Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Que espetáculo do Galo contra o Fortaleza, numa noite só de gols antológicos

Fotos: @Mineirao

Um jogo inesquecível no Mineirão nesta quarta-feira. Do princípio ao fim o Atlético fez uma partida impecável, num desses dias em que tudo dá certo. Quando o Fortaleza tentativa sair para o ataque era desarmado e sofria contra ataques que originaram gols ou lances de grande perigo.

O primeiro gol ter saído aos 19 minutos de partida foi fundamental para que isso ocorresse. E que golaço: entrou em ação o “Sobrenatural de Almeida”, tão falado por Nélson Rodrigues, no chute impressionante do Arana, de muito longe. Aos 26, Keno cobrou o corner e Réver, de cabeça, fez o segundo. Aos 41 o gol mais bonito da noite, pelo conjunto da obra. Começou na defesa, em alta velocidade, depois um drible do Keno, como há tempos eu não via no futebol brasileiro, o passe para o Zaracho, que cruzou na cabeça do Hulk.

E imaginar que o Fortaleza estava invicto nesta Copa do Brasil.

No primeiro minuto do segundo tempo, outro golaço: Arana cobrou falta pela esquerda, o goleiro “reboteou” no pé do Zaracho, que acertou o chute de longe também, fazendo 4 a 0, por cobertura. A partir daí o time diminuiu o ritmo, administrou o placar e tocou muito a bola, fazendo festa com a torcida.

Agora é manter a tranquilidade, sem achar que já está classificado para a final e voltar com a vaga da capital cearense na próxima semana. Athletico-PR e Flamengo ficaram no 2 x 2 em Curitiba. Quem vencer irá para a final.


» Comentar

Comentários:
36
  • JESUM LUCIANO DA SILVA disse:

    Exibição de GALO, sensacional, agora meu maior receio é o que estou vendo ( não neste espaço democrático ), o tanto de torcedor menosprezando adversários, e se tornando tudo que eu achava ruim nós outros torcedores. Vamos comemorar, vibrar, curtir, mas sem excessos.

  • Renato César disse:

    Só para não esquecer, quem falar de tríplice alguma coisa, merece um “tá ligado” na “oreia”.

  • Renato César disse:

    Durante a semana muitos programas esportivos perguntando se o Galo conseguiria recuperar o bom futebol diante de um adversário forte. Parecia que havia crise do lado alvinegro. Time na semifinal da Copa do Brasil, saiu invicto na semifinal da Libertadores, líder do Campeonato Brasileiro, menor número de derrotas, melhor defesa, excelentes jogadores no elenco, salários em dia o ano inteiro… Será que foi dada a resposta que eles não queriam ver?

    Time jogou com a inteligência que eu pedi e encaminhou a classificação. Mas quase que a arbitragem põe tudo a perder de novo. Juiz já ia marcando escanteio antecipadamente no gol do Arana. Sorte que a boa havia acabado de entrar quando ele apitou porque, senão, aquele golaço seria anulado pela ejaculação precoce do soprador de apito.

    No mais, jogo tática e tecnicamente controlado. Mais um sem sofrer gols. Com Arana se desentoxicando da maldita convocação, é bom lembrar.

    Próximo jogo será contra um time que só perdeu uma partida como visitante na competição. Tem que entrar com time misto, considerando jogadores que podem ser suspensos para o jogo no Rio e jogadores que já estão suspensos na Copa do Brasil. Mas com a mesma inteligência de ontem.

  • Horacio disse:

    Foi um jogaço sim, fiquei surpreso do time deles ter vindo jogar aberto, de igual pra igual, nem o palmeiras com seu elenco de estrelas fez isto.

    Depois do primeiro gol o Galo tomou alguns cuidados defensivos, e tocou a bola e se segurou mais a partir do segundo, porque não fez isso no jogo passado? Porque não respeitou o adversário e tomou a ferrada.

    Concordo que se não tivesse feito o gol naquela hora ia ficar mais difícil sim, e se eles fizessem armariam um retrancão impenetrável. Não marcam penalti para o Galo no começo do jogo porque muda tudo para time retrancado.

    O Réver ontem estava atacado, com a defesa mais atenta sem subir na louca, jogou como a muito não joga, marcou um e merecia ter marcado outro, em jogada anterior, que o zagueiro tirou de dentro do gol.

    Só não foi um noite perfeita pelo empate de penalti do flamengo aos seis minutos da prorrogação. Já está ficando mamjada a jogada, o jogador sequer tentar disputar a bola e vai direto no cotovelo do adversário. Típica jogada do fluminense que muitos clubes estão usando, o var só marca quando é de interesse.

    Estava vendo o jogo sem som, no golaço do Arana, não entendi nada da resenha que deve ter durado uns 3 a 4 minutos. Depois do jogo, vi que o juizão tinha dado escanteio! Creideuspai!! escanteio!!!

    Vem aí o cuibá. Retranca pura, não vai ter jogo aberto hora nenhuma, caldense, palmeiras e cuiabá jogam igual.

    • Fred disse:

      No jogo entre os rubro-negros, foi um pênalti ridículo, mas foi pênalti. O defensor não pode subir abrindo os braços no rosto do adversário daquele jeito. Não foi o movimento normal de mexer os braços pra pegar impulsão, foi exagerado e acabou impedindo o jogador adversário de disputar a bola.

      • Horacio disse:

        Teve uma jogada parecida em um escanteio para o fluminense, o sujeito vai direto no braço do Sasha, sem que tivesse bola na jogada. No jogo com a Chape, acho que foi o Bruno Silva (que jogou no Galo) também deu um voo no cotovelo do Hulk, nunca alcançaria a bola, e o juiz deu falta. Virou festa.

        Mas cada um vê e interpreta de um jeito. O jogador do flamengo nunca alcançaria aquela bola, não havia disputa e a bola era claramente do zagueiro. Trombada na área não é penalti, porque bateu o braço em alguém, que estava atrás e ele não via, também não. E também não seria penalti se fosse o paraguaio que buscasse o empate.

        • Fred disse:

          Em tempo: sou atleticano e estava torcendo pro Athletico-PR vencer o jogo. Mas falta é falta, se tem a opção do VAR pra esclarecer e a decisão é acertada, não é porque foi a favor do Flamengo que vou desconsiderar.

        • Fred disse:

          Concordo plenamente que há muitos exageros e tá uma bagunça a decisão de marcar ou não a infração. Mas no lance específico da outra semifinal, o movimento que o zagueiro paranaense faz não é o normal em uma subida pra cabeceio, é exagerado. Com isso, ele assume um risco de acertar algum adversário, o que seria falta e, dentro da área, pênalti.
          O caso é que, com o VAR e a possibilidade de checagem, os zagueiros terão que desaprender a disputar as bolas com braços e pernas abertas demais pra “demarcar território”. Isso pode até parecer normal no futebol pela frequência com que acontece, mas é falta!

    • Eduardo Silva disse:

      No lance do gol do Arana o juiz apitou APÓS a cobrança de falta e os jogadores do Fortaleza pararam esperando alguma marcação e o Arana chutou é fez o gol, essa era discussão no momento, no intervalo e após o jogo…

      • Horacio disse:

        Saudações alvinegras!! Os jogadores pararam porque não tinha o que fazer, além de contemplarem a pintura que foi o gol, simples assim. O goleiro nem se voasse pegaria aquela bola. Fiquei até tarde e mostraram apenas a gravação do som ambiente da jogada, e o apito só é ouvido depois da explosão da torcida, quando a bola já havia entrado. Futebol de primeira, você nos dá sorte, continue assistindo.

        • Eduardo Silva disse:

          Eu tava ligado nos dois jogos contra o Palmeiras pela Libertadores que v6eis se classificaram…

          Já comprou sua passagem pra assistir a final?

          Vou continuar dando sorte proseis….kkk

      • João Brás disse:

        Hoje deu pra perceber, quando o árbitro apitou a bola já tinha tocado nas redes. Seria um erro bem mais feio se anulassem o gol. Quarta tem mais!

  • Renan Rodrigues disse:

    Galôôôôôôôôôô! A Massa está em festa!

  • Julio Cesar disse:

    “…segunda boa apresentação do Atlético no ano…”
    A imprensa toda do Brasil tá errada, os números do Atlético estão todos errados.
    Só tem um “analista” correto e ele escreve aqui no blog. Que “sorte” a nossa !!

  • Fred disse:

    Tem outra coisa, depois da eliminação da Libertadores e da cobrança, o time se preocupou tanto com essa semifinal que acabou desconcentrando no Brasileiro. Os jogadores devem ter tirado uma tonelada das costas com os 4×0 no primeiro jogo, e torço pra que isso se reflita nas próximas rodadas. O time vai entrar mais leve e tomara que faça jogos como o de ontem no Brasileiro até o encontro com o Flamengo…

  • Fred disse:

    1. O treinador argentino do Fortaleza apostou em montar o time pra cima, surpreender no início do jogo. Não funcionou e o Galo abriu o placar, o que desmontou o esquema cearense e abriu a porteira pra goleada. Jogar contra o Galo focado como ontem, no Mineirão, e tentar ousar, é correr sério risco de levar balaiada.
    2. Cuca finalmente colocou o Nacho na posição dele, sem forçar o jogador como um meia avançado. Deve ter ligo este blog…
    3. Que partida do Zaracho e do Arana, mas que partidaça do Rever.
    4. Quando o time funciona assim fica mais visível como o Guga é ruim, destoa negativamente.
    5. Assintindo o jogo e xingando, porque não jogou assim um pouquinho só ante o Palmeiras? Era a final de Libertadores mais fácil que o Galo deixou de ir.

  • carlos henrique disse:

    Quero enaltecer o zagueiro Rever, 300 jogos
    30 golspelo alvinegro das Alterosas,bom de passe o melhor zagueiro do Brasil para sair jogando, ótimos lançamentos mas lento é a idade, volta para reserva
    que gol do Zaracho, para min o mais bonito
    de primeira,bola dificilemendou na rebatida umapintura
    o do Arana teve o desvio, time ta bem vamos com calma
    e beliscar um titulo

  • Flávio Lopes disse:

    Ai Jesus. Tá vendo ai Wagner, Itair e Serginho, veja o que cês fizeram com meu cruzerão e eu tomando rivotril pra durmir por causa do sucesso do Galo.

  • Silvio Torres disse:

    Estamos chegando ao final de outubro e essa foi a segunda boa apresentação do Atlético no ano contra um adversário de peso. Esse é o problema. Como o time do Cuca vai estar domingo contra o Cuiabá? Desorganizado, desconcentrado, entregando gols para o adversário? Como fez contra o Fluminense, Bragantino, Chape e Goianiense? Ou vai entrar jogando com postura, personalidade e futebol de campeão? Depois tem América, Corinthians, Bahia, Juventude e de novo Fluminense. Adversários que não deveriam ser problema na caminhada para o título do Brasileiro. E aí? Quem arrisca afirmar que ontem e contra o River não foram apenas exceções??

  • Alexandre (de Curitiba) disse:

    Bom demais ver o time jogando o “fino da bola”. É isso aí, agora é preparar para um jogo pra lá de chato contra o Cuiabá, já que o treinador deles, o Jorginho, parece ter feito a lição de casa direitinho contra o Flamengo. Jogar contra times que entram e campo para não jogar e ainda anular o jogo do oponente, é igual àquelas lutas de boxe onde o sujeito fica o tempo todo no clinch e não deixa o outro boxiador, geralmente muito superior, desenvolver sua melhor luta. De vez em quando dá até para ganhar uma luta ou outra. Então, paciência ao time do Galo para furar a provável retranca que virá pela frente, somar pontos valiosos e ir tranquilo em busca da vaga na final da Copa do Brasil.

  • Jefferson Costa disse:

    Antes do Cruzeiro acabar, era cruzeirense doente; agora, sou Galo até morrer!!! Viva o Flamengo!!!

  • Jeremias disse:

    Bela vitória do Galo, afinal, o Fortaleza é time GRANDE, um dos primeiros colocados da SÉRIE A. Enquanto isso, no FUNDO DA LAGOA, a SEGUNDONA está em POLVOROSA com a possibilidade do Galo ir a final.

  • Juliano Salvador disse:

    “Fortaleza é fisicamente superior ao Galo”. Já pensou se não fosse? Até isso a gente tem que ler no desespero dos FAKES. Estão de olheiras de tanta insônia!

  • Antonio da Silva disse:

    Vitória sensacional! As peças que vinham mal como o Keno, jogaram bem, embora acho que ele tem que aprimorar o arremate final. Times que fazem boa diferença costuma relaxar na volta, espero que o Atlético não permita isso. Foco e humildade iremos longe!

  • Julio Cesar disse:

    Crupix? Centavos no caixa de supermercado e comércio em geral? Isso é que ser gigante? Gigante adormecido em berço esplêndido ? Ah, se o berço fosse esplêndido mesmo!
    6 X 1 ? Não, 10 X 1!
    10 “lutar, lutar, lutar com toda nossa raça…” pra 1 “vaidoso”, que encontrarmos a cada 10 minutos, a. cada esquina que se vira. Vaidade destacada no “hino” que só tem uma estrofe.

  • Julio Cesar disse:

    Grande jogo do Rever. Zagueiro nenhum correndo atrás de atacante funciona, nem com 20 anos de idade.
    Tecnicamente bons e sistema defensivo bem montado, zagueiros são decisivos principalmente com posicionamento. Quando fazem gols melhor ainda. Rever ontem sobrou. Capitão América.

  • Pedro Vitor disse:

    Mas que beleza, só posso mesmo, é estar, sonhando, confesso, não vi nada desse jogo, em viagem à serviço por Vitória, Espírito Santo, na Tv, preferência, por Flamengo, logo que ligo, 1 a 0, foi conta, desliguei e fui dormir…

    4 a 0, sem dó e nem piedade ao Fortaleza.

    Por isso eu repito, só posso é ter / estar, sonhando!

  • Márcio Luiz disse:

    Com efeito, Chico.
    Atuação memorável mesmo. E que valeu lembrar aquele quarteto espetacular do Galo de 1984/85 com Sérgio Araújo, Éverton, o REI (já em decadência devido às contusões, mas ainda jogava) e o Éder, “a bomba santa”.
    Tomara que o quarteto atual (que hoje é bem variável, vamos combinar) tenha melhor sorte que aquele q foi garfado (pelo Romualdo Rato Filho) contra o Coritiba e que todo mundo já tá careca de saber do resto da história….

    Creio que na (quase óbvia) final contra os mulambos eles num vão guentá, caso o Galo volte a atuar assim. SARAVÁ!!!

  • Raws disse:

    Que tristeza assistir Rever jogando o que jogou hoje, sabendo que a areia de seu relógio está acabando. Penitenciem vocês ingratos, que o criticam com tão pouco respeito.
    Que tristeza ter a certeza de que Arana e Zaracho ficarão tão pouco tempo vestindo nossa camisa.

  • luiiz disse:

    Gente, que maravilha de partida. Atuação impecável como há muito não acontecia! Jogo equiparável ao Atlético x River. Time absolutamente determinado e mesmo antes do primeiro gol quando estava equilibrado. Hoje renovei as esperanças para a reta final do Brasileirão. Atuando assim, acho que vai dar para levar as duas taças. Agora que atuação do ataque..Zaracho, Nacho, Hulck destruíram.