Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
Ferve o caldeirão azul: vandalizaram a casa do Dr. Gilvan | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Ferve o caldeirão azul: vandalizaram a casa do Dr. Gilvan

Frases como “Aqui mora um ladrão”, entre outras ofensas foram pichadas no portão de Gilvan-(Reprodução)

Wagner Pires de Sá, Itair Machado, Serginho Nonato e Zezé Perrella foram alvos recentes de agressões verbais e até física (caso do Serginho) em ambientes públicos, nos últimos dias, conforme vídeos que circulam aos montes nas redes sociais. Agora sobrou para o ex-presidente Gilvan de Pinho Tavares, conforme reportagem do jornal Lance:

* “Casa de Gilvan de Pinho, ex-presidente do Cruzeiro, é alvo de vandalismo após derrota na Série B”

O ex-dirigente foi chamado de ladrão e acusado de ser um dos responsáveis pela atual crise financeira do clube mineiro

O alvo de protestos e até vandalismo pela má fase do Cruzeiro foi o ex-presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares. A casa do ex-mandatário foi alvo de pichações após a derrota para o Sampaio Corrêa. O motivo da ira dos cruzeirenses com Gilvan é ser considerado um dos responsáveis pelo caos financeiros no clube, que contraiu muitas dívidas em sua gestão, que ainda geram problemas para a Raposa. Um exemplo da “herança Gilvan” são os pontos perdidos na Série B por uma dívida não paga pelo volante Denilson, para o Al Wahda, que emprestou o jogador em 2016, cobrando 850 mil euros( 5,3 milhões de reais em valores atuais). Outra dívida da “era Gilvan” foi com o Zorya, da Ucrânia, que não recebeu os valores referentes à compra do atacante Willian Bigode, em 2015, gerando uma punição da FIFA, que proíbe o Cruzeiro de contratar novos atletas.

As pichações na casa de Gilvan tinham palavras como sacripanta (termo utilizado para definir quem não tem dignidade), comédia, safado, além de uma frase o chamando de ladrão.

Gilvan de Pinho Tavares não quis se pronunciar sobre o caso.

https://www.lance.com.br/cruzeiro/casa-gilvan-pinho-presidente-alvo-vandalismo-apos-derrota-serie.html


» Comentar

Comentários:
6
  • Fabiano Filho disse:

    Kkkkk kkkkk a cana é doce cruzeirense . Arrogância tem preço

  • Nivaldo Alves disse:

    Essa não é a primeira decepção de Gilvan com a Chipre Azul. Lembram daquele Brasileirão em que foram campeões (?), a festa prontinha e no último jogo duas torcidas azulinas quebrou o pau no Mineirão, depredaram muita coisa e jogaram urina no chope?Gilvan ficou p da vida!
    Esse negócio de Felipão trabalhar de graça é uma furada do tamanho da China. Maior exemplo foi Adilson Batista e Marcelo Moreno. Um tramelou muito e não correspondeu, botou o Crucru no pau, saiu em litígio com a torcida e Moreno não ofende ninguém, um gol a cada 20 partidas.
    O hino azulino está na contramão da realidade. Diz que o time “jamais foi vencido” e o que se vê é vexame atrás de vexame.

  • jeremias disse:

    Ainda bem que o Mineirão não pode receber torcidas, senão estaria só as ruínas, os escombros, diante da fúria azulina, que sempre quebra tudo, na alegria ou na tristeza. Quebra, quebra e a justiça faz vista grossa.

  • Silvio T disse:

    Se fosse a torcida do galo cometendo crimes como esses, as trombetas do evangelho da mídia de todo o país estariam tocando a todo vapor. Estariam pedindo a ação dura e exemplar da polícia e da justiça. Mas como são as facções criminosas do “querido”, acham tudo normal. Esse Massa Falida Esporte Clube tem é que fechar logo as portas antes que tragédias mais sérias aconteçam.

    • Márcio Luiz disse:

      Concordo PLENAMENTE, Silvio.
      O que a maior rádio de MG, por exemplo, amacia pro lado de lá nestas situações é no mínimo sinistro, muuuito sinistro!

  • Edson Dias disse:

    Mas foi bom ter sido bicampeão brasileiro em 2013 e 2014, né? Aliás, para quem um mínimo de informações de bastidores sabe que o Crüzeiro andava em situação ruim DESDE o fim de 2011. Em 2012, montou um time meia boca, com Celso Roth como treinador. Em 2013, muito devido ao bom momento do Galo, começaram a gastar os tubos, com o Pedrinho sempre bancando muita coisa sem a grande imprensa noticiar. Agora a conta chegou…