Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Campeonato começa definir rumos. Cruzeiro tem jogo decisivo contra a surpresa positiva da competição

Em foto do Pedro Souza/Atlético, o chileno Vargas, autor de um dos gols na vitória sobre o Patrocinense

Não vi os jogos ontem, mas pelo que li e ouvi, o Atlético fez um bom jogo no Independência, assim como a Caldense, e ambos mereceram vencer. Estamos na quarta rodada, o Galo se consolidou na liderança isolada, com os 3 a 1 no Patrocinense. O América perdeu em casa para a Caldense, 1 a 0, mas se mantém na liderança.

A briga pelas quatro vagas da fase decisiva e contra o rebaixamento começa a apresentar os principais candidatos e este Cruzeiro x Athletic, de daqui a pouco é fundamental para as pretensões de ambos. O time de São João Del Rey e de Loco Abreu é a surpresa positiva do campeonato, com seis pontos, um jogo a menos, quarto colocado. Para quem subiu da segunda divisão agora, ótima performance, e sinais claros de que não sofrerá o efeito elevador, de ser rebaixado. O Cruzeiro também tem um jogo a menos, quatro pontos, ocupando hoje a sexta colocação.

A partir das 16 horas, boa oportunidade para vermos como joga o Athletic e se o time do Felipe Conceição apresenta alguma evolução neste trabalho de soerguimento do Cruzeiro.

A classificação mostra o Atlético em primeiro com 12 pontos, seguido pelo América 9, Caldense 8, Athletic 6, Tombense 5, Cruzeiro 4, Boa 4, Patrocinense 4, URT 3, Pouso Alegre 2, Coimbra 2 e Uberlândia 1.

Pouso Alegre e Uberlândia também jogaram apenas três vezes e amanhã se enfrentam em Uberlândia, fechando a quarta rodada.


Deixe uma resposta para Silvio T Cancelar resposta

Comentários:
3
  • Juca da Floresta disse:

    Bom dia Chico Maia.

    Uai, o poderosíssimo América de Madrid perdeu para a Caldense?? Como assim, um time de série A perder para a Caldense??? Lisca não reclamou da arbitragem? Os diretores Madrilenos não xingaram o árbitro??

  • Raws disse:

    Só pude assistir os 30 minutos finais e não fiquei satisfeito.
    Pricipalmente com a postura dos garotos. Com exceção do Marrony e Savinho(ídolo do Jaime), não percebi vontade de ganhar, de partir pra cima e de se mostrarem. Seria não querer “judiar” de um time modesto? Soberba? Ou preguiça mesmo?
    A diferença técnica e econômica do Galo para certos adversários deve ser mostrada no placar e no jogo. Até para colocar respeito e auto confiança.
    O futebol de Zaracho continua agradando. Ele me lembra um pouco o Ângelo, antigo meio campista, uma formiga em campo.
    Não vou criticar Sampaoli, pois Zaracho estava se adaptando e ainda teve a contusão, mas o pouco aproveitamento de Marrony foi injustificável. Do jeito que nosso ataque estava sem criação, Marroni poderia ser titular de duas posições na temporada passada. Mas fazer o que? “Inês é morta”.

  • Silvio T disse:

    Não estou gostando nada, nada desse time do Atlético. Contra essas equipes fraquissimas desse ridículo campeonato, a defesa e o meio campo mostram os velhos defeitos. Qualquer adversário cria várias chances de gol o tempo todo.