Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Quando a arte da fotografia mostra a realidade do futebol

Novo Documento 2017-10-19 19.01.01_1

Essa cena do Fred está rodando nas redes sociais e repercutiu muito, como retrato fiel do atual time do Atlético

E que honra receber um comentário no blog do Marcelo Prates, um dos grandes nomes do fotojornalismo brasileiro, hoje conhecido também como “o pai do Lucas Prates”, excelente fotógrafo da nova safra mineira, fazendo prevalecer o velho ditado “filho de peixe . . .”.

Diferente do Lucas, que é americano fanático, o Marcelo é atleticano e escreveu: “Time sem raça, sem esquema tático, sem sangue. Culpa e reflexo da péssima gestão do presidente Daniel Nepomuceno.
Oba: onde está o crédito da excelente fotografia que resume a situação atual do Galo.”

E cobrou com toda a razão os créditos da enigmática foto que publiquei no post sobre a derrota do Galo, que é do João Godinho, fera do jornal O Tempo, a quem peço desculpas por não ter citado na postagem. Esta foto foi capa de hoje no caderno SuperFC. Fred caído e literalmente derrotado, no vexame contra a Chapecoense no Independência.

A outra metade da capa foi ocupada pelo Thiago Neves, também em bela foto, do Giuliano Gomes/Estadão/Conteúdo. As fotos e os ótimos profissionais das imagens, cada vez mais valorizando o jornalismo em todas as mídias.

Aproveito para homenagear a toda a categoria, por intermédio do Marcelo Prates, um artista, de fotos como esta. . .

PRATES

. . . de capoeiristas jogando no Bairro Goiânia, em Belo Horizonte e tantas outras. Um trabalho que pode ser conferido também no facebook: https://www.facebook.com/MarceloPrates52Fotografias/


» Comentar

Comentários:
15
  • Marcus Vinicius disse:

    Mano fechado com o Cruzeiro para 2018 e 2019, teve gente que fez piada aqui com a ida dele à SÃO PAULO, que fase hem, vai ficar com cara de bobo.

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Caro J.B,sempre disse aqui que esse Cazares é jogador vagalume,brilha em um jogo a torcida fala que é o novo Pelé e depois joga 15 partidas como o Prieto que vc citou,rsrs! pra mim apenas um jogador comum como a maioria no Brasil! o bom é que posso rir de muito “entendido” por ai que disse que ele era craque,gênio etc!

    • J.B.CRUZ disse:

      É isso aí; JULIO AVILA..
      E se Prestar bem Atenção, tem Muita ”gente boa” enganando os galistas com salários absurdos e jogar que é bom….Nada..

      Dizem que o Robinho no decorrer do jogo, depois de tentar e não realizar a famosa ”pedalada” que lhe consagrou, perguntou ao GROLLI : Em que time você Jogou??!!, tentando menosprezar o Adversário..
      Resposta do GROLLI no Final do Jogo: Joguei No CRUZEIRO; e você jogou hoje ???…

  • Julio Cesar disse:

    Chico, pra mim retrata a situação do Frred. A jogada que culminou com ele estatelado foi sensacional. Uma tabela com trocas de passes envolventes entre Elias, Robinho e Cazares (se não me engano) que lançou uma bola açucarada pro Fred que não conseguiu dominar a bola e caiu deitado. Alias, ontem, radio ligado na Itatiaia no cha com torradas e o Sr. Emanuel Carneiro desfiou criticas a Robinho, Cazares, Elias, Marcos Rocha e nem tocou no nome do Fred. Contra o Sport ele ja tinha matado uns dois contra ataques do Atletico pra liquidar a partida. Mas ele liquidou com o nosso ataque. Ele esta gordo, pesadão. Esse lance onde ele terminou deitado, estivesse em forma fisica, faria o gol.

  • Pablo de Oliveira disse:

    Nós precisando de zagueiro e o Réver dando show no Flamengo!!
    Há como eu queria saber a situação do Réver cadê os 60% dos direitos econômicos que o Nepomuceno diz que tem????
    Sendo que o Inter renovou o empréstimo ao Flamengo até 2019, mas como assim renovar um empréstimo de um jogador valorizado e com 32 anos???
    E o Atlético passivo nisso tudo com 60% do passe??? que história mais mal contada viu….

  • Maikel disse:

    Tudo começou errado há três anos: como deixam Daniel assumir o Galo? Um menino de 36 anos, sem experiência, sem vivência, sem absolutamente nada. Não sabe falar ao microfone, se enrola com as palavras, não sabe se expressar. Uma empresa que arrecada 300 milhões ao ano precisa de alguém firme, com pulso firme, que sabe o que faz. O cara não entende de futebol. Para ele futebol é resultado. É um torcedor que não entende de tática, que não entende o que é jogar bem, ainda que se perca o jogo. Mandou embora Levir (o melhor técnico que já passou por aqui em mais de 20 anos, tanto pelos resultados, tanto pelo quanto os times dele jogaram). O presidente só meteu os pés pelas mãos, como se contratar medalhões fosse a receita para se chegar a bons resultados. Enganou-se. Levir montou o time de 2015 e foi vice campeão, com poucas estrelas (talvez só Lucas Prato – não tão badalado pela mídia brasileira à época), mas é um técnico de verdade. Faltam homens de verdade para comandar o Galo. Falta quem bata na mesa, quem exija desses atletas um mínimo de comprometimento. Carisma não se encontra em qualquer esquina. Espero que o Sette Camara seja homem forte, de bem, e que não utilize o Galo para beneficiar seu filho que está prestes a entrar na F1. Não é possível que uma agremiação como o Atlético perca para times com orçamento seis vezes menor que o dele. É um absurdo. O Atlético não consegue montar times minimamente fortes defensivamente, e olhe que o problema não são os atletas. O problema é o esquema de jogo. Pegue times como Chape, Vitória, Bahia, Avaí e você verá que são times que sabem marcar com jogadores pouco conhecidos. O Atlético não sabe. Todo time chega e mete gol no Galo. Não é possível que os profissionais que lá estão sejam tão incompetentes para montar um time que minimamente se defenda bem.

    • jorgemoreira disse:

      O Nepomusono como presidente veio mostrar aos torcedores parte da politica porca que existe dentro do clube, principalmente aproveitando o baixo nivél deste conselho deliberativo, dentro deste conselho existem poucos que realmente pensam no clube, e vou um pouco além, o Sergio tambem deve fazer parte desta mesma panela que colocou o nepomusono onde ele nunca teria condição de chegar, eu sinceramente não acredito nesta nova diretoria, vão trocar 6 por meia duzia, porque o Kalil não quer liberar a Adriana Branco da pbh se ele sempre falou que o Kalo é muito maior do que qualquer cargo politico hem, eu acredito em mudanças no clube somente quando houver mudanças na panela, ou então como diz o Padre Januario( da Igreja Sagrada Familia) quando tirarem a tampa desta panela

    • Vinicius Campos disse:

      Disse tudo. Sintetizou bem demais toda a situação.
      Esse Nepomusono foi um dos piores que já tivemos no comando do Galo.

    • José Eduardo Barata disse:

      MAIKEL ,
      muita boa sua análise .

  • Márcio Luiz disse:

    Meu caro Marcelo Prates, PARABÉNS!!!

    Tomei a liberdade de compartilhar a sua foto em um grupo de pintores do qual sou o criador. Essa sua foto é uma excelente referência para quem ama o estudo da luz e da sombra.
    Sucesso pra você e saudações alvinegras.

  • Leandro Celeste disse:

    Sem dúvida, a “derrota” do Cruzeiro não significa absolutamente nada! O torcedor tem que saber aproveitar o momento do time, o Cruzeiro foi PentaCampeão da Copa do Brasil outro dia, tirou 8 adversários, 5 da série A, perder, empatar, ganhar no Brasileiro sem chance de título pouco importa! O Cruzeiro não está na liderança do Brasileiro pq priorizou a Copa do Brasil! A festa continua até o fim de 2017! Agora o segundo time de Minas que não ganha nada importante há 3 anos, está 46 anos sem brasileiro, foi eliminado por um time boliviano que tomou de 8 na libertadores, goleado pelo Botafogo na CB, foi vice pro Londrina e que tem sérias chances de cair pra segunda divisão, esse sim sofre até com empate!

  • José Eduardo Barata disse:

    Uma coisa interessante a observar é o tratamento dispensado
    ao time azul , atual campeão da Copa do Brasil .
    De repente , não mais que de repente , o time tornou-se um
    “time leve” , ” solto ” , a desfilar em campo um futebol treinado
    pelo “melhor técnico em atividade no Brasil” , digno de estar
    na Champions .
    No primeiro tempo que vi ontem o narrador repetia sem parar
    que o ” time não se abala , toca a bola com muita consciência ,
    sem pressa , sabendo o que quer ”
    Duas ou três vezes que o “menino Elber” pegou na bola , “era
    do jeito que ele gosta” e , por sinal , não deu sequência em
    nenhuma delas .
    Rafinha virou craque , meu Deus !!!
    Não , eu não me atrevo a dar “pitacos” em matéria de outros
    times , não me interessa .
    Mas é que não vi nada disso quando o Atlético foi campeão ,
    nada disso quando o Grêmio foi campeão .
    Continuaram a jogar seu futebol “sem estar leve” e coisas
    que tais .
    Bem , foi apenas um comentário sobre a ” preliminar ” de
    ontem do jogo do Atlético .
    Situações que eu não consigo entender .

    • luiz ibirite disse:

      Barata, que este titulo não enconda o time fraco que temos, não temos lateral direito a uns dois anos, o último foi o ceará, nossa zaga muito boa, é mais estável, nosso meio ja é bem forte, hj teos um camisa 10, opa me esqueci do nosso goleiro, que mesmo com suas deficiencias ainda sim é muito bom, e não temos o 9, poucos times o tem (o atletico tem, pode não estar bem, mais tem), então ganhamos a copa de forma bem diferente, as coisas foram acontecendo o time se entregou, mas o futebol foi bem precario, hj temos organização, e um padrão de jogo, mas precisamos de pelo menos 5 reforços.
      Grande abraço!!

      • Helio Antonio Corrêa disse:

        LUIZ IBIRITÉ
        Parabens, poucas vezes aqui no blog, vi alguem falando do proprio time, sem aumentar ou diminuir o que de fato temos.
        É isto mesmo, o time precisa de uns 5/6 bons jogadores, mas tem organização que o técnico sabiamente soube dar.
        Mas é muito pouco para os desafios que virão.
        Concordo em prosa e verso com tudo que vc. disse.

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      Caro José Eduardo Barata,

      Tive a mesma impressão…. O narrador, que eu não sei o nome, insistia o tempo todo em ficar enaltecendo o Cruzeiro, falando isso e aquilo, falando das conquistas e blá…blá..blá…
      Mas depois percebi que talvez deveria ser porque em campo mesmo, ele não tinha nada pra enaltecer, pra destacar, pra comentar ou até mesmo para desempenhar a sua função que é narrar… Aí ficou o tempo todo naquela forçação de barra lá que vou te falar viu, ô canseira…

      Abraços