Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Goleada valeu o segundo lugar ao Cruzeiro e jogo com o Vasco será decisivo

O Cruzeiro tornou fácil um jogo que poderia ter sido difícil, caso não marcasse um gol logo no início. O Universidade Chile é muito inferior, passa por mau momento no campeonato chileno, mas veio para se defender de qualquer jeito. Ao tomar o primeiro gol, de falta, do Thiago Neves, aos 9 minutos, foi obrigado a se abrir e não teve como fechar a porteira. Tomou mais seis, sem oferecer maiores resistências.

Com o isso o Cruzeiro assumiu a vice-liderança do grupo e jogará contra o Vasco, no Rio, quarta-feira que vem, 21h45. Universidade Chile vai à Argentina, pegar o Racing, quinta-feira.

E o Alex Souza, comentarista do blog, escreveu:

“Boa e necessária vitória para colocar o time em condições de disputar vaga na próxima fase.
Agora as coisas estão um pouco mais equilibradas no grupo. O time precisa manter a mesma disposição e foco, pois é preciso fazer resultado em duas partidas difíceis diante de Vasco da Gama (RJ) e Racing (BH).
Aguardemos para ver que time irá a campo nas partidas que faltam.O 7 a 0 não altera muita coisa; La U também tem 5 pontos e visitará o Racing, fechando contra o Vasco.
Aguardemos também para ver qual será a postura do Cruzeiro nas próximas partidas pelo Brasileiro.
Obs: Importante a vitória do Palmeiras sobre o Boca Jrs na tal La Bombonera; o time argentino é bom e, jogando bola, construiu o renome, contudo, é muito time que vai jogar lá e já entra derrotado pelo MITO que foi criado em torno daquele estádio. Libertadores é recheada dessas coisas sobre pressão de torcida, arremesso de objetos, peitada em adversário, proibição de treino de reconhecimento de gramado, catimba, espírito de Libertadores, “la copa se mira y no se toca”, fugir de argentinos no sorteio, altitude, racismo… Bom ver essas fantasias caindo por terra. Jogar bola é sempre o melhor caminho.”


» Comentar

Comentários:
33
  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Kkkkkkkkkkkkk

    Boston Medical Group para esse impotente ácido…. kkkk kkkk
    Terrível… Terrível… Terrível… rs
    Deve ser triste… kkkkkkk

  • Alex Souza disse:

    Olá Chico Maia,

    Partida monstruosa de Rafael diante do Internacional: cortou diversas jogadas aéreas com boas saídas de gol, quando a defesa só olhava, e fez defesas importantes em chutes de Potter, D”Alessandro e Lucca.
    O misto do Cruzeiro foi muito pressionado porque o setor de meio de campo estava marcando de longe e acabou envolvido pelo toque de bola do Internacional e vários momentos. A cobertura aos laterais foi feita na forma “cerca lourenço” e assim a partida foi na base do cá e cá.
    Impressionante como o Cruzeiro deu espaço para o D’Alessandro receber as jogadas e escolher onde tocar a bola. Ele sempre achava um companheiro, contudo, o time gaúcho insistiu em jogadas aéreas e na tentativa de abafa, o que não funcionou.
    O Cruzeiro se limitou à defesa. Completamente sem força para construir jogadas. Quando teve a posse de bola errou os passes ou tentou laterais, quando foi facilmente marcado. A bola chegou várias vezes aos meias e eles iam tocando despretensiosamente, tentando fazer o tempo passar, permitindo retomada do Internacional e nova pressão defensiva.
    Murilo, Manoel, Romero e Mancuello, além de Rafael, fizeram boa partida; o restante da turma ficou devendo. Esperava-se um pouco mais de Robinho e Sóbis; esperava-se mais da marcação com a formação defensiva; preocupante a contusão de David, que custou boa grana e não parece recuperado ainda. Alô Mano: Rafael Marques, Rafael Sobis, Robinho é pura perda de tempo.

  • Marcão de Varginha disse:

    O Nelson Ned metido a moderador procura justificar todas as zueiras dos torcedores do genuinamente mineiro, mas até hoje ainda não conseguiu e nem conseguirá comprovar as palavras de um diretor de seu time que comprou arbitragens… sim, quem cala: consente, aceita, se acovarda, se destrói, engole seco por falta de argumentos convincentes!
    – Entendeu, ou quer que desenhe?
    – #benecyetenomito

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Os caras viajam em cada teoria… rsrs
    Deve ser difícil… rsrs
    Quase um jubileu também sem um Brasileirão… rs
    Engole o choro e fica quietinho aí !!! rs

  • Antonio da Silva disse:

    La LAU… Este time tem algo a ver com BenecY!

  • mauricio disse:

    Time de tradição é outro nível.

  • Alisson Sol disse:

    A melhor de todas: “Universidade Chile acaba de achar jornal de 1927 reportando goleada de 9×2 no Cruzeiro, time de Belo Horizonte, Brasil!

  • Inácio Sepúlveda disse:

    Cá pra nós, Cru Cru anuncia superavit de 30 milhões no balanço 2017… Uai dívida de milhões com a Minas Arena, deu calote no time do Ábila, nos times do Ariel Cabral, Arrascaeta, Sobis, Romero e outros tantos. É um tal de escorregar zeros daqui e dali e no fim, tudo continua como antes… Ilha da Fantasia!

  • Silvio T disse:

    Tá ficando escancarado demais. Alé de dois! expulsos no mineirão ainda expulsaram um do Vasco!! Misericórdia..

  • Raul Otávio da Silva Pereira disse:

    Muito chata a declaração do Fábio (parabenizando que não foi ao Mineirão), da mesma forma que foi ruim a postura de alguns jogadores após os gols – batendo no peito, gritando como se estivesse reclamando da torcida.

    Os jogadores tem que entender que esse é o papel da torcida – cobrar bom desempenho – desde que civilizadamente – principalmente considerando a qualidade que o plantel tem – ou vão dizer que o empate com o Vasco e as duas derrotas no Brasileiro foram acidente ? Não foram.

    Perderam (e no caso do Vasco empataram) porquê jogaram mal. Erraram cruzamentos, finalizaram com pouco capricho, e principalmente, não demonstraram a mesma vontade de ontem.

    A torcida cobra porquê paga. Paga para ver seu time jogando bem. Cobra porquê é com o do valor dos seus ingressos que os salários são pagos. Cobra porquê afinal, futebol é isso – um grupo de jogadores se propõe a fazer muitos gols em outro grupo de jogadores, e as pessoas que estão na arquibancada se divertem e ficam felizes com isso.

    Essa é a relação entre as duas partes. Se o objetivo – fazer mais gols que o adversário – não acontece, o público reclama. Qual é o problema ?

    Não vi nas manifestações da torcida do Cruzeiro nenhum desrespeito. “Convidar” os jogadores para ir ao Mineirão ontem foi uma forma até original de dar um puxão de orelhas e chamar a turma na responsabilidade.

    Mas fica a dúvida – e já comentei isso em um post anterior: vai ter que ser sempre assim ? Jogaram muito bem ontem, aplicaram uma sonora goleada na La U, todo mundo ficou feliz, e no domingo contra o Inter volta aquela pasmaceira, aquela lerdeza e aquela incompetência ? Tomara que não.

  • luiz ibirite disse:

    Verdade que a vitoria foi construida antes das expulsoes, porem quando estava com dois a menos a LAU conseguiu ir pra cima, jogou muito melhor q com 11, o egidio acertou dois cruzamentos, arrascaeta acordou, tn30 nao teve de jogar isolado na frente, sassa incomodou e conseguiram ressuscitar o sobis, prefiro aguardar pq ontem foi fora da curva, os jogadores sao bons, porem jogar so d x em quando fica dificil pro torcedor.
    Que o mano continue mantendo lucas silva no meio ao lado do henrique, é quem melhor joga junto.

  • Carlos Henrique disse:

    Jogar contra chilemo é isso ai, A seleçao brasileira
    ja enfiou varias goleadas nos chilenos
    O Galo ja ganhou de 6 x o do Cobreloa
    se fosse o Palmeiras , teria goleado tambem
    e que jogo fez oP almeiras la em la Bombonera

  • Thales Rosa disse:

    Cruzeiro o maior de minas..

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    zerooooooooooooo!! oque tem de foguete guardado em BH desde a final do rural não é brinquedo viu!

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Isso aí Cruzeiro !
    É isso que a Torcida quer ver. E não me refiro à goleada, mas sim à gana, à sede pela vitória, ao abafa o tempo todo, todos os jogadores “mordendo” desde o início. E se ao final ainda assim perder ou empatar, terás o reconhecimento da Torcida por pelo menos ter de fato se esforçado. Porque lutaram, se dedicaram e demonstraram vontade o tempo todo. O que a Torcida não admite é aquela morosidade toda, aquele futebol burocrático que o time vinha apresentando. O Mano tem as convicções dele e pelo visto não vai mudar nunca. Mas tomara que ele entenda de uma vez por todas que a Torcida não aceita time insosso.
    Nosso time muita das vezes, aliás até na maioria delas, não vai conquistar o Título em disputa. Mas como é bom uma goleada como esta e ainda num jogo de Libertadores ! E o mais legal ainda é estar lá e entrar para a história junto, nem que seja pra falar para as futuras gerações: “Eu estava lá” !!!
    Além disso, essa goleada serve principalmente para dar um novo alento para o Torcedor, mais moral para o grupo de jogadores e um alerta para os Adversários. Porque, da forma cabisbaixa que o time vinha, todo adversário do Cruzeiro poderia entrar mais solto em campo. Depois dessa, pelo menos com um pouco mais de cautela eles deverão ficar.
    Daqui uns dias essa goleada pode até não valer de nada para a competição em si e o Cruzeiro ficar de fora. Mas que para o Torcedor é bom demais participar de uma goleada histórica assim, isso é viu…
    Alguns amigos Atleticanos, entre familiares, colegas de trabalho e grupos de zap, estão me falando: “Ahhh Claytinho, contra 09 jogadores fica fácil”… “O Sassá estava impedido no lance do segundo gol”… “Aquele time da La U é muito fraco”… E o mais engraçado, é que eu concordo com tudo !!! rsrs
    Contra 09 jogadores realmente facilita as coisas. Porém, antes de ficarem com 09 jogadores o placar já mostrava 3 x 0 no 11 contra 11 e se ficaram com 09 jogadores em campo, é porque de alguma forma o Cruzeiro fez com que isso acontecesse, na bola, na categoria, na habilidade… Lá no campo, eu estava justamente atrás do gol no lance do Sassá e na hora é impossível saber se tava impedido ou não. Aí depois, já em casa e assistindo os lances, percebe-se que ele está um pouco à frente sim, mas coisa de centímetros e num lance muito rápido, passível de falha do bandeirinha. E o time da La U é fraco sim. E contra time fraco, jogando em casa, não pode ter piedade mesmo. Só que esses meus amigos Atleticanos que vieram me falar isso, se esqueceram que num passado não tão distante, o time deles penava pra ganhar na bacia das almas de times igualmente fracos, ou as vezes nem ganhavam, jogando dentro de casa. Seu Jorge que o diga… rsrs Mas eles podem falar o que for, porque contestar uma vitória como essa de 7 x 0, é realmente não ter vergonha de fazer papel de bobo, ou então só pra provocar por provocar mesmo… rs
    Parabéns Cruzeiro !! E um recado aos jogadores: Se não querem ser cobrados como vinham sendo, é só demonstrarem a mesma vontade de ontem. Se vão ganhar ou não, aí é outra história. Pés no chão e seriedade. Porque se quer seguir na Libertadores, falta muita coisa ainda. E principalmente, que essa goleada histórica não mascare a limitação deste time.

  • Antonio da Silva disse:

    Benecy mudou sua tática: todo jogo tem expulsão do adversário… ou melhor expulsões.

  • Rafael disse:

    Futebol chileno segue ladeira abaixo.

    Na Libertadores, Colo-Colo campeão em 91. Universidad Católica vice em 93.

    De lá para cá, a seleção chilena foi bem, caiu nas oitavas da Copa de 98 para o Brasil. 2002, 2006 nem se classificaram. Em 2010 e 2014, sairam de novo nas oitavas elimiados pelo Brasil – Galvão até brinca, que se a seleção estiver precisando vencer, “chame o Chile!”. Campeã da Copa América em 2015, da Copa América Centenário em 2016, vice da Copa das Confederações em 2017.

    Apesar do sucesso da seleção, os times chilenos foram mal… morei lá em 2015 e 2016 e o nivel do futebol local era mediano para fraco. Faltam talentos, faltam jogadores com habilidade.

    Na Conmebol/Sulamericana:

    La U chegou às semi em 1994
    Univ. Católica nas semi em 2005
    Colo-Colo vice em 2006
    La U campeã em 2011
    Univ. Católica nas semi em 2012

    Na Libertas, nos últimos anos o histórico é:

    2008, nenhum time nas oitavas
    2009, a La U eliminada pelo Cruzeiro nas oitavas
    2010, a La U com Montillo chegou às semi.
    2011, a Univ. Católica chegou às quartas.
    2012, a La U chegou às semifinais.
    2013, nenhum time passou para as oitavas
    2014, Unión Espanola eliminado nas oitavas pelo Arsenal de Sarandí
    2015, novamente, nenhum time nas oitavas – Colo-Colo eliminado no grupo do Galo
    2016, novamente, nenhum time nas oitavas – Colo-Colo eliminado no grupo do Galo
    2017, novamente, nenhum time nas oitavas
    2018 – La U toma sacode do Cruzeiro, Colo-Colo lanterna do Grupo B

  • J.B.CRUZ disse:

    assim são os fortes!!

  • Marcos disse:

    O placar de ontem foi o maior dessa Libertadores. Mas ainda falta muito pro Cruzeiro garantir classificação na Libertadores.
    Sobre a vitória do Palmeiras sobre o Boca Juniors em La Bombonera, bom ver que ao menos os times paulistas não se intimidam em jogos contra argentinos na Libertadores. Com razão são fortes candidatos ao título. O Corinthians venceu o Independiente na Argentina. E o Santos venceu o Estudiantes TAMBÉM na Argentina. Pena que apenas times de SP vem perdendo o medo deles. Se fosse Atlético ou o próprio Cruzeiro que tivesse jogado contra o Boca em La Bonbonera, TERIA TOMADO GOLEADA!

  • Renato César disse:

    Estes times chilenos são uma mãe para a gente. Lembro uma vez que o Galo pegou o Cobreloa e fez 6 X 0. Guilherme brincou naquele jogo. Diferença só que não houve nenhuma expulsão.

    Ao ver o placar hoje, acho que o José Eduardo Barata vai entender o que eu falei sobre a questão de empréstimos bancários e dinheiro no bolso de jogador. Só os salários altos não são suficientes meu caro.

    E o Claytinho também vai se lembrar, certamente quando estiver sóbrio, que eu falei que nesta rodada as coisas estariam resolvidas. Problema só a partir da próxima fase e quando for pegar algum adversário de verdade.

    • José Eduardo Barata disse:

      RENATO CÉSAR ,
      o time azul goleou não porque os atletas
      tiveram seus salários pagos , mas porque
      o time chileno é ruim demais da conta e o
      pouco que se fez foi o suficiente para que
      a vitória viesse , com uma “entregada” no
      primeiro gol, um impedimento no segundo
      e uma expulsão na etapa inicial .
      Fora isso , mais do mesmo .
      Classificação ? Ainda falta o Vaiscão que
      acha que tem chances .
      p.s.1
      Não comento em post azul, quando muito
      uma resposta a uma citação , como é este
      o caso .
      p.s.2
      Você viu as comemorações nos gols ?
      Mais uma vez , dancinhas .
      Devem todos frequentar a escola de
      danças MMDancinha, de samba a funk.

      • Renato César disse:

        Meu caro, pode apostar que o bicho foi multiplicado lá. Não fizeram um resultado pelos erros do adversário, da arbitragem, da falta de qualidade técnica. Com certeza absoluta houve uma premiação extra.

        Já viu em fórmulas como Stock Car que existe um botão de ultrapassagem? Na hora de apertar o adversário que está à frente, o piloto lança mão deste recurso. Porém, existe um limite de vezes para fazer isto numa prova.

        Cruzeiro já queimou uma antes da hora. Se precisar mais para frente, não vai ter mais como.

    • mauricio disse:

      cruzeiro vai ser campeão anota ai igual em 97 a trancos e barrancos.anota ai!

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      Grande Renato César,

      Me lembro sim do que vc falou, quando te achei até mais “confiante” do que eu mesmo… rs A única diferença é que vc falou que ganharíamos lá no Chile e aqui em casa. Mas tá bom… rs E se ao final desta primeira fase o Cruzeiro realmente conseguir manter o posto de único time Brasileiro a nunca ter sido eliminado numa primeira fase de Libertadores, o seu presente tá garantido comigo pela sua previsão aquela vez… rs

      P.S.: Ontem eu fiquei mais sóbrio… rs É que, como o jogo foi às 19:15 hs, vim trabalhar de moto pra enfrentar o trânsito de forma mais fácil depois do trabalho e cheguei em cima da hora. Só deu pra tomar um latão na chegada e outro na saída… rs E de moto, eu não podia ter tomado nem isso… rs Mas aí chegando em casa, nuuuuuuuuuu… rs

      Abraços

      • Renato César disse:

        O resultado lá no Chile foi um tropeço. O normal é o que aconteceu no Mineirão. E a tabela, como eu havia dito, ajudava vocês. Deixe a preocupação apenas para a partir da próxima fase.

        Quanto a presente, não esquenta a cabeça com isto não. Só fiz uma análise da tabela e do futebol. Mesmo porque, apesar de ter feito uma previsão, eu não torço por ela!

    • Thales rosa disse:

      Cobreloa? Isto é time? Q comparação
      No Chile tem doos times La u e Colo colo.

      • Alisson Sol disse:

        Fato: o Cobreloa, que está em oitavo lugar na segunda divisão do Chile. Já o “Universidad de Chile”, está em terceiro na primeira divisão (link).

        Evidentemente, futebol é momento. Mas, no momento, não são clubes “na mesma situação”…

        • Renato César disse:

          Certamente temos que considerar o momento. Naquela época, 2000, o Chile foi representado por: Universidad de Chile, Universidad Católica e Cobreloa. O Brasil tinha, além do Galo: Atlético Paranaense, Palmeiras, Corinthians e Juventude.

          O Cobreloa é um dos quatro maiores clubes do futebol chileno. Chegou duas vezes em final de Libertadores. Na época da goleada, se não me engano, era o mais rico daquele país.

          Não da para comparar o Cobreloa de hoje com o daquela época. Por isto, comparei apenas as goleadas. Poderia até estender a comparação e sair das goleadas e nomes de equipes para dizer que brasileiros adoram enfrentar chilenos em Copas.

  • Raul Pereira disse:

    Regularidade. Daquelas “boas”, tipo ontem. É só isso que nosotros cruzeirenses queremos.
    Se tiver, as coisas ficam mais fáceis na Libertadores e no Brasileirão.