Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

No exemplo do River 2015, que passou pelo Boca e pelo Cruzeiro, a única esperança atleticana em 2017

RIVER

Não fossem grandes exemplos do futebol mineiro, brasileiro e mundial, de times considerados piores, serem campeões, eu já teria dito que o Atlético deveria focar só no Brasileiro e esquecer a Libertadores 2017. Caso passe pelo Jorge Wilstermann, o adversário será o River Plate, que ontem eliminou o Guarani do Paraguai. Justamente este River é o exemplo mais recente ao qual me apego para ter a esperança que resta de salvação da temporada alvinegra. Em 2015 o River passou da fase de grupos na bacia das almas, com 6 pontos (um a mais que o peruano Juan Aurich), sete a menos que o primeiro colocado, Tigres, a quem bateria na final. Era tido como presa fácil do Boca Juniors nas oitavas, já que o seu arquirrival vinha atropelando todo mundo. Foi o primeiro, disparado, na primeira fase com 18 pontos, seguido pelo Tigres, 14.

Só que o “Sobrenatural de Almeida” (Ave Nelson Rodrigues!) entrou em campo e idiotas do Boca jogaram aquele famoso gás de pimenta nos jogadores do River, no intervalo do segundo jogo em La Bombonera, provocando a eliminação dos “bosteros”. O River passou às quartas de final e outra vez o “Sobrenatural de Almeida” entrou em ação a seu favor: perdeu em Buenos Aires de 1 a 0 para o Cruzeiro e venceu por 3 a 0, o jogo da volta no Mineirão. Passou novamente apertado, pelo paraguaio Guarani, (2 x 1 e 0 x 1) e no embalo da torcida e do regulamento, foi campeão sem maiores dificuldades com 1 x 0 no México e 3 a 0 em Buenos em cima do Tigres.

Veja o que o Globoesporte do dia cinco de agosto falava sobre a partida final:

“… O Tigres era melhor tecnicamente. Mas desta vez, a camisa pesou. O River precisou de pouco mais do que raça, organização e um ambiente favorável para vencer a partida. Bastou “poner huevos”, mostrar garra, e os Felinos mexicanos se aquietaram como inofensivos gatinhos. … Como era de se esperar, a torcida do River fez muita festa antes mesmo do jogo começar. Com balões em vermelho e branco, cantaram, batucaram e recepcionaram o time em campo de maneira emocionante…”

No Mundial de Clubes, tomou uma sova de 3 a 0 do Barcelona, nada de anormal.


» Comentar

Comentários:
51
  • Edgardo disse:

    O Atlético MG é o time “Sarampo””, só pega uma vez. Pegou uma vez a Libertadores, uma vez a Copa do Brasil e uma vez o Brasileirão. kkkkkk Edgardo.

  • cláudio disse:

    e mais uma vez o que salvou ontem foi a “massa”.
    e quem disse que o lado rosa não tem um bi:
    bicampeã de pupagante!

  • Juca da Floresta disse:

    Embora o Atlético-MG tenha um orçamento superior a R$ 300 milhões anuais, o time mineiro conseguiu ser eliminado para o Jorge Wilstermann, que gasta por ano cerca de R$ 6 milhões…. Vexame!

  • Juca da Floresta disse:

    Talvez seria melhor focar para ser rebaixado novamente esse ano e tentar o BI da Série B em 2018, quem sabe o Carma da falta de BI desaparece!

  • Thiago disse:

    Quarta feira tem mais…rsrsrs!
    A arrogância de alguns torcedores não se remedia mas pra aqueles mais sensatos sabem que o o time deles não tem elenco pra disputar qualquer título. Ganharam do Cruzeiro na final do mineiro, mas convenhamos o maior de Minas com esses jogadores medianos não ia dar trabalho a ninguém.
    Os alvinegros vivem de uma nostalgia de jogadores que são velhos e não podem render mais nada e no banco cada um pior que outro.
    E bom esse Micale fazer algum coisa com a molecada da base pq agora que vcs vão ver os ‘experientes’ pular do barco. Vão se machucar com frequência, se confinar no DM.
    A briga de vcs e pra não cair, a do Cruzeiro e pra ficar no G6.

  • Alex disse:

    ….esse miCALE é fraquíssimo…..o Roger deixou o time como campeão Mineiro, primeiro lugar geral na Libertadores e com chances na Copa do Brasil….mas o problema é que as entrevistas dele desagradavam alguns….

  • Alex disse:

    …bom dia!!…já que os comentários estão fechados aí pra cima, vai aqui mesmo….alguém sabe se o cuca já caiu?….esse cara me fez muita raiva no mundial , mas já to aceitando ele e suas superstições ridículas…..kkk….e ai meus amigos que queriam a saída do Roger, com todo respeito, satisfeitos?….não se troca peneu de carro andando….

  • Juca da Floresta disse:

    Bom dia,

    Que são Jorge proteja a todos….

  • Juca da Floresta disse:

    Normal…eu acredito

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Quaquaquaquaquaquááááá… rs

    Muito legal, mas muito legal mesmo, observar Torcedor Atleticano que antes tapava o sol com a peneira e só se preocupava em zoar e fazer côro com os bobo-alegres, vir reclamar do time dele só depois que a vaca foi pro brejo… rs

    Que me desculpem os Atleticanos bacanas do Blog e que eu respeito, mas hoje eu tô no direito de zoar… kkkkk

    Ouvi falar que agora, Primeira Liga é obrigação… rs

  • leandro fabricio disse:

    Olhem o meu comentário anterior, atentem para a ultima frase no meu comentário…

    nada mais a declarar

  • Jorge moreira disse:

    Só existe um culpado o nepomusono, os jogadores não tem culpa alguma de serem oferecido a eles contratos milionarios , mordomias, , , só vestem oManto Sagrado porque um incompetente que nunca entendeu nada de bola os contratou, Deus não seria injusto em deixar um time comandado por um paraquedista ser campeão de nada, vejam bem no ano passado o time presidido pelo nepomusono conseguil ser vice do rural pro merrequinha, FORA nepomusono, FORA

  • Marcos disse:

    Até o time que caiu pra segunda divisão venceria esse time boliviano com goleada histórica.
    Dá-se a impressão de que os jogadores do Atlético forçaram barra pra tirar o time da Libertadores, face aos gols perdidos de forma estúpida, no jogo dessa quarta.
    Mesmo com jogadores que possuem no curriculo passagens por seleções nacionais, esse time não vai pra frente(exceto quando joga contra o Cruzeiro que também possui um time sofrível).
    Quem diria, o elenco de estrelas do Atlético irá no máximo evitar uma nova passagem na segunda divisão…

  • Júlio Ávila (Mariana) disse:

    Quando o Cruzeiro se recusou a fazer loucura pelo Valdivia teve cruzeirense reclamando… Espero que tenham assistido o jogo hoje, estou tentando entender o vexame do Atlético rsrs é claytinho faiô?

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      É Júlio Ávila… rs

      Como diz o outro… “deixa estar”… rs
      Fico imaginando a cara de quem fez festa por esse jogador…. rs

      Abraços

    • Thales Rosa disse:

      Pagam 350 mil mensais ao Valdivia… Por isto o Cruzeiro pulou fora no primeiro contato..
      Fora o refugo do Marlone.. eles adoram um jogador refugo do Cruzeiro

      • Alex disse:

        ..Pinkinho, vcs deram sorte…só que o problema aí foi outro….falta de grana…todos jogadores que disputaram com a gente, perderam….e agora vc desce a lenha neles, mas antes fazia coro pra contratá-los….

  • Thales Rosa disse:

    Jorge wilsterman? A lista de vaxames ganha mais uma estrela…

    • Alex disse:

      …pra quem perdeu uma final de libertadores dentro de casa, tem mesmo moral pra falar de lista de chacota….acrescenta aí nessa lista Benecy, Riascos, Potosí( vc se lembra dos 5×0 pra esse timeco da Bolívia?), Doce de Caldas, Tinocão Sincero da MASSA, e por aí vai…..

  • Thales Rosa disse:

    Normal…

  • Marcão de Varginha disse:

    E a Libertadores de 1997 vencida pelo radicado? uma das mais sofríveis da história desse campeonato, recheada de derrotas e no final o time do Benecy “conseguiu” a taça… vão ser “rabudos” pra lá!
    – #benecyeternomito

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Só que o atletico não tem o tamanho nem a tradição desses times! o cruzeiro guerreiro de 97 estava praticamente eliminado e ainda fizemos historia ao ganhar o caneco!Salve Dida, oque ele pegou aquele ano não foi normal!!!monstro!! o atletico na libertadores esta cumprindo seu papel de praticamente sempre uai,participa é eliminado e vida que segue e sua torcida fica feliz em participar!

    • Alex disse:

      …Mariana, nessa época aí, a internet estava apenas engatinhando no Brasil e as fitas cassetes eram o “QUENTE E PELANDO” da época…..kkkk…seus filhos correm o risco de nunca assistirem o seu time ganhar a Libertadores…o meu filho com 6 anos na época assistiu em 4K

  • Silvio T disse:

    A grande diferença é que nesses times limitados que foram campeões havia cabeças pensantes, dentro e fora de campo. No Atlético impera um semi profissionalismo que historicamente põe tudo a perder no que seriam alguns dos melhores anos do clube. Recentemente: 2012 – não esqueço uma derrota para o Náutico um dia depois do Flu ter perdido pro lanterna em casa; 2014 – Levir, prá variar, tirou todos os volantes e levou o empate no finalzinho do Atlético Nacional. Com Vítor, tinha que ter arriscado ir para o os pênaltis; 2015 – Levir (de novo!) com sua defesa esburacada, levou cinco gols do Inter nas oitavas da Libertadores e 47! no brasileiro; 2016 – Aguirre (arrghh!!) faz dois a zero no São Paulo e, ao invés de massacrar um time medíocre, consegue ser desclassificado no Indepa. MÓ chegou e superou Levir: levou 53!! gols no brasileiro. A palavra estratégia foi riscada em todos os dicionários disponíveis na Cidade do Galo.

  • leandro fabricio disse:

    Não me apego muito a isso, ainda mais em se tratando de atlético…. não foi só o river plate com quem aconteceu tal fato citado, o san lorenzo também foi campeão da libertadores em 2014 tendo a pior campanha entre os classificados na primeira fase, foi capengando e aos poucos eliminou gremio e de novo o proprio enseada (no mineirão como gosta de entregar para os argentinos em casa esse tal de cruzeiro hein) e no final acabou sendo campeão…

    mas estamos falando de times argentinos e lá a coisa é diferente, jogador argentino é mais comprometido e tem mais “carater” que o jogador brasileiro, isso é fato….quando achincalhados é que se mostram mais aguerridos e com vontade em campo, quanto pior a situação é aí que eles crescem na espirito e na luta diferente dos atletas brasileiros que em sua maioria não estão nem aí pra instituição e tampouco para a torcida…

    outra coisa que difere é a situação em que se encontravam esses times citados em seus campeonatos nacionais, não me lembro a situação de river e san lorenzo em seus respectivos campeonatos nacionais na época em que conquistaram a libertadores, mas a situação do atlético no campeonato brasileiro pesa contra demais no fritar dos ovos, a libertadores esse ano esticou seu calendário, isso é que pode ser um fator positivo a equipes que no momento estão passando por situações dificeis pois se atlético e palmeiras por exemplo que são os clubes brasileiros que estão passando por mais dificuldades nessa libertadores se classificarem hj…os proximos confrontos serão daqui a quase um mês e isso pode dar tempo para eles se acertarem nas competições nacionais e irem mais tranquilos para a proxima fase da libertadores…

    mas sinceramente não acredito que o acontecera com o river e san lorenzo poderá acontecer com o atlético nessa libertadores… tem um ditado que diz que “a sorte ajuda a quem trabalha”…. então entendo que quando a competencia não se faz presente a sorte pode até dar o ar da graça e ajudar… mas vc tem que fazer por onde (trabalhar)…. aí vc vê o atlético com fred, robinho, cazares, carioca e mais alguns desfilando “displicencia” e descompromisso com a instituição vc acha que a SORTE vai se boba de aparecer pelas bandas do ct do galo??? Nunca

    libertadores nossa são os 47 pontos no brasileirão…. não percam tempo com ilusões nessa libertadores senhores…

  • Regi.Galo/BH disse:

    Alô Micale!

    – O ‘momento iluminado’ do Jorge Wilstmermann vai ofuscar a evolução do trabalho, de novo!!!? Pensa no seu currículo, hein…

    Vamo agitar Galo!

  • Regi.Galo/BH disse:

    Realmente é um milagre possível, uma vez que não tinham o Nepomuceno como Presidente. Com o sujeito no comando, o inferno é logo ali.
    Abraço!

  • Raul Otávio da Silva Pereira disse:

    Mata-mata é assim mesmo. Tudo pode acontecer.

  • Rodrigo Assis disse:

    Só Deus pra salvar a temporada do Atlético. Ainda mantenho minha opinião, amanhã bem cedo, independente de se classificar ou não, o Daniel deveria agradecer e demitir o Micale e contratar um técnico de verdade.

  • Pedro Vítor disse:

    Time deverá ser:

    Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fabio santos; Rafael Carioca, Elias e Luan; Valdívia, Casares e Fred;

    Galo vai pra cima!

  • Renato César disse:

    Sobre 2018, andei avaliando as possibilidade de reformulação no elenco e no clube. Seguem minhas sugestões:

    Presidente: Rodolfo Gropen
    Diretor Executivo de Futebol: Sérgio Sette Câmara
    Gerente de Futebol: Leo Silva
    Técnico: Ricardo Gomes
    Dispensas: Rogério Micale, Giovanni, Leo Silva, Erazo, Rafael Carioca, Robinho, Fred.

    Transferência para Atlético B: Alex Silva, Rodrigão, Leonan, Yago, Thalis, Capixaba, Pablo, Élder.

    Contratações que sugiro: Marco Torsiglieri (Zagueiro – Rosario Central); Nicolás Tagliafico (Lateral Esquerdo – Independiente); Rodrigo Dourado (Volante – Inernacional); Edwin Cardona (Meia – Monterrey), Tomás Bastos (Meia – Coritiba); Tardelli (Atacante – Shandong Luneng), Lautaro Martínez (Racing) ou Nicolás Blandi (San Lorenzo), Marcinho (São Paulo), Erick (Náutico). Obs: a contratação do Tardelli parece que só é viável a partir da janela do meio do ano que vem.

    Elenco principal: 30 jogadores. Manter em torno de 18 jogadores no Atlético B.

    Time titular: Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Torsiglieri, Tagliafico; Dourado, Elias, Gustavo Blanco, Edwin Cardona; Tardelli (Marcinho/Erick), Martínez ou Blandi (este acho que tem perfil melhor).

    Time reserva: Cleiton; Carlos César, Bremer, Matheus Mancini, Fábio Santos; Roger Bernardo, Adilson; Hyuri, Juan Cazares, Luan; Clayton (Carlos), Rafael Moura.

    03 Goleiros: Victor, Cleion, Uilson
    06 Zagueiros: Gabriel, Torsiglieri, Bremer, Matheus Mancini, Jesiel, Felipe Santana
    02 Lateral D: Marcos Rocha, Carlos César
    02 Lateral E: Tagliafico, Fábio Santos
    06 Volante: Dourado, Elias, Gustavo Blanco, Roger Bernardo, Adilson, Ralph
    02 Meia Arm: Edwin Cardona, Tomás Bastos
    05 Meia Ata: Hyuri, Juan Cazares, Luan, Marcinho, Clayton
    04 Atacante: Tardelli, Lautaro Martínez ou Nicolás Blandi, Carlos, Rafael Moura

    Obs1: caso o São Paulo caia, talvez a permanência do Lucas Pratto fique inviável. O Galo poderia propor a suspensão de um pagamento em troca do empréstimo dele pela temporada 2018. Aí, não precisa contratar o Martínez ou o Blandi.

    Obs2: Caso o Micale recupere o time nesta temporada, principalmente se vencer a Libertadores, ele passa a ser mais recomendado para a próxima temporada, não tem como evitar isto.

    • Regi.Galo/BH disse:

      Muito bacana essa sua proposta, Renato.
      É louvável a discussão, principalmente, quanto ao quesito COMANDO.

      Oportunamente, sugiro destacar apenas a primeira parte da sua proposta neste momento, para discutirmos o restante no futuro (até porque é bem mais complexo de analisar):

      Com a sua licença… penso que a questão CHAVE está aqui.

      “Presidente: Rodolfo Gropen
      Diretor Executivo de Futebol: Sérgio Sette Câmara
      Gerente de Futebol: Leo Silva
      Técnico: Ricardo Gomes
      Dispensas: Rogério Micale, Giovanni, Leo Silva, Erazo, Rafael Carioca, Robinho, Fred.
      Transferência para Atlético B: Alex Silva, Rodrigão, Leonan, Yago, Thalis, Capixaba, Pablo, Élder.”

      Esse é um debate importantíssimo, que não podemos deixar pra depois.
      (Está no intervalo do jogo, voltamos ao papo assim que possível).
      Abraço!

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Da mesma forma que eu emiti minha opinião sobre o Cruzeiro na Copa do Brasil, dizendo que ele foi longe até demais e que não deve passar pelo Grêmio, eu emito minha opinião agora também em relação ao Atlético Mineiro na Libertadores. Penso que deve se classificar até com uma relativa facilidade hoje ( Claro que a minha vontade é que nem passem… rs ). Mas acho que do River Plate não passa. Isto claro, em se tratando de lógica e de uma visão mais racional sobre o futebol e contando que o tal do “Sobrenatural de Almeida” não ajude… rs
    Apesar de que, em 2013 essa mesma frase minha aí: “acho que do time tal não passa”, me fez perder duas caixas de cerveja pro Clauber… rs Um grande Atleticano que era participante assíduo do Blog, gente da melhor qualidade, mas que anda muito sumido deste espaço.

  • Renato César disse:

    O Micale precisa chamar o Robinho no canto e perguntar se ele quer o protagonismo de volta. Se estiver com sangue nos olhos e realmente quiser, apostaria nele para esta partida da Libertadores. Se preferir ser poupado para readquirir confiança, entraria com Valdívia. Mesma situação vale para o Fred, que foi milagrosamente liberado ontem pelo DM e já está relacionado, ficando o Rafael Moura como opção. Time para mim seria: Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Leo Silva, Fábio Santos; Roger Bernardo; Luan, Elias, Cazares, Robinho (Valdívia); Fred (Rafael Moura). Porém, o ROGERio Micale parece que vai de Adilson e Rafael Carioca na volância.

    O mesmo time tem que ser usado contra Flamengo, principalmente em caso de classificação. Depois, teremos uma boa sequência contra Fluminense (fora), Ponte Preta (fora) e Palmeiras (casa). Serão 3 jogos em 27 dias. Tempo mais do que suficiente para ajustar a equipe de novo antes das quartas da Libertadores e zerar o DM. Obs: neste período terá o jogo contra o Inter pela Pequena Liga, que é totalmente desprezível e acho que podemos mandar o time B para Porto Alegre. Então, nem entrou nas contas da equipe principal.

    Entre os dois jogos das quartas da Libertadores, teremos um jogo fora contra o Avaí, que tem que ser disputado pela equipe reserva: Giovanni; Bremer, Felipe Santana, Matheus Mancini; Adilson, Yago, Alex Silva, Marlone, Otero; Valdívia, Rafael Moura.

    A situação é complicada, mas o calendário agora nos permite fazer um planejamento adequado. Podemos chegar aos 40 pontos ao final do mês de Setembro e classificados para a semifinal da Libertadores (lembrando que as quartas serão contra o River Plate).

  • Pedro Vítor disse:

    Preparem seus corações, hoje vai ser dificil, mas com estes jogadores que aí estão só um milagre o galo passar de fase!

    Como tomamos gols sempre, hoje será 3 a 1 pro Galo!

  • marcelo araujo disse:

    Se o Galo passar hoje, que venha o HorRiver!