Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

A Arena do Jacaré em discussão 2

O Paulo Henrique tem toda razão, mas é normal a apreensão das pessoas de modo geral em relação à saída do Atlético e do Cruzeiro do Mineirão. Os clubes cariocas foram para o buraco quando o Maracanã ficou fechado para as reformas visando o Pan’2007 e isso gerou um trauma em Belo Horizonte, devido ao medo da história se repetir aqui.

O próprio governador Aécio Neves manifestou essa preocupação numa conversa conosco, da diretoria da AMCE, em um encontro no Palácio da Liberdade recentemente. Como setelagoano, conhecedor da logística que envolve a Arena do Jacaré e da região, tentei tranqüiliza-lo, passando as seguintes informações:

01 – Em termos de público pagante, Atlético, Cruzeiros e América vão se surpreender, pois dificilmente algum jogo deles terá pequena assistência, por menos importante que seja a partida. Além dos torcedores que vão se deslocar da Capital, as pessoas estão se esquecendo que Sete Lagoas, com os seus 220 mil habitantes, é a cidade pólo que exerce influência econômica e social, diretamente, sobre 18 cidades. De Pompeu, a 110 km a Oeste, a Santana do Pirapama, a 90 km a Leste, envolvendo uma população de quase 800 mil pessoas. Milhares de apaixonados por futebol dessa região sempre sonharam ver de perto um jogo do Galo, da Raposa, do Coelho e de tantos clubes famosos, mas nunca se animaram a ir ao Mineirão, pelas dificuldades e medo que são passados pela imprensa.

02 – A Arena é um estádio novo, inaugurado em 2005, onde cabem hoje 20 mil pessoas. Reformada, com capacidade para 25 mil, vai ser transformada num estádio espetacular, modelo nacional, por questões adicionais simples: acesso fácil pelas Br-040 de um lado e MG-424 (via Pedro Leopoldo) por outro. Fica na Avenida Perimetral, que é a “Contorno” da cidade, a mesma utilizada pela desafogar o trânsito do centro de Sete Lagoas. De Belo Horizonte lá não se gasta mais que uma hora.

03 – Muita bobagem tem sido dita sobre o assunto por pura desinformação. Quem se dignar a ir lá, verá isso. Que prejuízo os clubes terão? A média anual de público deles será maior que atuando no Mineirão. No atual brasileiro, o Atlético estava com média de quase 50 mil pagantes, devido a essa ótima campanha, porém, bastaram duas derrotas consecutivas, que caiu quase pela metade, no jogo contra o Coritiba. Sem falar que campanha como essa, não tem sido comum na vida do Galo. A última foi na Copa União de 1988, lembram? Nem no vice-campeonato de 1999, foi tão regular em termos de números de pontos ganhos. 

04 – O Aeroporto de Confins está mais próximo de Sete Lagoas do que do centro de Belo Horizonte.


Coisa de doido

Realmente o Leo Lima fez falta no Willians no segundo gol do Goiás sobre o Flamengo ontem, mas o drama que a Globo fez sobre o lance foi um negócio de maluco. O árbitro foi o Heber Roberto Lopes, ruim demais de serviço. Mas, só mesmo o Flamengo para fazer a turma da Globo mostrar as lambanças dele.

Ontem, durante a transmissão, depois do jogo, no Jornal da Globo, hoje cedo no Bom Dia Brasil, e até agora, 10 da manhã, no repeteco do Bom Dia, na Globo News.

Esse Flamengo realmente mexe com corações demais país afora!


O Cruzeiro em discussão

Bom dia. 

Adílson

Acho que a torcida está errada com relação ao Adílson. Ontem, após a expulsão do jogador do Atlético do PR, ele tirou um lateral e colocou um atacante.

Agora, pergunto: que culpa o treinador tem se o Bernardo força a expulsão? A torcida cobra padrão do time, mas o Cruzeiro está nessa maratona de jogos quarta e domingo há quase dois meses. Ñ tem tempo para treinar. Veja o Atlético. Bastou entrar nessa de jogo quarta e domingo que perdeu duas seguidas. 

Expulsão do Bernardo

Muita gente vai falar de falta de experiência do atleta. Isso é conversa fiada. Ontem, ele forçou a expulsão.

O Bernardo está no Cruzeiro há quanto tempo? Ele joga futebol há quanto tempo? Qualquer atleta sabe que quando um jogador adversário é expulso, os juízes ficam doido para equilibrar as coisas. O cara faz uma falta daquela na área adversária. Ele tá querendo o que? Ser expulso? O Bernardo já tem 20 anos, já é pai de família, tem que parar de passar a mão na cabeça desses caras. 

É hora do Perrela tomar frente

O Maluf levantou a bola após a partida contra o Grêmio com relação as expulsões. Não adianta o diretor de futebol falar com o diretor de arbitragem. Não adianta conversa de funcionário para funcionário, é hora de o presidente tomar frente. Acredito que ele falou isso tmb com relação aos jogadores. Não adianta ele, Maluf, ficar cobrando dos jogadores em reuniões. É hora do presidente mostrar a cara e tomar frente do clube. O Perrela que estava tão presente na fase final da Libertadores, agora sumiu. Não aparece em jogos, não apresenta jogadores, não aparece para dar entrevista na Toca. Sumiu literalmente. 

Estranho
Recentemente o Cruzeiro não pagou dois milhões em 50% do Gérson Magrão? Agora só tem 10%? Que coisa mais estranha.  
 
Abraços e fiquem com Deus. 
 
Cleyton das Graças Ferreira
jornalista
Belo Horizonte – MG
30478675 – 84240284


Abertas propostas da licitação da Arena do Jacaré

A Comissão Permanente de Licitação do Departamento de Obras Públicas do Estado de Minas Gerais (Deop-MG) abriu, nesta quarta-feira (5), a documentação das empresas licitantes da Concorrência n.° CO.021/2009, destinada à contratação das obras de reforma e ampliação do Estádio do Democrata Futebol Clube – Arena do Jacaré – , em Sete Lagoas, na Região Central.

Quinze empresas protocolaram propostas: Simbel Construções e Empreendimentos Ltda, CBR Construtora Ltda, Andrade Valladares Engenharia e Construções Ltda, Construtora Augusto Velloso S/A, Topus Construções Civis Ltda, Secol Construtora Ltda, CCM – Construtora Centro Minas Ltda, KTM Administração e Engenharia Ltda, Construtora Itamaracá Ltda; RDR Engenharia Ltda, SPEL Engenharia Ltda, Geraes Arquitetura e Engenharia Ltda, Construtora Ápia Ltda, Infracon Engenharia e Comércio Ltda e Copermil Construtora Ltda.

Após a abertura das propostas, os técnicos do Deop deram início à análise técnica e financeira da documentação, que não tem prazo determinado para o seu encerramento e definirá as empresas habilitadas. Os resultados da análise serão publicados no jornal Minas Gerais e no site do Deop, quando será aberto prazo de cinco dias para a apresentação de eventuais recursos pelas empresas inabilitadas.

O Estádio do Democrata Futebol Clube, o Jacaré, de Sete Lagoas, será reformado para receber jogos, enquanto o Mineirão estiver fechado para ser adequado às exigências da Federação Internacional de Futebol (Fifa) para sediar a Copa das Confederações 2013 e a Copa do Mundo 2014. A reforma custará R$ 10 milhões.


Na coluna de amanhã

Complôs

Há muitos casos de treinadores derrubados no futebol mineiro, mas dois foram explícitos: Rubens Minelli, pelos jogadores do Atlético, em 1984, e Emerson Leão, pelos do Cruzeiro em 2004. No caso do Leão, uma jornalista escreveu o que um jogador disse a ela, e sofreu horrores nos desmentidos da diretoria cruzeirense. Pouco tempo depois a história se confirmou.

Esta e outras notas, em minha coluna de amanhã, no jornal O Tempo www.otempo.com.br


Coluna do Flávio Anselmo: Complô agita a Toca

Coluna do Flávio Anselmo, que será publicada em vários jornais do estado amanhã, dia 6/8/09

Após conseguir dominar o grupo, tê-lo ao seu lado pro que der e vier, Adilson Batista deixou de ser, lamentavelmente, unanimidade no elenco do Cruzeiro. Coisa natural, desgaste provocado pelos dois anos de trabalho. Não devia ser assim, mas é. O episódio Sorin, cujas entrevistas reclamaram do espaço que lhe foi fechado por Adilson, azedou mais ainda o ambiente.

Outros fatos se somaram como as mexidas do técnico valorizando jogadores de outras posições em detrimento àqueles do setor. Exemplo: contra o Grêmio, Bernardo e Athirson estavam no banco. No entanto, Adilson optou errado por usar Elicarlos: era o quinto volante em campo.

Qual armador não se revoltaria com essa situação? Aos confidentes, Adilson já avisou com Bernardo não tá em seus planos, porque não marca ninguém. Uai, craque precisa de marcar ou cercar? Wagner marcar? Diego Tardelli, por exemplo, no Galo, marca, além de gols?

 

Thiago Ribeiro revoltou-se com a multa aplicada por sua expulsão no Sul. Claro que a de Jonathan tem que ser o dobro, afinal ele provocou a goleada sofrida. Foi punido desta forma?

Houve tratamento diferente nos dois casos: Thiago Ribeiro é outro insatisfeito como Athirson e Bernardo. E a covardia com os meninos dos juniores? Os beques Neguete, Vinicius e Luizão entraram nas geladas. Quando Fabrício, Henrique e Fabinho quiseram, foram pra zaga. Os meninos sumiram. Outros revoltados. E por aí vai…

Ou seja, dividido o elenco o complô toma proporções vergonhosas. Sob a desculpa de abalados psicologicamente com a perda da Libertadores, vários feridos no desleal combate contra os preferidos do Rei, fazem corpo mole. Na casa que tem pão, mas falta comando, todos brigam e ninguém tem razão.

 

 

Se Eduardo Maluf agir como tem prometido, pode ser que a reação no Brasileiro venha. Caso contrário, adeus Adilson Batista, contra minha opinião, porém com grande parcela de culpa do próprio.


O Goiás te surpreende?

O jornalista Marcelo Bechler Machado fez uma interessante avaliação do time do Goiás, que surpreende a muita gente no campeonato:

 

“O Goiás está surpreendendo? Talvez por ocupar o 3º lugar, fruto das cinco vitórias consecutivas da equipe. O que não pode ser considerado uma surpresa é a boa campanha.

Desde a reação com Cuca em 2003, o Goiás sempre fez boas trajetórias à exceção de 2007, quando ficou um ponto acima da zona de rebaixamento. Nos anos restantes, o clube sempre ficou na parte de cima da tabela e com aproveitamento de 50% dos pontos conquistados. Mediano? O 5º melhor dos pontos corridos, atrás apenas de São Paulo, Cruzeiro, Santos e Internacional. Em 2005 foi terceiro lugar, melhor classificação da história do clube.

O time de Hélio dos Anjos foi montado no ano passado com a base de Harlei, Rafael Marques, Vítor, Ramalho e o trio ofensivo com Romerito, Iarley e Paulo Baier. Em 2009, a receita foi mantida: time bem fechado com três zagueiros, dois volantes e velocidade dos alas e atacantes. Fruto disso é o melhor desempenho como visitante do campeonato: são 71% de aproveitamento fora do Serra Dourada.

Quando se olha para o elenco do Goiás e dos concorrentes, é difícil imaginar que a equipe tenha forças para chegar à Libertadores. Com a presença de Fernandão, a forma com que se olha para a equipe pode mudar.

Chega de dizer que é “inadmissível perder para o Goiás em casa”. Não se pode mais considerar a equipe esmeraldina mediana e sim, uma equipe que na média é muito boa. ”

Leia mais em

www.blogdemarcelomachado.blogspot.com


Nem li ainda, mas o sujeito é muito bom

Trata-se do Ricardo Plotek, jornalista dos bons, que acaba de lançar um blog. Só pelo texto de lançamento, já vale a pena conferir:

“Depois de muito pensar, meditar, me aconselhar, passar os bens para o nome da minha mulher para evitar a penhora deles após processos que devo receber e ir contra tudo o que eu deveria ter feito, está no ar o meu blog, que trata de tudo sem saber de nada.  Acessem, recomendem e comprem os produtos dos anunciantes, quando eles existirem.
Basta entrar em www.otempo.com.br/blogs e clicar em no BlogdoPlotek. Seja o que Deus e meu chefe quiser!!!”


Informações e correção

O João Duarte mandou boas informações sobre o zagueiro Gil, contratado pelo Cruzeiro, e corrige uma mancada lamentável de informação de ontem: 

“Prezado Chicão,

Corrija o seu arquivo.

O Caxias é de CAXIAS DO SUL assim como o Juventude.

O Brasil é de Pelotas. São cidades diferentes.

O América vai ter dificuldades mas tem tudo para passar para a outra fase e já garantir o acesso para a série B em 2010.

E a venda do Kléber parece mesmo estar por um triz. A minha esperança é o jogador não aceitar as propostas salariais para sair daqui. Enquanto vierem propostas de clubes de Portugal eu creio que o Kléber não vá querer sair. Mas, se a proposta for do Liverpool, Arsenal ou de um Sevilla, Roma ou Lyon pode ser que ele se despeça de nós.

GIL foi bem no Americano de Campos. Quem pode falar bem dele é o Zé Maria Pena que neste período de 2004 a 2007 teve passagens pelo Americano (onde ele deveria atuar nas equipes de base). Se tem 22 anos agora em 2004 estava com 17 anos e provavelmente não atuava direto e reto no profissional.

Vi 2 jogos do Atlético Goianiense neste último mês para conferir e gostei.

No ano passado vi as finais da Série C e ele literalmente arregaçou com o jogo.

Um abraço – João Chiabi Duarte”


Atlético com a barra aliviada no STJD

Obrigado ao Eduardo Ferreira que às 19:53 nos enviou a notícia do julgamento e absolvição do Galo que corria o risco de perder um mando de campo, devido à invasão do gramado do Mineirão por um desmiolado:

“Resultado do Julgamento: Por maioria, absolvido o Atlético/MG de infração ao artigo 213 do CBJD. por maioria.

A favor da aplicação da perda de um mando de campo: Otacílio Araújo e Marcelo Tavares
Contra a aplicação da perda de um mando de campo: José Perez, Francisco Pessanha e Paulo Valed Perry

19:23 Processo: 72/2009
Jogo: CA Mineiro (MG) x Fluminense FC (RJ) categoria profissional, realizado em 23 de julho de 2009- Campeonato Brasileiro – Serie A- Denunciados: Clube Atlético Mineiro, incurso no Art. 213 do CBJD; Fluminense FC, incurso no Art. 215 do CBJD.-AUDITOR-RELATOR: DR. JOSE PEREZ DE REZENDE.”