Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

CBF faz teste de independência da Globo e vai bancar transmissões dos próximos jogos da seleção, com Pelé de comentarista

PELE

Desse mato pode sair coelho. Notícia da Folha de S. Paulo:

*  “Sem Globo, CBF compra horário na TV Brasil para exibir amistosos da seleção”

Pelé será o comentarista dos dois amistosos do Brasil no próximo mês. A contratação do melhor jogador da história do futebol nacional faz parte do ousado projeto bancado pela CBF de produzir e transmitir as partidas de sua seleção a partir de agora.

O clássico contra a Argentina, no dia 9, será o primeiro. Quatro dias depois, a confederação fará o mesmo no amistoso contra a Austrália. Os dois jogos serão realizados em Melbourne.

No novo acordo, a TV Brasil vai exibir os amistosos. A CBF comprou o horário na emissora estatal para transmitir as partidas. Os valores não foram divulgados pelas partes. Os dois jogos vão começar às 7h (de Brasília).
A Bandeirantes deve ser anunciada como parceira nesta semana. A confederação exibirá também o seu conteúdo na emissora sediada em São Paulo.

A iniciativa da CBF segue uma tendência mundial no esporte. Atualmente, clubes e ligas já começam a produzir seus próprios eventos.

Eles acreditam que vão arrecadar mais ao vender os seus produtos diretamente aos anunciantes nas mais diferentes plataformas.

Até o ano passado, a Rede Globo transmitia com exclusividade todos os amistosos da seleção brasileira.

Até agora, a CBF não fechou contrato com a emissora carioca. Executivos envolvidos na negociação não acreditam que a Globo chegará a um acordo com a entidade.

Pelo novo modelo, a confederação vai expor na transmissão os seus dez patrocinadores oficiais e ainda venderá espaço para empresas que não sejam concorrentes dos seus parceiros.

A operação será baseada nos estúdios da CBF, que ficam no prédio da entidade, no Rio. De lá, Pelé fará os seus comentários. Em breve, serão anunciados os principais nomes da equipe. Pelo menos 50 profissionais vão trabalhar no Brasil e em Melbourne.

Em janeiro, a CBF testou o modelo no amistoso contra a Colômbia, no Engenhão.

A entidade não cobrou pelos direitos de transmissão e distribuiu o sinal para emissoras de todo o mundo, além de liberar para exibição em vídeo nas redes sociais.

FACEBOOK

Além de disponibilizar os dois amistosos na TV aberta, a entidade está perto de fechar acordo com o Facebook para transmitir os jogos da seleção pela internet.

Folha teve acesso ao plano comercial para as partidas apresentadas pela rede social aos anunciantes.

Segundo o documento, cada cota de publicidade é oferecida para os dois amistosos por R$ 2,3 milhões -R$ 1,8 milhão para o Facebook e R$ 500 mil para os cofres da entidade presidida por Marco Polo Del Nero.
Inicialmente, a intenção dos novos parceiros da entidade é vender as cotas pelo menos para cinco empresas.

O comprador terá direito a três menções e duas inserções durante a partida em cada tempo. A marca do parceiro também será exibida nos intervalos das partidas.

De acordo com o projeto, os anunciantes já terão suas marcas exibidas em anúncios promocionais dos amistosos a partir de quinta (dia 1º).

REVANCHE

A seleção brasileira deverá fazer oito amistosos até a abertura da Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

A principal partida agendada é a revanche contra a Alemanha, marcada para março, em Berlim.

Já o Mundial, que é negociado pela Fifa, a CBF não conseguirá fazer.

A Globo já tem os direitos das edições da Rússia (2018) e do Qatar (2022).

A confederação cogita a possibilidade de estender o projeto para as eliminatórias do Mundial do Qatar.

A entidade não tem contrato com nenhuma emissora de TV para a próxima edição do torneio classificatório.

Nos próximos dias, a CBF deverá também fechar contrato com um canal fechado para os dois amistosos na Austrália. A emissora também teria que exibir o conteúdo produzido pela entidade caras novas.

Em sua convocação para os jogos contra Argentina e Austrália, Tite deu folga para Neymar, Marquinhos, Miranda, Marcelo, Daniel Alves e Alisson, e oferecerá chance a nomes como Diego Alves, Rafinha, Alex Sandro, Jemerson e David Luiz. Gabriel Jesus volta após lesão.

REDES SOCIAIS TRAVAM BRIGA POR TRANSMISSÕES

Redes sociais mais populares da internet, Facebook e Twitter são rivais também na disputa para ser o canal oficial de grandes eventos, e o esporte tem papel estratégico nesse duelo.

As ligas profissionais dos Estados Unidos são as mais visadas. O Twitter já produz conteúdo exclusivo para seus usuários na NBA (basquete) e exibiu jogos gratuitamente da MLB (beisebol) e NHL (hóquei no gelo), em 2016.

No mesmo ano, estima-se que pagou US$ 10 milhões (R$ 32,6 milhões na cotação atual) para transmitir em sua plataforma dez partidas da NFL (futebol americano).

Em março, o Facebook assinou acordo com a MLS (liga principal de futebol nos EUA e Canadá) e com o conglomerado de mídia em língua espanhola Univision Communications para o streaming de pelo menos 22 jogos em inglês neste ano.

Antes, também fez acordo de transmissão com a MLB (20 jogos ao vivo), mostrou amistosos das seleções feminina e masculina de basquete dos Estados Unidos antes dos Jogos do Rio, em 2016, e exibiu a quase toda a temporada da liga de desenvolvimento da NBA.

A mudança do mercado já tem reflexos na publicidade. Segundo uma consultoria norte-americana, o investimento em anúncios em 2017 deve chegar a US$ 73 bilhões na internet e US$ 71 bilhões na TV nos EUA.

GLOBO

Em nota, assessoria de imprensa da Globo afirma que não concorda com o modelo usado pela CBF para negociar os amistosos da seleção, mas que buscou um acordo, sem sucesso. Leia abaixo o texto da emissora:

“O futebol sempre foi um conteúdo importante para o brasileiro e, por isso, é estratégico para a Globo e o SporTV.

Acreditamos que com compromissos de longo prazo conseguimos oferecer a melhor e mais completa experiência para o torcedor brasileiro, para as equipes, para os anunciantes e suas marcas. Foi pensando assim que adquirimos os direitos da Copa do Mundo até 2022 e que temos vários eventos e parcerias de longo prazo.

A CBF tinha planos de negociar os direitos dos Amistosos e das Eliminatórias da Copa 2022 na forma de bid (leilão fechado). Recentemente decidiu vender os dois jogos amistosos de junho de forma avulsa e, embora não acreditemos que esta seja a melhor solução para todas as partes, tentamos negociar mas não chegamos num acordo.

O Grupo Globo defende um mercado de concorrência e acredita que tem a melhor solução de visibilidade e envolvimento para os eventos da nossa seleção, tanto pela audiência quanto pela qualidade de transmissão e modelo econômico, mas respeitamos se a CBF pensa diferente.

Nós mantemos o nosso compromisso com o futebol e o nosso interesse em continuar trabalhando com a CBF na construção de acordos que sejam bons para todos – para a própria CBF, para o Grupo Globo, para os anunciantes e suas marcas, mas sobretudo para o público torcedor apaixonado pelo futebol e pela seleção brasileira.” 
http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2017/05/1888274-sem-globo-cbf-compra-horario-na-tv-brasil-para-exibir-amistosos-da-selecao.shtml


» Comentar

Comentários:
16
  • marcelo araujo disse:

    se esse audio entre o aecim e o pórrela for verdadeiro, espero que ambos sejam presos abraçados um ao outro. que nível que chegou a podridão da política. no brasil e em mg particularmente. só parasitas da pior espécie! perrela é apenas ‘traficante’.
    http://bhaz.com.br/2017/05/30/perrella-aecio-drogas-gracacao/

  • Rafael disse:

    Tem caroço nesse angu. Imagino alguma retaliação à Globo por parte Teixeira, Nero e acho que até do atual gov federal.

    Mas quem quer saber da selecinha? Desde o descompromisso da CBF, comissão técnica e alguns jogadores em 2006, seleção não me atrai mais não. Seleção antes era para jogador fora de série. De uns anos para cá passaram a frequentá-la jogadores medianos ou sem outras condições técnicas ou psicológicas de vestir a amarelinha como Cris, Gilberto, Ricardinho, Júlio César, Felipe Melo, Fernandinho, Thiago Silva, Filipe Luís, Hulk, Grafite, Jô, Doni, Maicon, Willian, Oscar, Jefferson, Luiz Gustavo…

  • Jorge moreira disse:

    Pra mim tanto faz, eu desde 82 não perco mais tempo com a seleção sempre do eixo, que se dane, e mais um motivo a mais pra ficar sem o ufanismo do galvão ALELUIA<ALELUIA

  • Alex disse:

    …com Pelé de comentarista, começou mal esse projeto……kkkkkkkkkkkkk

  • mauricio souza - serrano disse:

    Sei não, mas acho que a Globo já está tirando o dela fora, pois quando sair a sujeira que está debaixo do tapete do Ricardo Teixeira, muita coisa, esquisita vai aparecer. Na minha opinião ela simplesmente está tirando o dela. O pessoal que está por trás desta transação é tudo ex-globo.

  • J.B.CRUZ disse:

    É a ”morte” da Seleção
    Milhões de Brasileiros já desencantou com a Seleção ao longo do tempo..
    Quer queira, quer não; as pessoas já estavam acostumadas com a Globo..
    Não há um programa de média Audiência na T.V. BRASIL..É traço em Ibope..
    Desde 1.982, (Copa da Espanha), que foi o divisor do futebol Encantamento, Paixão e Amor a camisa x Futebol Força, Brucutu, medroso e mercenário; perdeu o FRENESI, A AGONIA E O ÊXTASE; e a ANSIEDADE da espera do resultado final de uma partida..
    Com nosso Craques sonhando com os Milhões de euros e dólares no Exterior, acabou a motivação, a firula, o drible; lances que eletrizava e encantava as multidões..
    No passado íamos aos Estádios na certeza de bom entretenimento…
    Hoje geralmente, mesmo diante da T.V., a gente já sabe que vai passar ‘raiva’, com partidas; amarradas, times visitantes visivelmente, contando os minutos para a partida acabar em 0 x 0 ou num lance de sorte marcar um gol, e cair na retranca, com aquele futebol feio, passes laterais e recuos para o goleiro..
    Hoje no Futebol e consequentemente demais esportes; todos são Profissionais; e até parte de torcedores ganham para torcer (Torcidas organizadas, por exemplo), onde os Clubes financiam viagens, uniformes e até passagens e estadia…Não dá para ser feliz…
    Mas guardamos em nossos corações as imagens dos grandes jogos e conquistas do grandioso futebol exibido até meados da década de 80; e continuamos com a Paixão para com nosso time do Coração; mais na camisa do que nos jogadores que ora as enverga…É claro que ainda temos alguma Admiração por ”nossos” atletas; mas, só o tempo em que vestem o MANTO SAGRADO ESTRELADO….
    Vida que segue……
    CRUZEIRO SEMPRE !!!

    • José Eduardo Barata disse:

      A destacar
      ========-
      Morte da selecinha : já foi há muito tempo .
      .. o futebol perdeu o Frenesi , agonia , ansiedade : frase lapidar .
      … e continuamos com a paixão …mais na camisa : PERFEITO !

  • Valmar Azevêdo disse:

    Bom pra nós! Mas tudo isso é respingo da crise política e econômica. Cada um com seus interesses.

  • Julio Cesar disse:

    Sobre tatica gostaria de entender melhor ate onde vai essa historia que os atacantes tem que defender. Dar o primeiro combate é uma coisa agora, como é isso, ajudar na marcação ? No segundo gol da Ponte, Adilson tentou acompanhar o atacante (ja tinha sentido a fisgada no primeiro lance) e a bola ainda estava mais pro meio campo. Ali poderia estar o jogador de ataque que caia mais pra direita e o Adilson mais na espera. Adilson estava bem adiantado.
    Por que, se atacante ficar vindo ate a intermediaria marcar, quanto folego tera pra atacar ?
    A ausencia do Adilson vai pesar, e de Cazares tambem; ausente pra disputar amistosos.

  • Julio Cesar disse:

    Bom, não faço questão nenhuma em assistir jogos da seleção brasileira de futebol (masculino). Associei os desmandos deste país unico no mundo em corrupção em toda estrutura politica e institucional (embora CBF não seja orgão do governo) que ficou pra sempre. E assistimos ultimamente a armação para deixar o golpista no governo: mudança do ministerio da justiça e Gilmar Mendes (o braço juridico da quadrilha) dizendo que pedir vistas é normal! Mas, o Galo venceu a grande seleção de 70 !!

  • Leandro Fábricio disse:

    Pelé de comentarista????? Precisa falar algo mais pra saber que vai ser um fracasso

  • marcelo araujo disse:

    é uma boa ação em se tratando de ‘enfrentar’ a globo. mas ao mesmo tempo, sendo da CBF, é certo que nesse mato tem cachorro. tudo pelo $, como sempre. quero até assistir, pra perceber se terão o know-how da globo… que quer queira ou não, tem um padrão de transmissão muito bem estruturado. quanto ao pelé de comentarista, sei não… ele calado é um poeta.

  • José Eduardo Barata disse:

    Que tudo dê certo e que nos livremos dessa corja da Globo ,
    trazendo de volta o respeito aos clubes , e não só fique só
    no âmbito da selecinha do Galvão .