Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Além de Gal Costa e Juarez Moreira, Vander Lee e Clara Nunes serão homenageados no Projeto Matriz em Conceição

Gal Costa foi capa e sete páginas de reportagem da revista “Ela” d’O Globo de dois domingos atrás. Assim como Gilberto Gil, Milton Nascimento, Paulinho da Viola, Benjor, João Bosco, Maria Rita e tantas outras feras, ela terá a satisfação de cantar em Conceição do Mato Dentro, na praça da Igreja do Rosário, neste sábado.

Tive o prazer de entrevistar o Vander Lee no início da carreira dele, levado ao nosso programa Minas Esporte, na Band, pelo João Bosco Costa Lima, há 30 anos o realizador do Projeto Matriz, junto com a esposa Betânia Guimarães. Infelizmente o grande cantor e compositor morreu prematuramente em 5 de agosto de 2016, vítima de um infarto. Mas a obra dele ficou e será lembrada no Projeto Matriz, sábado, por meio da filha Laura Catarina, que vem fazendo muito sucesso como intérprete. Na sexta-feira, a homenagem será a Clara Nunes, muito bem representada pelo bloco “As Filhas de Clara” composto pelas cantoras Aline Calixto, Marina Machado e Tia Elza, com 07 instrumentistas.

A simpatia do João Bosco e Maria Betânia Lima Guimarães, a quem o blog cumprimenta e agradece, em nome de quem gosta de arte e música, pela realização, com tanta luta, o sensacional Projeto Matriz em Conceição do Mato Dentro, em todo feriado do 7 de setembro.

Para se hospedar a dica é a Pousada Alto do Baú (do Geraldo Afonso e Leila), cujos contatos são: www.pousadaaltodobau.com.br e (31) 98819-0359.

Confira a programação completa:

“Festival cultural comemora 30º aniversário com atrações imperdíveis como Gal Costa, Nação Zumbi, Juarez Moreira”.

Dias 6, 7 e 8 de setembro, Conceição do Mato Dentro comemora os 30 anos do Projeto Matriz, mesclando grandes nomes da MPB com artistas locais. A sexta-feira, dia 6, marca a abertura do evento que terá o seu pontapé inicial às 10 horas da manhã, no bairro Vila São Francisco com a Oficina de brinquedos e brincadeiras de Lorena Anastácio. A programação noturna inicia às 19:30, no Largo do Rosário com a apresentação do espetáculo Duo Dom convida o excêntrico francês François Boullie, com suas tábuas, escada e malabares. Às 20:30, o palco do Projeto Matriz recebe o primeiro show desta edição; o músico considerado conceicionense Mamutte com o Show Epidérmico, misturando vários ritmos brasileiros. Na sequência é a vez do jovem músico mineiro, Marcelo Ricardo, que vem ocupando a cena musical brasileira e internacional. O último show da sexta-feira, será do Bloco “As Filhas de Clara” composto pelas cantoras Aline Calixto, Marina Machado e Tia Elza, com 07 instrumentistas que homenageiam a grande sambista Clara Nunes.

No sábado o Projeto Matriz começa a sua programação com um dos momentos mais significativos e nostálgicos da edição especial de 30 anos. Às 10 horas o espetáculo Potássio e Olegário no Adro da Igreja Matriz, local que dá nome ao festival e o recebeu de braços abertos por 16 anos.

Passada a “sessão nostalgia”, o fotógrafo conceicionense Antônio Sadi fará a abertura de sua exposição de fotografias “30 anos do Projeto Matriz” no largo do Rosário. Seguindo a intensa programação, o Grupo Galpão volta a se apresentar no Projeto Matriz com a peça imperdível “Gigantes da Montanha”, às 19 horas.

A noite de sábado é o grande momento desta edição e para ela foram pensados 3 shows. Primeiro, o púbico irá se emocionar com o show intimista da jovem cantora Laura Catarina, filha do cantor e compositor Vander Lee. Em seu show, Laura fara interpretações dos sucessos do pai. Na sequência é momento de se deliciar com o belíssimo show de Juarez Moreira – Quinteto. Antigo parceiro do Projeto Matriz, o renomado violonista mineiro tocou na primeira edição do festival em 1989 e retorna para comemorar os 30 anos. Para terminar o sábado, atendendo aos mais variados gostos, o Projeto Matriz tem a honra de ter em seu palco a cantora Gal Costa, em seu show “A Pele do Futuro”.

No domingo, a partir das 09 h Oficina de brinquedos e brincadeiras, e a exposição do artesanato conceicionense. Às 11:30, se apresentará no palco a Orquestra de Chorinhos da UFMG.

Às 13 horas o Circo Marimbondo se apresenta no Largo do Rosário com um show para crianças, seguido do “Abre a Roda Mulheres no Choro”. Grupo de mulheres de Belo Horizonte que se apresentam com um chorinho da melhor qualidade. Às 16 horas, sobe no palco do Projeto Matriz o músico conceicionense Flávio Lima, com seu trabalho Flavião e o Retrofuturismo. Já se encaminhando para o final da edição especial de 30 anos do Projeto Matriz, o público será convidado a dançar e cantar e seguir o cortejo da Bandinha do Marcão pelo Largo do Rosário com sucessos de carnaval. Fechando com chave de ouro o Projeto Matriz de 2019, atendendo a um grande pedido do público jovem, vem a banda pernambucana Nação Zumbi, com o ritmo Manguebeat que ganhou todo Brasil na figura de Chico Science, ex-integrante do grupo.

Todos os dias contarão também com a discotecagem do DJ Heleno Augusto

Segundo João Bosco, criador e realizador do Projeto Matriz, a programação buscou mesclar gêneros musicais diversos, junto a oficinas, espetáculos de circo, teatro, fotografia e outras intervenções cênicas, para atrair o público de todas as idades, de diferentes bairros da cidade, e ao público fiel do Projeto Matriz.

Conceição do Mato dentro fica a 160 km de Belo Horizonte, integrando o Circuito da Serra do Cipó, Circuito dos Diamantes e da Estrada Real, possuindo vários casarões históricos ao lado de uma generosa riqueza natural, sendo conhecida como a “Capital Mineira do Ecoturismo”. A cachoeira do Tabuleiro, a 3ª maior do Brasil, se encontra em seu território.

Projeto Matriz 30 Anos acontece com a Promoção da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Turismo, com apoio cultural da Anglo American, e realização da M Lima Produções.

Visite Conceição e não perca a bela programação do Projeto Matriz 30 Anos.

Maiores informações:

Pedro Guimarães Lima- (31) 98835-3676


Deixe uma resposta para João Bosco Costa Lima Cancelar resposta

Comentários:
2
  • Juca da Floresta disse:

    Bom dia Chico, O João Bosco entende muito de cultura e de Conceição do Mato Dentro. É um sujeito espetacular, excelente contador de causos e muito bom de prosa. Tomar umas cervejas com ele é sempre muito bom. Só tem um defeito o João, não soube escolher o time de futebol. Abraços.

    • João Bosco Costa Lima disse:

      Juca, agradeço a gentileza de suas palavras. Só mesmo discordando da minha escolha pelo meu Galo. Como dizia meu saudoso Pai, “sou Atleticano, desde 1908”. Grande abraço. Esperamos você em Conceição.