu falo.
            E lembro sim que naquele ano, nas nossas conversas de MSN ( Estamos ficando velhos… rs ), onde rolava até aquele “intercâmbio de amigas” ( rsrs ), que conversávamos sobre o Blog, sobre o futebol e eu te falava que tava desesperado com o meu time, com muito receio dele sujar sua história com a segundona, eu te contei sim, que em uma das minhas resenhas dentro da Sede Campestre do Cruzeiro, eu ouvi um colega de pelada falar que os Cruzeirenses poderiam ficar tranquilos que o Perrela já tinha conversado e combinado alguns resultados. Se isto era verdade ou não, eu nunca vou saber. Mas fato é que em dois jogos próximos que o Cruzeiro teve, Internacional e Atlético Goianiense se não me engano, ele conseguiu pontos preciosos. Mas que ainda assim seriam insuficientes, caso o Atlético Mineiro fizesse o que seus Torcedores ficaram se gabando e zoando a semana inteira, que era vencer o Cruzeiro e sacramentar nossa queda. Mas o resultado final todos sabemos e nem vale remoer a ferida ainda mais agora… rs
            E se o que eu te repeti agora, sustentando a minha palavra, não for condizente com o que te falei em 2011, por favor, me corrija se eu estiver errado.

            Abraços

    • Juca da Floresta disse:

      Claytinho, quando você redigir uma obra prima dessas deixe um espaço para quem quiser assinar junto. Eu Assino embaixo.

    • Renato César disse:

      Ainda bem que concluiu dizendo: “é apenas e tão somente a minha impressão e opinião. Longe de querer impor como verdade absoluta.”

      Se buscar os comentários dos últimos tempos, poderá observar que a maioria mesmo dos atleticanos parou de comentar arbitragem. E não foram poucos os erros neste período. Só não deixamos de comentar quando são aqueles lances que indiscutivelmente decidiram a partida. No caso do último clássico mesmo, foram inúmeros erros, mas um ou outro aqui que comentou transferindo responsabilidade. A maioria apenas disse ter sido uma péssima arbitragem (que penso ser a opinião de torcedores dos dois lados).

      Mas este choro faz parte sim de todas as torcidas. A torcida do seu time tem perfil mais jovem, porque cresceu mais recentemente (em se tratando de história secular do futebol), por isto, pouca gente se lembra de como se deram as coisas em 1974 (proporcionalmente, quase que a torcida do Galo sabe mais do que a do seu time).

      E se a gente buscar os comentários nas redes sociais, a “quarta-feira do Goulart” não foi aceita como superioridade do Galo não. Pode fazer uma pesquisa aí e verá que a maioria absoluta colocou como tendo sido um jogo sem importância e com o time cansado, priorizando o Campeonato Brasileiro. Isto, mesmo tendo sido um “vareio de bola”, jogo para placar moral para superar os 9×2.

      Nossa torcida tem mudado. Não deixamos de ver estes erros que acontecem. Mas estamos deixando as providências mais para a diretoria. Estamos cobrando mais dos erros do próprio time, aqueles que dizem respeito somente a nós mesmos.

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Renato César,

        Por isso mesmo concluí daquela forma. Deixando claro que é apenas um ponto de vista meu.
        Choro e lamentação de Torcedores, fazem parte sim. O que a gente observa é como alguns lidam com isso e se essas reclamações vão se perpetuando. E tô falando de um modo geral.

        Abraços

      • DUDU GALOMAIO BH disse:

        A melhor parte foi essa, caro Clayton:
        “O Cruzeiro perdeu o Tri da Libertadores para o Estudiantes em pleno Mineirão, perdeu a Copa do Brasil para o próprio Atlético Mineiro, a Torcida do Cruzeiro sofreu, chorou, passou raiva, mas teve que reconhecer que o adversário foi melhor e merecedor”

        Deixa eu rir um pouquinho? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
        Só se foi você, porque 99,9% dos iludidos, alienados, arrogantes e megalomaníacos simpatizantes usou milhares de desculpas, principalmente a de “time cansado” ou “desinteressado por ter ganho o Brasileiro dias antes”… Faz-me rir, amigo. E muito!

        • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

          Caro Dudu fedazunha Galomaio… rs

          Sim, concordo contigo que na época vimos sim muitas desculpas de Cruzeirenses falando coisas do tipo como as que vc citou mesmo. Fato. Porém, isso ficou lá pra trás e se até hoje vc vê um ou outro Cruzeirense repetindo essas desculpas, é pouco.
          E óbvio, falo aqui sempre é por mim mesmo. Se alguns Cruzeirenses, mesmo em menor escala que na época, até hoje usam dessas desculpas, aí é coisa deles pra lá… rs
          Porque pelo menos eu, tento manter aqui um mínimo de coerência nas minhas opiniões.

          Abraços

      • Juca da Floresta disse:

        Esses 9×2 de mil novecentos e kafunga foram superados pelos 6×1 de 2011, aquela oportunidade de rebaixar o rival aparece de mil em mil anos.

  • José Eduardo Barata disse:

    Complementando , REGI.GALO , se o diretor
    Gallo tiver sido ouvido ANTES e deixado no
    ar tal possibilidade , aí nada contra a notícia
    e sim contra esse “projeto” de dirigente .

  • José Eduardo Barata disse:

    Para atualizar o REGI.GALO , pois o assunto
    é ótimo e nos traz uma pauta para debate em
    alto nível .
    Pontuo e me fixo na questão da liberdade de
    informação, preservação de fontes da notícia
    divulgada , tendo tudo amparo constitucional
    e sendo , pois , legítimo e legal .
    O que eu argumento aqui , baseado no texto
    do RENATO CÉSAR , é justamente o teor da
    notícia que , por envolver de maneira direta e
    criar reflexos , não importa se negativos ou
    positivos, na outra parte interessada , impõe-
    se , por respeito e profissionalismo , que a
    esta parte seja dado o direito de expressão
    ANTES de se publicar a matéria .
    No caso em tela , pelo que ouvi pelas rádios
    e foi muito comentado , quiseram ( pois não
    fiquei sabendo quem publicou o fato ) trazer
    o volante do Sport para o Atlético , isso tudo
    às vésperas de um clássico que para muitos
    dos atletas tinha um caráter de afirmação no
    elenco .
    Não , meu caro , mil vezes não !!!!!!
    Que o autor da notícia procurasse o diretor
    de futebol do Atlético e o questionasse para
    que a informação pudesse ter credibilidade .
    Não sendo assim , meu caro REGI.GALO .
    foi notícia “plantada” mesmo .
    Com que objetivo ?
    Vai-se saber !

    • Regi.Galo/BH disse:

      Barata,
      Sim, concordar e discordar é sempre a melhor parte do papo e isso é ótimo!!

      Não consigo entender esta específica ‘notícia plantada’, se ela está verdadeiramente ocorrendo desde 04/03. Não consigo entender o potencial mal-estar causado pela notícia às vésperas do clássico e também posso garantir que o citado NÃO foi apenas o único à revelar a possível notícia.

      Até o dia 03/03 o Sport/PE negociava o Rithely com o Inter, segundo os ‘tabloides’. No dia 04/03 o próprio Sport/PE, seus empresários, e a mídia pernambucana, divulgaram (ou se permitiram divulgar) por meio do tweeter que o Galo estava na parada para aquisição do atleta. A Partir do dia 04/03 o Rithely estampou pelo menos umas 30 notícias em vários tipos de mídia e no próprio tweeter, tudo sem contar o próprio Léo Gomide, com todos afirmando que o Galo estava oferecendo jogadores ao Sport.

      Sinceramente, não entendo a prerrogativa de ser uma notícia plantada se já estava na mídia. E mais, fosse a tal realmente plantada, hoje teria caído por terra. E, muito pelo contrário, além de estar confirmada pelo próprio Sport/PE, hoje é o Dario Conca o atleta ‘plantado’ na pauta do Galo, apenas um dia após o Galo sofrer uma derrota para o Cruzeiro. E aí?

      Será que não estamos querendo generalizar demais o trato com a informação?

      Apenas quero sugerir que precisamos salvaguardar a informação; pelo tempo suficiente e necessário para que possamos confrontá-la à sua razão de existência.

      Mas, acima de tudo, é só uma mera opinião pessoal, que de forma alguma revoga os meus devidos respeitos à qualquer entendimento em contrário. Jamais!!

      • Regi.Galo/BH disse:

        Por gentileza, substitua a palavra generalizar, na pergunta, por relativizar.
        O correto entendimento seria:

        “Será que não estamos querendo RELATIVIZAR demais o trato com a informação (da negociação com o Rithely)?”

        Peço desculpas pela sonolência na construção da frase!!

      • Renato César disse:

        A tal “informação” foi dada pelo setorista em seu Twitter no sábado. Depois, foi divulgada por outros veículos, sendo que alguns deram o crédito para o setorista.

        Eu citei duas razões para que isto pudesse desestabilizar o grupo. E ainda citei outras vezes onde isto aconteceu. Curiosamente, são sempre os mesmos a dar estas “informações” estranhas nas vésperas de jogos importantes.

        Sobre o Conca, foi publicado por um destes veículos que sempre divulgam “informações” que não se confirmam ou não têm relação alguma com a verdade dos fatos.

        Não sou contra de maneira alguma a imprensa trabalhar, usando do seu direito constitucional inclusive. Só alerto para que nós, meros mortais, tenhamos o devido cuidado ao receber “informações” de certas fontes.

        • Regi.Galo/BH disse:

          Bom, pelo bem da minha humilde opinião, apenas quis descaracterizar algumas coisas do que foi dito:

          a) A informação não foi Fake News, pois foi divulgada por inúmeros canais de comunicação de vários veículos e pelos próprios responsáveis pelo jogador. Isto não quer necessariamente dizer que vá acontecer a negociação, mas quer dizer que o fato tem um fundo verdadeiro;
          b) Aproveitei a ocasião para buscar também exemplificar que os efeitos e consequências de uma Fake News NUNCA poderão ser creditados somente ao seu criador; tem que ocorrer determinada falta de critérios por parte de quem recebe e trata a notícia também. Procurar saber lidar com a informação é uma responsabilidade essencial a ambos;
          c) O twitter do Léo Gomide foi de sábado, 03/03, às 23:42hs, já virando para domingo. No domingo, quando tomei conhecimento, todos os outros veículos, principalmente os pernambucanos, já estampavam a notícia por vários meios;
          d) Se entendermos que este tipo de notícia, além de ‘plantada’ à partir das 23:42hs de sábado, teve potencial suficientemente desestabilizador para as coisas do Galo no domingo às 11hs da manhã, pois quem seria necessariamente o mais indicado a ser barrado desta vez? Me desculpe a pergunta, mas estamos falando de jogadores, diretores, comissão, todos profissionais, e não de crianças brincando no parquinho longe da mãe. Ou será, por outro lado, que não estamos falando de profissionais suficientemente capazes de conseguir manter o mínimo de organização laboral?
          e) Por fim, sou completamente à favor da mídia independente (não sei se posso chamar assim), muito mais até que dos grandes conhecidos e vastos conglomerados de fabricantes de notícias, exatamente pelo seu caráter empreendedor, revolucionário e progressista. Em tempos de uma crescente DITADURA DA INFORMAÇÃO, prefiro entender que nós é que temos que aprender a trabalhar melhor a nossa liberdade de acesso. Não precisamos (devemos) ser seletivos com qualquer conteúdo e nem entendo que somos (precisemos ser) vítimas deste mesmo conteúdo; quero acreditar que somos todos livres agentes que podem e devem viabilizar as transformações sempre para melhor.

          Com tudo isso, apenas proponho pensarmos com mais calma antes de fomentarmos as considerações finais por sobre qualquer assunto. Em assim sendo, ainda deixo a questão para simples reflexão: Será que já não estamos nos tornando muito ‘acostumados’ em ficar relativizando excessivamente as informações?

    • Renato César disse:

      Você entendeu muito bem a questão. Filtrar notícias para extrair a informação é papel nosso. Vender notícia como se fosse informação é outra história. Aí é preciso tomar cuidado com quem faz isto, com a frequência que faz, para ver se entende porque faz.

  • Rafael disse:

    E o Alexandre Gallo faz circular a notícia que o clube voltou a ter interesse em Rithely…. pelamor… como se esse jogador fosse algum craque. Se fosse, já não estaria no Sport Recife há tempos. Ele poderia ver como devolver o Samuel Xavier, isso sim, ver se não querem o ídolo deles Patric de volta também…
    E agora a história de Conca.

    Enquanto isso, nossa zaga e lateral direita sofrem.

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    O Cruzeiro tomou 5 amrelo e 1 vermelho e o galin 4 amarelos,e tem gente que tem a cara de pau de falar de arbitragem,juiz caseiro demais do jeito que a FAF gosta,alguns esquecem que o presidente da FAF veste de galo doido direto né!? não sabem perder,já estão chorando agora para serem beneficiados no próximo jogo,isso é claro se o galin conseguir se classificar entre os 8,e pasmem tem atleticano com medo disso acontecer! Mano tem que continuar testando jogadores,rural serve é pra isso,por mim fazia igual o Renato Gaucho colocava os reservas e boa,se o time c do cruzeiro não se classificar no rural pode fechar as portas!

    • DUDU GALOMAIO BH disse:

      Que matemática é essa cidadão? Cinco cartões pra um e quatro pra outro… o que tem isso?
      Então se um time fizer 10 faltas violentas e receber 10 cartões e adversário fizer apenas 2 e receber 2 cartões, está implícito que o time que tomou 10 cartões é que foi o prejudicado?

      Se eu não lesse isso não acreditaria que alguém escreveu tamanha bobagem.

      • Julio Avila (Mariana) disse:

        Chora menos que sara logo viu!? engraçado que ouvir vc falar somente sobre os erros contra seu time,porque você não citou o copo arremessado no Raniel na hora da comemoração? cabe punição? o primeiro cartão que o Edílson toma,ele deveria ter tomado aquele cartão? disse sobre a quantidade de cartões pq teve colega de seu time ai que disse que o juiz amarelou todo o time atleticano e eu não vi isso e relatei os dados! quando vocês aceitarem as derrotas tudo vai ser mais facil!!!!

        • Pedro Vitor disse:

          Eu estava exatamente perto ou próximo ao cidadão que jogou o copo de água no campo o camarada foi autuado e identificado isso não caberá punição.

          Agora o moleque provocou fez gestos a torcida e ainda mostrou a língua então pra mim ele também merece julgamento

        • DUDU GALOMAIO BH disse:

          Vc só pode ser louco… rs
          Quem não aceitou a derrota? Me diga…

  • Fabio Queiroz disse:

    Chico e amigos atleticanos,
    Acredito que os atleticanos de um modo geral não conseguem ter uma leitura real do que tem acontecido com o clube nos últimos anos!
    Essa visão distorcida da torcida é também compartilhada por parte da imprensa e diretoria do clube.

    Algumas realidades não ditas:

    1) O clube fez uma aposta em um medalhão como o Ronaldino Gaucho e deu muito certo, ganharam uma Libertas que nunca imaginavam, mas ai TENTARAM a sorte de novo com o Fred e o Robinho e deram com os burros nágua e a conta financeira e a queda técnica do time veio rápido demais!
    2) Apostam também em jogar num estádio acanhado como o Independência! Oras, deu certo aquela época e agora acabou o “caldeirão do horto”, “caiu no horto…” mas ainda acreditam nisso e a torcida é penalizada com a baixa capacidade de público e o desconforto da região. Estão se apequenando e jogando com público reduzido, enquanto o rival no Mineirão bate recordes de público pra um Ruralito!
    3) Essa parceria com a BWA de administrar o Independência deu prejuízo TODOS os anos e essa história de construir um novo estádio, se sair mesmo, é coisa pra treis, quatro anos daqui pra frente, SE começar ontem… ou seja, estão perdendo faturamento e público!
    4) Culpam o Nepomuseno pelos insucessos de sua administração, mas o grupo que manda no CAM continua o mesmo e não vai adiantar culpar o Sette Camara porque a conta chegou e o elenco é sofrível, se não contratar mais uns cinco, seis jogadores vai sofrer muito esse ano pra permanecer na série A, ele vai ter que trocar a roda do trem com o mesmo andando, tá difícil!
    5) Outra coisa, time que quer ser grande tem que ter um técnico com bagagem, cascudo, pra peitar jogadores, peitar cornetas de dentro do clube, imprensa e tudo mais… experiências costumam na maioria das vezes dar errado… lembram do David no cruzeiro? Paulo Bento?
    6) E pra ficar nesse item S6is, tem que parar com essas bobagens de colocar “clausula do medo” pra jogador se transferir pro rival Cruzeiro… colocar alto falantes na torcida e outras bobagens… é mais uma forma de se apequenar! procurem reforçar o elenco, qualificar o clube e parem de olhar pro quintal dos outros.
    A torcida, imprensa tem que apertar a diretoria para GANHAREM títulos!
    O resto é mimimi…
    Pronto! Falei!

  • Pablo Oliveira disse:

    A defesa do Galo é fraquíssima, vovô Leo Silva tomou um giro do Raniel ontem que entortou sua coluna.
    O meio campo não tem criatividade e ainda conta com o zero a esquerda do Elias.
    O ataque é inoperante quando tem que propor o jogo e o Ricardo Oliveira quando não tropeça na bola tem o pé torto e não acerta o gol.
    Temos 12 pontos em 27 possíveis em um campeonato Mineiro fraco, pior campanha desde de 2005 o ALERTA TÁ MAIS QUE LIGADO, será que essa diretoria não enxerga que precisamos de reforços.
    Na minha opinião os piores do time são Leo Silva 39 anos, Elias 33 anos e Ricardo Oliveira 37 anos coincidência ou não são os vovôs do time somado a idade deles são 110 anos, e nosso presidente Sette Camara disse que rejuvenesceu o time, tá de brincadeira né!!

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Era proibido a “massa” cantar ou apoiar o time? nem com 1 mais a torcida teve coragem de ajudar o time,silencio total no lado rosa,bem que o Romero disse que toda vez que vai no campo do mequinha só escuta a torcida azul cantar! só falou a verdade e ainda teve gente que não gostou! uma coisa que ninguém falou ate agora foi o arremesso de copo no Raniel na hora do gol,vai ter punição? claro que não! a FAF jamais vai deixar isso acontecer! jogar com 1 a menos no horto é normal pra gente,ultimos 14 clássicos em 11 ficamos com 10 em campo,vai chorar na cama!!!!!!!!

  • Luis Claudio disse:

    Ontem foi uma clara demonstração do que será o Brasileirão 2018, Corinthians Flamengo e Crucru foram claramente beneficiados. Desce o porrete e os árbitros dão o serviço.Todo torcedor tem tem seus argumentos diante de uma derrota, após levar de 4 do Racing, os cruzeirengos diziam que deram azar e os desfalques de última hora. E olhe que o placar não foi de 1 x 0, foi de 4.

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    Sobre o Mano Menezes, não compreendi o porquê de seu gesto grave, apontando para a torcida do Galo que o juiz estava “roubando” o cruzeiro.
    Onde ele viu isso?
    Apesar da arbitragem não ter influência alguma no resultado, errou muito mais contra o Galo. Marcava todas as faltas (inclusive as duvidosas) para o time azul e deixava muitas para o Galo sem marcar (algumas claríssimas). Além de não ter visto (melhor acreditar assim) a cotovelada que o Léo deu covardemente na nuca do Ricardo Oliveira. Sem contar a jogada do Otero na linha de fundo quando ele invadiu a área sozinho e o bandeira inventou uma inexistente saída de bola. É cada uma que parece piada… e de péssimo gosto.

    • Paulo F disse:

      Não é ruindade, pra mim ficou muito claro que o trio estava bastante tendencioso pro cruzeiro, pilantragem mesmo, olha o que o Leo fez com o Pastor, agressão pura e simples. A bola do Otero na linha de fundo em cima da linha, com o bandeira a 2 metros do lance, marcou que a bola saiu. O venezuelano iria entrar sozinha na área. Ficou tudo claro naquela falta na meia-lua da área do cruzeiro, a barreira andou 5 metros fácil o apitador de latinha não mandou voltar, sequer mandou a barreira respeitar a linha demarcada com spray de coco. Lamentável. Não que o Galo tenha merecido ganhar, mas o placar moral seria empate ao menos.

      • jorgemoreira disse:

        Paulo não estou entendendo o porque do espanto com a arbitragem, afinal que são os mandantes azuis o dono do helicoptero, o fanfarrão dono do Ipatinga,(por falar em fanfarrão, lembra das acusações que este individuo fez ao Abras) eu gostaria de saber que é que falava a verdade quem levava din,din por fora lembra? sem contar que o chefe continua o benecy e nós Atleticanos pensando que ganhariamos mais um ruralzão com esta q… na direção do time azulkkkkk

        • DUDU GALOMAIO BH disse:

          Pois é Jorge, mesmo com tantas falcatruas já vistas no futebol brasileiro ainda tem gente (de maneira hipócrita) que diz ser “folclore”. Paciência…

        • Helio Antonio Corrêa disse:

          AMIGO JORJAO.
          Puxa, logo vc. tão sábio, acreditando que realmente a vitoria se deu por isso?
          Amigo, o seu time jogou todo segundo tempo com um a mais, e o que produziu?
          Só teve de repertório, os chutes do OTERO.
          A continuar assim, daqui a pouco ele estará cobrando tiro de meta em direção ao gol adversário.
          Vc. ja viu tantos esquadroes alvi negros, e duvido que goste do atual, e eu duvido que na realidade, vc. esteja acreditando nisto que escreveu.
          Nao defendo o homem do helicoptero, tudo que dissestes dele ainda é pouco, temi pela entrada no meu clube do Itair, o mesmo posso dizer do Wagner bebum, mas tenho que reconhecer, Itair e Wagner, estão muito melhores do que prometiam, e isto não podemos deixar de dizer.
          Agora o seu time caro amigo, nao tem nem treinador que queira estar aqui, eles todos sabem que ao chegarem a Vespasiano, ja terão uma carta de demissão pronta com prazo de 4 meses, acho meu caro grande amigo, que se eu não o conhecesse, até poderia imaginar que vc. acredita mesmo que o juiz tenha sido o responsavel pela derrota do seu time. Vc. sabe que nao foi, o seu time perdeu, pq. nesse momento é muito inferior ao meu. Que nao jogou bem é verdade, mas fez o suficiente para ganhar.

        • Fabio Queiroz disse:

          puxaaaa….kkkk que rosário de lamentações…kkk achei que ia falar de Tiradentes, Dom Pedro II, Napoleão Bonaparte…kkkk e sobre os jogadores do time? sobre o elenco? sobre o técnico? tá tudo bem?

    • Pedro Vítor disse:

      Safadeza, vagabundagem, pilantragem de ambas as partes, do juiz, bandeiras e ate do Mano Menezes dizendo que o arbitro foi bem, que a expulsão foi justa, só para aparecer e gerar insatisfação, jogo de cena!

      • Flávio disse:

        PEDRO VITOR
        Vá reclamar com o Papa, ele torce para o S.Lorenço, mas quem sabe ele faz uma oração e ajude o seu time a encontrar um treineiro.?
        Pare de chorar , ou melhor, vá chorar na cama que é um lugar mais quente. Aceite a derrota que doi menos chorão.

        • Pedro Vítor disse:

          Meu jovem, saia do armário, seja Maria, mas mostra a cara, não se esconda e nem seja covarde!

          • Flávio disse:

            PEDRO VITOR
            Ok. mas somente quando vc. parar de chorar e ir pedir ajuda ao Papa.
            Até lá, esquente e chore na cama , é o lugar ideal para esta choradeira sua que não para nunca.
            Olhe, outra observação, trate muito bem este treineiro que aí está, senão ele vai embora e vcs. não conseguirão nao.

  • Silvio T disse:

    Ainda bem que o galo não é time grande, não tem bi, não é o maior de Minas. Senão, não sei aonde iria o tamanho da euforia que estou vendo na “imprensa atleticana” e nas redes sociais…rs

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    Vi cruzeireiro aí embaixo dizer que o resultado foi “o normal”. Não vou nem falar da diferença absurda de vitórias a favor do Galo em toda história do confronto. Só pra lembrar, os resultados dos últimos 3 confrontos anteriores a este de ontem:

    Atlético-MG 2×1 Cruzeiro – 07/05/2017 – (Independência) – Campeonato Mineiro
    Atlético-MG 3×1 Cruzeiro – 02/07/2017 – (Independência) – Campeonato Brasileiro
    Cruzeiro 1×3 Atlético-MG – 22/10/2017 – (Mineirão) – Campeonato Brasileiro

    *Essa torcida azul fala mentira com muita facilidade. Impressionante.

    Sobre o jogo de ontem, venceu o time mais entrosado e melhor treinado. Nada mais. Agradeçam ao Léo Silva, pela falha infantil de marcação.

    • Fabio Queiroz disse:

      vamos a alguns números: Cruzeiro x A.Mineiro

      ÚLTIMOS 10 CONFRONTOS:
      Vitórias do Cruzeiro: 05
      Vitórias do Mineiro: 03
      Empates: 02

      ÚLTIMOS 50 CONFRONTOS:
      Vitórias do Cruzeiro: 23
      Vitórias do Mineiro: 15
      Empates: 12

      ÚLTIMOS 100 CONFRONTOS:
      Vitórias do Cruzeiro: 42
      Vitórias do Mineiro: 30
      Empates: 28

      ÚLTIMOS 200 CONFRONTOS:
      Vitórias do Cruzeiro: 71
      Vitórias do Mineiro: 67
      Empates: 62

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      Opaaaaaaaaaa…

      Calma aí seu Dudu Galomaio fedazunha… rs

      “Essa Torcida Azul”, vírgula !! rsrs
      O dia que vc ou qualquer outro me cobrar por alguma mentira que eu por ventura escrever aqui, esteja certo que vou me desculpar na mesma hora… rs
      Mas eu disse, “mentira” !!

      Abraços

  • andré gonçalves disse:

    Um dos piores clássicos que já vi. Jogo ruim tecnicamente, dois times sem alma. Isso é preocupante para o restante da temporada.O time do galo muito limitado, refletindo erros dos anos anteriores. Time carente de vários jogadores de qualidade. Fica esperto Sette Cãmara , time ruim cai mesmo no brasileiro.O cruzeiro pelo investimento que fez mostrou um repertório muito fraco. Acho que vai sair logo na libertadores. Os dois maiores clubes de MG estão péssimos, temos que cobrar que melhorem. Abraços,

    André

  • César disse:

    Resultado normal. Como é que o Galo faria uma homenagem daquela com a presença da Maria da Penha e ia bater nas Marias, não pode. No Próximo sem homenagem vai ser um jogo normal. Parabém ao galo pela educação.

  • Valmar Azevedo disse:

    Uma coisa não concordo com o Larghi, toda vez que está perdendo, tira o Erik e Róger Guedes, que podem decidir a partida e enche o time de meias, que só sabem dar toquinhos para os lados. Somente o Cazares tem entrado bem. Entendo que, ruim com os dois atacantes, pior sem eles. Ricardo Oliveira também não vem bem, mas não sai. Jogador frio, lento e desatento, só vai na boa.

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Oque Leo Silva,Elias e Victor fazem com a arbitragem e com o jogo é fora do comum,os caras choram o tempo todo com o juiz,pedem cartão,ameaçam adversário e nada acontece com eles,é uma atitude antidesportiva irritante e nojenta! o Léo foi covarde e deve ser punido mas esses 3 ai estão como anjos para o lado rosa!

  • Pedro Vítor disse:

    Gostei do time do Atlético apesar da derrota, falta detalhes de organização na saída de bola, sequencia de jogos, e qualidade. Léo Silva por exemplo, tem de aceitar o banco de reservas, infelizmente, a idade chegou.

    Tem que trazer um lateral direito, volante, meia e um atacante, além de um zagueiro para o Léo ser bem reposto de grande personalidade!

  • Julio Cesar disse:

    Concordo ! Adilson melhor em campo disparado !
    Peraí ! O campeonato que não vale nada ja acabou ?
    Quero o Galo em oitavo lugar ! Ops, Deja vu !

  • Paulo F disse:

    Não vi ninguém comentando da arbitragem, que coisa estranha!
    Foi um dos trios mais tendenciosos que já vi apitar clássico. Faltinhas marcadas para o crucru não eram apitadas para o Atlético. Cartões mostrados para o Galo em faltas parecidas com as cometidas pelas marias, mas do lado de lá não levavam cartão.
    Bola do Otero que deu pra ver nitidamente que não saiu pela linha de fundo foi marcado tiro de meta, ele ia entrar na área sozinho.
    Leo da uma cotovelada na cabeça do Pastor e não acontece nada…
    Mas quanto ta valendo tá valendo, perdeu quando podia, quero ver no mata mata,

    • Paulo F disse:

      `Podemos falar de todos aspectos do jogo, o espaço é democrático, achei a arbitragem muito tendenciosa, minha opinião. Não culpei a arbitragem pela derrota, em momento algum, reclamei que foi muito tendenciosa. O Galo decerto não mereceu ganhar, pois esperou o adversário e o atraiu para seu campo, por isso tomou gol, jogou como time pequeno no primeiro tempo. Mas o fato do time não ter jogado bem ou perdido não exime o trio das lambanças, enerva muito os jogadores quando o arbitro é tão tendencioso e não podemos ser coniventes, é diferente quando há um erro, especialmente em lances difíceis, no caso o árbitro estava tendencioso, independentemente do resultado do jogo.

    • Renato César disse:

      Estamos preocupados com os erros e acertos do time dentro de campo. Fora de campo, a diretoria já anunciou que vai tomar as providências em relação aos fatos, como agressão, gol mal anulado, inversão de faltas, incoerência na aplicação de cartões, etc.

      Torcedor tem que apontar onde o time tem que se fortalecer. Sem choradeira.

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      PAULO F
      Estava demorando ,
      É sempre a mesma toada, CAM perde, a culpa é sempre de quem???????? Um doce se alguem falar que é o coitado do árbitro.
      O Paulo, muda a toada, pq. ninguem engole este papo de juiz mais nao, isso até tinha repercussão lá nos longínquos anos 70/80, hoje com várias cameras e reportagem de mesa redonda , nao tem mais espaço para esta choradeira de juiz não.]
      Muda o foco, um time que entra em campo , cujo o único repertório é as faltas,córneres batidas pelo Otero, o que vc. queria?
      Se vc. ainda falasse que a qualidade do jogo foi ruim, pq. às 11 horas com um sol para cada jogador, poderia ser levando em consideração, mas juiz? este tempo ja passou meu caro.

  • Pedro Vítor disse:

    Bom dia, fui ao jogo, vi de perto a agressão do Léo e do Edílson no Ricardo Oliveira e Otero, juiz mais uma vez deixou o time do Mano, que reclama muito ás véspera do confronto, “catimbar”. Tudo tranquilo, isso é do futebol, os jogadores do Atlético tem que saber não cair neste tipo de “catimba”, porém, o arbitro tem que punir o anti jogo, ele deixou, permitiu o tapa na cara do Otero, e uma cotovelada do Léo, além disso o Egídio também pegou o Léo Silva sem bola.

    O time do Atlético, ate controlou bem as ações do Cruzeiro, exceto por um defeito que é criado através do segundo volante atleticano, o Elias, precisa ser chamado atenção. Ele não dá combate, nem cerca, tem volantes como por exemplo o Josué, que fecham o espaço, tem volantes que chegam junto, fazem faltas, como Donizete, agora volante que não marca, como Rafael Carioca e Elias, não dá. Este é o pior tipo de volante, o que pensa ser um meia mas não é, que pensa ser atacante mas não é, que pensa ser volante mas não tem característica pra isso, tira coletividade do time.

    Além desse defeito temos outro defeito que é a falta de um distribuidor de jogadas no meio de campo, o famoso armador, isso já vem desde 2016, na contusão do Dátolo, veio o Casares, que não é um armador, é atacante precisa de espaço pra correr, hoje ele é banco, mas poderia jogar ali na esquerda, pois tem visão de jogo, pode fazer a diagonal, e minimizar este problema no Atlético. Otero é ponta, Erik também é atacante, Roger Guedes, é ponta, Luan é ponta, o Atlético não tem meia, articulador de jogadas, daí os chutões!

    No gol do Cruzeiro, o Robinho domina a bola, anda uns 3 ou 4 metros, o Senhor Elias esta na “lua”, observando marte, e chega o Adílson atrasado dando o bote errado, falha Patrick, Léo Silva, e ate o Fábio Santos concede o Raniel condição de jogo, dois passes pra trás dos nossos laterais deixariam ele impedido, isso é treinamento de defesa!

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    O atletico jogou como vem jogando,na retranca!!! seja com time pequeno ou time grande o galin tem jogado assim,mas uma coisa é figueira,Urt,agora pegar um time como cruzeiro que cria toda hora é pedir pra perder mesmo,o Cruzeiro é um time bem compactado mas pra muitos que preferem não enxergar fala que é retranca,time retrancado não cria nem finaliza o tanto que o Cruzeiro faz! 1×0 foi pouco! tem uma galerinha sumida ai hein? bom dia a todos!!!

  • Regi.Galo/BH disse:

    Ah! E me esqueci de falar…

    Adílson MONSTRO, jogou muito, o melhor do jogo sem sombra de dúvidas!!!
    E está ‘pagando muito caro’ por ter que jogar ao lado do Elias ‘carrinho bate-bate’.

    No Galo, para mim, só Fábio Santos, Adílson, Otero, e Erick têm (teriam) condições de representar dignamente o espírito Atleticano nos clássicos.

    Ainda sobre o Adílson, o fato de o Oswaldo querer se livrar dele no início da temporada tinha que ser tratado como caso de polícia; tinham que processá-lo juridicamente por conta disso. Inadmissível!

    • Renato César disse:

      Agora não me recordo quem elogiou o setorista da confusão com o Oswaldo, considerando se tratar de um excelente profissional. Mas veja só como são as coincidências: na véspera dos jogos da Copa do Brasil, ele colocou o Cazares em negociações ( venda por 8 Milhões de Euros um dia, troca com o Santos outro, etc.). No final do sábado, ele colocou que o Galo estava insistindo na negociação com o Sport por um VOLANTE, oferecendo uma lista de jogadores para que eles escolhessem alguns.

      Quem vem sendo considerado o principal jogador do Galo desde a chegada do Thiago Larghi? Qual é a posição dele? Além de ser justamente a peça que começou a funcionar, ainda fala de uma “lista com vários jogadores”, o que causa uma certa instabilidade em quem não é posto como titular. Consegue perceber a real intenção deste sujeito? E tem bobo que compra ideia de setorista estrelinha ainda!

      • Regi.Galo/BH disse:

        Me desculpe, Renato, mas entendo que você está apresentando os fatos pela sua visão e penso que não condiz com a observância da questão como um todo.

        Nós temos é que AGRADECER e muito aos POUCOS SETORISTAS do Galo, principalmente aos que fazem a cobertura de forma independente, pois estes são o que falam o que precisa ser dito. São poucos os que se atrevem a desafiar um pouco mais e tem gente batendo muito mais até do que o próprio Gomide. Acertar e errar é parte da natureza de qualquer um de nós, mas penso que o compromisso de relatar espontaneamente tanto o que pensa, quanto o que acompanha presencialmente, vale muito mais do que só trazer a notícia a que todos ficariam felizes em ouvir.

        Como vimos nesta última coletiva, nem o Abras está mais o mesmo. Quem tem que produzir pauta positiva é o Clube e não a imprensa.

        • José Eduardo Barata disse:

          REGI.GALO , RENATO ,
          para entrar na conversa sem pedir licença ,
          digo que o que mais existe neste meio da
          bola é o que se chama hoje de Fake News.
          E , caro REGI , isso traz um desconforto de
          todo tamanho pra dentro do clube .
          Cobrar , por exemplo , a postura do senhor
          Elias em campo , diretamente em coletiva ,
          deve ser feito , sem dúvida .
          Mas “´plantar” notícias …….

          • Renato César disse:

            Sobre este setorista, vejam que é um plantador de notícias que tendem a desestabilizar o grupo. Nenhuma especulação até agora se confirmou transação. Ou seja, só fez desestabilizar mesmo.

            Não vi ninguém perguntando escolha por A ou B, planejamento de jogos, estas coisas. Mas plantar notícia tem muita gente que gosta.

            Na sexta ou sábado saiu no Superesportes que o Galo procurou Felipão. Nas letras miúdas da notícia, da a entender que foi logo após a demissão do Oswaldo. Mas plantaram isto às vésperas do clássico. Só coincidência.

            Cuidado com as que se dizem virgens neste bordel.

          • Regi.Galo/BH disse:

            Barata,
            Sou totalmente contra esta estória de se ‘plantar notícia’, seja onde for, seja em qual segmento for, seja por quem for, e seja sob quaisquer circunstâncias de sentido que o efeito da manipulação esteja assumindo. Somos igualmente contrários aos profissionais e pessoas que recorrem a tais repugnantes práticas. Noutro dia pudemos assistir no Fantástico uma reportagem especificamente sobre os especialistas em Fake News, no âmbito da política, e pudemos enfim entender o real poder que este recurso tem para se conseguir fazer estragos.

            Diante destas afirmações, Barata, muito consciente, estou aqui defendendo os comunicadores profissionais na acepção da palavra, àqueles que fazem o seu trabalho de forma espontânea e compromissada com a notícia real, fidedigna, seja boa ou ruim.

            Estou defendendo a informação e o ‘filtro responsável’ desta mesma informação, de ambos os lados. Estou defendendo o profissional e o compromisso profissional/pessoal, de ambos os envolvidos. Estou defendendo a via de regra e não a via de exceção!

            Se vamos falar de comunicação, notícia, informação, então precisamos TODOS entender e aprender a lidar muito bem com todos os seus vícios-ocultos e não, jamais, se deixar pensar em querer restringir, suprimir ou generalizar o seu conteúdo. Entra aqui um necessário compromisso de responsabilidade mútua por sobre a questão: a emissão, a recepção e a confrontação da informação.

            Assim, quero então justificar a minha opinião: o ‘filtro responsável’ da informação é DEVER CÍVICO do emissor e DEVER SAGRADO do receptor. A confrontação da informação é a ÚNICA FERRAMENTA EFICAZ com capacidade de desfazer ou evitar as (in)consequências de ambos. As tais Fake News só são efetivas quando a falha de ambos os envolvidos ocorrem juntas. Não se pode nunca culpar somente um lado individualmente pelos seus efeitos. Pelos defeitos sim; pelos efeitos não!

            Em suma, é por tudo isto, pelo compromisso mútuo assumido, por querer ‘saber ouvir’ e jamais por querer ‘saber repetir’, que vou sempre preferir ter a informação disponível e assumir a responsabilidade por sobre ela, ao invés de simplesmente preteri-la. Se o compromisso é bem feito, o Fake News cai por si só!

  • Julio Cesar disse:

    Jogo ficou igual e no cochilo do sistema defensivo Pirangi fez o gol. Gol que Mexerica faria e Bendelac tambem. Mas como a cultura tem que escolher o melhor em campo no time vencedor, e não houve nenhum destaque, a tal “radia” escolheu Raniel o melhor em campo. E com isso a imprensa põe lenha no forno de sua fabrica de ilusões, como em todo o Brasil. É tanta “joia” que fico pensando como o 7X1 aconteceu! Carlos, Ranan Oliveira, Neilton, Sasha, Alisson, e agora RanielVão seguir carreira mas, não são aquela marca famosa. E pelo amplo favortismo dado a Pirangi, sei não. Aquilo ali é o tal elenco ?!?!? “And the Oscar go to…” para o Cabral que não é parente do lusitano. E outros…
    Nas vitorias tambem vejo os erros da arbitragem e comento. E ontem o tal arbitro usou e abusou de duas medidas.
    E dava posse de bola ao adversario sempre. Num contra ataque, a bola nos pes de Otero (ou Erik) ele para a jogada e marca falta sobre Fabio Santos, que mesmo desequilibrado pelo adversario conseguiu fazer o lançamento. O zagueiro de Pirangi, perdendo a jogada, jogou o corpo sobre Roger Guedes que nem se mexeu; ele desabou, nova falta.
    Arbitro não precisa necessariamente marcar um penalti inexistente ou validar um gol irregular, pode sutilmente, transferir a posse de bola pro adversario sem que nada ocorra.
    No resultado geral, no sentimento das torcidas, o ilusionismo esta ofuscando mais não é bem o lado preto e branco.

    • jorgemoreira disse:

      Olha Julio esta imprensa é tão ridicula que durante 5 anos escolheram o péssimo Diego Renan como o melhor lateral o cara pra ser mediano tem que melhorar muito e o pior o tal loucutor o velhinho gágá azul nunca vota em jogadores principalmente do Atlético como melhor em campo, e ainda fala em imparcialidade, em profissionalismo eu o trocaria facilmente pelo Guilherme Melo se imitador e muito melhor do que este velhinho gágá esta escolha de melhor em campo tem que ser realmente o melhor do jogo independente do time vencedor ou não, pra mim o Fabio fez tres defesas dificeis e pra mim junto com o Adilson foram os dois melhores, mas os entendedores né pensam que enganam quem

  • Regi.Galo/BH disse:

    O resultado:

    Vitória totalmente merecida para o Cruzeiro, que ditou o ritmo de jogo e jogou com vontade e inteligência. Se não tivesse o jogador (ridiculamente) expulso creio que até faria um placar maior, pois fazia por merecer. O juiz teve um papel preponderante em irritar os jogadores. Foi uma completa lástima no primeiro tempo e só ‘metade de lástima’ no segundo.

    O Galo:
    A equipe do Galo pagou pela inexperiência do técnico, pela carência de ‘jogadores’ aguerridos, e pela falta de mobilização em vibrar na frequência que um Clássico merece. Para a maioria dos jogadores, e principalmente para o treinador, transparecia ser somente um dia comum. Era só mais um dia daqueles em que o cara entra para bater o cartão de entrada, já de olho em bater o cartão de saída.

    Jogamos como se estivéssemos enfrentando a Caldense ou o Villa: não preparamos nada; não ‘inventamos’ nada; não surpreendemos em nada; não vibramos nada.

    A falta de experiência do Largui foi visível em todos os sentidos. Foi o mesmo arroz com feijão de sempre, claro que bem mais agradável ao paladar do que o do antecessor, porém, sem qualquer requinte. Nem mal feito, nem bem feito. Apenas insosso, sem graça.

    Não se poderia querer ganhar um clássico, ou um jogo ‘grande’, assim, sem estratégia. Não se poderia desejar ganhar um clássico com Léo Silva e Gabriel na zaga. O Patrick até segurou enquanto pôde, mas não se pode esperar dele mais do quê o que já sabemos. Não se deveria querer ganhar um clássico jogando com o Elias, Roger Guedes e Ricardo Oliveira sem sintonia com o resto do time.

    Num jogo como esse fustigar as laterais valeria OURO. A prova foi a expulsão do Edílson. Mas, não houve estratégias consolidadas para atacar as laterais; nem para dosar o ritmo do Erick, o nosso único velocista capaz de desequilibrar; nem para entender as substituições que deveriam ter sido feitas no intervalo da partida; e nem para analisar COMO as substituições deveriam ter acontecido.

    Ficar esperando até tomar um gol para então ter que mexer, isto não pode ser estratégia!!? Tinha que ter proposto o jogo desde o início, afinal, nós somos os mandantes!!

    O Roger Guedes tinha que ter saído no intervalo ou nem entrado; o Casares tinha que ter entrado no lugar do Elias; o Erick precisava ser melhor aproveitado; O Ricardo Oliveira estava péssimo, mas a partir do momento que eles ficaram com dez, tinha que ter entrado com outro atacante, talvez o Carlos, e não com outro meia (T.Andrade); o Luan no lugar do Patrick foi interessante, mas será que foi treinado isto? O Luan e o Otero ficaram completamente perdidos no lado direito, batendo cabeça.

    Tinha que ter ido ‘para dentro’ do adversário desde o princípio, principalmente pelas laterais. O único trabalho que demos ao Egídio foi o de trombar com os nossos jogadores, e mais nada.

    Faltou entender a proposta de jogo e o próprio adversário!

    Até nas coletivas o Largui foi ‘inocente demais’. Ficar falando de esquemas e estratégias de jogo para a imprensa (e logicamente para os adversários), ainda esmiuçando as funções dos jogadores dentro das possibilidades em que ele determina, é muita falta de inteligência para um comandante que quer à vir surpreender algum oponente algum dia. É a nítida falta de experiência em saber lidar com contexto externo.

    Bom, contudo, não mudei uma vírgula da minha opinião: sou muito á favor do Thiago Largui e ainda creio no seu aparente bom caráter e na sua capacidade técnica!

    O quê falta à ele neste momento é alguém COMPETENTE, EXPERIENTE E VENCEDOR, dentro ou fora do Clube, para ‘sussurrar’ algumas sugestões e ou coisas potencializantes em seus ouvidos. Coisas que possam agregar credibilidade, que possam fortalecer a confiança, para que ele possa arriscar mais, e assim elevar a mentalidade dele para um patamar, digamos, mais agressivo, arrojado.

    Creio que a definição é esta: falta (faltou!) ao Thiago ser arrojado!

    Alô Thiago:
    – Sejamos mais arrojados!!!

    Alô Presidente:
    – Com esses jogadores é isso aí mesmo, meu caro. Fazer economia abrindo mão da QUALIDADE é a maior burrice que um dirigente pode fazer. Acorda!

    • Renato César disse:

      Regi.Galo/BH, ainda bem que existe democracia neste mundo! Eu tenho uma visão diferente da sua. Para mim, o Thiago errou duas vezes: planejmaneto estratégico para os jogos da semana; escalação.

      O planejamento estratégico eu alertei logo após o jogo da Paraíba. Tinha que ir de reservas para o jogo contra o Tupi, para treinar direito para os jogos contra Figueirense e Cruzeiro. Mas ele relacionou elenco completo e escalou time misto.

      Na escalação, sinceramente eu teria feito só uma mudança na equipe que começou jogando: Luan no lugar do Elias. Clássico precisa estar ligado o tempo inteiro. Luan é o nome da torcida, tinha que entrar no começo para incendiar o time. E o Carlos seria uma substituição natural. Jogador que costuma guardar em clássicos, tem que entrar, ainda que ninguém aqui seja supertiscioso.

      Deixa o menino trabalhar que o caminho está certo. Mas, talvez, aquela ideia de ter um gerente de futebol da velha guarda esteja no momento adequado de ser colocada em prática.

      No mais é isto! Cuidado com os setoristas “fogo-amigo” e o próximo clássico é nosso!

      • Regi.Galo/BH disse:

        Como já disse ao Mestre Barata em certa oportunidade, digo também a você:
        – Deixar trabalhar, deixar jogar, deixar conseguir fazer dar certo, a gente sempre deixa!!!

        Para se atingir o sucesso ninguém vai depender da minha, da sua ou da nossa autorização. Aliás, sempre digo que “para quem sabe ‘o quê precisa ser feito’, não é necessário ter que dar autorização; já para quem não sabe, sempre será preciso.”!

        Neste momento eu ainda tenho confiança no Thiago; eu não confio é nos dirigentes que empregam ele!

  • Gabriel Júnior disse:

    O Cru Cru desceu o porrete e o árbitro amaciou. Os caras justificam as entradas violentas com a época do Leandro Donizete que tem 2 anos que saiu do Galo. Kkkk. Eu já sabia, vários clássicos que não ganhavam e 4 anos sem ganhar o Campeonato Mineiro. Na federação comandada por um atleticano, quem manda são os azulados. 4º jogo seguido dentro de BH…

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Agora, a zoeira do futebol, que faz parte né… rs
    Não aguenta ?? Só lamento… kkkkk

    Atleticano, assinale abaixo a sua desculpa esfarrapada mais apropriada:

    – ( ): A culpa foi porque não expulsou o Léo.

    – ( ): A culpa foi do Fábio que defendeu aquela bola do Erick.

    – ( ): A culpa foi da Globo.

    – ( ): A culpa foi da Itatiaia.

    – ( ): A culpa foi do horário do jogo.

    – ( ): A culpa foi da bola muito redonda.

    – ( ): A culpa foi do buraco na camada de ozônio.

    – ( ): A culpa foi da grama muito verde.

    – ( ): A culpa foi da falta de caixa de som.

    – ( ): A culpa foi a falta de mortadela.

    – ( ): Todas as alternativas acima.

    Quaquaquaquááá… rs

  • Thiago disse:

    Jogo fraco no meu ponto de vista. Cruzamentos na area se traduziram em manobras e ataque na narração da rádio e da TV. O horário, e ruim para o atketas, sim é mas ontem mesmo eu trabalhei das 9 até 5 da tarde debaixo de sol e nem por isso estou morto e olha aí ganho 500 vezes menos que esses jogadores.
    Como diz o barata, e muito mínimo e pouco futebol pra essa turma.
    E apesar do Cruzeiro de ganho, não muda nada e não valeu nada. Só pro zuacao mesmo.

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Esse negócio de clássico 11:00 hs, assistir no sítio, não presta…
    Comecei a beber 10:00 hs e depois nem banho de piscina e sal de fruta me ajudaram… Perda total na certa…
    Mas do que eu me lembro do jogo, eu achei o Cruzeiro muito mal. O Thiago Neves parece que não estava em campo. O Edilson foi expulso corretamente. Agora o Sr. Léo, que papelão hein ?? O time ganhando de 1 x 0, mas com um a menos e ele agride daquele jeito o Ricardo Oliveira ?? A sorte é que o árbitro e nenhum auxiliar viu. Senão ele poderia ter comprometido a vitória por causa de uma irresponsabilidade. E eu sou sempre coerente com meu posicionamento. Ano passado, naquela agressão do Fred sobre o Manoel eu falei que o Fred além de ser expulso, teria que ser punido por agressão. Agora em relação ao Léo eu falo a mesma coisa. Tinha que ter sido expulso e tem que ser julgado por agressão. E claro, sofrer uma punição pelo próprio Cruzeiro.
    Apesar de clássico ser sempre um caso à parte, desta vez deu a lógica. Atualmente o Cruzeiro tem um melhor time e elenco que o Atlético Mineiro. Fato.
    Chegaram a empolgar com vitórias sobre times pequenos e tomara que pensem que a derrota no clássico tenha sido só um acidente de percurso, que o time é bom, que o Guardiola… Opsss… Que o Thiago vai ser o novo Carille e que assim encarem o Campeonato Brasileiro… rs
    O Cruzeiro jogou mal, Thiago Neves irreconhecível, o time com menos um praticamente todo o segundo tempo e nem assim o Atlético Mineiro conseguiu aproveitar ?? Mas existe quem pensa que, por eles terem se livrado dos medalhões, que o time atual é melhor… rs Veeeemmm Brasileirão… rs

    Isto posto… Vamos falar agora sobre a minha aposta com o Clauber…
    Me senti como Leônidas e seus 300, contra um verdadeiro exército… rs Porque um Cruzeirense bancar uma aposta como esta, num Blog basicamente de Atleticanos, não é pra qualquer um não viu… rs E eu também não nasci ontem né… rs
    Então o gosto por essa vitória magrinha acabou sendo amplificado por motivos óbvios… rsrs
    Clauber, valeu pela desportividade !! Te chamo depois no zap pra combinarmos o encontro lá na Loja do Cruzeiro !!

    • Clauber disse:

      Grande Clayton, tudo certo?

      Ontem também não acompanhei o clássico, estava na “boa” Fernão Dias retornando de Sampa, pois bem, ganhou a aposta e eu sinceramente pensei que seu time venceria até com um placar melhor, afinal o meu Galo está no início de uma nova diretoria e convenhamos o time realmente é de médio pra fraco. Parabéns.

      Agora, você realmente “tava biritado” na hora que escreveu essa mensagem, chego a essa conclusão pela seguinte frase “isto posto… Vamos falar agora sobre a minha aposta com o Clauber…
      Me senti como Leônidas e seus 300, contra um verdadeiro exército…”, tem exagero no exposto, afinal esse blog é democrático e você sabe disso, ai pensei: O Clayton não é o Leonidas e sim Dom Quixote, pois está vendo moinhos e acreditando ser gigantes. kkk

      Brincadeiras à parte, vamos agendar para o próximo sábado dia 10/03/2018 o pagamento dessa aposta e como agora nosso placar de apostas está em 1X1 precisamos da “nega”, então que tal reeditarmos a aposta de 2013 onde eu ACREDITEI no meu Galão na libertadores, e ainda na primeira fase daquele certame apostei que seria campeão. Assim, a aposta é: se o cruzeiro for campeão eu te pago 2 caixas de heineken, caso contrário eu irei saborear o “chá verde”, e ai Dom Quixote Azul, topa?

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Grande Clauber,

        Agora estou bem, Graças a Deus ! E espero que esteja tudo certo contigo também !
        Você tem razão, ontem eu acabei passando um pouco do limite no “chá com torradas” e a ressaca hoje tá daquele jeito…
        Dom Quixote nada… rs Leônidas mesmo !! rs Ou você acha que na verdade foi só vc mesmo quem apostou comigo ?? rs Tá bom viu… rs As forças contrárias a mim, torcendo pra que esse Cruzeirense chato se desse mal, eram enormes… rsrs
        É… Agora estamos 1 x 1 nas nossas apostas.
        E por mais que uma caixa de Heineken seja uma proposta muito tentadora, infelizmente desta vez tenho que declinar da sua proposta porque tá muito cedo ainda. Não vi muitos jogos pra poder avaliar outros times. E o próprio Cruzeiro ainda não me convenceu. Então me desculpe, mas nossa nega vai ficar pra uma outra oportunidade… rs
        Quanto ao encontro na Loja do Cruzeiro, fica combinado pra este sábado então ( 10/03 ). Depois combinamos o horário certinho via WhatsApp.

        Abraços e tenha uma ótima semana !

  • J.B.CRUZ disse:

    LÍDER: INVICTO: ABSOLUTO………
    Jogo típico de CRUZEIRO x galo; Morno, mas, Angustiante, Apaixonante,Eletrizante e Sofrido..
    Meu Querido Avô dizia que este Jogo nunca deveria ser jogado; e ao mesmo tempo ser jogado todos os dias..Desgasta muito: Empolga,Alucina; Você vai da AGONIA AO ÊXTASE… …
    MISTER M…MENEZES, continua a sua escalada rumo ás Glórias Estreladas…
    CRUZEIRO SEMPRE !!!…

  • Rafael disse:

    Quais serão as punições para o zagueiro Léo e para o Mano?

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      RAFAEL
      Vc. disse – QUAIS AS PUNIÇOES PARA LEO e MANO.
      Entendo que deva existir alguma para o Leo, o nosso amigo Claytinho está dizendo isto aí em baixo, mas o Mano? o que ele fez?
      Ou terá que ser punido por ganhar do vcs.? é isso?
      É muita hipocrisia num torcedor só.
      Como vcs. não falam nada do pontapé que o Erick deu no Raniel, o cara estava no chao, na frente do banana do bandeira e não vi ninguem falando nada.
      Vcs. sao bons demais em legislar em causa propria isto sim.
      Vai chorar na cama que é o lugar mais quente.
      A continuar com este padrão de jogo, cuja única jogada é cavar falta e escanteio para o Otero cobrar, daqui a pouco ele estará cobrando tiro de meta em direção ao gol adversario, pois não ha outra alternativa para o seu time. só dá ele.
      Vai chorar na cama.

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    Parabéns ao Fofão que salvou o time dele algumas vezes. A história se repete. Ano passado o time azulino venceu o jogo do turno, apenas pra tremer na hora H, a hora da decisão. Passado. 202 x 167. Qual o próximo adversário?

  • Paulo Cesar disse:

    Liberou Valdívia.
    Liberou Fred.
    Liberou Robinho.

    Principal argumento: custo/benefício. Ok. E Elias? Ou será que não entendo nada de futebol?

  • Júlio Ávila (Mariana) disse:

    Chora não vou chorar……. Segura o choro que a taça chia mesmo!!!zeirooooo

  • Marcos disse:

    No esquema 4-3-3, o meio de campo fica fraco.

    Elias faz nada.

    Árbitro frouxo e maria.
    Primeiro tempo só marcou falta para o Galo quando era para matar o contra-ataque.
    Raniel agrediu Leo Silva.
    Leo agrediu Ricardo Oliveira.
    Egídio agrediu Leo Silva.
    Fábio chamou o árbitro de frouxo ao enrolar para bater tiro de meta com cartão amarelo.
    Raniel, Leo, Egídio, Fábio mereciam cartão vermelho.
    Barreira andou em todas as faltas.
    Maria fez substituição nos descontos e árbitro não acrescentou.

    A agressão do Leo:
    https://twitter.com/twitter/statuses/970410354181398530

  • Juca da Floresta disse:

    Otero e Leonardo Silva mandaram e desmandaram no árbitro do jogo, todos os cartões pedidos pela dupla foram dados pelo apitador, a FMF continua a mesma.

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    o que prevalecueu foi a vontade de ganhar, comprometimento, tem um lance dentro da area do pirangi que a bola sobra no meio da area e ninguem do Galo vai nela. Hoje o canal pfc tirou a mascara, todas as flatas do pirangi o comentarista achava um braco do jogador do Galo, faltas dos Atleticano eram desleais e desnecessaria, uma vergonha esta midia.

  • Horacio V Duarte disse:

    Caro Chico era esperado este tipo de jogo. Achei que ia ficar com raiva, mas o resultado foi normal para um jogo amarrado. O Galo pareceu mais com um time, desentrosado, mas um time. Com os mesmos problemas, saida de bola lenta, desta vez mais segura, mas a recomposição, vamos ter que treinar bastante viu, jogadores de frente e do meio ficam em linha marcando a defesa adversária enquanto sofrem um ataque. Não colocaria o Cazares, não joga bem com retrancão pesado e marcação individual, o Roger não está dando resultado, o Luan está melhor e recompõe melhor a defesa.
    O ataque está muito atabalhoado, precisa de mais tranquilidade, o fábio saiu atrasado, faltou ao erik a segurança para tirar o goleiro, tentou encobrir. Faltam jogadas, parece não se conhecer. Apesar de ter excelentes batedores, tem tempo que não sai gol de bola parada, fundamental para abrir retranção com duas linhas de 4, muito comum no campeonato mineiro. Mas que ainda vamos enfrentar por todo o ano, como enfrentamos todo o ano passado. Correria não abre defesa plantada, todo mundo já descobriu isto, é melhor criar alternativas enquanto não ta valendo nada.

  • Alisson Sol disse:

    Interessante ver que o Raniel reconheceu que perdeu a bola que gerou a correta expulsão do Edilson. Tem-se de parar com estas jogadas que podem gerar a perda da bola nestas situações de risco. Ali, sem a expulsão, era um enorme risco de gol.

    Mas o bom é que ficou claro que o Cruzeiro entrou para vencer, contra um time que entrou jogando no contra-ataque. Aí fica a dúvida: entra assim no Rural, mas vai diferente para a Libertadores! Por que? Ora: se perdesse hoje, ao menos a torcida diria que o Cruzeiro “tentou”. Mas, na Libertadores, fica aquela morrinha: entra na maior moleza, aí leva um gol e “corre atrás”. Empata, e descanca. Leva outro gol e “corre atrás”. Coisa absurda. E se o Atlético-MG tivesse feito gol primeiro hoje? Lá ia o time novamente “correr atrás”, o que é sempre mais difícil (vide a dificuldade que o próprio Atlético-MG teve hoje no segundo tempo, mesmo com um jogador a mais). Enfim: ou o Cruzeiro adota uma postura consistente, ou vai continuar se iludindo no Rural, e se dando mal na Libertadores.

  • Thales rosa disse:

    Sobre o retorno do Lélio aos comentários: simplesmente espetacular.. Fala a real sem rabo preso.
    Parabéns super 91,7 ganharam demais com a ida do Lélio e Gleysson lage para seu quadro esportivo.. A transmissão foi show.

  • Thales rosa disse:

    Não gostei do resultado. Não fosse a injusta expulsão do melhor jogador do cruzeiro viria um 4×0 facilmente…
    Deixe que os cwgos atleticanos hoje comemorem vitórias sobre etimes de serie D, serie C e serie b… E amanha no brasileirão chorem … Vamos aguardar…

  • Rodrigo C Santos disse:

    A verdade é uma só!! Time montado com refugos e que, se não houver contratações, no brasileiro, vai lutar para não cair!! Diretoria tá brincando com coisa séria!! Quanto ao interino, se efetivar, não dura até o final do mineiro!!

  • Silvio T disse:

    Ano passado o galo perdeu por dois a um na primeira fase do rural. Ou seja, jogo que nao vale nada num campeonato que nada vale. Aliás, vale sim para o segundo confronto contra o Figueirense. Vamos entrar como se precisássemos vencer por diferença de três gols. Segue o jogo.

  • Rafael disse:

    Galo muito mal.

    E tomamos mais um gol pelo lado de Patric e Leo Silva (aposenta!), este não aguenta correr.
    Patric atrapalhado de sempre.
    Elias não marca e nem arma.
    Ricardo Oliveira devendo também.

    Juiz errou ao não dar faltas e alguns cartões.

    Largui, bora colocar Maidana na zaga, Blanco na lateral direita e Bruno Roberto de segundo volante.

  • Fabio Queiroz disse:

    Chico, boa tarde,
    Algumas impressões sobre o jogo A.Mineiro 0 x 1 Cruzeiro:

    .o A.Mineiro entrou com o objetivo claro de ensebar o jogo o quanto pode até o gol do Raniel no início do segundo tempo e a expulsão do Edilson, jogou como uma URT, com o devido respeito ao mesmo.
    .o juiz da partida deveria dar um apito bem grande para o Leonardo Silva pra ele ajudar a apitar o jogo, o cara chora, reclama, sapateia, põe o dedo na cara do juiz, dissimula faltas, finge lesões, ou seja, é um repertório de ator de dramalhão completo! alô Silvio de Abreu… alô rede globo…
    .esse juiz também “tentou” dar o serviço, amarelando o time estrelado o quanto pode, mas não conseguiu chegar ao objetivo da vitória de seu time… lamentável né, Marcão de Varrginha?
    .o A.Mineiro tem uma única jogada nos jogos: falta do Otero, escanteio do Otero, falta do Otero, escanteio do Otero e tem outra também diferente: escanteio do Oterio e falta do Otero, MAIS NADA!
    .e o Fábio de novo, novamente, outra vez, quando solicitado mostrou porque é o melhor goleiro do Brasil há vários anos sem favor nenhum pra ninguém… dá licença!
    .mas sigo afirmando que o Cruzeiro quando foi testado e jogou contra um grande perdeu, não devemos nos iludir com essas vitórias contra times aqui de minas. (KI)
    .mas, sem clubismo, o Atlético tem plenas condições de classificar entre os 8. (KI)

    • Marcos disse:

      Cego.
      Árbitro é Maria.

      Égidio e Raniel agrediram o Leo Silva.
      Quarto árbitro é quem teve de avisar o árbitro. Tava pegando muito mal.
      Mano até elogiou o árbitro pelo serviço.

      A agressão do Leo foi vexatória para a arbitragem.

      • DUDU GALOMAIO BH disse:

        Esse aí é da turma do Mariana, Thales Rosa, Thiago, etc.
        Nem adianta esperar sensatez. Só comenta sandices rsrsrs.
        Fantástico Mundo Azul de Bob.

        • Fabio Queiroz disse:

          opa! desculpa ai, censor, DONO da verdade e moderador aqui do blog…
          mas vc num respondeu: Porque a clásusula do medo?
          diz ai…

          • DUDU GALOMAIO BH disse:

            Te falta entendimento, meu caro?
            Em momento algum eu “censurei” ou “vetei” seus comentários. Nem tenho interesse e poder pra isso.
            Se reler com calma, apenas desqualifiquei-os, em sua maioria, pois não vejo neles sensatez ou análise propriamente dita. Apenas o mesmo lenga-lenga… provocar… provocar… provocar… e provocar.
            Mas, tú és livre para continuares assim, se quiseres.

  • Raul Otávio da Silva Pereira disse:

    Resultado normal. Segue o jogo.

  • Márcio Luiz disse:

    Esqueci de parabenizar o Roberto Abras, que depois que foi para a Rádio Super parece ter “criado coragem” de fazer perguntas incisivas. Se bem que se fosse com um treinador medalhão eu não sei não.

    Perguntou ao nosso interino:
    “a proposta do Atlético atualmente e de jogar na velocidade dos contra ataques. Mas praticamente em todos os jogos vc tira os dois jogadores de velocidade que você tem no segundo tempo.”

    O interino discordou dizendo que “tivemos a melhor chance com o Erik.”
    Que foi num “lançamento” do ….. Victor. Estratégia?

    TODO MUNDO pode sair, menos essa ameba que atende pela alcunha de ELIAS. Contrato???

  • Márcio Luiz disse:

    Esse sempre bem intencionado interino (mais um) me faz lembrar aquele samba espetacular composto na década de 1970 pelo ótimo Luiz Airão: “…é camisa dez na seleção”.

    Pois ele escala as flechas, mas se esquece do arco. E quando no 2º tempo resolve colocar o arco, ele retira as flechas.

  • Luiz ibirite disse:

    Acabei de receber no Zap aqui, atlético quer ser bi de qq jeito, até através de lateral!
    Outra muito boa: malandro é atlético q levou o número do disque denúncia pro jogo sabendo que iria apanhar, kkkkkkk!

  • Luiz ibirite disse:

    Q blz, o jogo do atlético foi aquilo ali mesmo q vimos, aquela pataquada querendo cobrando dois laterais ao mesmo tempo e em direção ao mesmo jogador, q comece o o choro, pois é livre!

  • Márcio Luiz disse:

    Até quando a diretoria do Galo vai achar que esse esquema CHAMA GOL que esse rapaz quer implantar no time vai dar certo, gente.

    Devolvam o nosso GALO DOIDO PELAMORDEDEUS.

    CHEGA!

    PS: PARABÉNS ao Lélio Gustavo, o único a ter coragem de por o dedo na ferida ao “mandar” essa diretoria acordar.

  • Renato César disse:

    Jogo dentro da minha expectativa. Não lembro se cheguei a postar aqui, mas acertei até o placar. Ambas as equipes têm jogado fechadas, arriscando pouco e com padrão defensivo muito bom.

    Só que a equipe celeste está jogando assim há mais tempo. Tinha chances maiores de fazer 1×0 e segurar o placar.

    Acho que o Thiago está no caminho certo. O time do Galo tende a crescer com ele.

    • jorgemoreira disse:

      Olha Renato o que a torcida e a falsa imprensa tá querendo não existe mais, com estes jogadores e querer que o time va sempre ao ataque é entregar o jogo facilmente, penso que com estes jogadores a maioria limitados, tem que jogar como time pequeno, no contra ataque, eu só não concordo é com este inervante toque de bola, toca toca devolve a bola nos zagueiros ou no Victor e ai tome bicudo pra frente, para se propor a tocar bola tem que haver movimentação no ataque o que nem sempre os jogadores de velocidade conseguem fazer, mais tirar o Erick e colocar o Luan até quando, todo mundo sabe que o Luan não passa de um jogador manjado com as suas corridinhas e que as vezes(eu disse as vezes) acontece algum aborto da natureza e ele faz um golzinho ou até mesmo consegue fazer uma assistencia, pois no meu modo de ver ele não tem habilidade nenhuma pra jogar no meio campo, é como eu ja disse acaba logo 2018

      • Renato César disse:

        E, no começo do segundo tempo, o Galo foi para cima. Fez a tal “marcação alta”, “adiantou as linhas”. Aí, tomou o gol rápido. Jogar com equilíbrio defensivo e ofensivo, não é jogar como time pequeno.

        Time pequeno se fecha e praticamente não toma nenhuma atitude ofensiva. Faz gol quando o adversário entrega.

        O Galo tem jogado com padrão defensivo durante os primeiros 15 a 20 minutos de cada tempo e, depois, com maior poderio ofensivo. Equilibrar estas ações durante o jogo é que está sendo colocado como desafio para o Thiago. E sem cair em onda de esquema “Galo Doido”.

    • Tonho ( Mineiro ) disse:

      o que ta faltando e jogador, treinador nos temos!!!

  • José Eduardo Barata disse:

    Todos os ingredientes para o momento do
    “quando ‘tá valendo ,’tá valendo” , inclusive
    uma “dancinha provocativa” , que deve ser
    treinada exaustivamente pelo MM ( como
    gosta de dançar , não é mesmo ? ) .
    Além, é claro , daquilo que já é uma marca
    dos azuis , bater sem bola ( Léo pra cima
    do Oliveira ) .
    Mas teve bom , jogar contra times como o
    Tupi que se fecham todo é complicado .
    p.s.
    Boa transmissão da 91,7 , mas essa coisa
    de se eleger melhor em campo pelo gol, aí
    já fica uma situação sem muito crédito , na
    minha opinião .

    • Renato César disse:

      Para mim, este foi um erro estratégico do nosso adversário pensando em campeonato. Praticamente definiram um confronto antes da final. E com muitas provocações que vão ser combustíveis para este próximo jogo. Aí ficam de novo fora da decisão e vão dizer que é porque não ligam para Campeonato Rural.

      Sobre o jogo, para mim uma falha do Leo Silva resultou no gol. Mas o time continua no caminho certo.

      Também ouvi na 91,7 hoje. Mas destaco só o narrador do Galo. Aguentar aqueles repórteres malas é muito difícil. Roberto Abras só joga o Galo para baixo, talvez porque cubra o rival do seu time de coração há quase um século. Aquele outro celeste eu nem falo.

      • José Eduardo Barata disse:

        E outra , RENATO ,
        a bola “sobrou” pro atacante azul por
        conta de tentativa de passe que não
        deu certo de um companheiro dele .
        “Coisas” do futebol …

        • Renato César disse:

          A falha do Leo foi justamente aí: abriu espaço para sair na marcação do cara que receberia o passe (acho que era o Thiago Neves); este cara tirou o pé da bola e o Leo Silva, que tinha saído do Raniel, também tirou o pé, deixando a bola chegar no atacante. “Corta luz” do atacante celeste e do nosso zagueiro.

          Se o pessoal observar direito o lance, vai ver isto. Quando o adversário tira o pé, o Leo tira também. Realmente, lento demais no raciocínio e no reflexo.

      • José Eduardo Barata disse:

        RENATO SÉRGIO ,
        sobre a 91,7 , o Hugo Sérgio , é bom
        de se ouvir .
        O Pequitito, não : parece o Galvão do
        rádio .
        Quanto ao jogo, você enxergou o que
        aqui nós enxergamos : o Silva estava
        na marcação do cara deles e do nada
        abriu espaço nas costas .
        Sinceramente , anda lento demais da
        conta no raciocínio .