Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

O Rio de olho no “saldão do Cruzeiro”; até Fred sem marcar gols e Dedé, com lesão, interessam, diz O Globo

Soa até estranho alguém dizer que o combalido, quebrado e esculhambado futebol carioca (exceção feita ao Flamengo) pode se aproveitar das dificuldades de algum mercado. Mas, o Cruzeiro tantas fez que deu essa oportunidade, destacada pela manchete do caderno de esportes d’O Globo de hoje. Como diria o Albertinho: “terrível, terrível…”

* “Saldão do Cruzeiro vira chance para Flamengo, Fluminense e asco. Quem levará a melhor?”

A crise financeira e a queda para a Série B transformaram o Cruzeiro em um balcão de negócios. Os clubes do Rio não ficam fora da liquidação celeste pré-temporada de 2020. Entre transferências fechadas e nomes cobiçados, o desafio é encontrar jogadores que deem retorno apesar de terem feito parte da má campanha do ano passado.

O Fluminense é, até agora, quem mais bebeu dessa fonte, contratando o volante Henrique e o lateral-esquerdo Egídio. O atacante Fred tem muita história no tricolor e desperta interesse. No caso do Flamengo, o movimento foi fisgar quem estava de saída após empréstimo: o atacante Pedro Rocha, que pertence ao Spartak Moscou, da Rússia.

No Vasco, o desejo é concretizar a volta do zagueiro Dedé. O clube formalizou ontem uma proposta ao defensor: salário na faixa dos R$ 200 mil — cerca de R$ 500 mil a menos do que ele ganha em Belo Horizonte. O Vasco está disposto a contratá-lo independentemente do quadro médico. Dedé passou por cirurgia no joelho direito em outubro de 2019 e desde então não voltou a jogar.

— A questão é se ele vai ficar inteiro. Se o Vasco conseguir recebê-lo bem, é o melhor entre os que podem ser negociados. Tem a questão financeira para resolver. Se concretizar e jogar, é o mais alto nível de todos — analisou Bob Faria, o comentarista do Grupo Globo em Minas Gerais.

Pedro Rocha chega emocionado

Sobre Pedro Rocha, apresentado nesta segunda-feira pelo Flamengo, Bob Faria pondera que o atacante cumpre uma função específica:

— Tem velocidade, corte para dentro. É um jogador um pouco monotemático. Acho difícil ser titular no Flamengo. Foi bem usado no Grêmio, mas não conseguiu muito no Cruzeiro.

Aos 25 anos, Pedro Rocha foi contratado por empréstimo junto ao Spartak Moscou. Na primeira entrevista com a camisa do Flamengo, não conteve o choro.

— A gente escolhe o que o coração manda. Escolher o Flamengo é a coisa mais fácil do mundo. Escolher meu clube do coração e de toda a minha família é uma emoção muito grande — disse o atacante, que treinou ao lado do zagueiro Gustavo Henrique, outro novato.”

https://oglobo.globo.com/esportes/saldao-do-cruzeiro-vira-chance-para-flamengo-fluminense-vasco-quem-levara-melhor-1-24188212

 


Deixe uma resposta para Alisson Sol Cancelar resposta

Comentários:
3
  • Alisson Sol disse:

    Tem um promotor prometendo “boas notícias” para a torcida do Cruzeiro. Cria expectstiva e depois anuncia o fim do período das chuvas…

  • Jeremias de Oliveira disse:

    As voltas que o microfone dá:
    Língua fala ú paga. Tá vendo ai Zezé? O Vaxco interessado na Black Friday de La Bestia Negra.
    Edilson detonou o Cru cru, foi preterido pelo Grêmio, procurou clubes e não encontrou, agora deita amores pelo REBAIXADO e disse que fica.
    Fábio, aguardou propostas, dificilmente encontraria. Quem cometeria uma loucura de contratar um goleiro de 40 anos a custo altíssimo? Disse que fica!
    Fred é pretendido pelo Flu e Bahia, se não achar clube, vai beijar a camisa e dizer que é um Cru cru desde criancinha.
    Sassá é outro, pode acertar com o Coritiba. Se não acertar, cederia até o dente de ouro pra ajudar o Cru cru.
    Dedé já disse que não fica, que tem propostas de clubes nacionais e estrangeiros, vai ganhar menos se for pro Vaxco, mas quer disputar a Série A.
    Fabrício Bruno e Dodô já picaram a mula. Pedro Rocha já beijou outra camisa chorando de emoção. Ederson só fica se a justiça indeferir seu pedido de rescisão. Orejuella disse que prefere tocar em El Balón em outro clube. Empresário de Rodriguinho só na miúda esperando propostas.
    Por outro lado, mais de 100 funcionários já foram demitidos, ninguém sabe é se receberam. Quem tem põe, quem não tem tira. Um dia a fonte seca!
    Dirigentes azulinos todos os dias fazem sérias acusações nos microfones, mas por trás das cortinas brecam qualquer investigação. Jogo de cena e satisfação à sociedade. O povo nunca sabe de nada!

  • Alisson Sol disse:

    Incrível como os clubes brasileiros tem uma “panelinha” de treinadores e dirigentes que devem receber algo em troca de contratações absurdas. Jogadores que acabaram de rebaixar um clube são preferidos em relação a, por exemplo, jogadores da base do clube que estão disputando a Copa SP de Juniores. Será por que?