Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Galo 3 x 1 Santos. Gordura da liderança garantida, com fortes emoções, na bola, no apito e no imaginário alvinegro

Pouco antes de começar a partida saiu na imprensa que o Flamengo estaria dando bicho extra para os adversários tirarem pontos do Atlético. E daí? O futebol é assim e todo time usa desse expediente em situações como essa.

Não pode é alguém pagar para algum time amolecer. Também não pode é comprar arbitragens. Bola pra frente! Paranaense de Maringá, Paulo Roberto Alves Junior tem 38 anos de idade e é representante comercial, além de árbitro da CBF.

Apitou Atlético 3 x 1 Santos e ao deixar de apitar este pênalti claro, cometido no Zaracho, mexeu com o imaginário atleticano.

Será que estaria havendo uma armação em curso para tirar a liderança do Galo? Afinal, ele não quis conferir o alerta do VAR, por qual motivo? Daí a pouco outro lance duvidoso, em cima do Borero. Vixe! Mas este, não tão claro quanto ao do Zaracho.

Começa o segundo tempo e o Santos faz 1 a 0, com Raniel, que gingou para cima do Réver e chutou da entrada da área. Muitos dos 16.514 pagantes entraram em desespero e começaram a vaiar o time.

Um filme passou na cabeça de atleticanos mundo afora, traumatizados com arbitragens calamitosas e erros próprios que lhe tiraram títulos “ganhos” no passado.

Porém, Cuca tinha mexido no time, colocando em campo Nacho, Sasha e Calebe. O argentino chamou o jogo para ele e resolveu. Aos 25, Calebe foi empurrado dentro da área. O VAR entrou em ação e dessa vez o senhor Paulo Roberto Alves Junior apitou. Nacho bateu com perfeição.

Aos 29, Nacho cobra uma falta de longe, pela direita, na cabeça do zagueiro Nathan, que vira o jogo. E aos 34, Calebe sofreu nova penalidade. Nacho bateu mal, a bola pegou no pê do goleiro João Paulo, mas ele mesmo, de cabeça, fez o terceiro gol, que garantiu a liderança, com a gordura que mantém a tranquilidade.

Importante dizer que sem Alonso e Arana a defesa do Atlético volta a ser aquela peneira dos tempos do Jorge Sampaoli. Desfalques seríssimos. Hulk, machucado, assistiu de camarote. Faz falta demais, mas tem substitutos satisfatórios.

Próximo jogo, domingo contra o Atletico-GO em Goiânia, às 18h15.


Deixe uma resposta para Edson Dias Cancelar resposta

Comentários:
36
  • mauricio souza - bairro serrano disse:

    https://fb.watch/8F8XHkWlMW/
    olhem isso

  • Silvio Torres disse:

    Bom, li e ouvi de vários torcedores e gente da imprensa o que tenho dito há meses aqui. O Atlético é uma tragédia tática. Sempre a qualidade técnica do elenco resolvendo as partidas. Só resta fazer uma corrente pra que o Hulk volte logo. É incrível como qualquer adversário mal das pernas e desfalcado, como o Santos ontem, anula o Atlético e faz o time passar sufoco o jogo todo. Repito uma impressão que já registrei aqui. Parece que TODOS entram em campo sabendo tudo do Atlético. E o Atlético dá sempre a impressão de que entra em campo sem fazer o menor ideia de como joga o adversário.

    • Stefano Venuto Barbosa disse:

      Não vi sufoco o jogo todo, o Santos teve uns dois lampejos no primeiro tempo. Nem acho que seja uma bagunça tática, está acontecendo com todos os times, que jogaram vários campeonatos, que não tiveram tempo pra treinar.

  • LÉO BRAZ disse:

    Com esse negócio de mala branca, mala preta, greve dos jogadores do Bruzeiro, etc… me veio uma pergunta na cabeça: o mala do Sr. Textão, setorista mor do nosso amado Clube Atlético Mineiro, também está de greve?

  • Horacio disse:

    Como não vi o jogo, resolvi ver a entrevista do Cuca, pra ter ideia de como tinha sido o jogo na visão dele. Perguntas foram sobre o momento das estrelas, sobre erros da arbitragem, sobre a mala branca, sobre o menino neymar, sobre a saída do Crespo, sobre o caminho para ser campeão, sobre manter a invencibilidade, sobre a vantagem na pontuação… blablablá.

    De futebol quase nada, perguntas para uma pauta que dá audiência. Até entendo, se a torcida ensaia uma vaia quando o time toma um gol, definitivamente não gosta, não curte e não entende nada de futebol. Tá ali para gerar uma foto do insta.

    Aqui mesmo agente percebe essa mudança, os caras não conseguem curtir o momento do time. Palpite de jogador de futebol de console é frequente, devem ter ido pra escola de van, pelada de rua… nem sabe o que é isto.

    Fiquei com a impressão que estão é botando pressão. Toda pergunta começa com: .. com este “elenco” este “investimento”, e tudo é obrigação, manter o saldo, ganhar o título, dar show, a invencibilidade então… tudo fora desta linha caminha para o inaceitável… cabeças devem rolar etc.

    Como a matemática de tabela não explica nada muito menos a atuação dos adversários em campo, agora inventaram a história do mala branca. Este departamento de futebol e de imprensa do Galo precisa tomar tento. O Galo tem que colaborar com uma pauta mais honesta, não dá ficar pagando o buraco deixado pelo time deles.

  • Raul Otávio da Silva Pereira disse:

    Esse povo de Maringá é muito esquisito. Já existem antecedentes, que é melhor nem comentar. Cinco pênaltis (segundo a narração da Musirama; não vi o jogo) na partida e o cara marca dois só ???

    O Atlético só não será campeão se não quiser. Vai ter que fazer muita merda prá perder esse título, e acho que isso não acontecerá. O time é qualificado, tem excelentes jogadores e está muito bem treinado pelo Cuca (estou queimando minha língua em relação a ele).

    Vida que segue. Nós cruzeirenses pelo terceiro ano seguido na Série B, o Atlético campeão brasileiro (Bi, né ?).
    Tudo bem.

    Atrás de morro tem morro.

  • Pedro Vitor disse:

    Esse negócio de mala branca ou mala preta, é o seguinte, se vale ou não vale, eu não sei,existe as duas, técnico e jogador, diretor ou presidente, nunca vão admitir, mas te falo uma coisa, se tão jogando sujo com o Atlético, que o Atlético faça o mesmo nos bastidores

  • Luiz disse:

    Jogo ganho na raça e nas mexidas do Cuca. Em outras épocas , tomar um gol no segundo tempo e virar para 3×1 seria impossível. O galo teve a frieza em aguentar a pressão da torcida, do jogo e a roubalheira do juiz. Mais uma vez a vitória se consolida com a turma que vem do banco. Esse ano tá dando certo, até nosso pão, quando cai, é com a manteiga para cima. Menos uma rodada e a diferença sendo mantida. Vamos que vamos!!!

  • Alexandre (de Curitiba) disse:

    Êita, nóis! Esse é um parto que já dura quase 50 anos. Ontem, depois de assistir ao primeiro tempo e o início do segundo até o gol do Santos, e ainda, vendo aquele “nobre cidadão” do apito prá lá de suspeito, não aguentei e desliguei a TV. “PQP!!!! De novo???!!!!”, praguejei. Mas quando meu filho entrou enufórico no meu quarto gritando que o Galo tinha virado o jogo e o Nacho ia bater mais um penâlty, eu me lembrei de como é bom sofrer com o Galo! Coisa de gente doida, viu?

  • Renato César disse:

    Só uma observação, Chico: eu também compartilho da ideia de que mala branca não fere nenhum princípio e deveria sim poder ser usada. Mas, caso comprovada, os clubes envolvidos podem sofrer punições porque é ILEGAL.

    Galo vai ganhar de tudo e de todos, mas que estas coisas sejam apuradas para prevalecer a legalidade.

  • Renato César disse:

    Partida de ontem mostrou que ninguém vai tirar este caneco do Galo. Juiz “errou” em lances capitais e tentou minar o time invertendo faltas bobas. Não tinha como não ficar p* da vida e os jogadores se desconcentraram por algum instante.

    Aí veio o gol adversário e nossos jogadores colocaram a cabeça no lugar. Time parece que jogou com mais raiva, mas aquela raiva motivadora, como se tivessem assistido a este mesmo filme na década de 80. Foi um combustível para superação, ao contrário do que acontecia no passado.

    Podem usar mala branca e mala preta, podem roubar o quanto quiserem. Só vão perder tempo, porque NINGUÉM vai tirar este título do Galo!

    Que venha o próximo e sigam o líder!

  • mauricio souza - bairro serrano disse:

    Não vi ninguem comentar, mas o VAR foi acionado para ver se a bola havia entrado, coisa que eles sabiam que não tinha entrado, aí viram o penal no Calebe. Tiro no pé do VAR, que não chamou o juiz para ver os outros penais que ele não marcou.

    • Fred disse:

      Exatamente, Mauricio. No momento do lance, a primeira coisa que eu gritei foi “opa! penalti”, antes da discussão sobre se a bola havia entrado. Puxaram o vídeo pra uma coisa e perceberam a falta.
      O VAR é uma boa ferramenta, mas não pode ficar na dependência do árbitro de campo. Ele precisa ser automático, algo como no tênis, que rapidamente a revisão é feita pelos auxiliares, aparece o vídeo, e o juiz no campo é comunicado sobre o que deve marcar. Enquanto isso não ocorrer, o VAR pode dar margem pra parcialidade.

  • Fred disse:

    Cuca fez ontem o que deveria ter feito contra o Palmeiras. Conseguiu a vantagem e fechou o time. Vou reclamar disso sempre, era uma final de Libertadores facil de chegar.
    Arrisco dizer que o Cuca deve usar escalação parecida contra Atlético-GO e Cuiabá, começa o jogo com um time misto (Calebe, Sacha, Borrero), e só coloca os medalhões se não tiver vencendo. Preservando pra semifinais da CB. É isso mesmo, o mistão do Galo consegue vencer esses times.

  • Pedro Vitor disse:

    Que vitória do Galo, na raça, no sacrifício, como manda a história.

    Com o Atlético, é tudo mais difícil.

    Juiz mequetrefe, tentou de tudo pra desestabilizar o time do Atlético. Deixou de consultar o Var por dois lances claros de pênalti.

    Hoje pela manhã, fico sabendo que o Rodrigo Caetano, junto com outros da diretoria do Atlético, foram na sala do Var, ter uma “conversinha”, ao pé do ouvido. Vejam como as coisas funcionam no futebol brasileiro!?

    Mais do jogo, aquele mariazinha, fez um gol até bonito, mas gosta de aparecer além da bola que joga e conta, foi provocar, e conversar fiado. Levou ferro e saiu caladinho, sem dar um pio!

    Eu, só pude ver ao vivo, o primeiro tempo, e gol de empate, do Nacho Fernandes. Segundo e terceiro gol, de Nathan e também de Nacho, só ouvi, pela Itatiaia, pois estava a caminho da peladinha.

    Já as 22horas, pude tomar aquela Heineken Geladissíma, e curtir a bela virada do Atlético, com um belo peroá praiano de Santos!

  • carlos henrique disse:

    Pedia uma folga ao Hulk e nao é que sentiu fez dois gols no jogo passado e saiu
    tem Nacho e Diego Costa, que tem que ser preservado
    para o outro jogo, jogadores importantes, para o sjogos seguintes
    Muitos começaram a falar da produçao do Nacho
    Cuca viu bem colocou so no segundo tempo
    e fez a diferença, que jogador e gente reclamando do cara
    se Hulk é artilheiro e faz gols e da assistencias
    Nacho corre o campo todo é mais cerebal
    um craque,, vamos devagar, outra coisa esse Calebe é bom jogador
    time ta bem, mas tem que preservar agora
    jogadore sfundamentais, para conquistar os titulos
    temos elenco e Cuca sabe
    o caminho das pedras

  • Jeremias disse:

    Galôôôôôôôôôôôôôôôôôôôôô!! Cadê a turma da INSÔNIA?

  • Julio Cesar disse:

    Não existe, nunca existiu e não existirá “erro” para um lance daquele e outros que ocorreram contra o Atletico. Como do Simon no pênalti sobre o Tchô contra o Botafogo. E que depois saiu dizendo que “errou”. Nunca, jamais. Porque não tem como errar esses lances. Há sim intenção clara, incontestável de favorecer um e/ou prejudicar outro.
    Ah, mas ele assinalou outros pênaltis. Porque o Var também o chamou. Então o que está na cara passa ser descarado.
    Enquanto passarem pano “erros” direcionados continuarão existindo.
    O nome disso é ROUBO! Depois, de anos o árbitro poderá dizer que o erro foi roubar.
    Esse foi o erro. Roubar!

  • Eduardo Silva disse:

    Chico, boa noite,

    Realmente vc tem razão, hoje o clube não tem mais torcida, tem consumidor. Vaiar o time após tomar um gol no inçio do 2o. tempo?? É muito desespero dos modinhas atuais. Sairam todos borrados! Aqui mesmo no blog os caras estão mais preocupados com o Crucru, dão notícia de tudo, parecem aqueles vizinhas bem velhinhas, frutriqueiras e fuxiquentas…kkk

    Mas foi um jogo disputado e o Marinho no final do jogo reclamou muito da arbitragem, falando que tava prejudicando o Santos, picando o jogo, marcando muitas faltas e dois penaltis… Será que esse ano tem força$ oculta$ vindo de Vespasiano adoçando a arbitragem? Sei não, viu? O pessoal tem muito dinheiroooo…. Deixa eu ficar quieto… Falo nada!

    Mas depois do gol do Raniel, ex-Cruzeiro, só imaginei mais um gol daquele menino que ainda busca sua independência financeira, o Tandelli, que jurou amor ao Galo e foi pro Grêmio no primeiro estalar de dedos, dando uma banana pra apaixonada torcida que não vai a campo.

    Mas o Cuca tá certim… tem que poupar o Nacho, Hulk e outros pra final da Libertadores…
    O pessoal já até comprou os pacotes de viagens na CVC em suaves prestações de 48 vezes, a perder de vista…kkk

    Vai Galooo, num fraqueja, num faiz nóis passar mais vergonha…

    Bica, Bicudo, que o mengão jájá funga no seu cangote…

  • Luís Cláudio disse:

    Os dois jogadores que mais destoam do restante do elenco no momento são o Keno e o Borrero. Não é hora de ficar testando o Borrero que foi muito mal ainda no Mineiro, já o Keno marca um golzinho de vez em quando. O Galo chegou onde está jogando os dois volantes, Zaracho, Nacho, Savarino e Hulk e assim deveria continuar.

  • Jerônimo disse:

    Maringá….terra de outro juiz ladrão…

  • Jerônimo disse:

    Se e o Cuca tivesse colocado 3 zagueiros e 3 volantes, depois que o Vargas fez o gol em cima do Palmeiras, nós estaríamos na final da Libertadores.

    Infelizmente, o Cuca é um técnico muito limitado e teimoso. Errou no mundial em 2013 ao jogar aberto contra o Raja e errou na libertadores de 2021 ao tentar o segundo gol, quando ele deveria era ter fechado o time.

    Porém, com esses dois erros GIGANTESCOS, enfim, parece que ele aprendeu a lição.

    O Galo virou contra o Santos e imediatamente ele tirou o Keno e colocou o Igor Rabello deixando o time com 3 zagueiros.

    Iremos ser campeões desse brasileirão, apesar do beijoqueiro de medalha….

  • Raws disse:

    Lendo as opiniões nas redes, é interessante ver as diferenças de visão. Acho que fui o único que não achei o árbitro tão mal. Considero dois erros dele, uma falta clara em Zaracho e o pênalti no mesmo. Só que o pênalti, o var errou mais em não alertá-lo. Gostei do estilo dele em deixar o jogo correr.
    Com relação a escalação, meu povo, nenhum técnico na América do Sul, deixaria Nacho na reserva se não fosse por motivo justo. Alguns torcedores, chegaram a pedir que ele merecia a reserva, penso que eles entendem é de sinuca, nunca de futebol para pensar nessa heresia.
    Eu sei é que parece que vamos ter emoções fortes até 27/11(espero que seja antes), nessa data acho que seremos campeões. Podemos perder pontos, mas acredito que o flamengo perderá pontos em novembro. Independente do nosso confronto direto.

    • Raws disse:

      Tenho que refazer minha opnião.
      Se gostei do árbitro no quesito, deixar o jogo correr, eu não poderia classificar a atuação dele como boa, sendo que quem “marcou” as penalidades foi o VAR. Me atentaram para esse fato. Ele não viu um dos três que foram na minha opnião.

      • Edson Dias disse:

        Raws, prezado…

        Ele não viu NENHUM né? Aliás, não ter visto o pênalty no Zaracho, logo aos 12 minutos do primeiro tempo, mostra a boa intenção com a qual o sujeito veio fazer o seu trabalho.

  • Geraldo Lacerda disse:

    Galôôôôôôôôôô! Contra tudo e contra todos!

  • JESUM LUCIANO DA SILVA disse:

    O galo não o galo tá no caminho certo, só não pode entrar no oba oba, igual na libertadores e sair por um time pior, tinha até you tiver fazendo propaganda para venda de passagem para final, antes do jogo do Palmeiras,sai de todos, já passei por muita coisa para nesta altura do campeonato menosprezar adversários.

  • Márcio Luiz disse:

    Independentemente da vitória, de virada e na RAÇA!!!
    Hoje o Galo hoje foi OPERADO pela turma que (ainda) comanda o futebol neste país.
    Uma VERGONHA essa arbitragem de hoje.

    Se eu fosse o presidente do CAM, pediria espaço num desses programas “mesa redonda” do grupo Globo amanhã e soltaria os cachorros…

    Mas a nossa diretoria prefere primar pela ética, moral e bons costumes. PALMAS!!!

    Mas no nosso futebol, infelizmente, isso NÃO existe.

  • SERGIO ROBERTO disse:

    Estive no Mineirão no sábado, jogo com o Ceará. É notório o trauma da torcida do Atlético quando o time passa por uma situação de perigo ou quando o gol a favor demora a sair. Fruto de muitas desilusões com arbitragem, com times que pipocaram em decisões e vários outros fatores. Este ano o time parece mais maduro, mais calmo e com muitas opções de banco para quando uma ou outra peça não funcionar adequadamente. E com um trabalho fenomenal do Cuca, apesar da má vontade e implicância de alguns. Mas bola pra frente. A vitória de hoje reafirmou mais uma vez que este ano tem tudo para ser diferente. Saudações.

  • Marcão de Varginha disse:

    Esse “Também não pode é comprar arbitragens.” pode se referir:
    http://www.otempo.com.br/superfc/benecy-queiroz-revela-j%C3%A1-ter-comprado-%C3%A1rbitro-para-ajudar-o-cruzeiro-1.1210341
    – #benecyeternomito

  • Stefano Venuto Barbosa disse:

    Juizão veio pronto pra fazer o serviço. Dois pênaltis não marcados, nem quis consultar o var. O Galo não jogou tão bem, mas fez o que precisava fazer, passou por cima das dificuldades e mostrou ter um time maduro. Agora, colocar o Dylan e deixar o Nacho, mesmo em má fase, no banco é contar muito com a sorte. Dylan, é nítido, não está pronto, pode ser um jogador de qualidade, mas ainda não.

    • Fred disse:

      A questão é que o Nacho nitidamente está no limite físico, se jogar toda quarta-domingo, vai contundir e desfalcar o time na Copa do Brasil e rodadas finais do BR. Não sei se o Cuca recebeu alguma orientação dos médicos, mas imagino que esse seja o motivo.

    • Márcio Luiz disse:

      Stefano, o Nacho tem dado mostras CLARAS de baixa condição física pra 2 tempos.
      Então, por óbvio, o Cuca o colocou no segundo tempo, descansado, e contra um time CANSADO (de se defender).
      No mais, é NÓIS. SAN!

      • Stefano Venuto Barbosa disse:

        Eu discordo muito desse tipo de postura, pra mim tem que entrar com os melhores, consertar depois de tomar um gol é correr um risco, que não pode ser calculado.