Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Clubes brasileiros perdem espaço no país para os europeus em escala preocupante

ARQUI

A indicação de leitura foi do advogado Custódio Neto, da Cariogalo. Vejam que bela reportagem do Correio Braziliense, que pode ser constatada por todos nós em nosso dia a dia em qualquer canto do Brasil. E que ridículas e safadas desculpas de cartolas das federações: “Seu filho será torcedor do Barcelona (ou do Real, ou de um Manchester…)”

Como os maiores clubes globais estão roubando o espaço do seu time do coração

Braitner Moreira e Victor Gammaro, do Correio Braziliense

O Barcelona é o time mais popular do Japão. O Manchester United domina China e Índia. Na Argélia, só dá Arsenal. O Liverpool reina na Tailândia. Os maiores clubes da Europa passaram as últimas décadas salteando o público dos países nos quais os times têm nível técnico risível. A novidade é que, agora, estão entre nós. Basta olhar a seu redor, para qualquer aglomeração de fãs jovens de futebol. As agremiações mais ricas do planeta descobriram a América Latina.

Seu filho será torcedor do Barcelona. Se ainda não for: a “ameaça” pode soar até defasada para um pai cuja criança passe o domingo vestindo uma camisa de Neymar ou Messi.

As pesquisas de opinião começaram a encontrar brasileiros natos que se apresentam como torcedores exclusivos de equipes europeias. “Até pouco tempo atrás, isso era impensável para o Brasil. Era uma coisa de Índia e Paquistão. Se esse movimento se confirmar, será um risco para os times daqui”, pondera José Colagrossi, diretor executivo do Ibope Repucom.

O torcedor que passou a ignorar os times daqui é jovem, tem de 16 a 29 anos, está nas classes A ou B e acessa internet rápida pelo celular. O perfil foi traçado pela empresa de pesquisa. “Esse grupo não existia. Agora, passou a existir estatisticamente”, diz Colagrossi. “Ainda está dentro de uma curva de erro que não me permite dizer se é 0,5% ou 2% do torcedor brasileiro, ainda é cedo. Estatisticamente, o importante é que esse grupo não para de crescer.”

A comercialização de uniformes oficiais comprova a tendência do crescimento internacional em nosso solo. A Netshoes vende quatro camisas do Barcelona para cada uma do Botafogo ou do Fluminense.

A oferta crescente de TV a cabo e internet banda larga é a principal parceira dos gigantes europeus. “O amor pelo Barcelona é o amor pelo sublime”, filosofa o sociólogo Luciano Paccagnella, da Universidade de Turim, acrescentando que “vivemos num mundo em que, da classe média para cima, não há mais fronteiras”. Na visão dele, times e atletas vitoriosos seguirão atraindo fãs sem importar o país.

O Barcelona, maior caso de sucesso da década tanto esportiva quanto comercialmente, tem 10,3 milhões de simpatizantes ou torcedores no Brasil — considerando apenas os brasileiros de 16 a 29 anos. Nesta faixa etária, o time catalão já é a quinta maior torcida do país, à frente de Vasco, Cruzeiro e Atlético-MG. O Real Madrid soma 4,9 milhões de torcedores. O Manchester United completa o top 3, com 2,5 milhões. (mais…)


Na segunda rodada do Mineiro, destaque para dois laterais que lutam para não serem chamados de “foguetes molhados”

danilo

Nessa carência de laterais no futebol brasileiro foi muito bom ver duas promessas jogando bem pelo Campeonato Mineiro nesta segunda-rodada: Danilo, ex-América, principal nome dos 3 a 0 do Atlético sobre a Tombense, e Mayke que depois de sete meses encostado, voltou a ganhar oportunidade no Cruzeiro, nos 2 a 1 sobre o Tricordiano.

maike

E foi bem!

Tomara que ambos mantenham este ritmo. Estão tendo, possivelmente, a última oportunidade de se firmarem em clubes da prateleira de cima. Se não explodirem, serão tachados como novos “foguetes molhados” e vão perambular por clubes pequenos até encerrar a carreira.

No Independência o América empacou contra a URT e não saiu do 0 a 0.

AFCURT

No Paulista, Rogério Ceni, treinador sob observação, tomou de 4 a 2 do Audax, em sua estreia como comandante.

CENI

Como diria o Adilson Batista, “vamos aguardar!!


Diretor do Galo dá troco em Mano Menezes: “Vitória foi ‘limpa’ e o ‘povão presente”

lasaro

Em foto do Superesportes, o diretor jurídico do Atlético, Lásaro Cândido da Cunha

As duas rodadas do Campeonato Mineiro foram quentes, mais fora do campo, do que dentro. Na primeira, Mano Menezes cutucou o Atlético dizendo que a vitória sobre o América-TO teve ajuda do árbitro. Nesta rodada foi a vez do diretror jurídico do Galo, Lásaro Candido da Cunha, tirar duas lascas no treinador cruzeirense,m em função da reclamação do Tricordiano, por causa de um pênalti não marcado e um gol irregular do Ábila. O pequeno público pagante no Mineirão, hoje, também foi alvo de gozação do dirigente alvinegro, que twittou: “Vitória foi ‘limpa’ e o ‘povão presente’”.

Dentro de campo os dois times estão jogando com o freio de mão puxadoi, por razões óbvias neste início de disputa. Vamos ver no fim do Campeonato quem vai rir melhor.


César Masci é pré-candidato a presidente do Cruzeiro com a proposta de democratizar o estatuto do clube

CESAR

Ele foi muito bom presidente. Sucedeu aos irmãos Salvador e Benito Masci. Este último foi o responsável pela recuperação financeira do Cruzeiro, na sucessão de Carminie Furletti. Ótimo papo do Vinícius Dias com o César no blog Toque Di de Letra.

Confira: * “Pré-candidato, César Masci revela ‘plano de modificações’ no estatuto do Cruzeiro

Presidente entre 1991 e 1994, ítalo-brasileiro defende a revisão de quatro pontos, além da diminuição dos requisitos para candidatura

Vinícius Dias

Nos bastidores celestes, a expectativa é de que o próximo mês marque o início das discussões sobre a possibilidade de modificação do estatuto. Pré-candidato à presidência, César Masci defende que, além da diminuição dos requisitos para disputa das eleições presidenciais, pelo menos mais quatro pontos sejam revistos. Ao Blog Toque Di Letra, o ítalo-brasileiro revelou detalhes de seu plano – duas das medidas já haviam sido antecipadas em janeiro -, prestes a ser formalizado.

“Vou apresentar antes da eleição. Lá para março, mais ou menos, estou entrando com essas propostas. Tenho que apresentar para o presidente do clube e para o presidente do conselho (João Carlos Gontijo de Amorim)”, garante Masci, que esteve à frente do Cruzeiro entre 1991 e 1994. Embora pré-candidato, ele faz questão de reafirmar que não se vê como nome de oposição a Gilvan de Pinho Tavares. “Aceito até uma composição”, disse em entrevista no mês passado.

Da relação do clube com seus sócios-torcedores à composição do Conselho Fiscal, passando pela gestão do departamento de futebol, confira, a seguir, os principais pontos.

Sócio-torcedor e Conselho Fiscal

Adotando o discurso de “devolver o Cruzeiro para o torcedor”, César Masci prega “maior valorização do sócio-torcedor”, que passaria a ter o direito de participar de processos decisórios, incluindo as eleições presidenciais. Hoje, apenas membros do Conselho Deliberativo votam. Se aprovada a medida, vislumbra a marca de 150 mil sócios no centenário, em 2021 – segundo o ‘Movimento Por Um Futebol Melhor’, atualmente são 79 mil.

Em relação ao Conselho Fiscal, ele defende a exigência de graduação em Contabilidade (Ciências Contábeis) ou Economia para exercício da função, visando ao “melhor exame dos relatórios técnicos”. O Conselho Fiscal conta com seis membros – três efetivos e três suplentes -, com mandato de três anos. O estatuto veda a remuneração.

Salários e direitos dos jogadores

Defensor da descentralização das decisões ligadas ao futebol, César Masci propõe que o acerto com “atletas com altos salários” seja acompanhado e aprovado previamente pelo Conselho Deliberativo. A aplicação partiria da definição de tetos salariais por níveis – atletas com passagem por seleção, com participação em grandes títulos do clube, entre outros. Nos casos em que os valores fossem superiores ao teto fixado, seria exigida a aprovação prévia por parte do conselho.

Crítico do atual formato de relação entre clubes e empresários, ele ainda defende que seja estabelecida a exigência de que o clube “fique com, no mínimo, 50% do passe (direitos econômicos)” dos atletas, não permitindo que os “empresários sejam proprietários quase que integralmente de seus passes”. Nesse cenário, o Cruzeiro teria direito a pelo menos metade dos valores em caso de venda futura.

http://toqdiletra.blogspot.com.br/2017/02/pre-candidato-cesar-masci-revela-plano-de-modificacoes-no-estatuto-do-cruzeiro.html

 


Um plano muitíssimo especial de “Sócio-Torcedor”, em que você assiste o jogo dentro do campo

RAFAEL

Vamos começar o dia com humor crítico, senhoras e senhores do blog. Essa do Juca da Floresta é muito legal e merece destaque. Principalmente para quem, como eu, não assistiu ao primeiro clássico do ano entre Atlético e Cruzeiro:

* “Bom dia Chico,

Quero aproveitar sua imensa experiência no futebol e te pedir uma ajuda. Quero fazer um plano de sócio torcedor do Cruzeiro mas gostaria de comprar um plano igual ao do goleiro Rafael. Eu explico, no clássico válido pela primeira liga disputado no dia 01/02 o goleiro Rafael “assistiu ao jogo no gramado do Mineirão”, quero um plano igual ao dele, você sabe qual é a categoria?”

Hoje o Galo joga em Muriaé, contra a Tombense, pela segunda rodada do Mineiro. Vamos ver se houve evolução em relação aos dois primeiros jogos do ano, vitória apertada no Mineirão sobre o América de Teófilo Otoni e derrota de 1 a 0 para o Cruzeiro, pela Primeira Liga.


Clássico serviu para observações e avaliação dos comandos dos dois times

CAM

Senhoras e senhores, me perdoem, mas não vi o clássico, por causa de uma reunião no mesmo horário. Deixo aqui a opinião do cruzeirense Luiz Ibirité, do atleticano Pablo de Oliveira e os detalhes técnicos do Alex Souza, a quem agradeço:

Luiz Ibirité

bom jg, acho q o cruzeiro foi melhor time, trocava passes e conseguiu fazer algumas tabelas, teve algumas jogadas de linha de fundo com o zagueiro Léo, umas jogadas ensaiadas, e “criou” mais oportunidades, um começo animador para o cruzeiro e nada assustador do lado rosa da lagoa, pois muitos desfalques e começo de campeonato nada que preocupe tanto e tb nada pra encher os olhos, todos dois tem muito a melhorar e vão, foi realmente um bom teste para os dois times!

***

Pablo de Oliveira

Outra coisa que me preocupa é a entrevista do Roger ontem depois do jogo falando que foi dois tempos distintos e que o Galo mandou no jogo no segundo tempo, a faça-me o favor o Galo não deu um chute a Gol, o Cruzeiro é que recuou um pouco para explorar o contra ataque e só não fez mais pois perdeu muitos gols.
Outra coisa dizer que o Elias era a peça que faltava, me ajuda aí né Roger o Elias foi ótima contratação sim mas ele é voltante, o Galo tem algum zagueiro decente??? algum camisa 10???? pode confiar em Clayton, Maicosuel, Otero, Hyuri??
O Carioca continua com o péssimo futebol do ano passado, se o Roger cair nessa ilusão que tá tudo bem, que temos o melhor elenco ele vai ser outro técnico que não termina o ano, sem reforços não vamos a lugar nenhum o problema é que essa diretoria demora a solucionar os problemas e depois fica sem opção só de meias camisa 10 perdemos mais de 11 jogadores para nosso rivais vejam:
Thiago Neves – Cruzeiro
Wagner – Vasco
Montillo – Botafogo
Sornoza – Fluminense
Diego e Conca – Flamengo
Guerra e Rafal Veiga – Palmeiras
Jadson – Corinthians
Dalessandro – Internacional
Cleiton Xavier e Datolo – Vitória
Sobrou quem???? desde do ano passado os problemas estão escancarados contratou atacante demais só de centro avantes temos 4 Fred, Pratto, Rafael Moura, Carlos, de lado de campo temos 6 Clayton, Hyuri, Maicosuel, Robinho, Otero, Luan, meias temos só o Cazares que vive de lampejos o Carlos Eduardo não conta pois é ex jogador em atividade, inútil até para serie D.
É Roger comece a peneirar esse elenco enquanto está no inicio muita coisa tem de ser mudada a começar de você achando que está tudo bem…

***

Alex Souza

Cruzeiro 1 x 0 Atlético – Copa de 1ª Liga – Grupo C –

Sem Ninguém: O Cruzeiro iniciou o confronto procurando o ataque e nos três primeiros minutos fez dois cruzamentos para a área alvinegra, pelo lado esquerdo da defesa, contudo a defesa atleticana cortou com tranquilidade o primeiro e nenhum atacante apareceu para aproveitar o segundo. (mais…)


Terminou ontem contrato da Fox Sports com a Sky e assinantes ameaçam debandada da operadora

FOX

As negociações se arrastam, enquanto isso a Sky toma pressão através das redes sociais:

CrisGalo ‏@CrisGalo  Alô @skybrasil, já pode providenciar meu cancelamento de assinatura (q não é barata) com a saída dos canais da @FOXTV #QueroFox

Victor Martins ‏@victmartins  Por favor @skybrasil, não me faça mudar – Fox diz que ainda busca acordo com a Sky e adia saída dos canais

Custodio PereiraNeto ‏@CustodioTodinho  Não perca tempo @victmartins. Saí da @skybrasil ano passado. Combo TV, Internet (ex-GVT) e fixo Vivo. Melhor e mais em conta @mauriciostycer

***

Mauricio Stycer escreveu no blog dele semana passada:

* “Depois de meses de negociação, o grupo Fox está anunciando que os seus canais não vão mais integrar os pacotes da Sky Brasil, a segunda maior operadora de TV paga no país, com mais de 5,2 milhões de assinantes.

A renovação do contrato travou por conta de questões ligadas à remuneração e, também, pela dificuldade de incluir o pacote premium da Fox (dois novos canais, Fox 1 e Fox Action) na Sky.

O grupo Fox mantem uma dezena de canais no Brasil. Entre os seus maiores “ativos”, hoje em dia, estão os direitos da Libertadores e a série “Walking Dead” (imagem no alto), a de maior audiência no universo da TV por assinatura no país.
O contrato se encerra no próximo dia 31. O anúncio da Fox, neste sentido, ainda deixa uma porta aberta para a Sky.”


E lá se foi o Edésio, grande lateral do Bela Vista, um dos primeiros clubes brasileiros a excursionar pela Europa

BV

Edésio é o primeiro, em pé, à direita.

O Bela Vista já figurou entre os maiores clubes de Minas; os mais velhos dizem que Edésio jogou muito, ao lado de um craque que fez história no Vasco, Genuíno. A história da viagem à Europa é fantástica e pode ser lida em reportagem do Luiz Astoni (Globoesporte.com) e texto do Juarez Lanza (Páginas Heróicas Digitais), cujos links estão neste post.

Tive o prazer de ouvir muitas histórias do Edésio, uma grande figura, a quem homenageio neste momento e abraço à família. Reportagem do Renato Alexandre ano www.setedias.com.br :

“Morre Edésio, lateral esquerdo do lendário Bela Vista que desbravou a Europa”

 EDESIO

Foto: Reprodução – Globo.com

Morreu na madrugada desta terça-feira, 31, Edésio Pereira, o lateral esquerdo do Bela Vista de Sete lagoas que encarou grandes clubes europeus no em 1958, três meses após o Brasil conquistar seu primeiro título mundial. Ele foi vítima de um infarto aos 80 anos de idade deixando a esposa Vilma, os filhos Sérgio e Cláudia e dois netos.

Edésio nasceu em Barra do Piraí, interior do Rio de Janeiro, e  começou a carreira no Royal, time de sua cidade natal. Depois passou por América-RJ e Vasco, onde jogou ao lado de grandes nomes do futebol brasileiro, como o goleiro Pompeia e o zagueiro Djalma Dias, campeões cariocas em 1960, e Ademir Menezes, artilheiro da Copa do Mundo de 1950.

Edésio foi contratado pelo Bela Vista junto ao América-RJ especialmente para participar da série de amistosos na Europa. Desde que veio para Sete Lagoas, nunca mais deixou a cidade. Pessoa simples e de boa prosa gostava das rodas de bate-papo com amigos nos bancos da orla da Lagoa Paulino, onde era visto rotineiramente. Na pauta, o futebol de antigamente e o atual.  “O futebol de hoje chega a ser vergonhoso se comparado ao tempo em que eu jogava. Parece uma guerra de 11 homens cooperando entre si para não afundarem juntos”, declarou em entrevista ao SETE DIAS em 2010.

Quando deixou o futebol, Edésio foi trabalhar na Cemig onde ficou até se aposentar. Ele era morador do bairro de Fátima. O velório está sendo realizado na Assistencial Santa Clara e o sepultamento será às 8 horas desta quarta-feira, dia 1º, no cemitério Parque Boa Vista.

http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2010/09/brasil-afora-bela-vista-de-sete-lagoas-lotou-bernabeu-contra-o-real.html

bv2

O início da viagem em 1958 “nas asas da Panair” 

http://paginasheroicasdigitais.com.br/blog/a-excursao-do-bela-vista-a-europa/

Por Renato Alexandre

http://www.setedias.com.br/noticia/destaques/morre-edesio,-lateral-esquerdo-do-lendario-bela-vista-que-desbravou-a-europa/53/14510


Troféu Guará em noite de cutucadas para esquentar o clássico; com duas torcidas

GUARAS

CRUZ66

Momento marcante do Troféu Guará: Piazza, Natal, Procópio, Hilton Chaves, Neco, William, Dirceu Lopes e Raul; oito dos responsáveis pela ascensão ao Cruzeiro ao topo do futebol brasileiro, que detonaram com o Santos, de Pelé e cia., em 1966. Homenagem pelos 50 anos do título da Taça Brasil.

***

Como sempre, ótima festa de entrega do Troféu Guará, no Bufett Catarina. Mano Menezes e Roger Machado assistiram tudo lado a lado. O técnico do Cruzeiro respondeu com muito bom humor aos questionamentos sobre o cutucão que deu no Galo pelo pênalti que ele considerou “suspeito” na vitória sobre o América-TO na estreia no Mineiro. Disse: “se a carapuça serviu . . .”

O presidente atleticano, Daniel Nepomuceno, deu o troco no mesmo tom: “Não tomei conhecimento; estou preocupado é em montar o time para a Libertadores. . .”

Provocações e trocos normais e positivos. Não vejo incitação nenhuma acirramento de ânimos. Bom mesmo é que teremos as duas torcidas no Mineirão amanhã. Mais de 30 mil ingressos já foram vendidos, quase meio a meio, com ligeira vantagem para a massa do Galo.

Outra boa notícia que que depois de acabar com a ridícula e inexplicável proibição de estacionamento ao lado do Mineirão, a prefeitura vai colocar a guarda municipal para garantir que ninguém seja achacado por flanelinhas.

Tomara que o comportamento geral seja de gente civilizada e que não haja brigas. Que alvinegros e azuis deem exemplo para o país.

As diferentes regiões deste “país” Minas Gerais, no Guará, com o Democrata de Governador Valadares, campeão da segunda divisão . . .

LUIZDGV

… recebendo o troféu das mãos do Luiz Carlos, Superintendente do Mercado Central.

ALBERTOSIMAO

E o tradicionalíssimo Tupynambás de Juiz de Fora, campeão da terceirona, em seu retorno ao futebol profissional. O diretor executivo Alberto Simão recebeu o troféu, das mãos do Emerson Pancieri.

GUARAMBIENTE

Casa cheia e ambiente requintado na grande festa do esporte mineiro.

robinho

Robinho com seus três troféus: Craque do Ano, Artilheiro e seleção Guará.

Confira os vencedores desta 54a edição: (mais…)


Futebol mineiro homenageia nomes que fizeram história na imprensa esportiva de Minas

ORLANDOCASTELARDRUMONDS

Orlando Augusto, Castelar  e a família do Felippe Drumond

A ideia foi do Orlando Augusto, logo depois de uma edição do programa Meio de Campo (Rede Minas), aceita na hora pelo presidente da FMF, Castelar Neto e pelo presidente da Associação Mineira de Cronistas Esportivos – AMCE -, Luiz Carlos Gomes. Na rodada inaugural os primeiros homenageados foram Osvaldo Faria, Felipe Drumond e Fernando Sasso.

A divulgação pela maioria da imprensa foi muito menor que a merecida. Um equívoco dos colegas, já que esta iniciativa resgata a história da mídia mineira, importante no contexto nacional. Com a velocidade da informação nos dias de hoje, ninguém mais se lembra direito de feitos e nomes que fazem ou fizeram a nossa história. Só quem já passou dos 40 ou 50 anos de idade recorda que Osvaldo Faria foi um dos maiores radialistas, repórter e comentaristas do país, responsável por grandes reportagens e coberturas internacionais. Um dos pioneiros no empreendedorismo midiático, que ajudou a Rádio Itatiaia a se tornar que ela é hoje. E que Bob Faria, da Globo, é filho dele.

E Fernando Sasso? Criador do bordão “Tá no filó” que marcou gerações. Narrador imitado até hoje. Famoso pelas transmissões da saudosa TV Itacolomi, Rede Tupi e Rede Globo. Um dos maiores boas prosas, contador de histórias que já tivemos.

Felippe Drumond foi um dos grandes textos da imprensa brasileira, apoiador principalmente dos esportes chamados “especializados”, atualmente “olímpicos”. Tão importante para o esporte que o Mineirinho leva o nome dele. Pai do Ivan Drumond, fera da imprensa atual, repórter do Estado de Minas, avô do Felippe, também jornalista, até outro dia no Hoje em Dia.

Como diz o Juca Kfouri, nós jornalistas, somos “cordialmente odiados”, porque agradamos e desagradamos a leitores, ouvintes e telespectadores, alternadamente, dependendo do que falamos ou escrevemos, mas somos nós que registramos a história. Lembranças assim são muito significativas e parabenizo ao Orlando Augusto pela ideia e ao Castelar Neto pela execução.

SASSO1

Henrique Sasso, neto do Fernando, recebe a homenagem das mãos do Castelar Neto

SASSO

Bob Faria, filho do Osvaldo, com a placa em homenagem ao grande comentarista


Página 8 de 976« Primeira...678910...203040...Última »